Anúncios
News Ticker

Como a alimentação pode ajudar o seu sistema imunológico.

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza

 A importância de um estado nutricional adequado.

O Estado Nutricional, ou seja, o balanço entre os nutrientes que ingerimos e aqueles que necessitamos, é de extrema importância para qualquer indivíduo. Quando acontece um desequilíbrio neste balanço, o organismo pode ser acometido por doenças. Se o seu estado nutricional ficar comprometido, você poderá tornar-se alvo mais fácil de infecções oportunistas.É importante que você conheça os princípios básicos para uma alimentação adequada. É desejável que você seja acompanhado por um nutricionista para que a evolução do seu estado nutricional, associado ao momento da sua doença, seja avaliado periodicamente.

Uma dieta adequada contribui para melhorar a capacidade do seu organismo de responder às infecções e ainda fortalecer o seu sistema imunológico. Portanto, não desperdice um trunfo tão importante. Uma das principais s na terapêutica de pessoas com deficiência no sistema imunológico é a manutenção de um estado nutricional adequado. Um bom estado nutricional pode colaborar de forma incontestável para a manutenção do seu equilíbrio.

Regras básicas de higiene que podem protege-lo:

Quando for comprar alimentos procure observar sempre se eles se apresentam em boas condições.Não compre carnes vendidas em locais com condições sanitárias inadequadas.Somente compre carnes e embutidos que tenham sido submetidos à inspeção pelo serviço federal. Use somente leite e produtos lácteos pasteurizados. Não beba leite fresco, pois ele pode causar sérios danos à sua saúde.

Evite comprar alimentos moídos ou fatiados, especialmente carne, queijos, presunto e frios em geral. Esses alimentos são alvos fáceis para o desenvolvimento de micróbios. Faça você mesmo esses procedimentos, com utensílios devidamente limpos e no momento em que for consumi-los.

Procure selecionar os lugares onde você se alimenta na rua. Despreze qualquer alimento ou preparação com aspecto, odor e/ou sabor alterados, e também se estiver fora do prazo de validade.

Leia sempre o rótulo que indica a composição do alimento e a data de validade. Se você duvidar das condições higiênico-sanitárias de um alimento, não o consuma.

 Se você mesmo prepara seus alimentos em casa:

Ao preparar alimentos, lave as mãos com água e sabão e evite passar as mãos no rosto, cabelos, pele; evite tocar em lixo ou lugares potencialmente contaminados. Você poderá contaminar os alimentos que consome. No caso de você ingerir hortaliças e frutas cruas, lave-as sempre com água em abundância, e deixe-as imersas em solução de hipoclorito de sódio (existem diferentes marcas no mercado) e use-as na concentração e durante o tempo recomendado pelo fabricante.

Caso você não tenha essa solução em casa, use duas colheres de água sanitário para cada 1 litro de água. Os utensílios onde você prepara os alimentos também devem ser adequadamente limpos com água e sabão, isso inclui tudo que for tocar o alimento (panelas, pratos, colheres, eletrodomésticos, etc.). Quando usar alimentos enlatados ferva-os por no mínimo 15 minutos.Depois que você preparar qualquer alimento, não o deixe em temperatura ambiente, especialmente no caso de molhos, pois eles têm muita água e a maioria dos micróbios se desenvolve bem nela. Portanto, faço logo sua refeição ou leve à geladeira para evitar o crescimento dos micróbios. Mantenha os alimentos sempre cobertos para evitar a contaminação dos mesmos através de insetos, ratos ou outros vetores. Eles deixam micróbios nos alimentos que podem prejudicá-lo.

Quando seu sistema imunológico estiver debilitado:

Não consuma frutas e vegetais crus.

E, finalmente, tenha sempre cuidado, pois nem sempre os alimentos contaminados têm aspecto, odor ou sabor ruins.

A dieta equilibrada e a manutenção ou promoção do bom estado nutricional

Uma dieta para ser equilibrada deve seguir quatro princípios básicos:

  • Quantidade, 

  • Qualidade, 

  • Harmonia e 

  • Adequação.

O que quer dizer isso? 

Quer dizer que não somente devemos ingerir uma quantidade adequada de alimentos, mas também precisamos receber alimentos que nos forneçam diferentes nutrientes, nas quantidades adequadas ao nosso organismo e de maneira que os nutrientes estejam na proporção correta entre si e adequados a cada indivíduo, em sua faixa etário e momento da vida. A dieta é, portanto, uma prescrição individual. Não pense que a recomendação dietética aplicada a outra pessoa possa se aplicar a você.

Como manter um estado nutricional adequado? 

Primeiramente, você deve procurar o auxílio da equipe de saúde e de um nutricionista para avaliá-lo. Você tem o seu papel, que é de observar se está tendo alterações de peso, pele, cabelos, unhas, apetite, funcionamento intestinal, etc. Todos esses aspectos estão relacionados ao estado nutricional e devem ser abordados com o profissional que o acompanha.

Como fazer uma dieta equilibrada?

O auxílio de um nutricionista ou profissional de saúde devidamente habilitado é indispensável para a adequação de sua dieta. Não é o objetivo desta página a substituição do profissional de saúde, que é o responsável pela adequação da sua dieta.. +Atualmente organismos internacionais recomendam a utilização da Pirâmide dos Alimentos para ajudar na substituição de alimentos e para a educação nutricional.

piramide-alimentar

Assim, uma dieta adequada deve ser composta diariamente por:

  • Cereais (trigo, arroz, cevada, aveia, milho, pães e massas): 6 a 11 porções. O uso, sempre que possível, de cereais integrais é recomendado, por sua maior concentração de vitaminas, minerais e fibras.
  • Vegetais (hortaliças de todos os tipos e cores): 3 a 5 porções. Procure consumir em cada refeição um vegetal branco/verde e um vegetal amarelo/vermelho.
  • Frutas: 2 a 4 porções.
  • Leite e derivados (queijo, iogurte, coalhado, leite fermentado, e o próprio leite desidratado, condensado, etc.): 2 a 3 porções.
  • Carnes e leguminosas (carnes, aves, peixes, ovos, feijões, ervilha, lentilha, grão de bico, guandu): 2 a 3 porções. Nunca coma carne crua ou mal passada.
  • Gorduras, óleos e açúcar (óleos, azeite, manteiga, margarina, creme de leite, açúcar, mel, melado): consumir pequenas quantidades por dia.

Quanto maior a variedade de alimentos que você ingerir, maior também será a variedade de nutrientes. Principalmente no que se refere às hortaliças e frutas, quanto maior a sua variedade, maior será a variedade de vitaminas e minerais que você estará consumindo. A proporção entre os vários grupos poderá ser modificada de acordo com o seu estado nutricional e de saúde, sempre a critério do profissional que o acompanha.

 “Energia vazia”. 

Alimentos com energia vazia, ou seja, alimentos que não contêm proteínas, vitaminas ou minerais, só possuem energia proveniente do açúcar. Substitua bolos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, refrescos industrializados, açúcar comum, gelatina artificial etc, por alimentos mais equilibrados como os da Pirâmide.

Medicamentos X Nutrientes

Os medicamentos podem interagir com os nutrientes da alimentação, diminuindo sua utilização no organismo, podendo favorecer o aparecimento de anemia e outras deficiências de minerais e vitaminas. Se você estiver fazendo uso de antivirais e/ou antibióticos, procure um profissional qualificado para avaliará adequação de sua dieta. A suplementação vitamínica e de minerais sem uma alimentação adequada não é indicada. Quando em uso de antivirais, uma orientação dietética modificando o fracionamento da dieta, e a sua composição, poderá ser indicada. Converse com o seu nutricionista para a adequação da sua dieta aos medicamentos que você esteja usando.

Suplementação dietética:

Até o momento, não se conhece nenhum alimento, dieta ou nutriente específico que, quando utilizados, curem a AIDS. Portanto, tenha cuidado com a utilização de dietas alternativas ou suplementação de nutrientes, a menos que você esteja sendo acompanhado por um profissional gabaritado. Caso contrário, você poderá até mesmo comprometer o seu estado nutricional e acabar causando danos à sua saúde.

Cabe ressaltar ainda que determinados nutrientes quando consumidos em excesso, podem provocar efeitos tóxicos indesejáveis. Nem sempre podemos dizer que: “Quanto mais melhor”; e também não é correto pensar que alimentos e suplementos vitamínicos não fazem mal a ninguém.

 Problemas gastrintestinais: 

Dicas

Caso apareça algum problema gastrintestinal, como diminuição do apetite, dor ao engolir, náusea, diarréia ou, caso note que está perdendo peso, não tente resolver o problema sozinho; procure imediatamente a equipe que o acompanha.Em casos de náuseas e vômitos, dê preferência a alimentos de consistência líquida. Para melhorar o mal-estar, tente chupar gelo, congelar e chupar leite batido com fruta, sucos, iogurte etc. A diminuição do volume das refeições e o aumento do fracionamento podem ajudar. Evite alimentos muito gordurosos.

 Para melhorar o sistema imunológico.

A boa alimentação pode ajudar o seu sistema imunológico. A má alimentação pode causar-lhe danos, ajudando a progressão da doença das infecções. Mas, comer corretamente é uma das coisas mais fáceis que você pode fazer para manter o controle sobre sua vida. Alguns alimentos podem melhorar o seu sistema imunológico. Sempre que possível faça uso na sua alimentação diária destes alimentos: peixe marinho, sardinha, carne de boi, frango, leite, queijo, iogurte, ovos, óleos vegetais, frutas e vegetais.

 Álcool: 

O uso excessivo não é recomendado.

A ingestão de álcool em quantidades excessivas pode comprometer o seu sistema imunológico. Ele pode até mesmo reduzir a capacidade do seu organismo de absorver nutrientes vitais dos alimentos que você ingere ou interferir com os medicamentos. Se você realmente deseja fazer uso de bebidas alcoólicas, converse com seu nutricionista clínico e com seu médico.

 Alimentação alternativa:

Os alimentos podem ser mais bem aproveitados para tornara alimentação mais nutritiva. Eis algumas dicas:

  • Colocar os vegetais para cozinhar em água fervente, em panela tampada e com o mínimo de água possível. A água de cozimento dos vegetais pode ser aproveitada para enriquecer sopas, macarrão, arroz, feijão etc.

  • Evitar dividir e picar muito os vegetais antes de cozinhá-los, para impedir a perda das vitaminas.

  • Frutas, verduras e legumes da época são mais baratos, frescos e nutritivos.

  • Talos, folhas e cascas são ricas em vitaminas e fibras, e podem ser utilizados em farofas, omeletes, recheios, sopas, bolinhos, refogados, feijão etc.

  • As folhas, de um modo geral, são ricas em vitamina A e devem ser aproveitadas.

  • O caroço da jaca não deve ser jogado fora, ele pode ser usado cozido na água e sal.

  • O açúcar comum pode ser substituído pelo açúcar mascavo, rapadura ou melado, ricos em ferro e cálcio.

  • A semente de abóbora pode ser um aperitivo bem saboroso. Deixar as sementes de molho de um dia para o outro, escorrer a água, salgar e, depois de secos, torrar no forno. Comer assim, ou moído em farofas, paçocas, sopas etc. Faz-se, também,  paçocas e mingaus com sementes de abóbora, melancia, girassol e gergelim torrados e moídos, pois são muito nutritivos.

  • A casco de ovo pode ser uma fonte de cálcio. Deve-se secar a casca, exposta ao sol ou no forno, e depois triturá-la bem. Peneirar e guardar em vidros. Usar uma pitada em sopas, mingaus, farofas, paçocas etc.

  • Cheiro-verde, salsa e coentro devem ser adicionados quando o fogo for desligado.

  • Para melhorar o sabor da sua preparação, torre o alho e misture na comida.

  • O fubá, o farelo e a farinha de trigo torrados facilitam a digestão.

  • Ao refogar coloque pouco óleo. Ponha o restante ao desligar o fogo.

Para maiores informações:

Sociedade Viva Cazuza – Fórum Científico (Pergunte ao especialista)

Disque AIDS (Secretaria de Saúde de São Paulo)

0800 16 25 50

Anúncios

Olha só pessoal.

No início do post tem uma imagem com um texto falando sobre o trabalho e os custos que a gente tem. Você que está me lendo agora, pode e tem o direito de não acreditar.

No mês de mais, quando mais de quarenta mil visitas foram registradas, houve três cooperações.

Quando nós pedimos cooperação financeira, qualquer valor é bom.

Sabe, o beija-flor pode carregar uma diminuta gota d’água em seu bico, no afã de apagar o incêndio na floresta….

E nunca será insuficiente 😊

Está conta serve para transferências de qualquer banco ou depósitos na boca do caixa de qualquer agência do Santander

Esta conta não permite, senhores abusadores, que seja feito nada a título de débito nela.

Você não poderá, como já pôde, assinar 65 revistas de uma só editora e, muito menos abrir contas de acesso à Internet 🙂

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar. Não somos médicos ou profisionais de saúde. Buscamos ajudar com palavras amigas, conforto espiritual e, na medida do possível, terminar com a neurose gerada por bloqueiros de meia pataca ou homofóbicos sem caráter que não pensam duas vezes antes de espalhar terros entre pessoas que, quer eles, os homofóbicos, queiram ou não, são seres humanos. Tenha em mente que o numero do WhatsApp esta conectado a um CPF

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

[EIKYGMrz]

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
%d blogueiros gostam disto: