Experiência de quem preservou os filhos

Image default
AIDS beijo Beijo Na Boca de 2000 a 2013 Fatos sobre a AIDS Sexo Sexo Oral E Os Fatos Sexo Oral Qual o Risco? Sexualidade VÍRUS PAPILLOMA HUMANO

,

Jornal do Tocantins – TO

Editoria:

Pág.

Dia / Mês/Ano:

Estado

 

24/DEZEMBRO/07

 

Palmas – Durante o pré-natal do segundo filho, de dois anos, a dona-de-casa Maria de Lurdes Vieira (nome fictício), 23 anos, descobriu ser portadora do vírus HIV. Sem a presença do pai da criança, que já não mantinha um relacionamento com ela, tomou a decisão de seguir corretamente o procedimento indicado para evitar a transmissão vertical. "Foi um choque para mim, e ainda estou me recuperando. É muito complicado ter essa doença, principalmente porque não sabia se ia ou não pegar nele. Aí o doutor falou que só aconteceria se eu não fizesse tudo direitinho. E felizmente meu bebê nasceu saudável", relatou Maria. Há cerca de três meses nasceu seu terceiro filho. Maria está casada há um ano e oito meses. "Ele queria namorar comigo, então falei que tenho essa doença e tenho meus filhos. Mesmo assim ele me aceitou como sou e logo depois engravidei", disse. Segundo Maria, eles mantêm um relacionamento tranqüilo, mas seu esposo, que não é portador do HIV, precisa fazer o teste com freqüência. Maria pode ter sido infectada há cerca de dez anos, segundo teria sido informada por seu médico. Ela disse nunca ter imaginado contrair o HIV, mas que pode acontecer com qualquer pessoa. "É importante tomar muito cuidado e usar preservativo para evitar essa doença, que não é uma experiência boa para uma mãe ter. Se eu não tivesse feito tudo corretamente, teria me sentido muito culpada", afirmou. O exame sorológico do último filho de Maria deve ser feito quando o bebê estiver com seis meses. (C.S.)

Serviço

Como se transmite o HIV
Pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e pelo leite materno.

Assim pega:
Sexo vaginal sem camisinha;
sexo anal sem camisinha;
sexo oral sem camisinha;
uso da mesma seringa ou agulha por mais de uma pessoa;
transfusão de sangue contaminado;
mãe infectada pode passar o HIV para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentação;
instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados.

Assim não pega:
Sexo, desde que se use corretamente a camisinha;
masturbação a dois;
beijo no rosto ou na boca;
suor e lágrima;
picada de inseto;
aperto de mão ou abraço;
talheres / copos;
assento de ônibus;
piscina, banheiros, pelo ar;
doação de sangue;
sabonete / toalha / lençóis.

Sugestões de leitura

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog é melhor contigo!!!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, fazemos tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us