Anúncios
News Ticker

Cuba descobre uma variante mais agressiva do HIV

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza

Cuban flagCom informações de Oliver Felz fomos alertados para o fato de ter surgido em Cuba, segundo informa a BBC Brasil, uma variante mais agressiva do HIV, que pode levar apenas três anos para levar o paciente ao estágio da doença conhecido como AIDS. O HIV até então conhecido tomava de oito a quinze nãos para evoluir para a AIDS propriamente dita e, desde a aplicação da terapia combinada, popularmente conhecida como “coquetel”, a evolução para AIDS era literalmente freada.

Segundo o periódico, Especialistas em saúde de Cuba detectaram há alguns anos algo diferente e pouco comum nos pacientes com o vírus do HIV no país: eles desenvolviam a Aids de uma forma extraordinariamente rápida.

Tão rápido que, em menos de três anos, já se encontravam muito doentes, sem praticamente tempo de perceberem que tinham o HIV.

Cientistas de outras partes do mundo forma a Cuba e confirmaram a existência desta cepa “mais agressiva “afirmaram

“Saber que 144 pacientes têm essa linhagem do vírus, mas com certeza há mais gente. Isso é só o que conseguimos contar” conforme informa à BBC a virologista Anne Mieke Vandamme, da Universidade Leuven, da Bélgica.

 Vandamme, cujo trabalho foi publicado na revista EBioMedicine, explicou à BBC que se trata de uma linhagem do vírus que foi originalmente descoberta na África.

“Ela foi parar em Cuba por meio das relações dos cubanos com a África. Ainda que não tenhamos conhecimento de que a linhagem tenha se disseminado pela África, ela tem se disseminado em Cuba”, acrescentou.

Não é razão ou motivo para pânico e, todavia, devem ser intensificadas, em Cuba e no Mundo a prática de sexo seguro e a intensificação da redução de danos entre usuários de drogas Injetáveis,Wasted também conhecidos como UDI e, alias, conforme pensa o editor deste site, que a Igreja e seus representantes, na justa medida em que não acrescentam nada a mitigação deste mal que coloca em xeque a solução de continuidade da espécie humana no Planeta Terra.Figuras como Malafaia, Feliciano e outros “fanáticos”(por dinheiro) devem mantes suas presas distantes do assunto HIV AIDS e, preferencialmente, desvestirem está “capa de moralidade” com que se vestem, segundo eles, visando o bem estar de seus rebanhos (sic).

A infecção por HIV é uma coisa séria e está visto que pregar a abstinência como meio de precaução é, basicamente, nula; observem que há no site em http://soropositivo.website uma pesquisa (sem base científica, admito, em que pouco menos de dois por cento da população disse ter optado por uma vida sem sexo.

(…)

Por outro lado, coisas como o Bareback e os ainda mais revoltantes auto-entitulados “vitaminados” só tendem a aumentar o número de casos, especialmente entre gays jovens, onde o número de novos diagnósticos já chegam ao nível do alarmante.

Enfim, prezado leitor, tenha em mente que você deve usar o seu preservativo, com a pessoa certa e, por favor, abandonem a pratica do sexo em salas escuras e cinemas das cidades de mais de 500.000 Habitantes.

Quero informar, ainda que num nível preliminar, que a vulnerabilidade entre os alunos que ingressaram na faculdade é um tanto quanto assustadora, pois há uma prevalência de cerca de 1% dos alunos testados terem resultado em HIV positivo em uma Universidade no Interior de São Paulo.

Não há nada controlado e, para quem tem o desejo de militar no âmbito do HIV/AIDS é importante que leia este artigo da RNP+ por Jair Brandão

Digiprove hereby certifies that user hivpositivoorg@gmail.com (Claudio Souza) was in possession of the content detailed below at 26 February 2015 21:40:06 UTC:
Certificate Number: P598966
Description: Texo sobre a descoberta, em cuba, de uma cepa mais perigosa do HIV
Digital Fingerprint: C3C57563A31D84435BA1961C163F81DF
8A55D331ECE57AD948FC199E57456ED6
Anúncios

Precisa de algo? Ou quer ajudar?






Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar! Clique na imagem

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
%d blogueiros gostam disto: