21 C
São Paulo
13, dezembro,2019

Nova cepa mais violenta do HIV é encontrada em larga escala em Cuba

Image default
Destaques

Digital illustration of Dna in color backgroundA nova cepa do vírus foi nomeada CRF19. É uma combinação dos subtipos A, D e G.

Pesquisadores estudando pacientes em Cuba descobriu uma forma agressiva do HIV que pode progredir para AIDS em apenas três anos. A observação foi feita por uma equipe internacional na Universidade de Lovaina, Bélgica.

Em média, sem tratamento a infecção pelo HIV leva 5 a 10 anos para progredir para AIDS.

Uma progressão rápida do HIV para a AIDS leva, como resultado, a um enfraquecimento do sistema imunológico do paciente, ao invés do subtipo específico do HIV envolvido neste estudo, de acordo com o Professor Anne-Mieke Vandamme.

A nova cepa foi nomeada CRF19. É resultante de uma combinação dos subtipos A, D e G.

Quando uma pessoa contrai o HIV, o vírus se une às células CD4 humanas com a ajuda da proteína do receptor chamada CCR5. Ele tem de mudar para outro receptor, chamado CXCR4 antes de progredir para AIDS. O processo de mutação é difícil e demorado.

Pessoas com a Nova cepa do HIV tem uma maior concentração do vírus e da molécula RANTES, que é uma molécula de defesa do organismo e é liberada quando a pessoa é infectada pelo HIV. A AIDS ainda é uma pandemia globalEsta molécula é normalmente vinculada ao CCR5. Assim, quanto mais moléculas RANTES são liberadas, mais moléculas CCR5 são tomadas. Como resultado, o HIV é forçado a vincular-se ao CXCR4, causando uma progressão muito mais rápida para a AIDS.

Apesar deste recombinante do HIV responder à maioria das drogas anti-retrovirais, as pessoas podem não perceber a infecção pelo HIV até que seja tarde demais para qualquer terapia.

De acordo com os cientistas, esta cepa do HIV tem sido vista, com frequência na África, mas não haviam pacientes num número que pudesse permitir um estudo em grande escala.

Em Cuba, o vírus está amplamente disseminado e, portanto pode ser minuciosamente estudado.

Com Informações do Sputinik News

Traduzido e adaptado para o Português do Brasil do original em inglês New Strain of HIV Causes AIDS Before Victims Realize They Are Infected Por Cláudio Souza

Eu tenho mantido este Blog, quase que sem ajuda, desde o ano 2000! estamos no final de 2019

Ninguém é tão pobre que não possa ajudar ao menos uma vez. A escolha é sua. E Deus é a testemunha de suas opções

Para Ajudar com R$ 10,00  Para Ajudar com R$ 20,00  Para Ajudar com R$ 50,00 Para Ajudar com R$100.00




























O que vem depois da foto não é para você pensar:
“Nossa! Como ele sofreu!.
É para você por em sua cabeça que é possível passar até por bem mais que isso!
Quando escrevo que Há Vida Com HIV é disso e de muito mais que eu falo!!!
Apesar da infecão por HIV, e mesmo que raramente, eu consigo sorrir!
Eu sei! A camiseta é pavorosa. Eu tentei este mesmo sorriso com outra camiseta. Mas a razão do sorriso não estava mais por perto! 🙂 Vai esta mesmo. Pois isso, sorriso assim, em mim, é raro

Artigos Relacionados que você pode gostar de ler

Oi! Sua opinião sempre importa. tem algo a dizer? É aqui! Alguma dúvida? Podemos começar por aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, fazemos tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade