Interações entre o TARV para HIV e “drogas recreativas”

Você esta em Início => AIDS e Tabagismo => Interações entre o TARV para HIV e “drogas recreativas”
Drogas. É o fim da picada
Drogas. É o fim da picada

Quando duas drogas são tomadas ao mesmo tempo, sua interação pode afetar a eficácia das drogas e efeitos colaterais.Este é o caso tanto para  os medicamentos prescritos quanto drogas recreativas, embora haja muito menos investigação médica em interações medicamentosas com drogas ilícitas. Mas sabemos que algumas drogas anti-HIV e algumas drogas recreativas são metabolizadas (processadas) pelo mesmo “caminhos” no corpo. Isto pode alterar o efeito de uma ou ambas as drogas quando elas são combinadas.Isto se aplica a alguns, mas não todos os antirretrovirais. Da mesma forma ele afeta apenas algumas drogas recreativas.

No entanto, drogas recreativas raramente são vendidas em uma forma pura, de modo que é difícil saber o que eles contêm. Elas podem ter sido “batizadas” com outras substâncias e podem conter quantidades maiores ou menores de ingrediente ativo do que o esperado. Predizer como drogas recreativas interagirão com os medicamentos contra o HIV não é simples e o ideal é que não faça a combinação entre elas.

Ritonavir e cobicistat

As duas drogas ARV (antirretrovirais) mais susceptíveis de serem envolvidas em interações nocivas com drogas recreativas são ritonavir (Norvir) e cobicistat Tybost.

Esses dois agentes são usados como potencializadores de outras drogas, tomadas para aumentar os níveis de outros medicamentos antirretrovirais. A adição de uma pequena dose de um desses agentes faz com que fígado processe mais lentamente a droga principal, para que permaneça no corpo por mais tempo ou em níveis mais elevados. Sem o reforço de agente, a dose prescrita de droga principal seria ineficaz.

O mecanismo de reforço pode também afetar a drogas recreativas. O fígado processa o consumo droga recreativas mais lentamente, resultando que os efeitos das drogas a recreativas permaneça no corpo por mais tempo ou em grandes concentrações. (nota do editor de soropositivo.org: Em síntese, um comprimido a mais, ou uma picada a mais podem se tornar o ”fim da linha para você”

Às vezes isso pode causar efeitos colaterais graves ou uma overdose (NES: “Fim da Linha”)

Se o seu tratamento do HIV inclui um inibidor de protease, provavelmente você está tomando ritonavir Norvir () ou () cobicistat Tybost. Os inibidores de protease incluem darunavir (Prezista), atazanavir Reyataz () e lopinavir (Kaletra).

Também é tomada com Cobicistat o inibidor de integrase elvitegravir (Vitekta). 

É incluída na combinação com elvitegravir comprimidos da Stribild (tenofovir disoproxil e emtricitabina), Rezolsta (com darunavir) e Evotaz (com atazanavir).

Ritonavir também está em uma combinação pílula utilizada para tratar a hepatite C chamado Viekirax ombitasvir e pariteprevir (com).

Se você não tiver certeza de qual medicações que você está tomando, as pessoas do Staff de sua clínica de HIV podem contar a você.

Interações perigos de drogas recreativas

Uma interação perigosa é possível entre ritonavir ou drogas recreativas. Também é fato para o caso de uso de cobicistat e outros com:

  • Crystal metanfetamina (Crystal, tina, meth)
  • O MDMA (ecstasy, X, mandy)
  • (miaw miaw Mephedrone, vegetal, sais de banho)
  • A cetamina (K, vitamina K, Special K)
  • Drogas que tratam da disfunção erétil (Viagra, Cialis e Levitra)
  • Os benzodiazepínicos (benzos, Valium, Xanax)

A interação pode aumentar a intensidade do efeito do consumo de droga a título recreativo, por vezes a pontos desagradáveis ou mesmo a níveis perigosos.

Peritos avaliaram o potencial para interações com as três primeiras drogas listadas para ser de “risco moderado” e com os três últimos a serem de “alto risco”. Houve um bom número de casos documentados de mortes e efeitos colaterais graves em pessoas tomando ritonavir e Crystal Meth, MDMA ou cetamina.

O uso pesado de cetamina pode levar a danos para o fígado e vias biliares. Overdose de drogas para tratamento de disfunção erétil são perigosas para o coração. Uma overdose de benzodiazepínicos pode resultar na morte da pessoa.

Drogas para disfunção erétil, podem interagir com Poppers, que causa uma queda potencialmente perigosa da pressão arterial. Isto pode ser mais provável se você também estiver tomando ritonavir ou cobicistat.

Para GHB (gama hidroxibutirato) e GBL (gamma-butirolactona), o risco de interações é desconhecido, mas não se descarta a possibilidade,

Os inibidores da transcriptase reversa 

Relativo aos inibidores da transcriptase reversa não-análogos de nucleosídeos (ITRNN), um tipo diferente de interação que é esperada posto que essas drogas são metabolizadas de forma diferente. A interação pode resultar em níveis de consumo de droga a título recreativo sendo menor do que seria normalmente esperado. Isso se aplica especificamente a Sustiva efavirenz, também a componentes do Atripla), nevirapina (Viramune) e etravirine (Intelence). Em contraste, rilpivirine (Edurant) não foi avaliada a interação com drogas recreativas.

As interações podem (poderiam?) ocorrer com a cocaína, cetamina e drogas para disfunção erétil..

As drogas sem interações significativas

O potencial para interações com várias outras substâncias é considerado baixo. Isso inclui álcool, canabis, Poppers, a heroína e outros opioides.

Da mesma forma, várias drogas antirretrovirais não foram avaliadas em seus eventuais problemas com “interações medicamentosas”. Estas incluem:

  • Todos os inibidores da transcriptase reversa (ITRN)
  • (Edurant Rilpivirine), um dos não análogos de nucleosídeos de transcriptase reversa
  • O raltegravir (Isentress)e dolutegravir (Tivicay), ambos inibidores de integrase
  • Maraviroc (Celsentri), um inibidor do CCR5

Há um site que trabalha com a interações de drogas da  Universidade de Liverpool HIV Drug  site (www.hiv-druginteractions.org) e publica um Quadro recapitulativo das interações possíveis interações

Conselhos práticos

As quatro primeiras semanas tomando uma nova combinação de TARV, quando o seu corpo se habitua à nova droga, são susceptíveis de serem um dos momentos mais arriscados para interações. Nota do Editor: “Se você ama a vida, e até mesmo a possibilidade de continuar a curtir estas viagens (…) por mais tempo, faça um esforço e segure sua fissura por quatro semanas. Poder que, durante estas quatro semanas você nem precisa disso para curtir a vida!!!”

Uma discussão franca com o seu médico ou farmacêutico especializado em TARV para HIV pode dar a você uma melhor compreensão dos riscos, com base na sua própria situação. Se você não deseja parar ou não consegue parar de usar drogas recreativas, fazer a comutação para um tratamento do HIV com menor potencial para interações pode ser uma opção.

Drogas recreativas têm uma vasta gama de impactos sobre a  saúde física e mental, tanto a curto como a longo prazo. Você pode encontrar mais informações detalhadas sobre os seus efeitos e estatuto jurídico sobre o site FRANK www.talktofrank.com). (Este site faz apreciações relevantes, do ponto de vista jurídico de pessoas que vivem na Inglaterra ou outros locais que façam parte daquilo que é chamado de “Reino Unido”

Os usos de drogas podem interferir com padrões de sono e rotinas, fazendo perder doses de seu tratamento do HIV mais prováveis.

Em situações sexuais com uso concomitante de drogas podem afetar o seu raciocínio sobre o que é seguro e o que não é seguro ou adequado. Você pode ser mais susceptível de pôr em risco a si mesmo à infecção ou a outras DST como, por exemplo a hepatite C, Sífilis e (por que não dizê-lo?) “chato”, HIV entre uma miríade de infecções a afecções sexualmente transmissíveis. Se injetam drogas, é importante não compartilhar ou reuse um equipamento com outros (incluindo água, zaragatoas, filtros, colheres e torniquetes).

Se você estiver preocupado com o seu uso de drogas, existem informações e suporte disponíveis. Você poderia começar por falar com o pessoal na sua clínica de HIV. Você também pode procurar os serviços locais no FRANK site. Em Londres, serviços especializados estão disponíveis no CRD.

Por Roger Pebody do AIDSMAP

Nota do Editor de Soropositivo.Org: Não sou um cínico e nem me vejo do direito de me imiscuir nas vidas pessoais das pessoas que eventualmente me leem e portanto, não vou adotar a postura do “Não Use Drogas”. Se for usá-las, use com segurança.

Mas eu deixo um conselho em especial:Em toda a minha vida, desde os tempos em que fui orador de rua (5 anos) e mais 12 ou 13 anos que eu vivi na "Noite", nunca vi algo com um poder de destruição de um ser humano, tanto física como moralmente. Lembrei-me agora de uma moça que eu adrava, pela beleza, bondade e bom humor, que desceu tanto com o crack que chegou a oferecer-se para mim (uma noite de sexo) por uma pedra de crack. Óbviamente não fui, mas não demorou 5 minutos para ela encontrar o desgraçado que aceitou a permuta. Puta que me pariu!

Em toda a minha vida, desde os tempos em que fui morador de rua (5 anos) e mais 12 ou 13 anos que eu vivi na “Noite”, nunca vi algo com um poder de destruição de um ser humano, tanto física como moralmente. Lembrei-me agora de uma moça que eu adorava, pela beleza, bondade e bom humor, que desceu tanto com o crack que chegou a oferecer-se para mim (uma noite de sexo) por uma pedra de crack. Óbviamente não fui, mas não demorou 5 minutos para ela encontrar o desgraçado que aceitou a permuta. Puta que me pariu!

Hoje (2016) eu penso que poderia ter aceito a permuta, ter permitido o uso do crack e não ter praticado sexo com ela naquela anoite e, ao contrário, tentar elucidá-la sobre a maneira como ela vinha vivendo… Isso já não importa mais nada, porque ela está morta

Traduzido do inglês, cujo o original encontra-se em   Interactions between HIV treatment and recreational drugs Por Cláudio Souza. Ainda a revisar

Anúncios

Publicações Relacionadas

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Sorositivo.Org, fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade.E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove
Whatsapp WhatsApp Us
Precisa conversar? Há três pessoas aqui prestando serviços voluntários dentro de suas possibilidadades