Há Vida Com HIV

Como o HIV é transmitido? Estou Infectado com HIV? Como saber?

Estou Infectado com HIV? Como saber?

Estou Infectado com HIV? Como o HIV é transmitido? Como saber?

O vírus da imunodeficiência humana (HIV, em inglês) foi estabelecido como a causa da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS, em inglês) em 1983.

Desde então, muita pesquisa tem sido conduzida e um grande número de informações tem sido gerada.

E no que diz respeito às maneiras que o HIV pode ser transmitido de uma pessoa para outra há muita contradição.

Como o patso que disse que relação anal gera janela de três anos. Obviamente conoisa de FDP.

E a Experiência funesta da Madame Mim

O problema com muitas informações sobre a transmissão do HIV, especialmente na Internet, é que fala como um bebê:

Com um apetite voraz de escrever besteiras na entrada e nenhuma responsabilidade ao emitir opiniões insólitas na saída.

Muito geralmente, as informações de um site irão contradizer diretamente as informações de outro site. Por exemplo, algumas fontes referem-se ao sexo oral como “arriscado”, enquanto outros dizem que é de “baixo risco” ou “sem risco”.

Isto pode ser muito frustrante e também pode levar a propagação de informações erradas, e freqüentemente a muitas preocupações desnecessárias sobre a transmissão do HIV e me levar a crer ou não se eu estou Infectado com HIV?

Estou Infectado com HIV? Como saber?
A AIDS não tem preconceito e é uma doença pelna e amplamente globalizada,como se pode ver

A infecção por HIV – e o teste de HIV – é uma questão médica.

Nós desenvolvemos esta aula para fornecer informações diretas e precisas em relação à transmissão do HIV.

Entretanto, é importante ressaltar que esta aula – e outras fontes de informação sobre o HIV na Internet – não deveriam ser consultadas como uma alternativa a cuidados médicos e o teste.

Se você receia que você tenha sido exposto ao HIV – independente de quão baixo o risco percebido e não importando quanta informação você encontre na Internet – você precisa entrar em contato com seu fornecedor de cuidados médicos ou um centro de testes de HIV.

E se estou infectado peço HIV? oque fazer?

A primeiríssima coisa a fazer e respeitar a janela imunológica, que eu explico, com apoio de profissionais seríssimos do SUS.

Aqui, janela imunológica os fatos e aqui:

O porquê da Janela Imunológica de 60 dias (dois textos, ambos em outras abas). Depois de respeitadas as janelas imunológicas fazer o teste de HIV é algo muitíssimo sábio de se fazer. E, infelizmente, mesmo assim, muitas pessoas se recusam a fazer o teste. Eu tive muito medo de fazer o meu e o fiz da pior maneira… (outra aba)

Eles acham a ideia de fazer o teste tão assustadora (eu achava), que eles simplesmente não querem fazer, mesmo que eles continuem a se estressar e se preocupar se eles estão infectados (eu não me importava com isso).

Outros pensam que fazer o teste é desnecessário porque eles acreditam, ou querem acreditar, que o HIV é algo que não os afetará.

Estou Infectado com HIV? Como saber? Teste para HIV

Muitas vezes quando alguém é testado, eles descobrem alegremente que suas preocupações sobre estar infectado eram infundadas.

Se assegurar que o teste deu negativo pode oferecer um alivio enorme.

Também pode aumentar a motivação em tomar ações para permanecer negativo.

Para outros, fazer o teste e descobrir que eles são HIV positivo é o primeiro passo importante para se manter saudável.

Na vida a dois este pode ser um movimento importante de responsabilidade e respeito mútuo, mas separe o joio do trigo, como tristemente aprendeu minha saudosa amiga Amarillys (In Memorian)

 

Os Centros Americanos de Controle de Doenças (CDC, em inglês) estima que há 1.1 milhão de pessoas HIV+nos EEUU.

Deste número, o CDC estima que um em cada cinco (21%) não está ciente de sua condição em relação ao HIV.

Geralmente sadios em aparência e sentindo-se bem, eles não estão recebendo os cuidados médicos apropriados.

Não estando cientes de sua condição em relação ao HIV é muito mais provável que eles irão transmitir, sem conhecimento, o vírus HIV a outras pessoas.

 

Uma das verdades mais básicas sobre o HIV é que o gênero, a idade, a raça e a condição econômica são irrelevantes quando se trata de vulnerabilidade ao HIV. Qualquer um pode ser infectado. A epidemia de HIV estará conosco por um longo período ainda por vir.

No presente não há cura para o HIV/AIDS.

Mas há medicamentos que provaram serem muitos eficazes em manter as pessoas HIV-positivo vivas por mais tempo e mais saudáveis.

 

 

Tradução: Rodrigo Sgobbi Pellegrini

Assista ao vídeo abaixo. Obrigado

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us