Anúncios
News Ticker

Sexo oral Pode Transmitir HIV/AIDS

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza
close-up of a sexy nun holding a banana and cartridges thumb his nose on a dark background. Woman eats a banana.

Sim! Sexo oral oferece risco de se contrair HIV!!!

sexo oral tem risco de contrair AIDS

Olá, Este post tem conteúdo erotizado, fala de sexo oral e se você tem menos de dezoito anos ou seu pai para supervisionar isso porque Sexo oral oferece risco de contrair AIDS.

Quero, ainda, deixar claro que esta não é uma fórmula mágica e que é preciso muita atenção e muito auto amor para procurar vivenciar uma transa desta maneira.

Sexo oral erotizado é um excelente caminho para convencer um homem sobre o uso de preservativo. Mostre-se disposta e,  entretanto, há uma condição:

O uso da camisinha sabor chocolate (ou morando, ou baunilha, ou alface e cebola 🙂  que você gosta tanto que te deixará “doidinha”.

sexo oral tem risco de contrair aids

Um agrupamento muito sedutor para o chocólatra que ora vos escreve, tentando levar argumentos para as mulheres terem ao menos algum empoderamento na busca da negociação do uso da camisinha. Uma coisa tão complicada por conta do machismo ridículo que viceja livremente no mundo. Saibam que a cada 24 horas 32 mulheres são assassinadas na Argentina e isso é revoltante e ignominioso

No passado havia uma pessoa adorável, cujo nome eu não poderei colocar aqui e, no entanto, mesmo tendo sido informada por mim a respeito da minha sorologia ela dizia que a saúde bucal dela estava em ordem e que ela não temia contrair HIV, mesmo sabendo que a prática deSexo oral oferece risco de contrair AIDS. Mesmo que o sexo oral tenha riscos ela não mudaria o modo de ser…

Contrair de mim

sexo oral tem risco de contrair AIDS

Nada mal para 53 anos né?

…desde que o contraísse de mim. Mas eu não quero e não assumi os encargos de um fardo tão pesado, esta culpa tão vil, ou remorso como este…

Na verdade, eu vejo agora, ela me amava de tal forma que se arriscou a contrair HIV fazendo sexo oral.

E o que ela mais gostava de fazer, era engolir o esperma que é composto de água e vitamina E, que faz muito bem para a pele.

Como negar isso a alguém que menciona gerenciamento de riscos? Mesmo sabendo que praticando sexo oral tem risco de contrair AIDS?

E como outra amante mais remota me ensinara e que tinha os mesmos gostos que esta pessoa que descrevo num breve rascunho.

Quando lhe disse adeus ela sorriu com olhos marejados e disse “vá”!

Vá antes que eu mude de ideia!… Seja feliz! Eu sabia que não ia durar…

Coisas como as que nós vivenciamos não duram muito tempo!

Bem, se você me acompanha por aqui sabe, e sabe bem, que, de uma forma ou de outra, você ainda faz parte das poucas boas lembranças que trago desde depois de 1994… (…)   🙁

Erotizando a camisinha

Sexo oral tem risco de contrair aids

Será? A cor do pecado é rouge carmim…

Embora ela não tivesse medo de contrair o HIV, quando chegava a hora da penetração, atenção mulheres.

Esta é uma tática que vocês deveriam apender.

Para não ter de pedir o uso da camisinha, eu pediria, mas ela punha a camisinha com a boca, erotizando o ato.

Deus sabe o quanto eu tremi na base por conta disso.

Não é difícil, ela me explicou, aprender a fazer isso, colocar o preservativo com a boca, e uma outra amiga minha confirmou isso!

Sacou um preservativo!

Apertou a parada de emergência do elevador e fez a mesma coisa, colocou o preservativo com a boca.

E com a excitação do momento, os riscos implicados (eu estava recebendo sexo oral da esposa de um amigo meu, no elevador do prédio onde eles moravam), eu acabei ejaculando em pouco menos de dois minutos.

Eu já ouvi relatos como este, de outros homens.

E todos descreveram a emoção, o sentimento e o prazer daquela vivência com particular emoção, que era uma composição de muitas outras emoções como estas:

  • Perplexidade por perceber que o preservativo não atrapalha a relação
  • Espanto por ter gozado com sexo oral mesmo usando camisinha
  • Gratidão pelo momento vivido ainda vívido na memória
  • E a decisão de só manter relações sexuais daquela forma e ponto final
  • Bem, houve um imbecil que impediu a relação, retirou-se bruscamente da recepção do oral, tirou a camisinha e disse: -“Se quiser chupar, chupe direito”.

Ela, conhecedora de dois estilos de Kung Fu disse, ali mesmo, dentro do elevador: “Diga isso para a sua mãe”. Ele tentou alguma coisa e foi encontrado semi-inconsciente dentro do elevador   🙂

Câmeras  em todos os elevadores

Pois é meninas.

Sexo oral pode transmitir HIV e muitas outras infecções sexualmente transmissíveis como, por triste exemplo, o HPV.

Eu vi a foto de uma pessoa com câncer provocado por HPV na boca e chego a perder a sobriedade mental se busco visualizar esta imagem.

Eu li num artigo que traduzi que num estudo sobre comportamento sexual e percepção sobre a sorologia do parceiro, houve uma apresentação de dois a três por cento de pessoas que contraíram HIV com sexo oral.

Outros homens precisam saber, também,  que sexo oral tem risco de contrair AIDS quando eles dão isso a elas,  e você precisa por a mão na consciência quando pratica sexo oral(…). Pense no seguinte:

Uma pessoa que está em tratamento e transmite, acidentalmente, incidentalmente ou sob outras circunstâncias, oferece à pessoa uma cepa viral que esta sob a pressão de um determinado esquema terapêutico que é interrompido no momento da transmissão e permite a ele que aprenda (…) como se livrar deste esquema e, infelizmente, ele é transmitido para outras pessoas já residente a este esquema terapêutico e isso começa a crescer em progressão geométrica.

Assim, de transmissão em trasmisão, teremos todo um universo de pessoas resistente ao esquem terapêutico, originalmente transmitido pela primeira pessoa que originou este processo, com consequëncias que isso oferece! Pensem nisso como membros de algo chamado raça humana, e humanidade e sua responsabilidade inicial pelo “pelo Todo”… Na mesma medida em que “o Todo” sempre poderá retribuir sua boa ou má vontade com ações claramente espelhadas nas suas

Bem, estes 2 ou 3% podem ser um número maior, pois as pessoas tendem a mentir em pesquisas que tratam de sexo.

Neste site há uma matéria que fala de um número considerável de homens que se declararam heterossexuais e que contraíram HIV de outros homens.

Isso está em meu site e já está linkado neste texto loco acima.

E, por outro lado, minha esposa disse ter lido uma matéria que falava de cinco Infecções Sexualmente transmissíveis

O que antigamente era tratado como Doença venérea, como a “a crista de galo”.

Que eu nem soube interpretar o que era quando disseram isso para o cara e arremataram: *está fodido hein*.

Há outras IST que podem ser contraídas, mas eu sei que a gonorreia é uma delas!

E estando assim, no rosto, pode evoluir facilmente, durante o sono para uma gonorreia ocular e ai o risco da perda da visão.

Observem, há um surto emergente de gonorreia resistente a praticamente todos os antibióticos…

Vale a pena tudo isso?

Bem, eu vivi de uma maneira que pouquíssimos homens poderiam dizer que viveram e os outros me chamariam de mentiroso.

Eu não preciso provar nada a ninguém.

Hoje, depois de vinte e dois anos com HIV eu diria que faria tudo outra vez.

Se me fosse dada tal oportunidade, mas sabemos que a roda do tempo só gira em uma direção…

Mas eu faria sim, tudo outra vez, machucando menos as pessoas, é verdade, mas com um detalhe imprescindível:

Seria com preservativo.

Sim! Há vida com HIV, como eu fiz colocar no topo deste blog.

Mas é muito melhor viver sem ele, isso é tudo o que posso dizer…

Depois de vinte e dois anos de convivência desagradável e inamistosa.

Enfim, senhoras e senhoritas, aprendam a transformar a colocação do preservativo numa “brincadeira erótica”.

Em uma “surpresa” e se eles, os seus homens, perguntarem onde aprenderam isso, mintam para eles! Dga que aprenderam comigo :-p

Digam que viram numa revista feminina e treinaram algum tempo com uma banana, porque queriam dar uma surpresa para eles.

Eu ainda incluo nisso aproveitar o calor do momento e se deixar penetrar com você por cima

E, assim, você terá controlado a situação.

E procurem evitar posições em que você não tenham o controle visual do que esta ocorrendo

E…. Se possível, goze de olhos abertos, bem abertos.

Elas que se fodam

E tentem fazer disso uma rotina, sempre lembrando que a Doutora Vera Paiva, do NEPAIDS.

O casamento em um dos maiores riscos de vida que uma mulher pode vivenciar.

E eu, como homem, me entristeço com isso porque sei que é verdade.

Pois sei o que ouço e outros homens.

Alguns deles amigos pessoais meus (SIC) e o que eles dizem do sexo com camisinha.

Mesmo sabendo que eu sou portador de HIV.

Eu digo a eles exatamente isso, que sou soropositivo e eles dizem, para me fazer tremer na base:

“Elas que se fodam” (…)

É a ponte que caiu!

Mas tenham em mente: Sexo oral tem risco de contrair AIDS

Para saber mais sobre sexo oral e transmissão do HIV eu sugiro estes links.

Anúncios

Precisa de algo? Ou quer ajudar?






Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar! Clique na imagem

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
%d blogueiros gostam disto: