Últimas Notícias! Você não deve perder

Droga para colesterol pode fornecer benefícios em pacientes com candidemia

candidiaseUso de estatinas para gerenciar colesterol elevado em pessoas em risco para a doença cardiovascular também pode reduzir mortalidade a curto prazo entre as pessoas com infecções fúngicas por Cândida, talvez devido às suas propriedades imunomoduladoras, de acordo com um estudo apresentado na 52ª Inter Science Conference sobre agentes antimicrobianos e quimioterapia (ICAAC até 2012) naquela semana em San Francisco.

Este estudo de coorte retrospectivo analisou mais de 400 pacientes internados com candidemia (infecção por Cândida na corrente sanguínea), 14% dos quais estavam tomando estatinas. Não obstante as pessoas em uso de estatinas com mais comorbidades associadas às condições de saúde e estatina e não de estatina equivalente nos pacientes que receberam tratamento antifúngico, aqueles tomando estatinas tinham significativamente menor taxa de mortalidade em 5 dias (5% vs 7 %, respectivamente).  No entanto, os 2 grupos apresentaram taxas semelhantes de Cândida a persistência, a estabilidade em 48 horas, e a mortalidade em 30 dias.

Abaixo está um trecho de uma edição ICAAC assessoria de imprensa descrevendo as conclusões do estudo em mais detalhes.

Candidemia é uma das principais causas de complicações e morte em pacientes internados. Tem-se sugerido que o uso de inibidores de hidroximetilglutaril-CoA redutase, também conhecida como estatinas, fosse a droga de escolha para tratar dislipidemias, pode ter um efeito benéfico sobre os desfechos dos pacientes com infecção. As estatinas possuem propriedades anti-inflamatórios, anticoagulantes e antioxidantes que, pensa-se, têm efeitos benéficos durante a sepse. Além disso, as estatinas apresentam atividade intrínseca contra determinas cepas de Cândida.

Uma equipe multidisciplinar conduzida pelo Professor Cuervo que incluiu médicos especialistas em doenças infecciosas e microbiologia de seis hospitais em Espanha, Brasil e Argentina tem realizado uma pesquisa com a hipótese de que as estatinas poderiam melhorar os resultados dos pacientes adultos com candidemia. Os resultados do estudo serão apresentados na 52ª Interscience Conference sobre agentes antimicrobianos e quimioterapia até 2012 reunião em San Francisco no dia 9 de Setembro.

Cuervo et al. demonstraram que os pacientes em uso de estatinas eram mais velhos e freqüentemente tinham doenças crônicas cardiovasculares. Cândida albicans é a espécie mais frequente, seguida por C. Parapsilosis, C. tropicalis, C. glabrataC. Krusei.

Embora os pacientes tenham recebifo tratamentos antifúngicos semelhantes e cuja gravidade da doença, fossem equivalentes, aqueles em uso de estatinas tiveram menor taxa de mortalidade precoce (5º dia). Este efeito não foi observado com outras drogas de ação cardiovascular (aspirina, beta bloqueadores e inibidores da ECA).  Em geral (30 dias) as taxas de mortalidade foram similares entre os grupos.

Os resultados foram equivalentes em pacientes mais gravemente imunossuprimidos. Aqueles com neutropenia, foram excluídos. Nota do tradutor: Neutropenia representa pequena quantidade de neutrófilos no sangue.

Esses resultados sugerem que o uso de estatinas podem ter um efeito benéfico sobre os desfechos de pacientes com candidemia. Esta hipótese merece ser avaliado em estudos prospectivos.

Traduzido do original em ICAAC 2012: Are Statins Beneficial for Patients with Candida Fungal Infections? por Cláudio Souza; revisado por Mara Macedo

Referencias

G Cuervo, C Garcia-Vidal, M Nucci, et al. Effect of Statin Use on the Outcomes of Adults with Candidemia. 52nd Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC 2012). San Francisco. September 9-12, 2012.Abstract M-329.

Other Source

ICAAC/American Society for Microbiology. Drugs for Cholesterol Control Could Provide Benefits in Patients with Candidemia. Press release. September 9, 2012.

Nota do

Anúncios
Sobre Claudio Souza do Soropositivo.Org (507 artigos)
😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA
Whatsapp WhatsApp Us
%d blogueiros gostam disto: