4.9 C
Nova Iorque
sexta-feira, outubro 30, 2020

Buy now

Vulnerabilidade social entre jovens aumenta os casos de AIDS entre mulheres e gays jovens

render 010 / poser 3dSegundo a notisa, uma agência de notícias científicas, a epidemia de HIV encontra-se em plena expansão, debalde todos os progressos feitos pelas grandes e pequenas nações do planeta, dos 34 milhões de pessoas infectadas um grupo com cerca de dez milhões de pessoas soropositivas está na faixa etária dos jovens, entre 15 a 24 anos.

Diversos indicadores, de vários contextos indicam que é dentro desta a faixa etária que há o maior número de DSTs e, portanto, a quem deve ser um alvo prioritário em todas as ações de prevenção à AIDS, bem como de outras DSTs, tendo em vista que quando há a presença de outras DSTs, algumas das quais extremamente traiçoeiras já que são silenciosas e praticamente assintomáticas no início de sua evolução, que mais crescem as possibilidades de se contrair HIV.

O artigo “Fatores associados à infecção pelo HIV/AIDS entre adolescentes e adultos jovens matriculados em Centro de Testagem e Aconselhamento no Estado da Bahia, Brasil”, publicado na revista Ciência & Saúde Coletiva ano passado, traça os fatores relacionados à prevalência da enfermidade nesse grupo. A autoria é da pesquisadora Bianca de Souza Pereira e colegas da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

A pesquisa investigou os exames para detecção de HIV de 3768 jovens, na faixa etária entre 13 a 24 anos, todos realizados no Centro de Referência Municipal em DST/HIV/AIDS do município de Feira de Santana.

Os pesquisadores descobriram que 1,94% de tais jovens foi diagnosticado como reagentes (positivos para o HIV), e que a maioria esmagadora desta população era composta por mulheres (73,1%), pardas (70-80%), com oito ou mais anos de escolaridade (60-80%), residentes em Feira de Santana (83-97%) e na zona urbana (95-100%).

As pesquisas também levantaram que entre estas as jovens, há uma maior proporção de soropositivas entre as mulheres em relações estáveis ou casadas e também apresentavam ocorrência mais elevada de uso de drogas e álcool.

Entre jovens do sexo masculino, os homossexuais e bissexuais apresentaram prevalências com incidência maior que entre os heterossexuais – de oitenta e seis jovens heterossexuais testados cercaGay Marriage Concept with Rainbow Rings de 16 a 17 por cento receberam o diagnóstico reagente para HIV enquanto todos os 14 homossexuais ou bissexuais apresentaram a doença. Além disso, a proporção da prevalência de outras DSTs em soropositivos (70%) foi aproximadamente três vezes e meia maior do que em soronegativos (21,3%).

Isso vem a corroborar meus raciocínios, que concluíram que as pessoas mais vulneráveis, no Brasil, são as mulheres (jovens ou não, casadas ou não) que mais necessitam de atenção no âmbito desta faixa etária, e que seria necessária uma estratégia de PrEP e de redução de danos enquanto, por outro lado, são necessárias campanhas de educação preventiva entre elas, que precisam se conscientizar de seus direitos enquanto cidadãs, e de seus parceiros, que deveriam (devem) ser conscientizados sobre o uso de preservativos em todas as relações sexuais, demonstrando que não é apenas o HIV/AIDS que eles evitam mas, também, a gravidez indesejada ou não planejada, bem como a Sífilis e outras DSTs; por outro lado, os jovens deveriam também ser conscientizados sobre o uso do preservativo e da busca pelos centros de saúde para a PEP, já disponível no Brasil.

Com informações do Paraná On Line

Cláudio Souza

Related Articles

Sou Soropositivo! Estou Vivendo Com HIV! E Agora? O Que Faço?

De resto, pode seguir estes passos gradualmente. Esta é uma grande mudança e você levará algum tempo para integrá-la à sua autoimagem de uma forma positiva. Não tenha pressa, mas incentive e celebre os pequenos avanços em seu pensamento sobre o HIV. Tenha em mente que você esta vivendo na segunda década do século XXI e, esperançosamente, isso é consideravelmente melhor que esta na [ultima década do Século XX, embora nada tenha de fácil a vida com HIV!

Riscos do Sexo Oral

Riscos do sexo oral se você pega ou passa HIV pelo sexo oral tem todas as respostas que você precisa aqui nesta página sobre riscos da felação, a #¿$?%!¡, que está intrinsecamente ligado ao medo e a “ignorância cultivada” dentro da vida sexual das pessoas, e este “binômio” me traz muitas pessoas. Assim, eu concluí que, para muitas pessoas, está é a uma das “eternas dúvidas” dentro da vida sexual das pessoas, quase sempre tão ignorantes a respeito de sexo oral e HIV! Eu quero estabelecer, neste ponto que a chupeta oferece, para muitos, uma experiência intensamente prazerosa

O que São Antirretrovirais? Eis Uma Visão geral 

O que são antirretrovirais? Os antirretrovirais são os medicamentos que mudaram a face da pandemia HIV/AIDS para algo controlável, que deixou de ser uma ceifadora de vidas. No entanto, eles ainda não removeram a ameaça que a pandemia HIV/AIDS representa e nem mesmo com grande otimismo chegamos à reta final desta pandemia. Pois, apesar de todo o esforço feito por organizações não governamentais e iniciativas individuais, o HIV ainda continuará a ser contraído. E por muito tempo ainda.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Stay Connected

0FansLike
0FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Advertisement -

Latest Articles

Sou Soropositivo! Estou Vivendo Com HIV! E Agora? O Que Faço?

De resto, pode seguir estes passos gradualmente. Esta é uma grande mudança e você levará algum tempo para integrá-la à sua autoimagem de uma forma positiva. Não tenha pressa, mas incentive e celebre os pequenos avanços em seu pensamento sobre o HIV. Tenha em mente que você esta vivendo na segunda década do século XXI e, esperançosamente, isso é consideravelmente melhor que esta na [ultima década do Século XX, embora nada tenha de fácil a vida com HIV!

Riscos do Sexo Oral

Riscos do sexo oral se você pega ou passa HIV pelo sexo oral tem todas as respostas que você precisa aqui nesta página sobre riscos da felação, a #¿$?%!¡, que está intrinsecamente ligado ao medo e a “ignorância cultivada” dentro da vida sexual das pessoas, e este “binômio” me traz muitas pessoas. Assim, eu concluí que, para muitas pessoas, está é a uma das “eternas dúvidas” dentro da vida sexual das pessoas, quase sempre tão ignorantes a respeito de sexo oral e HIV! Eu quero estabelecer, neste ponto que a chupeta oferece, para muitos, uma experiência intensamente prazerosa

O que São Antirretrovirais? Eis Uma Visão geral 

O que são antirretrovirais? Os antirretrovirais são os medicamentos que mudaram a face da pandemia HIV/AIDS para algo controlável, que deixou de ser uma ceifadora de vidas. No entanto, eles ainda não removeram a ameaça que a pandemia HIV/AIDS representa e nem mesmo com grande otimismo chegamos à reta final desta pandemia. Pois, apesar de todo o esforço feito por organizações não governamentais e iniciativas individuais, o HIV ainda continuará a ser contraído. E por muito tempo ainda.

Sexo Oral Gonorreia e lésbicas

Sexo oral, gonorreia e lésbicas não são temas corriqueiros. E é bem por isso que eles me preocupa,. Se toda hora alguém me perguntasse...

O que é a carga viral?

O objetivo do teste de a carga viral é simples: quanto menos cópias do HIV no sangue, melhor. Ao iniciar o tratamento, os testes de carga viral fornecem as medidas de linha de base pelas quais os testes posteriores são comparados. Cada queda de dez vezes na carga viral é considerada uma queda de um tronco. Por exemplo, se a carga viral cair de 50.000 cópias/mL para 500 cópias/mL, diz-se que o paciente tem uma queda de dois troncos na carga viral
Olá! Sou o Beto Volpe! Quer Conversar? Diga olá! Mas tenha em mente que eu trabalho aqui entre 9:00 da manhã e 20 horas. Você pode deixar a mensagem, mas eu responderei nestes horários. Talvez eu demore, mnas em *SEMPRE RESPONDO*
Olá! Será que você me autorizaria a te avisar quando eu fizesse uma nova publicação ou atualização de um texto? Veja bem, eu não teria a menor ideia a respeito de quem você é! Seria algo anônimo, que me deixaria feliz por sua atenção e interesse. Quando eu fui DJ meu salário era a gritaria! Agora, é seu interesse! E, me perdõem por algum erro ortográfico. Eu sou disléxico e a neuropatia periférica complica ainda mais toda esta coisa. :-(
Dismiss
Allow