Homens a partir da meia-idade vivendo com HIV envelhecem mais rapidamente, comprova estudo de metilação do DNA 

Home / Postagens / Homens a partir da meia-idade vivendo com HIV envelhecem mais rapidamente, comprova estudo de metilação do DNA 
Postagens

Aceleração do relógio epigenético

 

 

, Blog Soropositivo. OrgEsses estudos estabelecem um cenário usando padrões de metilação para investigar se as pessoas com HIV avançam a idade orgânica mais rapidamente do que as não infectadas, disse Ideker, que para o novo estudo colaborou com Howard S. Fox, MD, PhD, professor e vice-presidente executivo de farmacologia e neurociência experimental no Centro Médico da Universidade de Nebraska em Omaha.

A sua equipe de investigação tomou amostras de sangue de um total de 137 homens brancos não hispânicos com idade de 25 a 68 anos que foram infectados com o HIV e tomando a terapia antirretroviral. Além disso, tomaram amostras de sangue de 44 indivíduos saudáveis não-hispânicos homens, brancos e não infectados com o VIH. A equipe de pesquisa isolou o DNA dessas amostras e analisou todo os padrões da metilação do genoma usando técnicas moleculares.

Os resultados demonstraram que a idade biológica de homens infectados pelo HIV em terapia antirretroviral é em média cerca de 5 anos à frente de sua idade cronológica, resultando em 19% de aumento do risco de mortalidade. Em contraste , as idades biológicas e cronológicas de suas contrapartes saudáveis foram estreitamente alinhados. Todos, exceto 15 dos homens infectados pelo HIV, apresentaram algum grau de idade avançada, Ideker disse.

“A beleza deste marcador é que ele é muito rápido, quantitativo e conclusivo”, disse Ideker.

Os dados sobre metilação eram o que pesquisadores e clínicos precisavam para validar as observações anedóticas de que pessoas com HIV envelhecem mais rápido, registou Fox.

“O relógio epigenético da metilona prevê se o aumento da mortalidade ou morbidade é acelerado e [nosso estudo] realmente mostrou que este relógio estava avançado em pacientes com HIV”, disse Fox.

Para além do envelhecimento acelerado em indivíduos com HIV, Ideker e Fox equipe também verificaram que a taxa média de aceleração da idade foi a mesma independentemente de quanto tempo a pessoa tinha sido infectada com o HIV, o que foi inesperado.

“Eu não estou inteiramente certo de como interpretar este resultado”, disse Ideker, observando que talvez a taxa de idade avançada é constante ao longo do tempo ou, alternativamente, os ensaios não têm o poder para detectar diferenças sutis na aceleração da idade entre aqueles que foram recentemente infectados e aqueles que tinham sido infectados há muitos anos.

Vírus ou droga?

, Blog Soropositivo. Org

 

O que ainda não está claro é se este envelhecimento acelerado é devido ao efeito do próprio vírus ou de longo prazo da terapia antirretroviral. A inflamação crônica resultante da infecção viral pode estar conduzindo o início precoce de morbidades relacionadas à idade em pacientes HIV positivos, observou Larry Corey, MD, Professor do Curso de Medicina da Universidade de Washington e passado presidente do Centro de Investigação do Cancro Fred Hutchinson de Seattle. Corey dirigiu o AIDS Clinical Trial Group em 1987.

“Sabemos clinicamente que o HIV provoca uma resposta inflamatória contínua”, disse Corey.

Embora seja possível que drogas antirretrovirais possam desempenhar um papel no envelhecimento acelerado, Corey disse que é improvável porque este envelhecimento acelerado parece ocorrer entre pacientes HIV, não importando qual combinação de medicamentos antirretrovirais que eles estejam usando. Em vez disso, ele suspeita que a reativação de reservatórios de HIV latente pode contribuir no processo.

Em qualquer caso, é um ponto discutível porque o HIV é mortal se o paciente não tomar a medicação antirretroviral, Fox salientou.

Outra pergunta que fica é a que taxa do envelhecimento acelerado ocorre entre mulheres infectadas pelo HIV e pessoas de diferentes grupos raciais, observou Carl Dieffenbach, PhD, diretor da divisão de AIDS do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, que não estava envolvido com o estudo.

“O envelhecimento da mulher é um pouco mais complicado com o efeito do estrogênio,” disse Dieffenbach.

Direções Interessantes

, Blog Soropositivo. Org

 

O estudo é sólido e bem feito e aponta a pesquisa em HIV para ‘direções bem interessantes’, comentou Dieffenbach.

Uma descoberta com pontenciais  implicações clínicas , observou Dieffenbach, é que o antígeno leucocitário humano (HLA), genes que regulam a resposta imune adquirida, foram hipometiladas em homens infectados pelo HIV.

“A direção que isso nos aponta é que outras doenças estão associadas com [HLA] a hipometilação?” Dieffenbach comentou.

Os pesquisadores também descobriram que a hipometilação está associado com status de HIV e pode estar relacionada ao controle de infecção e inflamação subsequente. A inflamação
causada pela infecção por HIV, por sua vez, pode estar associada com o aparecimento precoce de doenças não relacionadas com a AIDS, como doenças cardiovasculares e deficiência cognitiva em pacientes HIV positivos, Fox explicou. Ele observou que este achado apoia a sua conclusão geral de que o envelhecimento biológico avançado prevê o aumento da morbidade e mortalidade.

Outra questão interessante que o estudo levanta,disse Dieffenbach, é a de saber se o envelhecimento acelerado pode ser atenuado em pessoas com infecção pelo HIV ou se é permanente.

“O vírus, após tomar o corpo humano, estabelece um caminho que do qual ele não pode se recuperar ou “mudar de rota”?” Dieffenbach disse. “Mesmo como o fato de as drogas terem ficado melhores e melhores, os portadores da infecção pelo HIV mostram um déficit de 5 a 7 anos na expectativa e qualidade de vida.”

Retardando o relógio

, Blog Soropositivo. Org

Ao longo destas linhas , os resultados deste estudo podem incentivar a investigação continuada de estilo de vida e intervenções farmacológicas adjuntas, que poderia potencialmente retardar o aparecimento de doenças relacionadas com a idade em indivíduos HIV positivos, observou Ideker. Por exemplo, um estudo atualmente em curso está examinando se as estatinas podem reduzir o risco de doenças cardiovasculares entre pacientes HIV positivos adultos com idade entre 40 a 75 anos que estão tendo a terapia anti-retroviral sem história de doença cardíaca (http://www.reprievetrial.org). 

Nota do Editor: Eu mostrei o artigo que trata disso à minha médica e ela encontrou motivos para me prescrever estatinas”.  

, Blog Soropositivo. Org

O Instituto Nacional sobre o Envelhecimento tem chamado a atenção para a possível ligação entre inflamação e doenças relacionadas com a idade em pessoas com HIV e está a apoiar estudos de intervenções anti-inflamatórias, como a aspirina e vitamina D (http://1.usa.gov/1SRXacL).

O estudo de Ideker e Foxsugere sugere que os genes HLA podem ser um alvo potencial da droga para prevenir o aparecimento precoce de doenças relacionadas com a idade ligadas à inflamação crônica, disse Dieffenbach.

“A hipometilação do locus HLA está nos dizendo algo sobre como o HIV modifica a resposta imune, inclinando a balança em favor do vírus“, disse Dieffenbach. Focar na hipometilação levando a uma melhor imunidade para a doença de HIV, bem como doenças crônicas [tais como doenças do coração ], é uma droga alvo válida. ““.Como um histórico familiar de uma determinada doença , a soropositividade de um paciente deve ser visto como um importante fator de risco para outras morbidades, Fox comentou, requerendo que médicos tenham ” uma vigilância acrescida, aumento da prevenção, e aumento do rastreamento [ para morbidades relacionadas com a idade ] . “

Julie A. Jacó, MA

Traduzido por Cláudio Souza do Original em Men With HIV Age FasterAccording to DNA Methylation Study

, Blog Soropositivo. Org
That is the psico-killer face

 

 

 

 

 

 

 

Revisão Beto Volpe (Tantum Nominum Nulum par Elogium)

, Blog Soropositivo. Org

(*) Nota do Tradutor: Logo no início da leitura esbarrei com este termo: “Metilação”. Concluí que sem esclarecer este ponto, mesmo que pifiamente, eu estaria remando contra a maré e encontrei o seguinte :  Metilação é o termo usado em ciências químicas para denominar a ligação ou substituição de um grupo metila sobre vários substratos. O termo é comumente usado em químicabioquímica, ciência dos solos e nas ciências biológicas.

Em bioquímica, metilação refere-se mais especificamente à substituição de um átomo de hidrogênio pelo grupo metila.

Em sistemas biológicos, metilação é catalisada por enzimas; tais metilações podem estar envolvidas na modificação de metais pesados, regulação de expressão gênica, regulação de funções de proteínas, e metabolismo de RNA. A metilação de metais pesados pode também ocorrer fora dos sistemas biológicos. A metilação química de amostras de tecidos é também um método para reduzir certos artefatos de colorações histológicas.

Fonte Wikipédia

 

 

 

, Blog Soropositivo. Org
A imagem é clicável e abre em outra aba

Publicações Relacionadas

Estudo Ipergay sobre PrEP publicou os resultados. Os pesquisadores pedem cautela a respeito da interpretação

Cláudio Souza

Como o HIV afeta o processo de envelhecimento?

Cláudio Souza

Viread (Tenofovir TDF) ligado a doenças do fígado e até mesmo ao câncer hepático

Cláudio Souza

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta política neste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Política de cookies e privacidades
Olá! Você me autoriza a enviar notificações sempre que houver novas publicações? Serão mensagens automáticas e eu não saberei sua identidade!
Dismiss
Allow
Whatsapp WhatsApp Us
Olá! Sou o Beto Volpe! Quer Conversar? Diga olá! Mas tenha em mente que eu trabalho aqui entre 9:00 da manhã e 20 horas. Você pode deixar a mensagem, mas eu responderei nestes horários. Talvez eu demore, mnas em *SEMPRE RESPONDO*

Este Site usa Cookies e você pode recusra este uso. Mas pode saber bem o que está sendo registrado em, conssonãncia com nossa política de privacidade