Anúncios
News Ticker

AIDS: Quadro de avaliação de riscos para o contágio do Vírus HIV

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza

Esta página descreve o nível de risco das diversas atividades no que diz respeito aos riscos para o contágio do Vírus HIV.

Nenhum risco

Em nosso conhecimento, nenhuma das práticas nesta categoria já demonstrou poder levar à infecção por HIV

  • Beijar (sem sangue presente)
  • Masturbação não insertiva
  • Receber penetração de brinquedos sexuais não compartilhados
  • Contato com fezes ou urina
  • Injetar drogas com agulhas não compartilhadas
  • Atividades Sadomasoquistas (usando precauções universais)
  • A tatuagem, perfuração, eletrólise e acupuntura com equipamento novo e esterilizado
  • Manicure ou pedicure

Constituiria um Risco

Todas as práticas atribuídas a este nível de risco apresentam um  risco médio para riscos do contágio do Vírus HIV, porque eles não envolvem a troca de fluidos corporais. No entanto, nunca houve um relatório confirmado exceto por uma largamente comprovada transmissão de HIV entre lésbicas.

  • Recebendo sexo oral
  • Anilingus
  • Dedilhar
  • Fisting (introduzir o punho na vagina da parceira (ou no anus)
  • Uso compartilhado de complementos sexuais sem preservativos (camisinha)
  • Utilização de complementos sexuais sem a devida esterilização.
  • Atividades Sadomasoquistas
  • Contato com fezes ou urina (na pele)
  • Fricção vulva a vulva
  • Acoplamento – cabeça de pênis dentro o prepúcio do pênis do parceiro
  • Tomar leite materno
  • Partilha de escovas de dente e lâminas de barbear

Risco baixo

riscos para o contágio do Vírus HIV

Esta seringa… Há um documentário com o Dr Dráusio Varela em que ele conta que depois de uma sessão de uso compartilhado de agulhas e seringas um dos usuário TENTOU BEBER O LÍQUIDO!

Todas as práticas atribuídas a este nível de risco apresentam um possíveis riscos para o contágio do Vírus HIV porque eles envolvem a troca de fluidos corporais. Entretanto há poucos relatos de infecção atribuída a estas atividades (geralmente sob certas condições identificáveis).

  • Injetando drogas com agulhas limpas
  • A tatuagem com equipamento profissional
  • A coleta de sangue na boca
  • A exposição ocupacional
  • Dando sexo oral (quer por um homem ou uma mulher)
  • Sexo vaginal ou anal com preservativo
  • A transmissão da doença de mãe para filho (na cidde e São Vicente foi identificado uma taxa de 0% de infecções verticais -da mãe pada o bebê durante o parto-, om a excessão de um caso, one a mãe recusou-se a tomar oa ntirretrovirais baseada na crença de que o HIV não causa a AIDS (…)

Alto risco

blood-75301

Todas as práticas nesta categoria apresentam um potencial riscos para o contágio do Vírus HIV porque eles envolvem a troca de fluidos corporais. Além disso, um número significativo de estudos científicos tem repetidamente associado a atividades com a infecção pelo HIV. Houve uma série de relatórios de infecção confirmada neste caminho.

  • Sexo anal ou vaginal desprotegido
  • Injetando com agulhas compartilhada

Agora que você já sabe o nível de risco que correu, você pode avaliar se precisa mesmo fazer um teste para HIV ou não na página janela imunológica que abre nesta mesma aba do navegador ou, se preferir conversar com alguém, você pode ligar para o Disque AIDS da Secretária de Estado de São Paulo (atende todo o Brasil) e está acessível pelo telefone 0800 16 25 50, ou chamar a mim, Claudio Souza no Whatt’App em +55 11 997 080 203 (Não ligue e não tente chamada por voz; quem não respeitar isso acabará sendo bloqueado por todo o sempre e, por favor, depois das 22:30 ou aos domingos, entendam que eu preciso descansar. Depois de termos estabelecido um contato primário2525 eu posso, em alguns casos, conversar até mais tarde, mas o primeiro contato não pode ser depois das 22:30 Eu espero ter alcançado a minha meta de lhe explicar os riscos para o contágio do Vírus HIV

Considere a ideia de nos dar alguma apoio, pois nosso custo operacional é alto e a verba é pessoal

Muitíssimo obrigado.

Você também pode querer visitar a página Janela Imunológica, os fatos

Como eu mencionei o documentário, estou colocando-o aqui 😛

Traduzido do Original em Risk Assessment Chart por Cláudio Souza.

Revisado por Mara Macedo em 04 de maio de 2016.

 

Anúncios

Precisa de algo? Ou quer ajudar?






Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar! Clique na imagem

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico

6 comentários em AIDS: Quadro de avaliação de riscos para o contágio do Vírus HIV

  1. Boa noite. Estava andando pela calçada e tinha um mendigo pedindo dinheiro quando dei o dinheiro pra ele, eles espirrou na minha cara atingindo os Meus olhos. Corro algum risco de estar contaminada? Me ajuda por favor

    • Está não é uma forma de transmissão do HIV. O HIV só se transmite em relações sexuais desprotegidas, compartilhamento de apetrechos de uso de drogas injetáveis, transfusões de sangue cujo doador seja portador de HIV e o sangue não tenha sido testado (isso, no Brasil, é uma hipótese remotíssima) bem como o uso de derivado de sangue, como, por exemplo, medicações utilizadas, o que também pode ser considerado uma efeméride no Brasil. Desaperte seu coração, pois se você for portadora de HIV o motivo certamente terá sido outro. Se você não tem nenhuma razão, além desta que você mencionou, não há nenhum motivo para você temer (ô palavrinha) esta doença

  2. Boa noite Cláudio …olha será que estou só matizado? Pq dez que come sei a pensar nessa possibilidade de estar soro convertendo msm com os 2 testes negativos eu tenho sentido minha bocaeia seca e uma tosse seca … confesso que não sei oq fazer pra acabar com essa angústia. … eu penso que em.qualquer momento ela vai dispertar …oq devo fazer … obrigada deus te abençoe!

  3. Boa tarde , na realidade não é nem comentário , mas a priori e saber se o risco que passei e ou não um risco ,pois procurei informações aqui onde moro é os que as profissionais de saúde sabe dizer , se vai ou não fazer o teste , em suma a tratativa e extremamente desdenhosa , como se tal profissional não passam todos os dias por inúmeros riscos , não só por aids ,mas outras diversas .
    Por esta razão procuro na net por pessoas entendidas que detém o conhecimento sobre o assunto é a maioria das vezes são profissional do sul do Brasil . Dei carona a um rapaz branco corpo atlético , sem camisa e de calça era dez horas , justamente nessa hora que o demônio atenta e carne grita , fui peguei só no pênis branco só pra suprir a curiosidade e a tentação , o pênis flácido , sem estímulo nenhum , sem ejaculacao e sem sexo , mas estava muito úmido o pênis do rapaz e o prepúcio muito grande , eu não sei se a umidade do pênis todo vale salientar e muito flácido pequeno , era urina ou suor , bom quando vejo minha não molhada pelo menos deixei , só que em um dos dedos observei que tinha um ferimento pequeno tipo pele com psoríase , ferimento como se houve puxado a pele , mas não tinha sangue e nem secreções , como um bife de unha sem ter sangue , bom não sei a sorologia do rapaz ,mas este risco que passei se foi realmente um risco ,posso contrair HIV ?

    • Bem, tudo isso tem pouco a ver com o demônio, meu caro. Falando francamente eu não vejo risco de contaminação. Se você vier a ser detectado em exame para HIV e eu acho interessante que você faça o teste, eu creio que tem bem pouca possibilidade de ter sido por isso. Não sei onde vc vive e fico me perguntando se você não seria motorista de caminhão, uma população altamente vulnerável a DSTs em geral; mas não posso me alicerçar no evento “carona” para presumir isso. Eu sugiro que você pense sobre os últimos trinta dias e se você pode dormir tranquilo de hoje em diante sem fazer o teste. Se você não se sentir assim, por favor, faça o teste. É gratuito, anônimo, seguro e investiga além do HIV a sífilis e as hepatites virais. Eu vivo com HIV ha 22 anos e sei que a chave da minha sobrevivência relativamente “intacta” (tudo funciona bem, exceto o sistema nervoso) se deve à minha vigilância constante ao meu corpo e, diante de qualquer dúvida eu vou a um hospital. Se não fosse assim eu teria falecido em 2005, quando tive minha primeira embolia pulmonar, ou dois anos mais tarde, quando tive um enfarto que, segundo a médica, foi de “pequenas proporções” (seja como for eu tive de fazer um cateterismo). Então, amigo, eu sugiro que vc pense muito em tudo isso e veja se não é melhor, por via das dúvidas, fazer o exame. 🙂

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Janela Imunológica. Os fatos. Texto Atualizado em 17/07/2016 – Soropositivo.Org – Há vida com HIV
  2. AIDS: Quadro de avaliação de riscos para o contágio do Vírus HIV Soropositivo!. Org Janela Imunológica, AIDS e HIV | BRASIL S.A
  3. Sexo Oral: Qual o Risco? Reagente não é sentença de morte!!!!!Soropositivo. Org - Há Vida com HIV!!!
  4. A vaginose bacteriana e a eficácia da PReP oral - Soropositivo. Org
%d blogueiros gostam disto: