Blog Soropositivo. Org

ALTERAÇÕES COGNITIVAS NA INFECÇÃO PELO HIV e AIDS

Image default
Artigos, Traduções e Edições

Alterações cognitivas na infecção por HIV e AIDS

, Blog Soropositivo. Org
Dead ready or dead allready?

Resumo

Dentre as complicações neurológicas primárias da AIDS temos os déficits cognitivos como a demência associada ao HIV e formas mais leves, como o transtorno cognitivo/motor menor, sendo que ambas podem alterar as atividades da vida diária e reduzir a qualidade de vida dos pacientes. Infecção pelo HIV-1 é a mais comum, previsível e tratável causa de déficits cognitivos em indivíduos com menos de 50 anos. A despeito do avanço no conhecimento das características clínicas, patogênese, aspectos neurobiológicos e ao amplo uso de terapia antirretroviral altamente ativa (HAART, ou TARV), complicações neurológicas e déficits cognitivos ainda persistem levando a graves consequências pessoais e socio-econômicas tornando-se um grande desafio terapêutico. Na era pré-HAART, a demência era uma complicação comum da infecção, entretanto na era HAART a incidência da demência diminuiu, mas a prevalência tem aumentado principalmente das formas mais leves devido ao aumento do número de pessoas infectadas e ao aumento da expectativa de vida. Alterações cognitivas associadas ao HIV são tipicamente subcorticais e podem estar associadas a comprometimentos comportamentais e motores. Estas síndromes são de diagnóstico clínico, sendo que testes neuropsicológicos, neuroimagem e líquido cerebrorraquidiano corroboram no diagnóstico. Esta revisão faz uma atualização do estado atual da epidemiologia, características clínicas e diagnóstico das complicações cognitivas no curso da infecção pelo HIV.

Introdução

Desde seu reconhecimento, no início dos anos 80, a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (sida-aids) se disseminou pelo mundo tornando-se um dos maiores desafios de saúde pública das três últimas décadas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, no mundo, aproximadamente 33,2 milhões de pessoas estão infectadas pelo vírus HIV ou apresentam a doença e que em 2007 ocorreram 2,1 milhões de mortes e cerca de 2,5 milhões de novos casos1.

No Brasil, desde a identificação do primeiro paciente com Aids, em 1982, até junho de 2007, já foram identificados cerca de 474 mil casos da doença. Estima-se que aproximadamente 593 mil pessoas vivam atualmente com HIV ou AIDS e, segundo parâmetros da OMS, a prevalência da infecção pelo HIV é de 0,61% entre a população de 15 a 49 anos, sendo 0,42% entre as mulheres e 0,80% entre os homens2.

Já nos primeiros casos ficou bem evidente o grave e progres­sivo comprometimento imunológico dos pacientes infectados pelo HIV, particularmente de sua imunidade celular. Tal fato acabava predispondo-os a neoplasias e infecções, a maioria de caráter oportunístico e estas em especial sempre trouxeram elevada morbi- mortalidade para os doentes de Aids, sendo elementos marcadores da síndrome.

Ao lado do sistema linfoide, o Sistema Nervoso Central (SNC) é um importante alvo para o HIV e o vírus tem sido frequentemente detectado no líquido cefalorraquidiano (LCR) e tecido cerebral desde o início da infecção e em toda a sua evolução, independentemente de apresentar sintomas neurológicos3. O vírus infecta e replica-se em macrófagos, micróglia e células multinucleadas da glia, mas está, principalmente, livre e presente no líquido cefalorraquidiano acelular 4.

O SNC é o segundo local mais comum de manifestações clínicas. Isto pode ser explicado pelo fato de o vírus ser neurotró- pico e o SNC um “santuário” para ele, além da pobre penetração das drogas antirretrovirais na presença de uma barreira hemato- encefálica intacta5.

As manifestações neurológicas acometem 40% a 70% dos pacientes portadores do HIV no curso da sua infecção67, sendo que, em estudos de necropsia, a frequência pode chegar a mais de 90%8. Cerca de 46% dos pacientes internados com AIDS podem apresentar doença neurológica, seja como motivo principal da admissão hospitalar ou como intercorrências durante a internação 9

A natureza das alterações neurológicas é muito variada e qual­quer parte do neuroeixo pode ser acometida. O determinante mais importante da susceptibilidade é o grau de imunossupressão. O diagnóstico diferencial é amplo e envolve etiologias infecciosas, neoplásicas, cérebro-vasculares, tóxico-metabólicas, nutricionais,

autoimunes e relacionadas ao próprio vírus como neuropatias, mielopatias e alterações cognitivas. Também podem ocorrer asso­ciações de etiologias no mesmo paciente, o que é uma particulari­dade do imunodeprimido.

No curso da infecção pelo HIV o vírus entra no SNC podendo resultar em transtornos da função cognitiva causando déficits dos processos mentais, tais como atenção, aprendizado, memória, rapidez do processamento de informações, capacidade de resolução de problemas e sintomas sensoriais e motores.

Recentes avanços no tratamento da infecção pelo HIV aumen­taram a expectativa de vida dos pacientes tornando mais provável que médicos e psicólogos encontrem na prática clínica diária pacientes com manifestações neuropsiquiátricas da doença.

As manifestações neurológicas mais comuns, ligadas direta­mente ao HIV, são o tra nstorno cognitivo e motor menor e a demência associada ao HIV. No Brasil, as sequelas relacionadas às doenças oportunisticas do SNC, como neurotoxoplasmose, meningite tuber­culosa e neurocriptococose, também são importantes causas de danos cognitivos e psiquiátricos. Portanto, o correto e precoce diagnóstico destas condições e a pronta intervenção terapêutica podem minimizar as complicações neuropsiquiátricas.

É de grande importância quantificar o número de pacientes com danos cognitivos, uma vez que afetam a qualidade de vida, função laborativa e aderência à terapia antirretroviral altamente ativa (HAART) 10,11. Dano cognitivo é associado com aumento do risco de mortalidade, aumento do risco de desenvolver demência e a altas taxas de desemprego e isto ocorre mesmo na era HAART

O Bom Combate

Precisa conversar, comece neste formulário para ter o meu WhatsApp Cláudio

No Entanto, leia abaixo, por favor

A Natura Tem um compromisso com o meio ambiente e com a sociedade em si, trabalhando, em muitas frentes, não apenas com produtos e apoio à preservação de recursos naturais para lá de importantes

Penso que cada consultora e consultor da natura é um destes combatentes em uma luta que, em síntese, é feita pela nossa sobrevivência até mesmo como espécie dentro deste Planeta já bem desgastado irritado e cansado de nossos desmandos.

De alguma forma a Natura se faz minha parceira, em um entendimento que só a mim faria sentido, pois, sem saber praticamente nada a meu respeito, ajuda-me a manter minha dignidade pessoa.

Poucas são as pessoas que podem realmente compreender a minha dor em não ser, DJ depois de tantas conquistas como "DJ" ! Mas a parte mais difícil é a de não ser aceito por uma sociedade que, de fato, nunca tratou-me com elegância ou cuidados.

Bem o Oposto, diriam Maira e Valéria.

Amigas dentro deste mundo de onde, há bem pouco tempo, mais uma de minhas testemunhas partiu!

A cada momento que passa, alguém mais cai.

Levantar-se não deve ser a opção única

A maneira com que luta contra o HIV, A AIDS e o Preconceito é conhecida de poucos.

Só amigos e amigas podem entender melhor o que eu digo, e saber melhor o que eu sinto!

Engraçado... Eu não penso para escrever. Eu vou escrevendo o que estou pensando e, sim, é muito inressante eu notar que Deus tirou uma pessoa de grande importância em minha vida e depois, quase ato contínuo, fem-me vez outra, que me acompanhava em silêncio e me compreende melhor! Melhor, eu temo dizer, mesmo que este amigo que se foi!

Eu disse a esta pessoa que ela é bem vinda em minha vida.

E sim, sei que sou bem pequeno em meio a tudo isso, mas recordo-me, e sempre, de uma amiga que não conseguiu me compreender por inteiro, mas que soube valorizar meu trabalho, que o beija-flor sempre será lembrado, por menor que seja a gotícula d'água em seu pequenino bico, no lancinante esforço, no combate até á morte, contra o incêndio na Floresta.

E voltando ás florestas, eu menciono, uma vez mais, o meu trabalho de consultor de beleza da Natura, que faz este maravilhoso trabalho de proteção, preservação e de cuidado com a Natureza

Eu tenho meus projetos para o Blog e os recursos que eu obtiver neste trabalho serão,m sempre e sempre revertidos para o Blog!

O fato é este: Para que o mal prevaleça basta que os bons não façam nada

Penso que isso explica algumas coisas. Apesar de precisar, eu busco escolher com quem trabalhar

Navegando no site da Natura você paga como melhor for para ti!

Em seguida a Natura embala os produtos e te entrega, em geral, em, usualmente, no máximo 96 horas!

Assim, parte desta venda e passada a mim! Como comissão de vendas, livre de qualquer aparência de ter adquirido o produto aqui, em Soropositivo.Org!

E eu, com toda a certeza, apresentarei a contas do bloig quando desejar, em um prazo de até 72 horas! Você pode encontrar tudo o que precisa aqui, neste link: Produtos Natura

PARA OUTROS ASSUNTOS, PODEMOS COMEÇAR POR AQUI

class="cfwppformfix">


Digite o código de segurança:
, Blog Soropositivo. Org
Código de Segurança:

Enviar mensagem

Há Vida Com HIV

Publicações Relacionadas

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog é melhor contigo!!!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazm tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta polític nste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us

Este Site usa Cookies e você pode recusra este uso. Mas pode saber bem o que está sendo registrado em, conssonãncia com nossa política de privacidade