Sou uma mulher vivendo com AIDS

Você esta em Início => Histórias de Soropositivos => Sou uma mulher vivendo com AIDS
?>
Mulher Africana
A Mulher Africana é extremamente vulnerável À AIDS, tendo em vista os aspectos culturais e a opressão de gênero que campeia no continente.

BRI­GITTE: Eu tinha 9 fil­hos es­tari­am também con­tam­ina­dos? Tratei de falar com meu es­poso, mas ele não quer­ia saber de nada. Dur­ante dois anos me isolei total­mente até que en­tendi que as mul­heres têm que ser re­volu­cionári­as para ser ouvi­das.

LOCUTOR: Desde então, Bri­gitte Sya­malevwe ded­icou sua vida a com­bater es­ta doença. Fun­dou a So­ciedade de Mul­heres Con­tra a AIDS. Elas con­stituíam mais da de da pop­ulação in­fectada.

BRI­GITTE: As es­tatístic­as não têm sexo, nem comem, nem sen­tem frio. Eu não sou uma es­tatística, sou uma mul­h­er com AIDS.

LOCUTOR: Em 1994, um fun­cionário de­clarou que o Es­tado es­tava ajudando às pess­oas soro pos­it­ivas. Bri­gitte se le­van­tou e de­nun­ciou.

BRI­GITTE: Ol­hem bem, eu sou uma mul­h­er com HIV e não re­cebi qualquer ajuda do gov­erno.

BRI­GITTE: O dia seguinte, apareci em to­dos os meios de comu­nicação da Zâmbia. Meu es­poso se tornou hos­til para comigo. Agora to­dos sabiam que ele também es­tava con­tam­inado.

LOCUTORA: Como parte da Comunid­ade In­ter­nacion­al de Mul­heres Soro pos­it­ivas, ofere­cia ofi­ci­nas, elaborava fol­he­t­os, dava palestras.

BRI­GITTE: A AIDS é uma en­fer­mid­ade muito difer­ente de out­ras. Têm que ver com o amor, com o prazer. Há que ter­min­ar com es­sas be­steir­as sobre o sexo.

LOCUTORA: Em 1999 foi nomeada Em­baix­adora das Nações Uni­das na luta con­tra a AIDS. Desem­pen­hou este alto cargo no Min­istério da Educação de Lu­saka, con­seguindo in­cor­por­ar a AIDS no pla­no nacion­al de estudos.

LOCUTOR: Na última Con­ferência In­ter­nacion­al sobre a AIDS, cel­eb­rada em Durb­an, Bri­gitte Sya­malevwe e seu es­poso, também doente, dit­aram con­ferências sobre prátic­as sexuais se­gur­as para as pess­oas com HIV.

BRI­GITTE: A mas­turbação mútua e o uso da cam­isinha não se pode con­den­ar. As mul­heres e os ho­mens con­ta­gi­a­dos temos direito a uma vida sexu­al ativa e prazeirosa.

LOCUTOR: Am­bos con­tinu­ar­am no tra­balho voluntário. Fundaram o Grupo de Apoio aos órfãos de Ibenga, ad­ot­aram 40 cri­anças e mo­tivaram a out­ras pess­oas para fazer­em o mesmo.

MUL­H­ER: Obri­gada a ti, Bana­gengi, mãe de mui­tos!

LOCUTORA: Um ano de­pois, seu mar­ido mor­reu.

TAM­BORES AFRICANOS TRISTES pela Mulher Vivendo com AIDS

LOCUTOR: E também mor­reu ela, Bri­gitte Sya­malevwe, a mãe de mui­tos, dia 23 de fever­eiro de 2003, apen­as com 44 anos de id­ade.

Não ne­ces­sitas autor­ização para baix­ar os ra­dioclips e di­fundi-los. To­dos os direit­os estão com­partil­ha­dos

http://soropositivo.org/wp-content/uploads/2009/05/jqkpCY3MQuU?rel=0

Enhanced by Zemanta

Anúncios

Publicações Relacionadas

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Sorositivo.Org, fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade.E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Sua Opinião é Muito Importante!

Você gostaria de dar sua opinião sobre o Blog Soropositivo.Org?

Se você desejat, por favor forrneça seu e-mail, assim enviaremos a você uma resposta

Obrigado. Nós recebemos sua opinião e daremo o retorno em breve

Whatsapp WhatsApp Us
Precisa conversar? Há três pessoas aqui prestando serviços voluntários dentro de suas possibilidadades
error: Content is protected !!