Últimas noticias

O coração

Rainbow heart of fruits and vegetablesO coração, protegido pelo osso esterno, está localizado no peito, entre os pulmões. Embora um coração saudável seja importante para todos, há questões relacionadas ao coração que especificamente afetam pessoas com HIV. Alguns medicamentos anti-HIV têm sido associados a mudanças no metabolismo do organismo, o que pode aumentar o risco de doenças no coração.

Funções do coração
O coração é um músculo que age como duas bombas. A bomba da direita envia sangue aos pulmões para coletar oxigênio e, a da esquerda envia sangue rico em oxigênio, assegurando que os outros órgãos, músculos e tecidos tenham nutrientes suficientes para funcionar adequadamente, assim como para expelir monóxido de carbono e outras substâncias residuais.

Problemas potenciais
Muitas pessoas com HIV não sofrerão nenhum problema em seus corações. No entanto, como para qualquer pessoa, uma dieta rica em gordura saturada, o ato de fumar, o alto consumo de álcool, o uso de drogas (em particular cocaína e anfetaminas) e a falta de exercícios podem levar ao desenvolvimento de doenças no coração. Pessoas cujos pais sofrem de problemas cardíacos têm maior probabilidade de desenvolver os mesmos males. Além disso, os medicamentos para HIV têm sido associados a mudanças no metabolismo do organismo, o que pode aumentar os riscos de desenvolver doenças no coração. À medida que os avanços da medicina melhoram, o prognóstico para as pessoas com HIV, as condições gerais de saúde, como doenças cardíacas, que afetam mais comumente pessoas de meia idade ou mais velhas, se tornam mais importantes para as pessoas com HIV.

O coração pode ser prejudicado de várias maneiras. Uma dieta rica em gorduras saturadas (de produtos animais, como carne vermelha, manteiga, queijo e creme) pode obstruir as artérias, as quais abastecem o coração com o sangue. Isso significa que o órgão tem de trabalhar muito mais para bombear o sangue ao redor do organismo, o que pode causar sua distensão. Essa condição pode piorar com o ato de fumar, a falta de exercícios, o uso excessivo de drogas e o consumo de álcool. No final, isso pode resultar em ataque cardíaco, angina (dores no peito), arritmia (batidas irregulares do coração), diabetes, pressão alta e derrame cerebral. Doenças no coração é o que mais mata no Reino Unido.

Sintomas de doenças no coração
Cansaço, falta de fôlego, batimento cardíaco extraordinariamente rápido e dores no peito são comumente sentidos por pessoas com problemas cardíacos. Normalmente, o coração bate entre 60-Stent angioplasty procedure with placing a balloon90 vezes por minuto em intervalos regulares quando uma pessoa está descansando e aumenta, mantendo-se regular, quando alguém está em atividade, em particular se estiver fazendo exercício. No entanto, uma batida cardíaca rápida, especialmente quando você estiver em repouso, e irregularidades em seu ritmo, às vezes acompanhados de dor, podem também indicar problemas no coração. Pessoas com falhas no coração, angina, ou quem sofre de ataque cardíaco podem sentir pressão no peito, dores no braço esquerdo, no lado esquerdo da mandíbula, das costas ou do ombro. Caso você sinta alguns desses sintomas, é importante obter aconselhamento médico assim que possível e, se suspeitar de que esteja sofrendo um ataque cardíaco, chame uma ambulância imediatamente.

Exames
Os exames básicos envolvem a verificação da pressão sangüínea e do pulso e a ausculta do batimento cardíaco. Se o seu médico suspeitar de que você esteja apresentando algum problema no coração, provavelmente outros exames serão pedidos. Um exame de eletrocardiógrado (ECG), pelo qual sensores são anexados a pontos em volta do corpo para verificar se o seu coração está fornecendo sangue regularmente, será provavelmente realizado. Você também pode fazer um exercício ECG que monitora a função do coração ao mesmo tempo em que você anda vigorosamente ou corre em uma esteira por 10-20 minutos e, também, pode se submeter a um adesivo por 24 horas, o qual verifica o funcionamento do coração durante um dia.

Uma radiografia do peito pode ser realizada para verificar se há qualquer sinal de danos ao coração, e exames de sangue serão realizados para medir os níveis de colesterol e gordura no sangue.

Tratamento
Há uma variedade de medicamentos disponíveis para tratar de problemas cardíacos. A aspirina é usada para ajudar a impedir a coagulação do sangue, evitando, assim, um ataque cardíaco ou derrame cerebral. Outros medicamentos, como betabloqueadores, são usados para diminuir o batimento cardíaco ou restabelecer uma batida regular. Em alguns casos, uma cirurgia deverá ser necessária para reconstituir ou substituir as artérias que fornecem o sangue para o coração. Em casos de falhas sérias no coração, um transplante poderá ser necessário.

Rainbow heart of fruits and vegetables

Como manter um coração saudável
Todas as pessoas podem contribuir para manter um coração saudável, com uma dieta incluindo pelo menos cinco porções de frutas ou legumes por dia e reduzindo as gorduras saturadas. Fumar, beber excessivamente e usar drogas (em particular cocaína e anfetaminas) pode danificar o coração.

É recomendado fazer exercício forte (o que o deixa sem fôlego e suado) por pelo menos 20 minutos, três a quatro vezes por semana. Se você não está habituado a exercícios ou tem problemas no coração, é importante começar suavemente ou procurar conselho de um fisioterapeuta.

Se os seus medicamentos para HIV vêm contribuindo para problemas no coração, em particular aumentaram as gorduras no sangue, é possível tomar medicamentos para acabar com esse aumento ou mudar para outros. Você deve discutir sua opinião com o seu médico.

Fonte: AIDSMAP

Encontrei uma infoirmação importante que coloco avalixo e linko para o original:

Miocardite é uma inflamação do miocárdio, a camada muscular grossa da parede do coração. Esta condição incomum pode resultar em uma variedade de sinais e sintomas, incluindo dor no peito (angina), batida anormal do coração e parada cardíaca de congestiva.

Quando a miocardite for bastante severa, a ação de bombeamento do coração enfraquece e o coração não pode prover para o resto do corpo sangue rico em oxigênio. Coágulos podem se formar no coração também, potencialmente conduzindo a um derrame (AVC) ou ataque cardíaco.

A miocardite pode se desenvolver como uma complicação de uma doença infecciosa, normalmente causada por um vírus. Pode acontecer em pessoas de todas as idades e é diagnosticada com mais freqüência em homens que em mulheres. O tratamento de miocardite depende da causa subjacente. Saiba mais aqui

Anúncios

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
Sobre Claudio Santos (508 artigos)
Depois de passar quatro décadas tentando estabelecer pelo menos um armistício com meu pai e ver as falhas ocorrerem sistematicamente, tentativa após tentativa, eu desisti do sobrenome “de Souza”. Estava me preparando espiritualmente para isso quando uma amiga locupletou a façanha de descobrir onde está minha mãe... Cláudio Santos. Quem preferir, aluda-se a mim como o Cláudio do Site,ou Cláudio do Soropositivo.Org, ou ainda aquele da promessa não cumprida: Cláudio, o trouxa do livro que acreditou em "palavra emprenhada". Eu mostro meu rosto, embora alguns me censurem, porque, no meu modesto ponto de vista, ser portador de HIV não é crime e, portanto, não há do que me envergonhar. Eu contraí HIV pela via sexual. Eu fui um DJ e, durante cinco anos fui DJ no vagão Plaza e durante uns outros dois fui DJ do Le Masque. Lá, um filho da puta me pediu para fazer minhas férias e puxou meu tapete. Aí fui parar na "Segredos", uma casa gay e, de quebra, morei lá por um tempo. Rua da Amargura, onde R.A. Gomes me colocou. Mas dei a volta por cima e fu trabalhar na SKY. Depois, na Pink Panther, em Santos e, enfim, na XEQUE Mate e, terminei minha carreira, aquele que fora três vezes considerado o Melhor DJ de São Paulo, como um apagado DJ do La Concorde e do Clube de Paris, onde conheci uma das mais belas mulheres com quem convivi e a perdi. Conheci alguém novo, uma mulher, "do dia", que me apresentou esta Entidade, o computador e, por muito tempo vivi de consertá-los. Sei, hoje, que ainda há muita gente que me odeia. Quer saber? Get them the hell and fuck off porque eu não dou a mínima. Simplesmente faço meu trabalho e me reporto a Deus... E pra quem não acredita em resiliência, eis meu histórico médico De acordo com o que preceitua o Código de Ética Médica, nos termos da legislação vigente e de conformidade com o pedido formulado pelo interessado, declaro que o Sr Cláudio Santos de Souza, matrícula no serviço sob registro RG3256664J, está em acompanhamento regular com seguintes diagnósticos/CID-10 até o presente momento: #HIV/Aids diagnóstico em 11/1996 (B24) #Candidíase oral 1996 (B20.4) #lnfecção latente tuberculosa tratada com Isoniazida em 1997 (Z20.1) #Arritmia cardíaca: bloqueio parcial ramo D/bradicardia sinusal por antidepressivos tricíclicos em 2006 (I49.9/R00.1) #Depressão (F32) Dislipidemia (E78.5) Diabetes (E14.) Obesidade (E66.) #PO tardio de gastroplastia redutora (técnica Capella 10/2011) #Embolia Pulmonar (126.) em 2011 + hipertensão pulmonar #HAS (110) controlada após cirurgia bariátrica Catarata (H26.9) #Sífilis (A51.0) gonorréia (A54.0), herpes genital (A60) Litíase vesicular (K80.5) #Trombose venosa profunda/tromboflebite MMII de repetição (182.9): 2008, 2009 e 2010 #lntervenção cirúrgica em 21/01/2013: de herniorrafia incisional abdominal, apendicectomia, colecistectomia #Herpes zoster ramo oftálmico 04/2015 (B02) 2 # Neuropatia periférica em membros superiores e inferiores (G62.9), acarretando fraqueza muscular, parestesias e dor, medicado e em seguimento pela equipe de dor #Angioma cavernoso cerebelar - em seguimento com neurologia Tratamento: TDF+3TC+ATVr, ezetimibe, alopurinol, AAS, atorvastatina, enoxaparina, clomipramina, risperidona, zolpidem, clorpromazina, flunitrazepam, gabapentina, amitriptilina, metadona Últimos exames: CD4=1070 (28%)/CD8=1597 rel=0,67 (08/03/2015) e Carga viral- HIV(PCR)

Seu retorno é importante. Nós atendemos às solicitações de textos, desde que ligados ao tema central de alguma forma. Faça seu comentário, de sua opnião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: