Últimas

Neuropatia Periférica por HIV

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Neuropatia Periférica resulta de danos aos nervos periféricos no corpo. Estes nervos carregam sinais entre o sistema nervoso central (o cérebro e a coluna) e o músculos, a pele e outros órgãos internos. Quando a neuropatia periférica inicialmente se desenvolve as pessoas geralmente relatam um formigamento ou comichão nos dedos do pé, embora também possa começar nos dedos da mão. Com o passar do tempo, o formigamento se espalha gradualmente pelos pés ou pelas mãos e piora para uma dor aguda que queima e/ou lateja. Pessoas que tem a neuropatia periférica grave podem sofrer de uma dor extrema e podem ter dificuldade em andar, às vezes sendo necessário o auxilio de uma bengala ou cadeira de rodas para se locomover.

Pessoas que tem a neuropatia periférica geralmente apresentam sintomas nos dois lados do corpo. Em outras palavras, a neuropatia periférica quase sempre ocorre nos dois pés e/ou nas duas mãos. As sensações podem ser constantes ou periódicas. Ás vezes elas podem não ser perceptíveis enquanto em outras vezes elas podem ser extremamente incômodas.

A neuropatia periférica não é somente fisicamente dolorosa, ela também pode ter um profundo efeito na qualidade de vida. O instinto natural para reduzir ou evitar a dor pode prevenir as pessoas de continuarem com suas atividades diárias, seja subindo e descendo escadas, visitar amigos e parentes ou ir trabalhar. Isto pode causar uma grande ansiedade que pode levar à uma depressão profunda – problemas emocionais sérios que podem fazer a vida parecer inteiramente frustrante.

Nota do Editor de Soropositivo Web Site: Este é meu drama pessoal. Eu já tomei todos os tipos de drogas, inclusive tramadol e morfina; no momento estou tomando uma “dose leve” de metadona combinada com gabapentina, dois comprimidos de Gabapentina, e minha infecto diz que não ousa mexer nisso, pois a dose já está acima do indicado, mas quem prescreveu foi um neuro cirurgião, Dr Alexandre Walter, que lutou muito, eu creio, para abrir a clínica da dor, no Hospital São Camilo de forma intercalada e três doses de amitril, de 75mg (três comprimidos de 25mg) por dia mais a associação matinal de um antidepressivo com características químicas que “ajudam no combate à dor”, o cloridrato de duloxetina, 60MG.

E, eu peço licença a todos… Uma imbecil, uma imbecil rematada e laudada, que eu um dia auxiliei a passar por sua crise de “medo em sua vida” assistiu a um ou dois vídeos meus e me ironizou:

-“Você está muito bem para quem tem neuropatia periférica”.

Eu mandei ela ir em direção a um local muito, muito, mas muito distante, a bloqueei depois de mandar a ela os documentos que coloco aqui, bem como o vídeo que ela assistiu. Ao que me parece, ela crê que quem está doente está, automaticamente desgraçado… Este deve ser o móvel que a carreou em minha direção, na busca de apoio e amparo. E foi assim que ela me retribuiu. Paciência, Deus sabe o que faz. E, pelo sim, pelo não, eu coloco algumas coisas aqui, para evitar, ou pelo menos tentar evitar, canalhices como esta que me foi feita.

Em síntese, eu não fico mais noventa minutos sem ter que tomar alguma droga contra a dor.

As vezes tendo me libertar do circuito, acreditando que “já passou” e a desilusão não tarda, em quinze minutos o formigamento volta e eu, que sei o que isso significa, volto aos remédios, para evitar um mal ainda maior. E… Sim! Eu estou bem. Resta saber até quando e como será o futuro que me rendeu este cartão:

Entenda que é “com acompanhante porque o médico não considera “seguro” eu andar a sós pela cidade

O que é Neuropatia Periférica?

E este é o vídeo em que deu origem ao sarcasmo estúpido da imbecil completa… Sim, sim, eu estou bem, leia o laudo após o vídeo. Algumas criaturas idiotas, e eu bem sei que este é um insulto ao Clube dos Idiotas, parecem só acreditar na miséria ou no sofrimento dos outros, quando ela pode ver que pouco ou quase nada pode ser feito. E tome soda, soda e mais soda ad infinitum…

Neuropatia periférica

E apesar disso… eu não penso em cura

Isso me limita muito e, portanto, raramente saio ás ruas (somente em casos de extrema necessidade), sendo um prisioneiro de mim e de minhas dores. Recomendo, ainda, para maiores esclarecimentos, a leitura deste texto: Dor em Pacientes com HIV+ Também é Aconselhável a leitura deste outro artigo

Images similares

Anúncios
Sobre Claudio Souza do Soropositivo.Org (508 artigos)
😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Cura? Para ser honesto, eu Cláudio do Soropositivo.Org, não penso em cura. Não para mim. Talvez para a Mara, e para todos os outros. Mas, para mim… Eu penso em ir vivendo… Teste-se para o HIV!Soropositivo. Org - Há Vida com HIV!!!
  2. Saúde respiratória e pessoas com HIV
  3. O Mantra da Janela Imunológica: de 30 a 90 dias. Depois acabou... %% - Reagente.Org
  4. de 30 a 90 dias. Aprenda com a lição e não faça bobagens! Agora va... :-)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us
%d blogueiros gostam disto: