Últimas noticias

Janela Imunológica. Os fatos. Atualizado em 20/04/2017

Tenho observado que um grande númeno de pessoas não lê o texto, e isso é uma pena, pois há mais com que se preocupar, em matéria de DST, que a janela imunológica do HIV como, por exemplo, a janela imunológica da hepatite C. Peço, encarecidamente, que se leia este texto com toda a atenção. Esta é uma página que está em constante atualização e a cada novidade ou pergunta sem resposta que me fazem eu busco por informações e as coloco aqui. A última atualização feita nesta página ocorreu em 16/10/2016

Há alguns meses eu coloquei meu Whats App à disposição do público de meu site no afã de melhor informa-lo. Advirto que este é um texto longo, trabalhado constantemente e que a leitura completa dele é imprescindível para quem quer entender realmente a situação em que se encontra e, editando o texto hoje, em dois de novembro de 2016, eu pude ter a completa certeza que praticamente ninguém lê o texto, indo direto para a sessão de comentários. Eu não me importo em responder, mas isso pode levar a até quarenta e oito horas de espera angustiante e, de alguma forma, é um desrespeito a todas as pessoas envolvidas na criação desta página! Por favor, vinte minutos de leitura certamente enriquecerão seu cabedal de conhecimentos e pode ajudar você a encontre a solução de suas dúvidas e, se possível, compartilhem está página com outras pessoas em seus perfis em redes sociais.

Obrigado

Cláudio do Soropositivo.Org

Da Mundial de la Lucha contra el SidaFalando honestamente, quando eu disponibilizei o numero de meu Whats App que é, em verdade, o número do telefone que uso em minha vida pessoal, imaginei que haveria uma grande procura por pessoas recém diagnosticadas que teriam ficado abaladas com a descoberta do diagnóstico, tendo em vista que, mesmo hoje em dia, com a evolução dos tratamentos, tenha se tornado possível uma vida longa e relativamente tranquila com HIV, receber este diagnóstico “na testa” como me disse alguém, não é fácil.

Tenho observado que, à parte da razão principal pela qual me procuram aqui, há muita dificuldade no campo da auto aceitação, muitas dúvidas não resolvidas nos centros de testagem e aconselhamento (baseado no painel que se revela diante de meus olhos perplexos estes setores trabalham em níveis abaixo da crítica) e, também, na questão da comunicação com parceiros sexuais e o medo de rejeição por parte da família diante desta nova e, segundo eles, terrível realidade.

Eu quero deixar claras algumas coisas logo de início:

Não encontrei nenhum artigo que tratasse do verbete imunosilencioso.

Controladores de elite, ao contrário do que muitos acreditam, são  pessoas que tem uma resposta bastante agressiva contra o HIV, de forma que pouco resta ao HIV, senão ficar quietinho, encurralado, literalmente sitiado em outras regiões do corpo humano. Mas isso tem um custo alto em termos de qualidade de vida de forma que eu, loucura ou não, sou grato a Deus por não ter permitido que eu fosse um controlador de elite

A vida de um controlador de elite não é algo que se deva invejar, pelas razões que você  pode ver aqui

Eu sugeriria que o(a) Leitor(a) seguisse este link AIDS: Quadro de avaliação de riscos para o contágio do Vírus HIV para verificar se realmente correu um risco que mereça preocupação ou se é algo que o faça com que você, que me lê (muitíssimo obrigado pela visita, pela leitura e, sobretudo, pela confiança.) Nos trabalhamos muito aqui, eu minha esposa e colaboradores que preferem permanecer anônimos de forma que você se pacifique e possa retomar sua vida em plenitude de tranquilidade com relação a este momento terrível, ou se há, realmente, uma eventual necessidade de testar-se. Se você percebe isso – que você precisa se testar – teste-se, pois quanto mais rapidamente você for diagnosticado, melhores serão os resultados do tratamento. 

Antes de você criar, na sua cabeça, um inferno auto gerador veja o que transmite e o que não transmite AIDS. Talvez esta seja a unica coisa que vai te acalmar:

pega-ou-nao-pega

Kondom mit Freunden / CondomVoltarei a falar sobre isso em tempo oportuno; entretanto…. Entretanto o número esmagador de pessoas que chegam até a mim com dúvidas sobre “janela imunológica” é terrivelmente assustador!

Há pessoas que chegaram até a mim com mais de vinte testagens de todos os tipos, me contando que eles têm “TODOS OS SINTOMAS”. Alguém que tivesse todos os sintomas da AIDS reunidos em si estaria na UTI, entubado, entre  vida e a morte, com os dois pés na cova.

Eles falam que fizeram exames de alta sensibilidade, PCR, ELISA H1 e ELISA H2, western and blot etc, e não se convencem, de forma alguma, que estão realmente não reagentes. Há os que chegam sem, ao menos, compreender o que é não reagente e, por conta disso, chegam a levantar hipóteses absurdas onde “não reagente” teria o significado de estar com um “sistema imunológico não reagente” e, portanto, concebem que estão com os dias contados e que, alguns deles, preferem o suicídio a “morrer assim”.

O que isso me dá é a visão de um quadro dantesco de desinformação e, infelizmente, de informação contraproducente.

Eu explico. Andei, eu mesmo, à cata de resultados e explicações para este evento e coloquei-me a procurar saber o que aconteceria se eu recebesse, hoje, o resultado reagente.

Fiquei estarrecido. Há sites (e eu não vou apontar Urls) que falam em possível soroconversão tardia, com expectativa de soroconversão para 18 meses! Isso beira ao sadismo. Entregar a uma pessoa, um ser humano fragilizado, à possibilidade de ter de aguardar, entre medos e paranoias, por uma supostamente possível soroconversão para daqui a um ano e seis meses chega às raias da crueldade e, na minha opinião isso é, em suma, uma iniquidade!

Digital earth with Chemical flask..Começo, agora, descendo a lenha em laboratórios que, visando meramente o lucro, dão estes resultados num envelope fechado e, com o perdão da má palavra, “foda-se”!?

Eu acho que o Ministério da Saúde precisa rever seus conceitos e, a depender do caso, proibir os laboratórios X, Y e Z de realizarem estes exames, ou força-los a usar um protocolo humanizado. Use sua cabecinha, pessoa, e procure fazer o exame dentro do ambiente do SUS, em CTA ou em COAS,  já que nestes lugares há profissionais preparados (eu nem sempre encontro nisso uma verdade) e, quando vc receber uma informação qualquer de alguém, peça-lhe o nome completo (ESTÁ NO CRACHÁ E SE ELE ESTIVER VIRADO, PEÇA PARA QUE ELA DESVIRE-O) e passe para mim, que terei um imenso e sexual prazer em ferrar a vida deles se eles estiverem falando bobagem.

Depois disso, os sites… há sites muito bons no assunto e eu recomendaria o site do Programa Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais como a melhor referência, se alguém me pedisse esta informação e, entretanto, quando sugeri este site a outras pessoas eles disseram:

“Já estive neste aí também” (…)

E ainda há sites que tem notícias de anos atrás que não se dão ao trabalho de colocar a data em que foram escritas aquelas páginas.

Pois bem.

Hoje eu fui à Casa da AIDS, onde eu me trato desde 1997 e falei com a enfermeira chefe de lá, cujo nome não darei para não transformar a vida dela num inferno.

 Eu a questionei para os resultados dos exames e suas janelas imunológicas e ela me explicou o que eu traduzirei em poucas linhas.

Janela imunológica é o intervalo de tempo entre a infecção pelo vírus da aids e a produção de anticorpos anti-HIV no sangue. Esses anticorpos são produzidos pelo sistema de defesa do organismo em resposta ao HIV e os exames irão detectar a presença dos anticorpos, o que confirmará a infecção pelo vírus.

É importante que, no período de janela imunológica, a pessoa sempre faça sexo com camisinha e não compartilhe seringas para o uso de drogas injetáves, pois, se estiver realmente infectada, já poderá transmitir o HIV para outras pessoas.

Se der reagente e, depois da contraprova, você chegar aqui, comece por ler este texto

Aproveite este momento de terrível angústia em sua vida e avalie melhor sua postura com relação a si  e, se você é livre e desimpedido (a) avalie se você, pelo menos, se ama… Pois se você se ama, deve ter relações sexuais com camisinha com quem você ama ou gosta, porque eu sei que nós não fazemos sexo só para reprodução e. sim, também por diversão ou prazer (parece-me uma coisa comum entre seres dotados com um mínimo de inteligencia… Golfinhos também fazem isso – (Love just for fun). Mas qualquer que seja sua motivação para transar, você deve necessariamente se amar e se cuidar.  Se todos raciocinarem assim, a corrente de transmissão e expansão do HIV se quebra, e isso leva-nos, aos poucos, a um mundo sem AIDS.

Mas, se nem todos o fazem, é deixar os que não se amam, literalmente na mão, se masturbando e lançando o que seria o fruto do seu prazer em nada que possa fazer mal a outra pessoa; implica em você entender que deve ser mais seletivo(a) na sua busca por prazer ou diversão e, quem sabe, um amor (…) …; se eu soubesse disso tudo, 22 anos atrás, estas palavras não estariam sendo escritas agora e eu não saberia dizer se isso e bom ou mau. 

Ou, por outro lado, se você for comprometido (a) com outra pessoa e o/a ama, repense sua relação com ela/ele e, se você perceber que não pode ser fiel seja, pelo menos, decente ao ponto de manter estas relações que você tem fora do tálamo doméstico, numa relação com uma pessoa que te ama e confia em você, dentro do campo da segurança. Leiam a história desta pessoa (o link abre em outra aba – Va abrindo link por link e use tudo o que está disponível a partir desta página, uma das mais buscadas do site, e por isso mesmo, eu reuni o maior cabedal possível de informações relevantes a partir deste assunto) a pessoa em questão foi uma grande amiga e muito me faz falta, mesmo agora, mais de 12 anos após deu passamento…

Pior que contrair HIV é contrair HIV quando se acredita estar em segurança. Tenho uma enquete em que muitas esposas respondem que estão/são casadas e que confiam em seus maridos (quando a mulher tem um namorado, ela deposita nele a mesma confiança que depositaria no marido… veja que as moças descomprometidas de hoje em dia dizem, sem medo de errar: estou solteira“.

Analise esta frase acima e pense em tudo o que ela implica.

Às vezes é melhor desenhar: O homem diz: Estou sem ninguém. Ou “estou sozinho”. Isso porque nem sempre, mesmo havendo meses de relacionamento, ele não vê “lá muita seriedade nisso”. Já a mulher, pelo menos o tipo de mulher com quem tenho me relacionado desde que recebi o diagnóstico, salvo um lamentável engano no começo, leva muito à sério o relacionamento e, em linhas gerais, para a mulher, eu não estou falando de adolescentes nem de “novinhas” como uns porcos se referem a meninas de menos de 16 anos, que poderiam ser suas filhas, irmãs ou sobrinhas, que ele não permite que se aproximem dela e fariam até mesmo uso de um cimitarra (…) para defendê-las mas, as “dos outros, eles atacam”…. Cães. Eu falo de mulheres com capacidade intelectual para avaliar um relacionamento e considera-lo sério ou não.

Use preservativo em todas as suas relações sexuais e viva sua vida da melhor maneira que você puder.

Você pode ver estas informações corroboradas no site do Programa Nacional DST/AIDS, especificamente neste Saiba porque fazer o teste de da AIDS (abre em outra aba ou janela do seu navegador)

Algum  tempo atrás uma pessoa me procurou perguntando-me se o uso de corticoides poderia corromper ou alterar o resultado do exame de sangue feito para a detecção por HIV e, naquele momento, eu não soube responder. Era um domingo e já era noite, eu não tinha a quem me reportar para buscar informações.

Comprometi-me com a pessoa em levantar as informações para a tarde de hoje, vinte e três de novembro de 2015 e a pessoa que me atendeu, que trabalha num dos melhores centros de tratamento de pessoas vivendo com HIV me disse que não há esta associação e que o uso de corticoides não interfere no resultado do exame.

O Trecho de texto abaixo, em vermelho, (e o destacado em amarelo) foi redigido por uma profissional de Saúde do CRT-A próximo a uma estação do metrô Santa Cruz.


HIV

De acordo com o Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção do HIV publicado pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais – Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saude em dezembro de 2013:

A janela imunológica é o período que vai entre a infecção pelo HIV até a primeira detecção de anticorpos anti-HIV.

Este manual tem a intenção de melhorar o diagnóstico do HIV e nele foram elaborados 5 fluxogramas sendo 2 de testes rápido e 3 laboratorial, tendo como base a classifiação de Fiebig. Com o desenvolvimento de novas tecnologias temos hoje testes de 3ª e 4ª geração que permitem diminuir ainda mais a janela imunológica.

Os testes de 3ª geração são os mais utilizados atualmente, detectam somente anticorpos anti-HIV e a janela é, em média, de 22 a 25 dias; já os testes de 4ª geração detectam simultaneamente o antígeno P24 e os anticorpos anti-HIV e a janela imunológica é de aproximadamente 15 dias.

Hoje, dia 19 de abril de 2017, depois de muito pesquisar, debaixo de uma torrencial chuva de perguntas repetidas reiteradas vezes pela mesma pessoa ue parece não ler, após cada comentário/pergunta que faz que o mesmo fica aguardando moderação, coisa necessária para coibir toda a sorte te abusos que podem ocorrer num site com esta temática eu falei com uma das enfermeiras no CEAP, local onde cuido de minha saúde, onde estão os profissionais aos quais me entrego e entrego minha esposa, a quem amo assim, “um calmo amor prestante” aos seus cuidados dirimi, de uma vez por todas, a dúvida, que ia se tornando uma pendenga que é a janela imunológica para a pessoa que esteve sob PEP e a enfermeira resumiu tudo a isso:

Ato/30 dias/60dias

Traduzindo:

A pessoa que chega a um centro de saúde procurando por PEP, que é uma emergência médica e você não deve deixar para amanha, pois quanto mais cedo inicia-se a PEP maiores são as possibilidades de um tratamento bem sucedido fica submetida a estes critérios

  1. É feita a coleta de material para análise – se a pessoa já for  soropositiva ou reagente, como queiram, não há mais o porquê de se entrar com a PEP
  2. Ao final da PEP espera-se que se completem 30 dias e se faça, NECESSARIAMENTE,  uma nova coleta de material para verificar se houve soroconversão.
  3. E finalmente, sessenta dias após a relação de risco, faz-se um terceiro exame para verificar-se o sucesso efetivo do procedimento

Eu quero fazer uma observação: O meio 100% seguro de se evitar a infecção por HIV é a camisinha e não vá você, que me lê, utilizar-se da PEP como quem usa paraquedas.

Tive um amigo paraquedista que preconizou a própria morte dizendo que a maneira como se dobra o paraquedas é absolutamente imprescindível de toda a atenção pois, uma dobra errada e o paraquedista, ainda que não saiba, já está mosto, porque o paraquedas mal-dobrado não se abrirá e ele não sobreviverá a queda.

Esta lição, e a minha notória capacidade de ser dispersivo encerraram, na primeira aula, a minha possível carreira de paraquedista porque eu tinha certeza que eu, cedo o tarde, dobraria o paraquedas errado e seria um morto vivo. Uma pena ninguém ter me dado  lição parecida a respeito do preservativo. E, todavia, não estou morto 🙂


Os testes rápidos de HIV não são classificados com base em geração, mas se assemelham aos testes de 3ª geração, já os testes de rápidos de HIV que utilizam fluido oral podem ter a janela imunológica de até 30 dias dependendo do fabricante, e, em alguns casos (1%) podem ser necessários até 90 dias a epender do critério médico, em virtude a presença de alguma doença auto-imune, e seriam muitas delas a serem listadas e eu cabei enconrando u lugar importantíssimo de onde eu retirei esta preciosidadde:

O QUE SÃO DOENÇAS AUTO-IMUNES?

As doenças auto-imunes (DAI) são um grupo de mais de 100 doenças relacionadas entre si, que envolvem qualquer órgão ou sistema do nosso organismo. Inclui doenças que atingem simultaneamente ou sequencialmente esses orgãos ou sistemas e outras dirigidas especificamente contra alguns deles, como sejam o sistema nervoso, os aparelhos digestivo e respiratório, pele, sangue, olhos, articulações e glândulas endócrinas, entre outros exemplos. O problema é o mesmo em todas as doenças auto-imunes : o sistema imunitário fica desorientado, atacando o próprio corpo e os órgãos que deveria proteger.

No seu conjunto, as DAI atingem três vezes mais mulheres  que homens, podendo, em alguns casos, esta proporção ser mais elevada, como é o caso do lúpus em que as mulheres são afectadas nove vezes mais. As doenças auto-imunes são uma das 10 principais causas de morte nas mulheres com menos de 65 anos.

Os sintomas são variáveis de uma doença para outra e até dentro da mesma doença. Como são doenças que afectam vários órgãos, podem ter sintomas enganadores, o que dificulta o diagnóstico.

A mesma doença pode ter sintomas muito diferentes em várias pessoas e em várias idades.

As doenças auto-imunes são das doenças mais difíceis de reconhecer e de diagnosticar. Cada doença pode ter uma gravidade ligeira ou ser muito grave. Para que os doentes possam viver melhor e mais tempo é necessário um diagnóstico mais rápido para que o tratamento possa ser iniciado precocemente.

 

LISTAGEM DE DOENÇAS AUTO-IMUNES

  • Alopecia Areata

Alopecia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alopecia

Alopecia androgenética em homem de 33 anos

Classificação e recursos externos
CID10 L65.9
CID9 704.09
DiseasesDB 14765
MedlinePlus 003246
MeSH D000505
 Leia o aviso médico

Alopecia é a redução parcial ou total de pelos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter uma evolução progressiva, resolução espontânea ou controlada com tratamento médico. Quando afeta todo os pelos do corpo, é chamada de alopecia universal.[1]

Causas[editar | editar código-fonte]

Alopecia androgenética masculina

Alopecia areata é muito mais localizada, temporária e responde melhor a tratamentos do que a androgenética.

As causas dessa doença são[2]: Clique aqui para saber mais

  • Anemia Aplástica

 

  • Anemia Hemolítica Auto-imune

Anemia hemolítica autoimune

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A anemia hemolítica auto-imune ou anemia mediada imunologicamente é um tipo de anemia hemolítica e divide-se em em dois tipos principais, a anemia hemolítica de anticorpos reativos ao frio e a anemia hemolítica de anticorpos reativos ao calor, sendo esta a mais comum.[1]

  • Anemia Hemolítica Imune Induzida por Fármacos
  • Angeíte Leucocitoclástica Cutânea
  • Arterite de Células Gigantes
  • Arterite de Takayasu
  • Artrite Enteropática
  • Artrite Idiopática Juvenil
  • Artrite Psoriática
  • Artrite Reactiva
  • Artrite Reumatóide
  • Ataxia Cerebelosa associada a Anticorpos Anti-Descarboxilase do Ácido Glutâmico
  • Bronquiolite Obliterante Idiopática
  • Cardiomiopatia Dilatada
  • Cirrose Biliar Primária
  • Colangite Esclerosante Primária
  • Colite Ulcerativa
  • Deficiência Adquirida do Factor X
  • Degeneração Cerebelosa Paraneoplásica
  • Dermatite Herpetiforme
  • Dermatomiosite
  • Diabetes Tipo I
  • Doença Celíaca
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Protrombina
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor IX
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor V
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor VII
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor VIII
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor XI
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor XII
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Factor XIII
  • Doença da Coagulação por Autoanticorpos anti-Fibrinogénio
  • Doença de Addison Auto-imune
  • Doença de Behçet
  • Doença de Crohn
  • Doença de Goodpasture
  • Doença de Graves
  • Doença de Kawasaki
  • Doença de Lyme
  • Doença do Ouvido Interno Imuno mediada
  • Doença Linear a IgA
  • Doença Mista do Tecido Conjuntivo
  • Doença Ovárica Auto-imune
  • Doenças Indiferenciadas do Tecido Conjuntivo
  • Encefalite de Rasmussen
  • Encefalite Límbica
  • Encefalite Límbica Imuno-respondedora associada a Anticorpos anti-Canais de Potássio
  • Encefalomielite Paraneoplásica
  • Epidermólise Bolhosa Adquirida
  • Esclerodermia
  • Esclerose Múltipla
  • Esclerose Sistémica
  • Espondilite Anquilosante
  • Febre Reumática
  • Fibrose Pulmonar Idiopática
  • Gastrite Auto-imune
  • Glomerulonefrite Associada a ANCA
  • Granulomatose de Wegener
  • Hepatite Auto-imune Tipo 1
  • Hepatite Auto-imune Tipo 2
  • Hipofisite Auto-imune
  • Líquen Plano Penfigóide
  • Lupus Eritematoso Sistémico
  • Miastenia Gravis
  • Miocardite
  • Neuromiotonia Adquirida
  • Neuropatia Axonal Motora Aguda
  • Neuropatia Axonal Sensitivo-Motora Aguda
  • Neuropatia com Bloqueio da Condução Motora Aguda
  • Neuropatia Sensitivo-Motora Adquirida Multifocal
  • Neuropatia Sensitivo-Motora Desmielinizante Adquirida Multifocal
  • Neuropatia Motora Multifocal com Bloqueio da Condução
  • Neuropatia Panautonómica Aguda
  • Neuropatia Periférica Desmielinizante Paraproteinémica
  • Neuropatia Sensitiva Paraneoplásica
  • Neuropatia Sensitiva Pura Aguda
  • Neutropénia Auto-imune da Infância
  • Neutropénia Auto-imune Primária do Adulto e Adolescente
  • Neutropénias Auto-imune Secundária
  • Orquite Auto-imune
  • Pancreatite Auto-imune
  • Pênfigo a IgA
  • Pênfigo Cicatricial
  • Pênfigo Foliáceo
  • Pênfigo Gestacional
  • Pênfigo Induzido por Fármacos
  • Pênfigo Paraneoplásico
  • Pênfigo Vulgar
  • Pênfigóide Bolhoso
  • Poliangeíte Microscópica
  • Poliarterite Nodosa
  • Polimiosite
  • Poliradiculoneuropatia Desmielinizante Inflamatória Crónica
  • Poliradiculopatia Desmielinizante Inflamatória Aguda
  • Psoríase
  • Púrpura de Henoch-Schönlein
  • Púrpura Trombocitopénica Auto-imune
  • Sindrome de Churg-Strauss
  • Sindrome de Guillain-Barré
  • Sindrome de Miller Fisher
  • Sindrome de Morvan associado a Anticorpos anti-Canais de Potássio
  • Síndrome de Sjögren
  • Sindrome de Stiff-Person associada a Anticorpos antiDescarboxilase do Ácido Glutâmico
  • Sindrome de Von Willebrand Adquirida
  • Sindrome deCogan
  • Síndrome do Anticorpo Antifosfolípido ou Sindrome de Hughes
  • Sindrome Miasténico de Lambert-Eaton
  • Sindrome Opsoclónico-mioclónico
  • Sindrome Paraneoplásico de Stiff-Person
  • Síndrome Poliglandular Auto-imune
  • Síndrome SAPHO
  • Tiroidite Auto-imune
  • Urticária Crónica
  • Uveíte Auto-imune
  • Vasculite Crioglobulinémica Essencial
  • Vasculite de Pequenos Vasos Pauci-imune
  • Vítiligo

Fonte: NEDAI Há muito mais para se ler lá. Eu fiz um pequeno excerto

 É importante colocar que os fluidos orais, incluindo a saliva, não contém o vírus HIV e, o que se busca e é o que haverá ou teria havido, são os anticorpos específicos do HIV e, portanto, o BEIJO NÃO TRANSMITE AIDS OU HIV


 Mas tenha em mente que é difícil de se saber que se tem doenças autoimunes, se vocês tem menos de 20 anos estas doenças são difíceis de serem diagnosticadas. Estou adicionando, abaixo, o que acabei de levantar no site do Ministério.

O que fazer quando a camisinha estoura?
Sabe-se que a transmissão sexual do HIV está relacionada ao contato da mucosa do pênis com as secreções sexuais e o risco de infecção varia de acordo com diversos fatores, incluindo o tempo de exposição, a quantidade de secreção, a carga viral do parceiro infectado, a presença de outra doença sexualmente transmissível, entre outras causas.

Sabendo disso, se a camisinha se rompe durante o ato sexual e há alguma possibilidade de infecção, ainda que pequena (como, por exemplo, parceiro de sorologia desconhecida), deve-se fazer o teste após 30 dias dependendo do fabricante, e, em alguns casos (1%) podem ser necessários até 90 dias, a depender de critério clinico, para que a dúvida seja esclarecida.

A ruptura da camisinha implica risco real de infecção pelo HIV. Independentemente do sexo do parceiro, o certo é interromper a relação, realizar uma higienização e iniciar o ato sexual novamente com um novo preservativo. A higiene dos genitais deve ser feita da forma habitual (água e sabão), sendo desnecessário o uso de substâncias químicas, que podem inclusive ferir pele e mucosas, aumentando o risco de contágio pela quebra de barreiras naturais de proteção ao vírus. A presença de lesão nas mucosas genitais, caso signifique uma doença sexualmente transmissível, como a gonorreia, implica um risco adicional, pois a possibilidade de aquisição da aids aumenta. Na relação anal, mesmo quando heterossexual, o risco é maior, pois a mucosa anal é mais frágil que a vaginal.

Houve, por estes dias (isso está sendo inserido aqui em 25 de fevereiro de 2016 por volta ds 12:50), na verdade ontem, a apresentação de um suposto caso de soroconversão tardia e senti, por parte de alguns, um certo ar que de cobrança (embora eu mesmo não entenda isso, cobrar de mim responsabilidades por suas saúdes e condições sorológias que são decorrência natural da maneira como vivem), coisa que beira ao ridículo e só estão vivendo este “problema, pessoas que, de uma forma ou de outra, homens, ou mulheres, tomaram, muito provavelmente, no calor do momento, a decisão de por em risco suas saúdes e que, pode ser uma decisão equivocada” e que não é justo imputar a mim que nunca os vi no passado, e nem no presente, para arcar com responsabilidades

Estou no comando deste site há quase dezesseis anos e vivo com HIV ha 22 anos. Isso pode ser mais tempo do que o tempo de vida das pessoas que procuram esta página e nem por isso eu sou tutor legal ou conselheiro sexual. Quando conto uma passagem da minha vida, isso se dá porque tento exemplificar uma hipótese de fato; para isso, eu tomo como fundamento uma frase muito coerente de Machado de Assis que diz algo assim:

“A vida nada mais é que um conjunto de sete ou oito acontecimentos que se repetem, se multiplicam e enchem nossos olhos”.

É bom que venham aqui, uns tempos atras, quando eu não tive mais condições de pagar sessenta e cinco euros por mês num servidor dedicado, dado que muitas empresas de “hospedagem de sites” me convidarem a me retirar dos servidores deles pois meu site consumia muitos recursos e degradava a usabilidade do servidor, eu tive de me refugiar no WordPress. Isso mudou todas as URLs do meu site e ele foi completamente desindexado pelo Google e eu sofria de tristeza, porque pouco mais de 300 pessoas passavam por aqui todos os dias. Eu sabia que, embora a minha tristeza, que tudo era um caso de tempo e paciência e parece-me que o Google esta reindexando meu site que, neste mes de Março de 2017 mais de noventa mil visualização de páginas. A única razão para este site existir é você, que me lê agora, e todas as outras pessoas  que o visitam.

Sei que ele sofre de limitações, mas há uma pessoa por detrás disso e não uma equipe de editores e redatores agregados a um avatar. Este é, sim, um site pessoal, que eu faço já nem sei porque, e penso que se chegasse o dia que alguma lei dissesse que eu não poderia mais conduzi-lo, eu morreria de tristeza.

