Blog Soropositivo. Org

Uma das principais lutas das travestis e transexuais é pela inserção no mercado de trabalho

Image default
Janeiro de 2015

Um dia para ser lembrado

Campanha da visibilidade discute o preconceito ainda existente

Ana Paula Leitão

Diante do espelho, a mulher contorna os lábios com batom. De cabelos nos ombros e sorriso constante, Ludymilla não vê na imagem refletida o homem que foi, mas a mulher que é. Hoje, acompanha as mudanças do corpo, que ganhou contornos acentuados. Em busca de uma vida nova, a TRANSEXUAL batalha pela certidão de nascimento com o nome feminino e pela cirurgia de readequação sexual.

Ludymilla Santiago, de 27 anos, percebeu que era diferente quando tinha 14 anos. “Na época, comecei a me dar conta de que gostava de homens e me sentia desconfortável com o grupo”, conta. Aos 16, começou a se vestir como mulher. “Não se nasce sabendo que é TRANSEXUAL, acontece em um processo”, explica. Ludymilla hoje luta pelo reconhecimento da família, que não aceita a mudança de gênero e continua chamando-a pelo nome masculino.

, Blog Soropositivo. OrgDe acordo com a vice-presidente da Associação do Núcleo de Apoio e Valorização à Vida das Travestis e Transexuais do DF e Entorno (Anavtrans), Sissy Kelly, até hoje travestis e transexuais sofrem discriminação de pais, irmãos, amigos e, também, social. “Os transexuais e travestis têm dificuldade, inclusive, de acessar serviços de saúde e no mercado de trabalho por causa do preconceito”.

Para discutir e buscar soluções, foi criado o Dia Nacional da Visibilidade, comemorado hoje no Brasil. A data foi criada em 2000, quando um grupo de travestis e transexuais negociou com o Governo Federal e com o Programa Nacional de DST/AIDS do Ministério da Saúde uma campanha de esclarecimento sobre quem são e o que querem. Dois anos depois, surgiu a campanha nacional TRAVESTI e respeito: já está na hora dos dois serem vistos juntos em casa, na escola, na boate, na vida.

Para marcar a data, será realizado no auditório da CUT, na próxima quinta-feira, o II Seminário da Visibilidade com o tema Inserção Social. O seminário é organizado pelo grupo Elos e Núcleo de Atenção à Diversidade e Enfrentamento a Discriminação Sexual, Étnico Racial e Religiosa, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda.

Cirurgia é irreversível

Em todo o Brasil, homens descobrem que são mulheres e mulheres se reconhecem como homens. No entanto, apenas no Rio de Janeiro, em Goiás, em São Paulo e no Rio Grande do Sul é realizada a cirurgia de readequação sexual, conhecida como transgenitalização.

Para fazer a cirurgia, é necessário um acompanhamento psicoterapêutico e hormonal de, no mínimo, dois anos, para evitar arrependimentos. No Distrito Federal, o serviço é oferecido pelo Programa Transexuais do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Nascido há cerca de sete anos, o projeto conta com psicólogos, psiquiatras, ginecologistas e endocrinologistas. “É importante que eles e elas tenham certeza de que querem fazer a cirurgia, já que é irreversível”, explica a psicóloga hospitalar e mentora do programa, Sandra Romero.

Além disso, ela explica que o programa oferece atendimento aos familiares, que dificilmente aderem ao programa. “A mudança é grande e difícil para os pais, então é natural essa resistência”. Segundo a psicóloga, o apoio da família é essencial no processo de transformação e autoafirmação.

Para Sandra, a iniciativa tem conseguido bons resultados. Dos 25 participantes do ano passado, seis já fizeram a cirurgia no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFG), responsável por realizar o sonho de transexuais do Distrito Federal e de outros estados brasileiros. A professora e coordenadora do Projeto no Hospital da UFG, Mariluza Silveira, conta que as cirurgias são realizadas, no local, há mais de dez anos.

Até o momento, foram feitas cerca de 36 cirurgias, dentre as quais sete foram de mudança do sexo feminino para o masculino. O procedimento é realizado por um ginecologista e um cirurgião plástico. “Elas nascem outra vez, só que no corpo certo”, afirma. Segundo Mariluza, dois rapazes já se casaram legalmente após um realizar a cirurgia. “É porque mudamos também o nome e o sexo na certidão de nascimento, assim, a lei não tem como negar o casamento legal”.

Além disso, a reposição hormonal é acompanhada por médicos e psicólogos. “Deixamos claro, desde o primeiro dia, que é preciso continuar monitorando a saúde por toda a vida por causa dos hormônios”. Segundo a professora, as altas doses podem causar problemas e até matar.

SAIBA +

As reuniões do Programa Transexuais acontecem toda terça-feira no HUB, às 10h, e voltam a funcionar nesta terça-feira. Para participar, procure a coordenadora do programa, Sandra Romero, no telefone 91575700.

No DF, apenas nos últimos dois meses (dezembro e janeiro), o Nudin já atendeu 45 cidadãos que sofreram preconceito por intolerância sexual, religiosa e racial.

Uma das principais lutas de travestis e transexuais é pela inserção no mercado de trabalho. Por causa do estigma, são restringidas a trabalhar como cabeleireiras, prostitutas ou cozinheiras.

Apresentação de Slides por 

O Bom Combate

Precisa conversar, comece neste formulário para ter o meu WhatsApp Cláudio

No Entanto, leia abaixo, por favor

A Natura Tem um compromisso com o meio ambiente e com a sociedade em si, trabalhando, em muitas frentes, penso que cada consultora e consultor da natura é um destes combatentes em uma luta que, em síntese, é feita pela nossa sobrevivência como espécie dentro deste Planeta já bem desgastado com nossos desmandos.

De alguma forma a Natura se faz minha parceira, em um entendimento que só a mim faria sentido, pois, sem saber praticamente nada a meu respeito, ajuda-me a manter minha dignidade pessoa.

Poucas são as pessoas que podem realmente compreender a minha dor em não ser, depois de tantas conquistas como "DJ" , aceito por uma sociedade que, de fato, nunca tratou-me com elegância ou cuidados.

Bem o Oposto, diriam Mira e Valéria. Amigas dentro deste mundo de onde, há bem pouco tempo, mais uma de minhas testemunhas partiu!

A cada momento que passa, alguém mais cai.

Levantar-se não deve ser opção!

TEM DE SER UMA SUB-ROTINA RESIDENTE NA MEMÓRIA ROM DO DISPOSITIVO E INQUEBRANTÁVEL

A maneira com que luta contra o HIV, A AIDS e o Preconceito é conhecida de poucos.

Só amigos e amigas podem entender melhor o que eu digo, e saber melhor o que eu sinto!

Engraçado... Eu não penso para escrever. Eu vou escrevendo o que estou pensando e, sim, é muito inressante eu notar que Deus tirou uma pessoa de grande importância em minha vida e depois, quase ato contínuo, fem-me vez outra, que me acompanhava em silêncio e me compreende melhor! Melhor, eu temo dizer, mesmo que este amigo que se foi!

Eu disse a esta pessoa que ela é bem vinda em minha vida. Em nossas vidas!

E sim, sei que sou bem pequeno em meio a tudo isso, mas recordo-me, e sempre, de uma amiga que não conseguiu me compreender por inteiro, mas que soube valorizar meu trabalho, que o beija-flor sempre será lembrado, por menor que seja a gotícula d'água em seu pequenino bico, no lancinante esforço, no combate até á morte, contra o incêndio na Floresta.

E voltando ás florestas, eu menciono, uma vez mais, o meu trabalho de consultor de beleza da Natura, que faz este maravilhoso trabalho de proteção, preservação e de cuidado com a Natureza

Bem! Eu tenho cá comigo alguns planos no blog e dentre as coisas que lanço mão para as realizar faço com o que ganho fazendo um trabalho sério como consultor em beleza com produtos Natura!

E é também por isso que escolhi trabalhar com Natura! Não me agradaria a ideia de trabalhar com que fizesse diferente e o fato de não estar envolvido ou envolvida nesta causa não pode não fazer mal á sociedade ou à natureza.

O fato é este: Para que o mal prevaleça basta que os bons não façam nada

Penso que isso explica algumas coisas. Apesar de precisar, eu busco escolher com quem trabalhar

Muito simples para você entender. Vivi na noite e não trabalhei apenas como DJ. Fui chefe de bailarinas, produza show e tive um razoável numero de bonitas namoradas. Pode ter certeza que deste assunto, EU ENTENDO.Minha Sobrinha Ad Granato sabe bem disso. Ela teria uma história hilária a contar. Temo dizer que ela não terá vontade de nos explicar,.mais uma vez, os quês e porquê de ter levado uma moça grávida para casa!

Você, por favor, clica neste link aqui. Comprar produtos da natura com o Consultor de Beleza Cláudio Souza - O link abrira em uma nova aba, à direita!

Navegando no site da Natura você paga como melhor for para ti! Em seguida a Natura embala os produtos e te entrega, em geral, em, usualmente, no máximo 96 horas! Assim, parte desta venda e passada a mim! Como comissão de vendas, livre de qualquer aparência de ter adquirido o produto aqui, em Soropositivo.Org!

PARA OUTROS ASSUNTOS, PODEMOS COMEÇAR POR AQUI

class="cfwppformfix">


Digite o código de segurança:
, Blog Soropositivo. Org
Código de Segurança:

Enviar mensagem

Há Vida Com HIV

Publicações Relacionadas

1 comentário

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog é melhor contigo!!!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazm tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta polític nste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us

Este Site usa Cookies e você pode recusra este uso. Mas pode saber bem o que está sendo registrado em, conssonãncia com nossa política de privacidade