Soropositivo.Org

Há Vida Com HIV

Juluca (dolutegravir + rilpivirine)

Juluca (dolutegravir + rilpivirine)

O QUE É JULUCA?

juluca
Parece tentador né? Pois é. Eu, que desisti de seis doses diárias de AZT com quatro ou seis comprimidos (que importa?) jamais imaginei que chegaria a este dia em dúvida! Mas!…

Juluca é uma pílula combinada que contém dois medicamentos para o HIV: dolutegravir (Tivicay; ver Fact Sheet 467) e rilpivirine (Edurant; ver ficha informativa 435). Juluca é o primeiro regime completo de HIV com duas drogas. A Juluca é fabricada pela ViiV Healthcare e pela Janssen Pharmaceuticals.

O dolutegravir é um inibidor da integrase (ou INSTI). A rilpivirina é um inibidor da transcriptase reversa não nucleosídeo (um NNRTI não-nucleico). Essas drogas impedem a multiplicação do HIV, impedindo que a integrase do vírus e as enzimas transcriptase reversa, respectivamente, funcionem. Essas enzimas transformam o material genético do HIV (RNA) em DNA e incorporam os genes virais no cromossomo humano. Esses processos são mostrados na Folha de Dados 106, etapas 4 e 5. Os medicamentos em Juluca bloqueiam esses processos.

QUEM DEVE TOMAR JULUCA?

O Juluca foi aprovado em 2017 como um regime antirretroviral de manutenção completa para pessoas que estão atualmente em tratamento estável com o vírus suprimido por pelo menos 6 meses e não têm histórico de falha do tratamento ou resistência a drogas virais.

Embora a terapia anti-retroviral (TARV – Terapia Antirretroviral) é recomendada para todas as pessoas que vivem com o HIV, não importa o que seus sintomas ou contagem de CD4 (ver Fact Sheet124),você e seu médico deve considerar a sua contagem de células CD4, a carga viral (ver Fact Sheet 125), quaisquer sintomas que você tenha e sua atitude em relação a tomar medicamentos para o HIV é, necessáriamente, a de informar seu médico infectologista imediatamente.. A Ficha informativa 404 contém mais informações sobre diretrizes para o uso de medicamentos antirretrovirais ((TARV – Terapia Antirretroviral)).

Se você tomar Juluca, poderá reduzir sua carga viral a níveis extremamente baixos e aumentar a contagem de células CD4. Isso pode significar ficar mais saudável por mais tempo.

O QUE É RESISTÊNCIA A MEDICAMENTOS? 

Muitas novas cópias do HIV são mutações. Eles são ligeiramente diferentes do vírus original. Algumas mutações podem continuar se multiplicando mesmo quando você está tomando um ARV. Quando isso acontece, a droga vai parar de funcionar. Isso é chamado de “resistência em desenvolvimento” à droga. Veja a Ficha Técnica 126 para mais informações sobre resistência.

 

Resistência é algo que deve ser evitado a todo o custo

Às vezes, se o seu vírus desenvolve resistência a um medicamento, ele também terá resistência a outros (TARV – Terapia Antirretroviral). Isso é chamado de “resistência cruzada”. A resistência cruzada entre efavirenz, delavirdina, nevirapina, etravirina e rilpivirina (todos os NNRTIs) se desenvolvem muito facilmente. Se você desenvolver resistência a um desses NNRTIs, provavelmente não conseguirá usar nenhum deles em seu ARV.

A resistência pode se desenvolver rapidamente. É muito importante tomar os (TARV – Terapia Antirretroviral) de acordo com as instruções, dentro do cronograma, e não pular ou reduzir as doses.

COMO É TOMADO O JULUCA

Juluca é tomado por via oral como um comprimido. A dose normal para adultos é de um comprimido, uma vez por dia com uma refeição. Cada comprimido inclui 50 miligramas (mg) de dolutegravir e 25 mg de rilpivirina.

O dolutegravir e a rilpivirina são geralmente seguros para pacientes com problemas leves ou moderados nos rins ou fígado.

QUAIS SÃO OS EFEITOS COLATERAIS DO JULUCA?

Juluca é geralmente muito bem tolerado. Os efeitos colaterais mais comuns observados entre as pessoas que o tomam são dor de cabeça e diarréia.

Ao iniciar qualquer TARV, você pode sofrer efeitos colaterais temporários, como dores de cabeça, pressão alta ou apenas sentir-se doente. Esses efeitos colaterais geralmente melhoram ou desaparecem com o tempo.

Os efeitos colaterais mais comuns da rilpivirina são depressão, insônia, dor de cabeça e erupção cutânea. Certifique-se de discutir quaisquer efeitos colaterais com seu médico. A rilpivirina pode causar danos no fígado. Certifique-se de que seu médico saiba se você tem hepatite B ou C.

COMO JULUCA INTERAGE COM OUTRAS DROGAS?

O dolutegravir e o rilpivirine podem interagir com outros medicamentos ou suplementos que você esteja tomando. Essas interações podem alterar a quantidade de cada droga em sua corrente sanguínea e causar uma sub ou overdose. Novas interações estão sendo identificadas o tempo todo.

Os antiácidos que contêm alumínio ou magnésio e suplementos de cálcio ou ferro devem ser tomados 4 horas antes ou 6 horas depois de Juluca.

Juluca não deve ser tomado com inibidores da bomba de prótons,ou medicamentos contra a tuberculose rifampin ou rifapentina,o esteróide dexametasona,alguns medicamentos anti-convulsivos ou com erva de São João (ver Fact Sheet729).

Doses de metadona precisam ser ajustadas quando tomadas com Juluca.

Certifique-se de que seus médicos e médicas saibam sobre todos os medicamentos e suplementos que você está tomando.

Juluca é o primeiro regime completo de HIV em duas drogas.

Pode ser tomado por pessoas que estiveram em tratamento por 6 meses, sem história de falha do tratamento e cujo vírus não tem resistência às drogas das mesmas classes

AJUDE A MANTER ESTE BLOG FUNCIONANDO

Parece Que Não, Mas Há Um Grande Volume De Despesas Para Manter Este Site E Qualquer Valor Que Você Puder Doar, É Bom! Mesmo Com A Ideia De Pagar 11% Sobre O Doado, Vejá Só. De R$ 10,00 Que Você Viesse A Doar, Eu Ainda Teria R$ 8,90 E, Mesmo Pingando É Melhor Do Que Secando….

Na minha visão é mais para um “corte de custos, mesmo porque eu vejo muitos riscos em torno disso tudo (uma combinação de apenas duas drogas) e fico me perguntando se, para pessoas que já passaram dos 50 anos como eu, e que estamos envelhecendo com HIV, se esta seria “uma boa aposta”. Eu li e traduzi que doses de metadona terão (para cima? para baixo) ajustadas e, bem, quem sabe para o que serve a metadona (alívio de dor neuropática) a idéia de alteração da dose desta medicação soa assaz antipática…

Traduzido por Cláudio Souza em 17/06/2018 do Original em Fact Sheet 477 Juluca (dolutegravir + rilpivirine)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us
Olá. Você clica aqui e fala comigo, Cláudio Souza. No blog tem tudo o que você precisa sabere. Eu já tentei fazer isso contando com a boa vontade de cada um. Isso é um trabalho, e eu passarei a vivenciá-lo assim: Uma bimestralidade de R$ 17,00. Eu definitivamente deixei de esperar pelo melhor das pessoas. Elas tergiverssam com tudo, prometem qualquer coisa e não se cumpre, a pretexto de tudo, até do mais bisonho, incluindo chantagem emonional: "SOMOS AMIGOS", dizem. Convenientemente amigos. Vamos ver então