Mas não foi isso que me trouxe até aqui para editar este site.

Eu vim aqui para editar está página e colocar preciosas informações que nem mesmo eu consegui extrair do CRT-A.

Quem as trouxe foi uma pessoa cujo nome é Di…, a quem eu muito agradeço pelo grande feito e coloco abaixo, em verde.

..

Quero aproveitar e agradecer, sem dar nomes, porque eu teria de consultar todos os nomes duas ou três vezes, por conta de problemas de memória que tenho notado desde alguns meses atrás e que, eu espero que não, podem ser sinais de perda de massa encefálica; coisa que é uma possibilidade factível depois de 22 anos de infecção por HIV numa pessoas que começou a sua vivência com AIDS numa meningite viral (…)… Voltando, eu já havia perdido a noção do que estava escrevendo, que é o voto de gratidão que dou a cada pessoa que se levantou com o fito de me ajudar a combater o inferno que estava se estabelecendo aqui.

Muito Obrigado! Continuando…

Sexo Oral. Convido todos a abrirem este link (vai para outra aba no navegador) e tirem suas próprias conclusões. O fato é que há um risco e, insisto, veja este texto

Temos, ainda, neste site, estes artigos:

  1. Janela Imunológica, AIDS, Doença autoimunes e Falsos Positivos
  2. Ainda a Respeito de Janela Imunológica: “Sintomas clínicos” de Infecção por HIV são um método de análise muito vago para determinação de “Infecção Aguda por HIV”

Algumas pessoas voltaram dizendo (…) que “estes caras não sabem de nada” (pessoas formadas e treinadas, que trabalham no CRTA) porque eles dizem que não existe fase aguda. – Houve um caso emblemático de uma pessoa que, depois disso desapareceu por meses e meses, depois de me dizer:

-EU TENHO AIDS E VOU PROVAR ISSO.

Liguei hoje de manhã para o disque AIDS e pedi informações a respeito e a pessoa que me atendeu disse-me o que se segue abaixo:

Existe, sim, e eu acabei de falar com o Robson, no Disque DST/AIDS (0800 16 25 50) uma sintomatologia para infecção primária mas é muito parecida com as de quaisquer viroses e, eu sugiro, que é melhor esperar os trinta dias, sem paranóias e fazer o teste rápido que, em 99% dos casos, já detectam os anticorpos e, para este 1% restante a janela pode se estender até os sessenta dias

Outro ponto que tem sido abordado, trata da “soroconversão tardia”, de em até seis meses e dos imunosilênciosos.

Explicou-me o Robson que os médicos bem preparados reconhecem, na análise dos exames, a possibiidade do paciente ser portador de alguma doença imunológica, o que é representado por um pequeno universo de pessoas (na verdade é uma mutação (…)) e, ao invés de fazê-lo esperar por dois longos e sofridos meses pedem, imediatamente, um exame de carga viral

EU, CLÁUDIO de SOUZA, SUPLICO-LHES, NÃO GASTEM DINHEIRO COM LABORATÓRIOS PARTICULARES, FAÇAM O EXAME NA REDE PÚBLICA. SE O MÉDICO SE NEGAR A FAZER O PEDIDO, LEVE ESTÁ PÁGINA IMPRESSA PARA ELES/ELAS, E PEÇA QUE ELES ACEITEM AS MINHAS CORDIAIS SAUDAÇÕES E SE, DEBALDE ISSO, ELE NÃO SE CONVENCER, PROCURE OUTRO MÉDICO, PORQUE, PENEIRANDO UM BOCADO, VOCÊ VAI ACABAR ENCONTRANDO UM “MÉDICO HUMANIZADO” QUE LHE POUPARÁ DO SOFRIMENTO DESTA ESPERA E QUE RESPEITEM SEUS DIREITOS E SUAS CONTAS BANCÁRIAS.

Por outro lado se você acha que eu estou falando bobagens porque você está cheio de sintomas, leia ESTE ARTIGO

O telefone do DISK AIDS aqui do CRTA de São Paulo é  0800 16 25 50

Nesta semana, terceira semana de fevereiro de 2017 eu estive em contato com o Disk AIDS e fui informado que mesmo os exames com cooleta de fluidos orais tem, agora, uma janela imunológica de 30 dias

Muito Obrigado

Este Site também pode ser muito útil a você. E se você acha que eu sou um grandessíssimo FDP porque falo de somatização leia este https://soropositivo.org/2016/06/27/ainda-a-respeito-de-janela-imunologica-sintomas-clinicos-de-infeccao-por-hiv-sao-um-metodo-de-analise-muito-vago-para-determinacao-de-infeccao-aguda-por-hiv/pequeno artigo na wikipedia

Leitura recomendada abre em outra aba ou janela do sei navegador

Quero Agradecer a Beatriz Pacheco por me dar o link abaixo, que é uma dádiva de Odin para aqueles que correm o risco de viverem em eterna janela imunológica:

Quando a mente fabrica a doença

Eu traduzi estes novos textos, que devem ser lidos na sequência do que vocês acabaram de ler:

Neste ponto eu entro com um adendo, colocado aqui hoje, 15 de agosto de 2016:

Eu sugiro, inicialmente, parar de pensar nisso, pois este é um Inferno Auto-Gerador e quanto mais você pensar nele, maior ele será. Eu tenho observado as perguntas que me fazem, e não é um incomodo para mim as responder, mas me mostram claramente que a maioria das pessoas que passam por este post não o leem ou o leem desatentamente. Eu sugeriria que vocês lessem os links abaixo tendo em mente que cada link clicado levará a outra aba do navegador e, em algumas circunstâncias, em outros sites que eu considero sérios e confiáveis.
Observem, no entanto, que todos estes links estão espalhados pelo texto e vocês são vítima de si mesmos, por não dar atenção aos links que eu coloco, pois se eu os coloco, é porque eu considero-os relevantes

  1. Avaliação de risco de contágio
  2. Dúvidas Frequentes
  3. Porque fazer o teste para detecção do vírus da AIDS
  4. Como proceder se houver ruptura de camisinhas
  5. Efeito Psicossomático
  6. Quando a mente Fabrica a doença
  7. A Pobreza Diagnóstica da Sintomatologia na Definição de Infecção por HIV
  8. A procura por “sintomas” é uma maneira pobre para a detecção precoce de infecção por HIV
  9. Sexo Oral
  10. Muito Mais sobre Sexo Oral
  11. Ainda a respeito da janela Imunológica
  12. Se, infelizmente, você receber um “REAGENTE”, leia este texto Compreendendo melhor a doença

Homenagem especial à Josy (menina com luvas). In memoriam.

Assim você poderá avaliar que ter contraído HIV ontem não significa desenvolver AIDS Hoje ou em três semanas, e que este é um processo que toma anos para se desenvolver e, tenha em mente que o casal que mantém este site no ar com recursos de nossas próprias, pífias e minguadas carteiras, vivem há 22 anos com HIV (eu) e 28 com HIV (minha esposa) e, portanto, vivemos com AIDS num tempo em que sequer sonhava-se em ter “algum remédio”.

Não sabe onde se testar?

Este link do site do Ministério da Saúde fornece uma lista enorme de locais, eu não sei se todos, onde você pode se testar, gratuitamente, com acesso, se necessário, inclusive, apoio psicológico/psiquiátrico.

Ao longo do tempo tempo em que venho fazendo este trabalho pelo Whats App tenho notado algumas coisas.

Quero, antes, fazer uma observação.

Muitas vezes eu atendo quem me procura sem que eu esteja dentro da “minha rede Wifi” e isso consome créditos. Longe de mim propor que este seja um serviço pago, mas se você tem condições financeiras de fazer isso, considere a hipótese para a manutenção do serviço e, também, do site. E as fotos que eu uso no site, para ajudar no entendimento das matérias, eu COMPRO aqui: http://br.depositphotos.com/home.html

Se você pode, coopere com a operacionabilidade e solução de continuidade da existência dele, pois eu estou trabalhando com a graciosidade da AUTOMATIC, wue administra o Sistema WordPress e me deu três anos de hospedagem gratuita bo plano Negócios, que me é absolutamente necessário (o volume de fotos, videos, textos e outros arquivos mantidos aqui para o funcionamento deste site ocupa um espaço nada modesto de 50Gb. Assim, se você pode, quer e gostaria de cooperar com este trabalho façam um depósito nesta conta. Infelizmente eu não posso colocar meu CPF para facilitar Docs, pois já houve abusos no passado, por parte de gente que tem o intelecto de um carrapato e a empatia de uma aranha. Qualquer semelhança entre estes malditos com o conde Drácula não é mera coincidência.

Por outro lado, se você se sente à vontade para lidar com cartões de crédito no Pay Pal, façam a transação em benefício do usuário que é representado pelo endereço de e-mail soropositivowebsite@gmail.com . A Pay Pal é uma empresa séria, que nunca desonrou um só de seus compromissos, atuando neste segmento em mais de 140 Países você pode confiar desde que veja o que vou mostrar na imagem abaixo:

paypal-bar

O fator crucial é o cadeado em verde e o nome da empresa também em verde. A maneira mais correta é digitar https://www.paypal.com.br/

Importante, vc pode usar o Pay Pal sem ter de abrir uma conta no0 Pay Pal e isso pode ser útil inclusive para enviar dinheiro para auxliar uma pessoa que tenha ficado sem recursos materias bem como recursos para recuperá-los (imagine-se vítima de um batedor de carteiras em Grotas….)

doacao

Várias vezes vejo as pessoas vivendo sintomas, especialmente este do “rash cutâneo” que pode, por exemplo, ser uma sequela de uma eventual catapora que se teve quando crianças.

Rash Cutâneo ou Exantema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Exantema

Exantema causado por Amoxicilina, umapenicilina V.

Classificação e recursos externos
CID10 R21
CID9 782.1

Um exantema ou rash cutâneo é o aparecimento de erupções cutâneas vermelhas em um região específica ou por todo o corpo causadas por infecções ou efeito colateral de medicamentos como as penicilinas. As causas mais comuns em crianças são virais e bacterianos: Sarampo, Escarlatina, Rubéola, Estafilococo, Eritema infeccioso(Parvovírus), roséola, varicela(catapora) e enterovírus[1].

Por definição, exantema é o aparecimento de eritemas (manchas vermelhas), pápulas (elevação da lesão) e as vezes pústulas (supuração com pus) na pele. Este tipo de lesão pode ser única ou múltipla e pode ocorrer apenas numa região específica do corpo (rash localizado) ou espalhar-se por todo o corpo (rash disseminado ou generalizado). [2]

Causas

Geralmente ocorrem em doenças agudas provocadas por:[2]

Em minha infância eu tive catapora, sarampo e rubéola. Na minha vida adulta houve uma trama diabólica da natureza e eu tive caxumba, e todos sabem o quão perigosa é a caxumba num homem de 24 anos (…).

Bem o caso é que muita gente acaba me perguntando, para agravar o caso, o que é somatização.

Então fui à Wikipedia, que permite a reutilização se seu conteúdo, baseando-se num formato de regras que eu busco respirar com todo meu espírito e todo o meu coração.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

É comum ocorrerem reações físicas a extremo sofrimento psicológico como a morte de ente queridos

Somatização se refere a uma ou várias queixas físicas, que uma investigação adequada não revele existência de patologia orgânica ou mecanismo patofisiológico que expliquem a intensidade da queixa física. Geralmente é considerada resultado como resposta a um extremo sofrimento psicológico. A presença de somatizações não exclui o diagnóstico de outras doenças psiquiátricas, ocorrendo frequentemente em comorbidade(simultaneamente) com estes. Pacientes com transtornos psiquiátricos como depressão, transtorno de ansiedade ou algum transtorno de personalidade descrevem sintomas físicos além dos usados para diagnóstico do transtorno em 72% dos casos.[1]

Características

Somatização, segundo sua definição contemporânea, criada por Zbigniew Lipowski (1924-1997), é “uma tendência para experimentar e comunicar desconforto somático e sintomas que não podem ser explicados pelos achados patológicos, atribuí-los a doenças físicas e procurar ajuda médica para eles”[2]. É um diagnóstico que deve ser feito por exclusão de outras causas, que deve ser usado com cautela por ser muito difícil garantir que não há outras causas. É uma causa bastante frequente em serviços de atenção primária, onde pelo menos um sintoma somatizado aparece em 16% a 50% das entrevistas iniciais (anamnese).[3]

Quando não identificados, os pacientes com transtornos somatizantes costumam demandar uma grande quantidade de consultas médicas e exames, gerando altos custos para o sistema de saúde que apenas aumentam seu sofrimento, ansiedade e frustrações.[4]

Acredita-se que fatores psicológicos e psicossociais desempenham um papel importante na etiologia dessa condição. Em pacientes com transtornos de somatização, o sofrimento emocional ou as situações de vida difíceis são experimentados como sintomas físicos. Quando se diagnostica uma causa psicológica passa a ser chamado de psicossomatização.

Negligenciar a importância desses sintomas pode provocar revolta, descrédito, sentimento de rejeição e aumentar ainda mais os sintomas e a angústia do paciente.[3] O paciente frequentemente considera que o médico é incompetente, inexperiente ou desinteressado e procurar outro profissional aumentando assim os custos para a rede de saúde pública ou para o próprio paciente com custos de consultas e exames desnecessários.

Eu, Cláudio Souza, ainda busco, na mesma fonte, o seguinte:

Somatizações mais comuns

Desmaiar diante de notícias impactantes é um exemplo de somatização

Diante de eventos psicologicamente traumáticos (como casamento, divórcio, demissão, sequestro, traição, hospitalização ou morte de pessoa querida…) é comum que um ou mais dos seguintes sintomas sejam somatizados[3]:

Em pacientes mais sensíveis, como histriônicos, podem ocorrer sintomas como[3]:

Classificações

O CID-10 inclui 7 possíveis diagnósticos a pacientes que apresentem frequentes somatizações[6]:

Árvore que dá mais fruta é justamente aquela que leva mais pedradas

Ainda sobre o assunto eu faço a adição deste tópico, sobre o qual eu darei apenas a pre-liminar (Beto Volpe, não misture as coisas)

Transtorno de estresse pós-traumático

O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), Perturbação de Stress Pós-Traumático (PSPT) (português europeu), estado de stress pós-traumático ou ainda síndrome pós-traumática, é um transtorno psicológico que ocorre em resposta a uma situação ou evento estressante (de curta ou longa duração), de natureza excepcionalmente ameaçadora ou catastrófica. Caso persista por mais de 2 anos, passa a ser considerada uma modificação duradoura da personalidade[2]

E por fim, sugiro a leitura de todo este artigo: Psicossomatica (abre no site da wikipedia, em outra aba, para você poder manter seu foco aqui, eo retornar ao artigo que está lendo agora pressionado a tecla Backscape)

[]´s

claudiusCláudio S. de Souza

Se este texto tiver sido útil para você e se você sentir-se à vontade para dar um depoimento, faça-o no formulário abaixo

Seu nome será preservado e seu e-mail jamais será publicado

Você também poderá saber mais sobre “pílula do dia seguinte” (PEP – Profilaxia Pós Exposição) clicando neste link

SE você está tendo algum problema de saúde que se pareça com um “sintoma” existe esta lista de remédios que vc pode obter, depois de passsar por consulta médica e receber prescrição médica para os mesmos CRT-AIDS

Esperem, por favor, pelo dia mes de março de 2017, quando será lançado o livro com as minhas memórias, que será conhecido como “Memórias de um Homem da Noite”.

Nota importante.

Recebi uma informação desatualizada de uma pessoa em quem eu confio. Bem, ela me deu uma informaão desatualizada que eu publiquei aqui   “como NOVA VERDADE”.

Pois bem, mesmo que de boa fé, eu acabei sendo induzido a um erro que, finalmente, eu posso corrigir.

Pessoalmente eu só posso pedir desculpas, admitindo que errei. E, um pouco além, peço perdão àquelas pessoas que, eventualmente, tenham sido levadas a mais uma, talvez duas noites sem dormir direito. Abaixo, em verde, a informação correta, numeros telefônicos e e-mails com os quais vocês podem apurar minhas informações.

Obrigado

A pessoa com que eu falei no disque AIDS me ofereceu um endereço de e-mail para resolver estas questões.
Eu enviei uma mensagem para lá, e sugiro que vocês todos façam o mesmo, para pressioná-los e mandar uma resposta da forma mais rápida e objetiva possivel se você deseja enviar o e-mail, Este é o endereço Vocês também podem ligar para 0800 16 25 50 e inquirí-loa a respeito, e ligar tb para o 136 e sugerirem a eles que atualizem seus protocolos, e, notem, a pessoa que me informou mostrava evidentemente que, além de estar lendo um texto, mal conseguia lê-lo, dando-me a impressão que eu estava falando com uma daquelas máquinas de pinball, que falavam sílaba por sílaba na esperança que você entendesse.

Da minha parte, peço desculpas, mas eu sou humano e me baseio em informações dadas por outros seres humanos e enviarei à minha édica um e-mail atualizando-a e outro para a assistencia social da mesma entidade.

Mais uma vez, reitero meu pedido de perdão por ter, mesmo que movido por boa fé, levado vocês a alguma forma de sofrimento e duvida.
Atenciosamente.
Cláudio Souza

Por que fazer o teste de aids

Saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. Quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida.

Além disso, as mães soropositivas têm 99% de chance de terem filhos sem o HIV se seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto. Por isso, se você passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o exame!

O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito a partir da coleta de sangue. No Brasil, temos os exames laboratoriais e os testes rápidos, que detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos, colhendo uma gota de sangue da ponta do dedo. Esses testes são realizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), nas unidades da rede pública e nos Centros de Testagem e Aconselhamento – CTA (ver localização pelo país). Os exames podem ser feitos inclusive de forma anônima. Nesses centros, além da coleta e da execução dos testes, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, para facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente. Também é possível saber onde fazer o teste pelo Disque Saúde (136).

A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame (o laboratorial ou o teste rápido) busca por anticorpos contra o HIV no sangue.

Veja também: abre em outra aba

 

Não sabe ONDE SE TESTAR?

Eu ouvi na madrugada de hoje, terça feira, 04/04/2017 a mais fantástica lenda urbana que jamais poderá ser sobrepujada por outrem. Uma pessoa alegou que prefere se testar em laboratórios do SUS haveria uma campanha (sic) aleatória de contaminação se pessoas que fazem testes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

O melhor lugar para se testar para o HIV é no ambiente do SUS onde, para qualquer caso, reagente ou não reagente, há um constante programa de aconselhamento e suporte às pessoas que fizeram os testes. E, porque eu gosto de deixar o caminho das pedras, mostro, logo ali, onde se testar em todo o Brasil. (o link abre em outra aba)

Algumas pessoas comentam “ter lido o texto inteiro e não encontrar a base do texto”. Elas se referem à base científica e, na maior parte das vezes eu sinto uma certa intenção “capciosa, maldosa ou com o desejo de gerar alguma dúvida, Outro dia dupliei um trecho de texto qui, mas isso enche a paciência. Não a pergunta em si, mas a visíel intenção em tentar me “por em xeque” ou me desacreditar.

I’m done with all those pieces of shit e criei este link. Leia Tudo com atenção e você verá a ORIGEM DO TEXTO

Anúncios

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
Sobre Claudio Santos (508 artigos)
Depois de passar quatro décadas tentando estabelecer pelo menos um armistício com meu pai e ver as falhas ocorrerem sistematicamente, tentativa após tentativa, eu desisti do sobrenome “de Souza”. Estava me preparando espiritualmente para isso quando uma amiga locupletou a façanha de descobrir onde está minha mãe... Cláudio Santos. Quem preferir, aluda-se a mim como o Cláudio do Site,ou Cláudio do Soropositivo.Org, ou ainda aquele da promessa não cumprida: Cláudio, o trouxa do livro que acreditou em "palavra emprenhada". Eu mostro meu rosto, embora alguns me censurem, porque, no meu modesto ponto de vista, ser portador de HIV não é crime e, portanto, não há do que me envergonhar. Eu contraí HIV pela via sexual. Eu fui um DJ e, durante cinco anos fui DJ no vagão Plaza e durante uns outros dois fui DJ do Le Masque. Lá, um filho da puta me pediu para fazer minhas férias e puxou meu tapete. Aí fui parar na "Segredos", uma casa gay e, de quebra, morei lá por um tempo. Rua da Amargura, onde R.A. Gomes me colocou. Mas dei a volta por cima e fu trabalhar na SKY. Depois, na Pink Panther, em Santos e, enfim, na XEQUE Mate e, terminei minha carreira, aquele que fora três vezes considerado o Melhor DJ de São Paulo, como um apagado DJ do La Concorde e do Clube de Paris, onde conheci uma das mais belas mulheres com quem convivi e a perdi. Conheci alguém novo, uma mulher, "do dia", que me apresentou esta Entidade, o computador e, por muito tempo vivi de consertá-los. Sei, hoje, que ainda há muita gente que me odeia. Quer saber? Get them the hell and fuck off porque eu não dou a mínima. Simplesmente faço meu trabalho e me reporto a Deus... E pra quem não acredita em resiliência, eis meu histórico médico De acordo com o que preceitua o Código de Ética Médica, nos termos da legislação vigente e de conformidade com o pedido formulado pelo interessado, declaro que o Sr Cláudio Santos de Souza, matrícula no serviço sob registro RG3256664J, está em acompanhamento regular com seguintes diagnósticos/CID-10 até o presente momento: #HIV/Aids diagnóstico em 11/1996 (B24) #Candidíase oral 1996 (B20.4) #lnfecção latente tuberculosa tratada com Isoniazida em 1997 (Z20.1) #Arritmia cardíaca: bloqueio parcial ramo D/bradicardia sinusal por antidepressivos tricíclicos em 2006 (I49.9/R00.1) #Depressão (F32) Dislipidemia (E78.5) Diabetes (E14.) Obesidade (E66.) #PO tardio de gastroplastia redutora (técnica Capella 10/2011) #Embolia Pulmonar (126.) em 2011 + hipertensão pulmonar #HAS (110) controlada após cirurgia bariátrica Catarata (H26.9) #Sífilis (A51.0) gonorréia (A54.0), herpes genital (A60) Litíase vesicular (K80.5) #Trombose venosa profunda/tromboflebite MMII de repetição (182.9): 2008, 2009 e 2010 #lntervenção cirúrgica em 21/01/2013: de herniorrafia incisional abdominal, apendicectomia, colecistectomia #Herpes zoster ramo oftálmico 04/2015 (B02) 2 # Neuropatia periférica em membros superiores e inferiores (G62.9), acarretando fraqueza muscular, parestesias e dor, medicado e em seguimento pela equipe de dor #Angioma cavernoso cerebelar - em seguimento com neurologia Tratamento: TDF+3TC+ATVr, ezetimibe, alopurinol, AAS, atorvastatina, enoxaparina, clomipramina, risperidona, zolpidem, clorpromazina, flunitrazepam, gabapentina, amitriptilina, metadona Últimos exames: CD4=1070 (28%)/CD8=1597 rel=0,67 (08/03/2015) e Carga viral- HIV(PCR)

29 comentários em Janela Imunológica. Os fatos. Atualizado em 20/04/2017

  1. Cláudio, Boa noite! Primeiramente, parabenizo-te pelo belíssimo trabalho.

    Bom, de antemão, gostaria de dizer que, ao contrário de alguns, li várias vezes o seu conteúdo, que é de riquíssimo detalhe.

    Entretanto, não sei se é comum apenas a mim, mas a necessidade de perguntar algo que já foi enfaticamente repetido bate à minha porta e, por isso, peço-te perdão. Talvez uma forma de amenizar a angústia que tenho vivido, assim como vários aqui.

    Bom, minha última relação, que foi com uma garota de programa, foi há quase 4 meses atrás. Eu usei camisinha na relação vaginal.
    Durante esse tempo, gripei e estou, desde então, com uma garganta inflamada que não cura. Já fui a todos tipos de especialistas, sem sucesso.

    Além disso, há poucas semanas atrás, comecei a sentir uma coceira intensa por todo corpo, que não possui erupções e tem me incomodado muitíssimo.

    Bom, fiz o Elisa 4ª geração, mais todos os testes de hepatites e dst’s com exatos 90 dias dessa suposta relação de risco.

    Sei que se embasa no adotado pelo Ministério da Saúde, mas acredita em alguma possibilidade desse teste com 90 dias ainda dar falso negativo?

    Entendo que, racionalmente, não é possível. Mas nesses momentos de angústia, a razão fica de lado e a emoção toma conta.

    Agradeço imensamente a atenção.

    Curtir

    • Boa tarde. Engana-se você. Eu não visito o site do ministério da saúde, exceto quando preciso saber o endereço de algum posto de saúde ou qualquer coisa assim.
      Minhas fontes são justamente as do pessoal de base, que trabalha nisso todos os dias, como por exemplo o departamento de enfermagem do CRT-A, da Casa da AIDS e do Emílio Ribas.
      Ou eu vou a estes lugares ou telefono a eles.
      Ontem, por exemplo, para dirimir uma triste e pesada pendenga eu liguei para um destes lugares pedi para chamar Madame-X (não a do filme – acho que ainda há alguém que possa me entender com relação a isso- e perguntei a ela quais são os prazos para a janela imunológica para pessoas submetidas a PEP.
      O que vc me pergunta, aqui, já tinha a resposta, no corpo do texto: Quando a mente cria a doença Era só clicar 🙂

      Curtir

  2. Cláudio boa noite

    Vc poderia dizer qual é a janela imunológica definitiva para que fez o uso dá PEP? O Cristiano do disk AIDS disse que era até seis meses,li no site do governo que era 90 dias após PEP,vc teria uma informação atualizada?Esse desincontros de informação tá me deixando preocupado para encerrar definitivamente o caso!
    Muito grato se puder responder a minha dúvida.
    Sem mais
    Guerra

    Curtir

    • Guerra… Quem está a ponto de entrar em guerra com voc~e, sou eu. Antes de eu responder esta pergunta para você me diga, por gentileza, em nome d Virgem Santíssima, Há quanto tempo você terminou a PEP? Por outro lado, eu não informei a você que a melhor fonte de informação para isso é o Disque-AIDS em 0800 – 16 – 25 -50? Porque você vai ao site do “Governo” se nem há um governo e as pessoa que tranalham lá estãp focadas em outras coisas. E, por fim, por que, cargas d’água, você roda, roda, roda e vem parar em mim? Me responda estas perguntas, se quiser. Mas a primeira, há quanto tempo você acabou a sua pep? Vc TEM DE ME RESPONDER. Porque há duas coisas que eu não vou permitir que você faça: desacreditar na seriedade do meu site ou na seriedade do disque aid e, portanto, esper uma resposta efinitiva, baseada na resposta que você vai dar a esta pergunta. Muita gente diz que euexagero na sinceridade e eu, francamente, não penso assim e, no seu caso, eu acho que jé deu. Depois que você me responder a esta pergunta. ///quanto tempo faz que você acabou sua pep? eu tentarei responder à sua questão. Vc tem se utilizado bastante do serviço e eu vou aproveitar o ensejo para deixar algo mais para você ler. Por favor, tenha a bondade de ler a imagem que vai abaixo, coloque uma mão na consciência e outra no coração e, please, proceed

      Curtir

      • Boa Tarde Cláudio
        Eu pergunto a vc,pela bagagem de informação e experiência que vc tem.Vejo que não há uma definição para esta pergunta é sua resposta iria tirar a dúvida de muita gente.Quando ligo no disk AIDS eles mesmo caem em contradição,o site do governo deixa aberta a dúvida quando diz que a janela é de 90 dias após exposição mas um um exame clínico laboratorial,ou seja não um teste rápido.Essas informações que eu tenho é que estou de passando é dúvida de muita gente, inclusive no disk AIDS onde cada atendente te informa de um jeito,deixando que está a beira dá loucura ainda mais transtornado.
        Não precisa entrar em guerra comigo,pois não é este meu objetivo .Sua informação e seu conhecimento ajuda muita gente, é uma pergunta simples e infelizmente as respostas são complexas.Responder qual é a janela imunológica para quem fez o uso dá PEP é quando fazer o último teste rápido neste caso,pode ter certeza que irá acabar com a dúvida de muita gente!
        Obrigado
        Eu não estou desconfiando de vc,pelo contrário leio seus comentários e acompanho vc, e sei que sua resposta sempre são embasadas e atualizadas,por isso eu rodo rodo rodo e pergunto a vc meu amigo!
        Atenciosamente
        Paz

        Curtir

        • Guerra, boa tarde. Eu disse que estou a ponto de entrar em guerra com vc pq vc pisa e repisa o tema.
          Vc bem aqui e pede pela minha “abalizada resposta”. Eu a dou. Vc vai ao disque aids, liga para lá não sei quantas vezes, sai de lá confuso, vai ao ministério da saúde, encontra informação, provavelmente defasada e, insatisfeito, volta aqui e me pede pela minha abalizada opinião e, não satisfeito, retorna ao disque AIDS com o mesmo propósito e eu já perdi a conta das vezes que vc fez isso.

          Você parece não reparar que eu atualizo este site diuturnamente e eu ainda não vi o seu reconhecimento efetivo pela minha abalizada opinião, pelo meu diletante trabalho, pela minha quase infinita paciência e continua, pisando e repisando o mesmo terreno. A primeira coisa que vi, ao acordar, foi vc, fazendo a m.e.s.m.a. p.e.r.g.u.n.t.a. d.e. s.e.m.p.r.e. e assim eu ameacei entrar em guerra com você.

          Você não tem condições de guerrear comigo porque se este tormento continuar eu elimino toda e qualquer menção sua do bando de dados deste site, coloco vc em moderação silenciosa (nem eu vou ver mais você) e acabou-se o problema.

          Eu liguei para um lugar em que confio, onde trato de minha vida, saúde e existência, bem como da minha esposa, com quem vivo ha 16 anos e, desde então a levei para tratar-se lá.

          O que eu quero saber é o seguinte: Depois de tanto tempo, há meses você está nisso, o que o ainda aflige na janela imunológica da PEP pois, ao que posso ver, você já ultrapassou todas as janelas, porque você deseja tanto saber isso.
          Sim, é meu dever informar e eu vou informar. Entretanto, eu me reservo o direito de, antes, lhe perguntar: Porque você ainda está aflito com isso, depois de meses e meses Obrigado.

          Curtir

    • Guerra: Não sei porque a escolha deste nome. Mas eu gosto dele. Esta pergunta foi respondida ha poucos minutos e eu reservei esta outra para mostrar a você como você está se comportando.
      O WordPress tem uma ferramenta muito boa onde eu poso procurar uma palavra qualquer… por exemplo: “pinhão”
      A Ferramenta vai procurar, encontrar e listar quantas vezes foi dito pinhão dentro do site e eu vi quantas vezes vc apareceu. Pior que o número de vezes que você apareceu é a estultice que você disse em sua primeira aparição por aqui, ONDE VOCÊ ENTROU GRITANDO – Alerta aos navegantes, quem fizer isso será deletado incontinente, não importa a importância ou a relevância do asunto ou escopo ao qual q gritaria se refere porque eu sou “Internauta desde a época em que havia netiqueta e, por falta de recursos. isso era sublinhado e isso eram aspas. LLLLL eram gritos e qq administrador de BBS kicava qualquer um que chegasse assim. Passa a valer aqui o Estado de BBS onde não serão tolerados os seus gritos porque você usou e abusou deles. Este blog não é um blog qualquer, eu o considero um modesto polo de informação onde o respeito a outros usuário é um dever e não há, aqui, espaço para hoax (boatos), como o que você postou aqui, não importa a mim onde você o tenha encontrado!
      Eu fiz um screen shot da busca pelo vocábulo guerra quero adizir que todo o tempo dispendido em explicar a você como se comporta em público poderia ter sido investido na tradução de mais um texto…
      Veja as coisas absurdas que vc fez aqui e, a propósito.
      Se você não entendeu direito, não dissemine aqui.
      Guerra e suas estultices

      Curtir

      • Em relação a entrar gritando com vc também não sabia,como eu disse a comunicação escrita foge as vezes um pouco do que vc quer realmente expor. Mais uma vez te digo que não houve intenção!

        Curtir

        • Cara, na boa. Vc pode até não saber que é grito, mas sabe, ou precisa voltar para a casa dos seus pais, que isso é deseducado e que, quando pouco, você esta desrespeitando a ordem reinante onde todos se expressam usando um padrão que nos é ensinado desde o 1º ano escolar. Depois disso, veja o tipo de estupidez que você coloca em letras capitais… O que você quer? Que as pessoas invadam o lugar onde estas pessoas trabalham e ateiem fogo às vestes delas (é um risco que vc assume). Vc sabia que muitas delas se infectam com HIV em acidentes com perfuro-cortantes enquanto tratam de pessoas que tem aids
          Eu vou dizer para vc. A resposta para a sua pergunta esta no inicio do texto janela imunológica ou duvidas com relação à PEP.
          Eu me cansei de vc. E me cansei desta sua maneira de morder e depois assoprar. Estou bloqueando vc no sistema de comentários, pois é a unica maneira que encontrei para não fechar os comentários para todos. Que uma dica? procure uma terapeuta. Eu tenho uma. E, isso serve para todos. Se você não se julga capaz de manter uma vida sexual ativa e aceitar as consequências que ela pode trazer, não mantenha uma vida sexual ativa. Não sei sua idade. Mas me sinto falando com um adolescente de 15 anos e olha que conheço muitos deles uqe sabem que tudo tem um preço e sexo desprotegido tb tem o seu. Eu dei meu depoimento e ele esta aqui no site. Tive minha crise, 22 anos atras. Para conhecimento de todos, no ano em que criei este site havia apenas o do governo e o do GAPA em português do Brasil
          Não se consegue um resultado como o que vou lhe expor abaixo sem muito trabalho, sem muito amor. O que vc fez por este site?
          Por favor… não faça nada. Nada mais que vc postar aqui será publicado. Eu cansei de vc
          Hoje, dia 19 de abril de 2017, depois de muito pesquisar, debaixo de uma torrencial chuva de perguntas repetidas reiteradas vezes pela mesma pessoa ue parece não ler, após cada comentário/pergunta que faz que o mesmo fica aguardando moderação, coisa necessária para coibir toda a sorte te abusos que podem ocorrer num site com esta temática eu falei com uma das enfermeiras no CEAP, local onde cuido de minha saúde, onde estão os profissionais aos quais me entrego e entrego minha esposa, a quem amo assim, “um calmo amor prestante” aos seus cuidados dirimi, de uma vez por todas, a dúvida, que ia se tornando uma pendenga que é a janela imunológica para a pessoa que esteve sob PEP e a enfermeira resumiu tudo a isso:

          Ato/30 dias/60dias

          Traduzindo:

          A pessoa que chega a um centro de saúde procurando por PEP, que é uma emergência médica e você não deve deixar para amanha, pois quanto mais cedo inicia-se a PEP maiores são as possibilidades de um tratamento bem sucedido fica submetida a estes critérios

          É feita a coleta de material para análise – se a pessoa já for soropositiva ou reagente, como queiram, não há mais o porquê de se entrar com a PEP
          Ao final da PEP espera-se que se completem 30 dias e se faça, NECESSARIAMENTE, uma nova coleta de material para verificar se houve soroconversão.
          E finalmente, sessenta dias após a relação de risco, faz-se um terceiro exame para verificar-se o sucesso efetivo do procedimento
          Eu quero fazer uma observação: O meio 100% seguro de se evitar a infecção por HIV é a camisinha e não vá você, que me lê, utilizar-se da PEP como quem usa paraquedas.

          Tive um amigo paraquedista que preconizou a própria morte dizendo que a maneira como se dobra o paraquedas é absolutamente imprescindível de toda a atenção pois, uma dobra errada e o paraquedista, ainda que não saiba, já está mosto, porque o paraquedas mal-dobrado não se abrirá e ele não sobreviverá a queda.

          Esta lição, e a minha notória capacidade de ser dispersivo encerraram, na primeira aula, a minha possível carreira de paraquedista porque eu tinha certeza que eu, cedo o tarde, dobraria o paraquedas errado e seria um morto vivo. Uma pena ninguém ter me dado lição parecida a respeito do preservativo. E, todavia, não estou morto…
          Um mes

          Curtir

  3. misteriosocomduvida // 9 de abril de 2017 às 13:19 // Responder

    Boa tarde!!

    Bem, eu tive uma relação sexual com uma garota conhecida, mas q desconheço a sorologia e o sexo vaginal foi com camisinha. O sexo oral foi sem, mas durou pouco tempo mesmo. O meu medo é que no dia anterior eu tinha me raspado e acabei me machucando um pouco na base do pênis, logo no começo dele, uma parte q poderia ser penetrada. Em uma parte da relação, eu reparei que a camisinha tinha subido e estava na metade do pênis, deixando essa area descoberta e que ctz penetrou na vagina dela, acredito nao ter sido por mt tempo. Eu queria saber se há risco assim ou precisaria ser um corte mais profundo?
    Ps: sou meio paranoico com essas coisas e fiz o teste rápido num cta com 25 dias depois da relação e deu negativo. O correto seria voltar depois dos 31 dias?

    Curtir

    • misteriosocomduvida // 9 de abril de 2017 às 13:22 // Responder

      No mais, parabéns pelo oq vc faz aqui!

      Curtir

    • Não há tanto risco assim no que ocorreu. Mas eu sou amigo de um certo adágio que diz: Na dúvida, não ultrapasse. Seu exame foi prematuro aos 25 dias. Recomendo que você faça no SUS um exame aos trinta dias. Queria aproveitar para dizer EM ALTO E BOM SOM QUE O BOATO, QUE VAI TOMANDO FORMAS DE LENDA URBANA, QUE REZA EXISTIR UMA CONSPIRAÇÃO SISTEMÁTICA EM QUE ENFERMEIRAS DO SUS ESTARIAM ESCOLHENDO, ALEATORIAMENTE OU NÃO, PESSOAS A QUEM ELAS, DELIBERADAMENTE, ESTARIAM CONTAMINANDO COM HIV E/OU OUTRAS DOENÇAS É, QUANDO POUCO, UMA COISA DE FILHO DA PUTA. POR OUTRO, SERIA UMA NOVACAMPANHA DE DESMORALIZAÇÃO DO US, QUE TEM SIDO, MESMO QUE AS VEZES A TÍTULO PRECÁRIO, A GARANTIA DE ALGUM TRATAMENTO PARA PESSOAS QUE, SEM DINHEIRO OU CONVÊNIO MORRERIAM À MÍNGUA, PARA ENTREGA-LO, O SUS, À INICIATIVA (SIC) PRIVADA O UE, TROCANDO EM MIÚDOS, TAMBÉM É COISA DE FILHO DA PUTA, COMEÇANDO PELO PAI DA IDEIA. QUE IMAGEM FAZEM, VOCÊS, QUE NISSO ACREDITAM, A RESPEITO DESTAS ENFERMEIRAS. SERIAM ELAS FILHAS DE CHOCADEIRAS, SEM IRMÃS, IRMÃOS, PRIMOS, PRIMAS, FILHOS, FILHAS E FARIA ISSO, TODAS DE COMUM ACORDO, COMO SE FOSSEM CRIATURAS MALÉFICAS FAZEM DELAS? MINHA MÃE FOI ENFERMEIRA E, DEBALDE TODOS OS ERROS E ACERTOS QUE ELA POSSA TER COMETIDO NA VIDA, ESTE SERI U QUE EU TENHO CERTEZA ABSOLUTA QUE ELA NÃO COMETERIA POIS, COMO QUALQUER U DE VOCÊS QUE ME LÊ, ELA POSSUI UA COISA QUE SÓ NAZISTAS NÃO TEM: HUMANIDADE. Teste-se no SUS aos trinta dias, procure um médico para que ele determine se seria ou será necessário um segundo exame.

      Curtir

  4. Boa noite Cláudio
    Quero te pedir perdão se eu não me expliquei direito ,quando postei que não queria te por em xeque e pq pensei q a minha pergunta que não foi respondida sobre a janela imunológica dá PEP é porque eu achei q talvez vc não respondeu porque tinha algo errado na minha pergunta.
    Peço perdão e depois vi q vc está com dificuldades para responder.
    Jamais quis te desrespeitar pelo contrário admiro sua pessoa e acho vc um guerreiro!
    Peço perdão
    Guerra

    Curtir

  5. Bom dia!

    Tive contato com uma desconhecida… mas usamos preservativo para pratica de sexo, porem o sexo oral foi sem!

    No final eu a estimulei e depois me masturbei sem proteção.

    Fiz o teste rapido eno Elisa 4a geraçao com 4 dias depois do contato. Ambos os resultados deram negativos.

    Essa janela é muito pequena? Sera q da forma feita eu tive um contato de risco?

    Curtir

  6. Boa noite!

    Gostaria de obter uma opinião.

    Fiz sexo com uma desconhecida com preservativo e ela praticou oral em mim sem preservativo.

    No final eu acabei estimulando ela com a mao e depois me masturbei nela!.

    Bom, depois disso eu fiquei preocupado, pq nao sei se esse finzinho de relação poderia ter me prejudicado!

    Eu fiz o teste rapido eno Elisa de 4 geracao, porem ambos com 4 dias depois da situaçao de “risco”… ambos os resultados deram negativos… o que voce acha?… devo esperar no minimo 30 dias mesmo?

    Ótimo site!… parabens!

    Curtir

    • Observe, eu não vejo risco nisso. O fato é que a masturbação mútua não representa risco. A pele que recobre sua mão e a dela são instransponíveis. Eu sei que é natural algum medo depois de feita aquela “besteira” e, entretanto, eu vejo nisso mais uma culpa religiosa, aquela que nossos pais nos ensinaram que “papai do céu” não gosta e que papai do céu vê tudo, inclusive o que acontece embaixo do edredom de nossas camas e assim por diante. Observe:

      Na página janela imunológica está bem claro e o senhor pode ir ver lá:
      Sabe-se que a transmissão sexual do HIV está relacionada ao contato da mucosa do pênis com as secreções sexuais e o risco de infecção varia de acordo com diversos fatores, incluindo o tempo de exposição, a quantidade de secreção, a carga viral do parceiro infectado, a presença de outra doença sexualmente transmissível, entre outras causas.
      Mas não se fala em masturbação. Aliás, quando se fala em masturbação é no sentido de dar e receber prazer.
      Eu penso que o senhor deve desencanar deste problema e, se ainda assim o senhor tem medo, compre luvas cirúrgicas de látex para estas práticas e vá ser feliz meu amigo. A vida é peça de teatro ao vivo que roda sem plateia e tudo o que posso dizer a você e isso

      Curtir

  7. Sobre a minha pergunta que fiz do dia 31 e não foi respondida minha intenção não é por vc em xeque e sim encontrar uma resposta correta ,pois está me tirando o sono minhas dúvidas!
    Sem mais
    Guerra

    Curtir

    • Eu acho fantástica esta maneira que as pessoas têm de se dirigir a mim como se meu tempo fosse todo para viver à disposição deles. Eu poderia dar uma respostam digamos… estrondosa para isso e, entreato, peço que o senhor, por gentileza, me traga a pergunta, para que não, e lembro qual é… E, a propósito, durma bem que não há de serenata

      Curtir

  8. Boa noite Cláudio
    Sobre essa história de contaminação no ambiente do SUS ,EU NAO ENTENDI DIREITO….NOS CTAS ESTAO ESCOLHENDO ALEATÓRIO PESSOAS PARA CONTAMINA LAS É ISSO QUE TE DISSERAM?
    PORQUE AQUI NO CTA PENHA NÃO MOSTRAM A AGULHA NA SUA FRENTE E FIQUEI PREOCUPADO COM ESSA HISTÓRIA!
    PODERIA NOS CONTAR DIREITO COMO E QUEM TE FALOU?
    ATENCIOSAMENTE
    GUERRA

    Curtir

    • Isso é uma loucura, outra lenda urbana criada na cidade, para desaceitar o SUS. Eu vejo, sim, muitas enfermeiras e dedicarem a esta causa por amor, porque qualquer uma delas poderia estar em uma pediatria, e elas acabam contaminadas, às vezes por pessoas desde o início já perturbadas

      Curtir

  9. Cláudio, tenho uma pergunta meio boba, creio, mas para um paranóico tudo gera pavor. Da última vez que realizei o teste, dois meses após receber um contato anal desprotegido sem ejaculação, reparei que a enfermeira o fez de uma maneira um pouco diferente, pois ela colocou a gota de sangue e a solução no teste ao mesmo tempo, sendo que na outra vez que realizei, ela demorou um tempinho entre colocar o sangue e depois a solução, e fiquei pensando se ela não estava de má vontade e por isso o resultado negativo possa não ser confiável.

    Curtir

  10. Outra pergunta, apenas passar ou raspar penis na secreção vaginal na entrada da vagina, ja pega facil o HIV ou tem que manter fricção ?

    Curtir

  11. Claudio, Preciso de ajuda urgente, ontem fiz sexo com uma parceira que eu nao conhecia direito, fiz so vaginal, usei camisinha mas na hora de usar a segunda camisinha, eu deixei o pau entrar sem camisinha até a metade umas 3 vezes apenas, questao de segundos, penis de 15cm. logo apos ja urinei, depois de algumas horas tomei banho em casa. pouca chance de pegar ou muitas ? na questao do penis, se estava vermelho pegaria mais facil ??

    Curtir

    • Estou respondendo dada a “urgência”. Eu não sou médico e sua situação pode ser imprevisível. Procure um médico, preferencialmente na rede do SUS. Um Clínico geral ou um Infectologista. Vc está, assim, e melhoes mãos. Tenha em mente que a janela imunológica é de 30 dias para 99% dos casos e a distensão desta janela para 60 ou até mesmo 90 dias fica a critério médico. Vc tb pode informar-se melhor, de seg a sex, das 09:00 às 17:00 no Disque AIDS em 0800 16 25 50
      Considere, por favor, a nossa urgência:
      Soropositivo.Org não pode continuar sem apoio financeiro

      Curtir

Seu retorno é importante. Nós atendemos às solicitações de textos, desde que ligados ao tema central de alguma forma. Faça seu comentário, de sua opnião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: