Mea culpa. Ma Faute. Minha Máxima culpa!

Image default
Depoimento de Pessoas Vivendo com HIV
Culpa foi o que senti quando me vi condenado a morrer de vergonha e remorso, por ter julgado ser belo morrer de prazer!

Mea culpa. Ma Faute. Minha Máxima culpa! Um Remorso Inominável, Uma Vergonha Sem Fim!!!

Me entreguei após olhares cruzados, toques trocados, e beijos doados. Me entreguei ao ponto de sentir a explosão e o êxtase. Me entreguei até o gozo do prazer me desvanecer ao relaxamento dos músculos, e o descanso do espírito. Experiência excitante e deliciosa não é mesmo? Pois é! Mas nunca pensei que esse prazer pudesse ser a sentença, o castigo por um simples descuido pessoal. Na realidade, descoberta feita por um simples exame médico. Exame esse indolor e feito não por dores físicas ou doença manifestada, mas feito por curiosidades em saber meu estado clínico de saúde. O Juiz em minha frente sentado todo de branco (médico) leu e olhou em meus olhos dando o veredito:

-”Você é a partir deste resultado de exame…soropositivo, reagente!!! A.I.D.É.T.I.C.O.”

CULPADO!

SEIS MESES DE VIDA

O mundo parou, o som sumiu, o chão se abriu e o impacto em mim foi tão fortemente doloroso, anulando todo  prazer que trouxera-mr “até aqui, no momento do diagnóstico e que, simultâneamente, entorpecia a dor, e de uma outra forma replicava como anestésico, a anulação do prazer, a fonte!

Surreal este sentimento!

Uma sensação indescritível, a redundância sem explicação.

A cela! Um coma físico e metafísico! O remorso da certeza, o engano a presunção!

Solitária a dor.

Solitária a caminhada de um tempo sem relatar, sem desabafar, sem confidenciar essa tão horrível notícia recebida. Os filmes passando em pensamentos dos momentos gerais da minha vida em poucos segundos, pois o Juiz voltava a sentenciar a minha prisão perpétua.

A solitária que eu mesmo me sentenciei em afastar-me de pessoas, de amigos, de família, de espelhos.

Sim espelhos, pois eu havia tomado um nojo próprio, onde eu sentia que a minha alma estava eternamente contaminada. Dias e meses se passavam, até que eu enfrentei o pior inimigo. Eu mesmo! O inimigo íntimo que faz ter o mais dolorido e preconceituoso dos sentimentos por si próprio. Coloquei na mente e no coração que eu iria ser um prisioneiro feliz, onde eu permitiria o amor próprio retornar para meu EU, de onde eu havia o expulsado.

Saber que o culpado de tudo que aconteceu, era somente eu, o próprio vilão me enfurecia. Saber que eu me permiti denegrir, contaminar um templo chamado corpo que Deus me deu perfeito…e eu o profanei de uma certa forma.

Por que eu me culpava por tudo?

Culpa, Blog Soropositivo. Org

Por que não culpar o parceiro? Uma resposta óbvia e simples, mas difícil de enxergar nos primeiros momentos. Nunca fui estuprado, nunca fui obrigado a manter relações sexuais, nunca me impuseram ou ordenaram que o meu sexo deveria ser sem preservativo, nunca apontaram um revólver para minha cabeça dizendo que seria sem e ponto.

Eu me permiti, eu autorizei, eu deixei…EU QUIS!

Saber aceitar sua falha e não querer imputa-la ao parceiro, é a chave que destrava a sua prisão, a cela em que eu mesmo havia me trancado.

A solitária!

 

A vida é simples de se viver, é saudável continuar e é caridosa com quem se respeita e se cuida pós-soltura, pós-livramento e auto aceitação. Dar se o valor, dar valor a vida própria, a vida lá fora e a vida de todos ao redor, torna se o livramento perpétuo onde você consegue se perdoar. Viver simples e intenso, é o que precisava para eu ser feliz comigo mesmo e pronto para encarar a realidade.

A realidade é: Posso ser feliz, saudável e ter uma relação totalmente normal com um parceiro. Sendo ele soropositivo ou não. Somos normais, somos capazes e somos seres humanos como qualquer outro. Nem mais, nem menos que outro!

Se você é usuário de Natura Compre Conosco

 

Este é um trabalho feito com amor, dedicação, carinho e um 1⃣ senso de responsabilidade! Ele gera custos e despesas! 

Apoie neste link https://www.natura.com.br/?consultoria=claudiosouzaebeleza

E logo abaixo um formulário em que você possa mandar uma mensagem para mim!

Doe R$ 10,00 Doe R$ 50,00 Doe R$ 100,00

 

Culpa, Blog Soropositivo. Org
Se você pode e quer, por favor, ajude
Culpa, Blog Soropositivo. Org

E não foi dentro de uma “zona temporal de conforto”! Esta é uma história que só eu a tem para contar!

Fui a primeira pessoa física, um CPF, não um CNPJ a, entre aspas, “dar minha cara a tapa”!

Por tudo o que vivi, isso tudo aconteceu em um período ainda conturbado pelo preconceito e, sim, houve preços a serem pagos.

A moeda sempre foi a da exclusão social e cheguei a titubear entre prosseguir ou não!

O grande “IT” de tudo isso é que sem este trabalho nada me restaria, senão o  ócio e com toda a certeza não suportaria. Tenho a necessidade de ser produtivo.

We are Borg!

Se não de tédio pelas horas vazias, ao menos por suicídio pela absoluta falta de propósito que minha vida teria e a terrível impressão de parasitose que viria a me acometer. Assim, eu não pude parar.

Tive a oportunidade de realizar muitas coisas e, na outra mão, perdi diversas oportunidades de fazer mais, com um alcance mais profundo e melhor.

Nem tudo é como se quer. Deixa chover (Guilherme Arantes)!

Enfim, se você tem a possibilidade de apoiar, de financiar, mesmo que minimamente este projeto, eis aqui os fatos:

Culpa, Blog Soropositivo. Org
Este é o Único Blog ” Ainda ON LINE” a ter recebido este prêmio e esta consagração. O blog que alcançou o mesmo Status foi o Solidariedaids, de Paulo Giacommini. Infelizmente eu não consigo encontrar o link e a comunicação este eu e ele é muito difícil
  •  
Culpa, Blog Soropositivo. Org
Único Blog On Line Tratando deste tema a Ter Recebido Este Prêmio pelo Júri Acadêmico

Culpa, Blog Soropositivo. Org

Leitura Recomendada Neste Blog

Oi! Pessoal, obrigado por ter chegado até aqui! Sua atenção e interesse é o nosso maior interesse, trabalhamos aqui, eu e mara, com a finalidade de informar vocês, far alguma clareza em alguns pontos nebulosos de “tudo isso”.

Entretanto, nos faltam recursos financeiros

Se você gosta do trabalho, se tem condições de ajudar e quer ajudar, muitas vezes o custo de uma bobagem do seu dia-a-dia para nós, certamente fará a diferença porque, sabemos, o beija-flor, carregando água na pontinha de seu bico fará toda a diferença no esforço de apagar o incêndio na floresta!

Pense nisso!

Logo abaixo alguns recursos para facilitar o apoio!

Sugestões de leitura

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog é melhor contigo!!!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, fazemos tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us