Estado Laico? E a Pressão Religiosa em campanhas sobre DST/AIDS e Aborto?

A pressão religiosa, sobretudo evangélica, nas decisões sobre campanhas de prevenção a DST/AIDS e Aborto no Brasil

 

laicidadeComo manobras políticas e soluções para cavar vagas em ministérios, CPIs e comissões federais, os partidos têm feito cada vez mais esforços para colocarem seus representantes entre os membros dessas áreas governamentais e, com isso, cada vez mais interesses particulares têm influenciado nos rumos e objetivos das comissões de regulamentação, investigação e sugestão de melhorias, onde quem sai perdendo cada vez mais é a população.

Quando falamos de crises na política nacional, pensamos diretamente em corrupção. Porém, um fato que tem cada vez mais impedido o avanço de melhorias significativas no quadro da politização nacional são os líderes que colocam primeiro os interesses religiosos ao invés do benefício populacional. A título de exemplo, podemos citar a bancada evangélica nacional como a mais grave epidemia que assola o nosso atual sistema de saúde.

estupra mas nao aborta
Frase infeliz proferida por alguns políticos e até mesmo alguns religiosos em dias de diarréia verbal

Por questões litúrgicas como homofobia e contrariedade ao aborto, por exemplo, não raro vemos leis que podem tratar problemas reais e a cada dia mais preocupantes no país sendo barradas não com embasamento social, mas com fundamentação ideológica. É comum ver propostas sociais que têm seu avanço impedido por uma movimentação religiosa que argumenta contra a lógica de um estado laico, tal como o Brasil se propõe a ser.

A questão da AIDS

 

Especialmente na questão do Programa Nacional sobre conscientização, tratamento e/ou prevenção de DST/AIDS e Aborto, há muita pressão religiosa. O grande problema aqui são osaborto-no-pedofilia-si argumentos, que dificilmente incluem análises orçamentárias ou logísticas, entrando apenas em méritos vagos como a criminalização da homossexualidade ou do sexo por si só. E tais argumentos
passam a surtir um efeito negativo no país: como resultado, o número de jovens gays infectados no país praticamente duplicou em dez anos. Além disso, enquanto outros países avançam em discussões a temas relacionados ao aborto, por exemplo, o Brasil recua a passos largos perante qualquer menção que exista sobre o assunto.

A contradição do estado laico

 

A influência religiosa que vemos em campanhas de prevenção num estado que se diz laico é, no mínimo, contraditória. A cada dia, novas figuras polêmicas ganham status de verdadeiras vozes da população religiosa. Entregando mensagens contraditórias ao estado laico, preconceituosas e, muitas vezes, dignas de estados totalitários como a Alemanha, de Hitler ou a Coréia do Norte, de Kim Jong-Un.

Figuras como Marco Feliciano que, antes de político, se identifica como pastor, são extremamente nocivas em seus posicionamentos, por não abrirem possibilidades para argumentações, já que

MarcoFelicianoAlanMarquesFolhatodas as suas polêmicas e preconceituosas opiniões são legitimadas com base em crenças religiosas e senso comum. A ideia é que, ao tratar DSTs, por exemplo, incentivaremos a prática de sexo antes do casamento. As DST/AIDS , problema de países ainda menos desenvolvidos que o Brasil, passa a ser vista como era há 30 anos: uma doença de homossexuais, que só pode ser adquirida por relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo. Um verdadeiro retrocesso para um país que deveria estar livre de pressões bíblicas que subjugam as necessidades das pessoas.

Sem embargo, enquanto prosperar a pol[itica da troca de cargos por votos e, sobretudo, a influência religiosa na vida do Congresso Nacional, que deveria cuidar to interesse de todos, sem admitir pressão religiosa em questões tão sensíveis como DST/AIDS e Aborto temo por um horizonte sombrio, com uma eventual crise humanitária, perfeitamente evitável, a pressão religiosa só trará retrocessos

Cláudio Santos de Souza

O Mal em sua essência...
Só uma pessoa extremamente inocente não vê a expressão de cinismo deste homem (???)…

 

Tudo é uma questão de poder e dinheiro. O que querem os homens com dinheiro e poder? Mais dinheiro e mais poder…!

Digiprove certificate id: P551949 – Evidence of this text and HTML content has been

created.

😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA

3 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.