Vacina contra papilomavírus humano é eficaz para mulheres com HIV

Papillomavirus - 3d RenderAs puérperas com sorologia positiva para o HIV respondem bem ao Gardasil papillomavirus humano (HPV) vacina, oferecendo-lhes proteção contra câncer de colo de útero, segundo um estudo publicado no April 14 electronic edition of Clinical Infectious Diseases. Relacionadas pesquisas recentes descobriram que ambos Gardasil, Cervarix são eficazes em pessoas com HIV.

Cepass de alto risco do HPV – mais comumente O HPV-16 e HPV-18 — podem causar cervical, anal e outros tipos de câncer. A maioria das pessoas são infectadas com O HPV logo depois de se tornarem sexualmente ativas, e os centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomenda vacinação HPV para meninas idade 11-26 e meninos idade 11-21. Estudos têm mostrado que as pessoas que vivem com HIV, especialmente aqueles com função imunológica comprometida, são mais susceptíveis de serem infectadas com vários tipos de HPV e é menos provável  que eliminem o vírus.

Erna Milunka Kojic, Susan Cu-Uvin e colegas da Universidade de Brown realizaram um estudo de mulheres com HIV nos EUA, Brasil e África do Sul para determinar a segurança e a imunogenicidade — ou a capacidade de estimular uma resposta imune — do Gardasil vacina de HPV quadrivalente projetada para proteger contra o HPV tipos 6, 11, 16 e 18 (tipos 6 e 11 causam verrugas genitais).

O Grupo AIDS Ensaios Clínicos pesquisou 5240 indivíduos, o que incluiu 319 mulheres HIV positivas que foram estratificados por idade 13-45 e contagem de céluas T-CD4. >350 células/mm3, 200-350 células/mm3, ou < 200 células/mm3. A maioria (56%) eram negros, 31% eram hispânicos ou Latinos, 11% eram brancos, e a idade média era de 36 anos. A mediana contagem de CD4 foi de 310 células/mm3— indicando a necessidade de terapia anti-retroviral (TARV) — mas apenas 40% tinham carga viral de HIV detectável.

 

Resultados

  • No baseline, 4% dos participantes foram infectados com todos os 4 tipos de HPV cobertas pela vacina.
  • Em 28 semanas após a imunização, as taxas de soroconversão — ou o desenvolvimento de anticorpos protetores contra o HPV tipos 6, 11, 16 e 18, entre as mulheres, e não já infectadas com o vírus  de cada tipo foram:

O >350 células/mm3:96 %, 98 %, 99 %, e 91 %, respectivamente.

O 200-350 células/mm3: 100 %, 98 %, 98% e 85 %, respectivamente.

O <   200 células/mm3:84 %, 92 %, 93% e 75 %, respectivamente.

  • Em todas os níveis das células CD4, a resposta foi melhor para os tipos de HPV 6, 11, e 16 em comparação com o tipo 18.
  • Além de menor contagem de células CD4 a carga viral elevada ( >10.000 cópias/mL) foi também associado a uma pior resposta à vacina.
  • A vacina foi geralmente bem tolerada e questões de segurança não foram identificados.

“Vacina de HPV quadrivalente direcionada a tipos 6, 11, 16 e 18, foi segura e imunogênica em mulheres infectadas pelo HIV de 13-45 anos”, os autores do estudo concluíram. “Mulheres com carga viral de HIV >10.000 cópias/mL e/ou contagens de CD4 <200 células/mm 3, tiveram menor soroconversão”.

O fato de que apenas 4% das mulheres HIV positivas no presente estudo teve todos os 4 tipos de HPV cobertas pela vacina indicam que o restante deve beneficiar-se do mesmo, uma vez que muitos estavam acima do corte de idade de 26 anos, conforme as orientações do CDC. Esses dados suportam a recomendação da Organização Mundial da Saúde que as mulheres com HIV devem ser vacinados contra HPV.

Gardasil vs Cervarix

Em um estudo, foi descrita no April 15 Journal of Infectious Diseases, Lars Toft de Aarhus University Hospital em Dinamarca e colegas compararam a imunogenicidade de Gardasil, Cervarix em pessoas com HIV. Enquanto Gardasil protege contra 4 tipos de HPV, Cervarix é uma vacina bivalente concebido apenas para prevenir o câncer – fazendo imunogenicidade com que os tipos 16 e 18.

Este duplo-cego randomizado incluiu 92 mulheres HIV positivas e os homens que foram aleatoriamente designados para receber 3 doses de Gardasil, Cervarix, no início do estudo e em 1,5 e 6 meses mais tarde. Imunogenicidade foi avaliada por um período máximo de 12 meses.

Os pesquisadores não observaram diferenças nos níveis de anticorpos contra o HPV-16 nos participantes que receberam Gardasil ou Cervarix. No entanto, os anticorpos contra o HPV-18 foram maiores no grupo do Gardasil. Entre as pessoas que recebem Cervarix, mulheres atingiu altastaxas de anticorpos contra o HPV-16 e HPV-18 que nos homens; não houve diferenças de gênero  vistas entre destinatários de  Gardasil. Leve reação no local de injeção foram mais comuns no grupo Cervarix (91% vs 70%), mas não ocorreram efeitos adversos graves em qualquer ramo.

“Ambas as vacinas foram imunogênicas e bem toleradas”, os autores concluíram. “Em comparação com Gardasil, vacina Cervarix produz superior resposta induzida entre mulheres infectadas pelo HIV, considerando que em homens infectados pelo HIV a diferença na imunogenicidade foi menos acentuada.”

Traduzido por Cláudio Souza do Original em human Papillomavirus Vaccine Is Effective for Women with HIV Revisado por Mara Macedo

Referências

EM Kojic, M Kang, MS Céspedes, S Cu-Uvin , et al. Segurança e imunogenicidade da vacina quadrivalente Vacina contra papilomavírus humano em pacientes HIV-1-as mulheres infectadas. Quadro clínico as Doenças Infecciosas. 14 DE ABRIL DE 2014 (Epub).

L Toft, M Storgaard, M Müller, et al. Companheiro da imunogenicidade e reatogenicidade da Cervarix e Gardasil papilomavírus humano vacinas em adultos infectados pelo HIV: um ensaio clínico randomizado, duplo-cego. Oficial de Doenças Infecciosas 209(8):1165-1173. 15 DE ABRIL DE 2014.

Outra fonte

Brown University. O HIV+ mulheres respondem bem à vacina de HPV.Press release16 DE ABRIL DE 2014.

Se Você pode, apoie

Nós temos muitos projetos a serem realizados, mas não temos recursos.

Por outro Lado, temos nossos custos operacionacionais, que não são poucos.

Se Você gosta deste trabalho, pode ajudar e assim o deseja, faça uma colaboração em nossa vakinha

Apoie-nos com o que desejar.
Este botão não leva á uma movimentação financeira. Mas, sim até a página da vakinha

😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA