Últimas noticias

Droga para colesterol pode fornecer benefícios em pacientes com candidemia

O remédio de marca Lípitor e o genérico atorvastatina: preços semelhantes Pedro Kirilos Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/remedio-de-marca-entra-na-guerra-de-precos-com-genericos-2933015#ixzz3iKqgpd3b © 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. Atorvastatina. Fonte da imagem: Internet. Soropositivo.Org não tem qualquer ligação com os fabricantes de tais medicamentos

candidiaseUso de estatinas para gerenciar colesterol elevado em pessoas em risco para a doença cardiovascular também pode reduzir mortalidade a curto prazo entre as pessoas com infecções fúngicas por Cândida, talvez devido às suas propriedades imunomoduladoras, de acordo com um estudo apresentado na 52ª Inter Science Conference sobre agentes antimicrobianos e quimioterapia (ICAAC até 2012) naquela semana em San Francisco.

Este estudo de coorte retrospectivo analisou mais de 400 pacientes internados com candidemia (infecção por Cândida na corrente sanguínea), 14% dos quais estavam tomando estatinas. Não obstante as pessoas em uso de estatinas com mais comorbidades associadas às condições de saúde e estatina e não de estatina equivalente nos pacientes que receberam tratamento antifúngico, aqueles tomando estatinas tinham significativamente menor taxa de mortalidade em 5 dias (5% vs 7 %, respectivamente).  No entanto, os 2 grupos apresentaram taxas semelhantes de Cândida a persistência, a estabilidade em 48 horas, e a mortalidade em 30 dias.

Abaixo está um trecho de uma edição ICAAC assessoria de imprensa descrevendo as conclusões do estudo em mais detalhes.

Candidemia é uma das principais causas de complicações e morte em pacientes internados. Tem-se sugerido que o uso de inibidores de hidroximetilglutaril-CoA redutase, também conhecida como estatinas, fosse a droga de escolha para tratar dislipidemias, pode ter um efeito benéfico sobre os desfechos dos pacientes com infecção. As estatinas possuem propriedades anti-inflamatórios, anticoagulantes e antioxidantes que, pensa-se, têm efeitos benéficos durante a sepse. Além disso, as estatinas apresentam atividade intrínseca contra determinas cepas de Cândida.

Uma equipe multidisciplinar conduzida pelo Professor Cuervo que incluiu médicos especialistas em doenças infecciosas e microbiologia de seis hospitais em Espanha, Brasil e Argentina tem realizado uma pesquisa com a hipótese de que as estatinas poderiam melhorar os resultados dos pacientes adultos com candidemia. Os resultados do estudo serão apresentados na 52ª Interscience Conference sobre agentes antimicrobianos e quimioterapia até 2012 reunião em San Francisco no dia 9 de Setembro.

Cuervo et al. demonstraram que os pacientes em uso de estatinas eram mais velhos e freqüentemente tinham doenças crônicas cardiovasculares. Cândida albicans é a espécie mais frequente, seguida por C. Parapsilosis, C. tropicalis, C. glabrataC. Krusei.

Embora os pacientes tenham recebifo tratamentos antifúngicos semelhantes e cuja gravidade da doença, fossem equivalentes, aqueles em uso de estatinas tiveram menor taxa de mortalidade precoce (5º dia). Este efeito não foi observado com outras drogas de ação cardiovascular (aspirina, beta bloqueadores e inibidores da ECA).  Em geral (30 dias) as taxas de mortalidade foram similares entre os grupos.

Os resultados foram equivalentes em pacientes mais gravemente imunossuprimidos. Aqueles com neutropenia, foram excluídos. Nota do tradutor: Neutropenia representa pequena quantidade de neutrófilos no sangue.

Esses resultados sugerem que o uso de estatinas podem ter um efeito benéfico sobre os desfechos de pacientes com candidemia. Esta hipótese merece ser avaliado em estudos prospectivos.

Traduzido do original em ICAAC 2012: Are Statins Beneficial for Patients with Candida Fungal Infections? por Cláudio Souza; revisado por Mara Macedo

Referencias

G Cuervo, C Garcia-Vidal, M Nucci, et al. Effect of Statin Use on the Outcomes of Adults with Candidemia. 52nd Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC 2012). San Francisco. September 9-12, 2012.Abstract M-329.

Other Source

ICAAC/American Society for Microbiology. Drugs for Cholesterol Control Could Provide Benefits in Patients with Candidemia. Press release. September 9, 2012.

Nota do

Anúncios

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
Sobre Claudio Santos (508 artigos)
Depois de passar quatro décadas tentando estabelecer pelo menos um armistício com meu pai e ver as falhas ocorrerem sistematicamente, tentativa após tentativa, eu desisti do sobrenome “de Souza”. Estava me preparando espiritualmente para isso quando uma amiga locupletou a façanha de descobrir onde está minha mãe... Cláudio Santos. Quem preferir, aluda-se a mim como o Cláudio do Site,ou Cláudio do Soropositivo.Org, ou ainda aquele da promessa não cumprida: Cláudio, o trouxa do livro que acreditou em "palavra emprenhada". Eu mostro meu rosto, embora alguns me censurem, porque, no meu modesto ponto de vista, ser portador de HIV não é crime e, portanto, não há do que me envergonhar. Eu contraí HIV pela via sexual. Eu fui um DJ e, durante cinco anos fui DJ no vagão Plaza e durante uns outros dois fui DJ do Le Masque. Lá, um filho da puta me pediu para fazer minhas férias e puxou meu tapete. Aí fui parar na "Segredos", uma casa gay e, de quebra, morei lá por um tempo. Rua da Amargura, onde R.A. Gomes me colocou. Mas dei a volta por cima e fu trabalhar na SKY. Depois, na Pink Panther, em Santos e, enfim, na XEQUE Mate e, terminei minha carreira, aquele que fora três vezes considerado o Melhor DJ de São Paulo, como um apagado DJ do La Concorde e do Clube de Paris, onde conheci uma das mais belas mulheres com quem convivi e a perdi. Conheci alguém novo, uma mulher, "do dia", que me apresentou esta Entidade, o computador e, por muito tempo vivi de consertá-los. Sei, hoje, que ainda há muita gente que me odeia. Quer saber? Get them the hell and fuck off porque eu não dou a mínima. Simplesmente faço meu trabalho e me reporto a Deus... E pra quem não acredita em resiliência, eis meu histórico médico De acordo com o que preceitua o Código de Ética Médica, nos termos da legislação vigente e de conformidade com o pedido formulado pelo interessado, declaro que o Sr Cláudio Santos de Souza, matrícula no serviço sob registro RG3256664J, está em acompanhamento regular com seguintes diagnósticos/CID-10 até o presente momento: #HIV/Aids diagnóstico em 11/1996 (B24) #Candidíase oral 1996 (B20.4) #lnfecção latente tuberculosa tratada com Isoniazida em 1997 (Z20.1) #Arritmia cardíaca: bloqueio parcial ramo D/bradicardia sinusal por antidepressivos tricíclicos em 2006 (I49.9/R00.1) #Depressão (F32) Dislipidemia (E78.5) Diabetes (E14.) Obesidade (E66.) #PO tardio de gastroplastia redutora (técnica Capella 10/2011) #Embolia Pulmonar (126.) em 2011 + hipertensão pulmonar #HAS (110) controlada após cirurgia bariátrica Catarata (H26.9) #Sífilis (A51.0) gonorréia (A54.0), herpes genital (A60) Litíase vesicular (K80.5) #Trombose venosa profunda/tromboflebite MMII de repetição (182.9): 2008, 2009 e 2010 #lntervenção cirúrgica em 21/01/2013: de herniorrafia incisional abdominal, apendicectomia, colecistectomia #Herpes zoster ramo oftálmico 04/2015 (B02) 2 # Neuropatia periférica em membros superiores e inferiores (G62.9), acarretando fraqueza muscular, parestesias e dor, medicado e em seguimento pela equipe de dor #Angioma cavernoso cerebelar - em seguimento com neurologia Tratamento: TDF+3TC+ATVr, ezetimibe, alopurinol, AAS, atorvastatina, enoxaparina, clomipramina, risperidona, zolpidem, clorpromazina, flunitrazepam, gabapentina, amitriptilina, metadona Últimos exames: CD4=1070 (28%)/CD8=1597 rel=0,67 (08/03/2015) e Carga viral- HIV(PCR)

Seu retorno é importante. Nós atendemos às solicitações de textos, desde que ligados ao tema central de alguma forma. Faça seu comentário, de sua opnião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: