2017

O Sofrido Drama da Janela Imunológica Eterna e Minha Resposta…

O planeta em nossas mãoes

Leave a Reply

Comments (5)
  1. Ananimo says:

    Olá,
    Sou homem tenho 35 anos e casado e logo no início do meu relacionamento tive uma briga e me separei, conhecir uma garota e fiz sexo sem preservativo, desde esse dia meu drama começou, fiquei doente psicologicamente, voltei com minha namorada e contei pra ela sobre esse caso, com 50 dias depois desse episódio ela fez um teste e deu negativo, mesmo com esse teste não fiquei bem, pois tinha medo da janela imunológica, minha vida era acordar todos os dias e lembrar que eu poderia esta contaminado com HIV. Tive alguns sintomas mas não tive febre nem glanglios inchados, mesmo assim eu acreditava que estava contaminado, e minha culpa por talvez ter contaminado minha parceira era muito grande, sofria todas as noites e todos os dias, esse drama durou exatamente dois anos e quatro meses, quando descobri que minha esposa estava grávida, quase não tinha força pra ir junto com ela pra fazer os exames, chorei várias vezes, li todos os blogs sobre o assunto, procurei sobre a cura, eu me sentia como se estivesse com HIV, meu sofrimento acabou no dia que fomos fazer o teste em um CTA, quando o resultado veio negativo, e depois foi feito mas alguns teste no pré natal, mas meu relato e só pra mostrar que muitos sofrem com medo de fazer o exame, minha angústia, meu sofrimento era tão grande que eu não tinha mais prazer em viver, não fazia mais nada, por isso eu peço a quem estiver lendo, não sofra sem saber, depois de ver vários relatos de pessoas que convive com a doença eu tenho certeza que é muito melhor você saber sua condição do que sofrer na dúvida. Faça o exame não fique doente sem saber.

    1. Obrigado!!!!!!!!!!!!! É sempre bom receber um depoimento que fala em esperança, em não se por o carro diante dos bois, não viver angustiada e ansiosamente.

      Quer saber, dos mais de mil comentários nesta página, você é o primeiro a fazer isso! Eu o convido a discorer mais profundamente sobre o assunto, assi eu poderei fazer um post anonimo!

  2. pedroks399 says:

    Pois é o medo reina muito. Eu mesmo depoid de ter feito exame com 30 40 e um de quarta geração com 43dias. Estou cheio de sintomas ínguas rashs e etc. Vou voltar com 60 para ter certeza. Mas espero que seja só coisa da minha ccabeça . Não adianta chorar depoid do erro cometido ( sexo vaginal desprotegido) mas chorar hoje é tudo que me resta. Fiquem com Deus.

    1. Chorar, a esta altura do campeonato, de pouco vale. O ideal é manter o espirito firme e a dignidade de enfrentar, se for necessário, com dignidade as consequências de seu engano. Mas, tenha em mete que não é tão simples assim contrair HIV, mas que houve um risco, houve.

    2. Ser portador de HIV não é o fim do mundo. Eu vivo com HIV ha 22 anos; Minha esposa, há 28. Eu poderia te fazer uma lista de pessoas com quem eu tenho contato no facebook que vivem, pelo menos, há mais de 20 anos com HIV e, debalde tudo isso, há aqueles que já vivem há mais de trinta anos com HIV. Aproveite este tempo em que “reina o medo” para meditar sobre seus conceitos e pré-conceitos a respeito de quem vive com HIV ou AIDS. Agora que você está com medo de passar por tudo o que nós passamos (perda de emprego, desprezo de familiares, desaparecimento de “amigos”) e recoloque-se dentro do contexto da sociedade e, no final dos 60 dias, quando vc receber um não reagente, porque eu posso apostar nisso com base no que você escreveu e leia o topo deste site, a parte em verde, e vc verá que está escrito, de forma bem visível: Há vida com HIV! E pense que nós, os que verdadeiramente portam HIV só queremos ter tudo o que os soronegativos e os sorointerrogativos têm: Direito a “um lugar ao sol” porque; em verdade… em verdade eu lhe digo, a nós não é dada nenhuma vantagem e temos todas as obrigações que os dferentes de nós têm e, entretanto, não nos é dado nenhuma proteção e mesmo a lei que reza em favor de deficientes no qudaro de funcionários não se aplica a nós que, na súmula das súmulas, somos, verdadeiramente, “deficientes sociais”

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Soropositivo.Org

Soropositivo.Org - 1º de agosto de 2000 - 2018

%d bloggers like this: