O envelhecimento e O HIV

Home / AIDS e Tabagismo / O envelhecimento e O HIV
AIDS e Tabagismo

O que está a envelhecer, e por que razão é que nos tornamos doentes à medida que envelhecemos?

, Blog Soropositivo. OrgQuando pensamos em alguém como “velho”, temos a tendência de pensar em uma pessoa que tenha vivido um certo número de anos: 70, 80, 100. Para o Instituto Nacional de envelhecimento, no entanto, o foco não é sobre quanto tempo alguém tem estado viva, mas sobre o inevitável declínio na aptidão física e saúde, que ocorre quando uma pessoa atinge fase posterior da vida. Os pesquisadores do envelhecimento não estão voltados para as pequenas mudanças que vêm com a idade, como cabelo grisalho e pele enrugada. Em vez disso, eles estão preocupados com as mudanças que causam incapacidade e doença. É aí que os esforços no sentido de compreender e tentar reduzir o ritmo em que isso acontece ou até mesmo em reverter o envelhecimento estão centralizadas.

Ao mesmo tempo, os pesquisadores olharam para a causa principal do envelhecimento, mas que eles já perceberam que uma variedade de fatores, incluindo os nossos genes, o nosso meio ambiente e a infecção/interação com vírus e bactérias contribuem para o fenômeno do envelhecimento em sobreposição.

Algumas pessoas parecem ter ganho na loteria genética. Eles herdam os genes que lhes permitem manter-se saudáveis e vigorosos em seus 80 anos e mesmo 90 anos, ao passo que, em outras pessoas, outros genes que colocam-nos em maior risco de desenvolver câncer ou doenças cardiovasculares, no momento em que chegam os anos 40.

Alguns são capazes de minimizar fatores ambientais e comportamentais conhecidos por acelerar o processo de envelhecimento. Comer bem, fazer exercícios e manter-se socialmente e intelectualmente envolvidos na vida. Por outro lado, os outros podem ter uma dieta pouco saudável, associado ao consumo do tabaco, pouco exercício ou conduzirem suas vidas socialmente isoladas e vivem bem. Os efeitos de tais fatores ambientais e comportamentais sobre a saúde humana são profundas.

Da mesma forma, algumas pessoas são capazes de evitar a ocorrência de infecção com a maioria dos vírus e bactérias durante toda a sua vida, ou que têm sistema imunológico capaz de manter as infecções sob estrito controle e, outros podem ter sistemas imunológicos capazes de lidar com infecções prejudiciais como, por exemplo, a ,hepatite B , o (HPV), o citomegalovirus (CMV) -e, sim, controlar o HIV e tudo que pode aumentar significativamente o risco de problemas de saúde mais tarde, na vida.

Estes fatores genéticos, ambientais e biológicos, podem sobrepor-se e causar-nos o início do processo de envelhecimento, chamado de “senilidade”, e a senescência vai por todo o caminho abaixo até o nível celular. Sim, as células envelhecem também.

, Blog Soropositivo. Org

As células no nosso corpo dependem de um corte feito com uma “tesoura de DNA”, chamada telômeros, para se reproduzir. Quando somos jovens, as células de nosso corpo também tendem a ser jovens, na medida em que elas aparentam ser e agir da mesma forma com a primeira geração de células que começaram o trabalho de viver com quando estávamos, em primeiro lugar, em desenvolvimento no ventre materno. À medida que envelhecemos, no entanto, as células do nosso organismo estão muitas centenas ou milhares de gerações depois, ainda retiradas das células originais e as vertentes de código no final do DNA- os telômeros – ficam mais curtas. Se os telômeros estão em boa forma, como quando eles são jovens, cada nova geração de células executa bem as suas funções. Quando os telômeros estão muito curtos, no entanto, cada nova geração de células se reproduz pior e as funções celulares degringolam, até o ponto onde as células às vezes não conseguem mais reproduzirem-se todas, conforme na juventude.

, Blog Soropositivo. OrgO que é que isto tem a ver com o envelhecimento? Bastante! As células defeituosas levam a problemas reais. Se o nosso músculos e células ósseas não conseguem fazer novas células que funcionem bem, porque os telômeros se tornam demasiado curtos – isso faz com que seja mais provável que nossos músculos e ossos serão fracos. Músculos e ossos fracos significam um maior risco de queda e um risco maior de queda leva-nos a uma maior propensão a fraturas de grandes ossos. Defeitos em células cerebrais podem levar a uma menor coordenação e problemas de memória. Defeito células imunes as tornam menos capazes de manter as infecções e canceres sob controle.

É esta última categoria da senescência, chamado imunossenescência relacionada à idade, que tem especial relevância para as pessoas que vivem com HIV. Mais sobre imunossenescência relacionada à idade será explicada mais adiante, mas primeiro é importante entender algumas das maneiras que o HIV pode afetar o processo de envelhecimento.

Nota do Editor: Quando a série de artigos terminar de ser postada eu lançarei todos os créditos e links de origens. Isso deve se dar em 15 dias

Traduzido por Cláudio Souza

Revisado por Mara Macedo

, Blog Soropositivo. Org
A imagem é clicável e abre em outra aba

Publicações Relacionadas

Sou Soropositiva! A Tal Hora De Contar Que Sou Portadora De HIV!

Cláudio Souza

Vacina contra papilomavírus humano é eficaz para mulheres com HIV

Cláudio Souza

1 – Doenças Oportunistas Infecções Bacterianas – Diarréia Bacteriana

Cláudio Souza

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta política neste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Política de cookies e privacidades
Whatsapp WhatsApp Us
Olá! Sou o Beto Volpe! Quer Conversar? Diga olá! Mas tenha em mente que eu trabalho aqui entre 9:00 da manhã e 20 horas. Você pode deixar a mensagem, mas eu responderei nestes horários. Talvez eu demore, mnas em *SEMPRE RESPONDO*

Este Site usa Cookies e você pode recusra este uso. Mas pode saber bem o que está sendo registrado em, conssonãncia com nossa política de privacidade