Soropositivo.Org

Há Vida Com HIV

Ser Indetectável não permite vacilo com a medicação

Carga Viral Indetectável. Capaz de "Quase Milagres?”

Carga Viral Indetectável. Capaz de “Quase Milagres?”

Quanto mais tempo de carga viral indetectável, menor a possibilidade de rebote.

Quanto mais tempo um paciente estiver em TARV contra o HIV e mantém uma carga viral indetectável, menor risco de rebote da mesma, relatam pesquisadores canadenses na edição online do Journal of Acquired Immune Deficiency Syndromes.

Supressão de carga viral Obtida ainda requerem altíssimos níveis de adesão

“Descobrimos que uma vez que a supressão viral é inicialmente obtida, altos níveis de adesão eram ainda necessários para, pelo menos durante o primeiro ano, ganhar alguma “resiliência a erros de posologia.

Com o tempo, no entanto, o risco de rebote viral diminuiu gradativamente com a supressão viral mantida, independentemente do nível de adesão”, comentaram os pesquisadores.

QUASE SECULAR

Não obstante, os pesquisadores enfatizam que os pacientes devem tomar todas as suas doses corretamente e não fazer “uso equivocado desse conhecimento”.

Este são os remédios que eu tomo. A maior parte deles nao é para o HIV. Mas é consequencia de “coisas” às quais eu sobrevivi mas que não puderam ir sem sequelas. O que cada pessoa tem de ter em mente e´que, nos dias de hoje, as medicações são melhores, causam menos efeitos colaterais e raramente causam algum dano maior à saúde em geral. Cada pessoa com HIV tem uma história diferente com a mesma infecção por HIV. O meu caso é este. Mas é o meu!

Eu coloco aqui, o seguinte. Conversando com uma profissional de saúde que eu tenho em uma posição que eu admiro, não só pelo rigor profissional coo pelo amor à causa, que me contou que a “meta” é 95% das tomadas. Péssimo em matemática eu comecei tentar a caucular e quando a primeira lufada de fumaça cinznta saiu através de meus ouvidos ela sorriu e disse.

“Pode perder uma tomada no mês”! Mas não faça disso um hábito.

Não o fiz, nem o faria. Quando falhei foi por trágico acidente de percurso. C’est la vie!

Nota: Não é porque uma coisa pode ser feita que ela deva ser feita. Isso se repete de modo peremptório na questão “indetectável é igual a não transmissor, pois já se sabe que mesmo com carga viral indetectável no plasma sanguíneo pode haver vírus no esperma – a ser traduzido.

O tratamento com terapia antirretroviral pode prolongar a expectativa de vida de pacientes HIV-positivos para níveis quase normais. Minha Infecto, Drª A. já mencionou um paciente próximo dos 90 anos!

Militando em causa própria, carga viral indetectável não impede, por exemplo, progressão de neuropatia periférica. E a minha está “uma graça”.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 4.441 outros assinantes

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us
Olá. Você clica aqui e fala comigo, Cláudio Souza. No blog tem tudo o que você precisa sabere. Eu já tentei fazer isso contando com a boa vontade de cada um. Isso é um trabalho, e eu passarei a vivenciá-lo assim: Uma bimestralidade de R$ 17,00. Eu definitivamente deixei de esperar pelo melhor das pessoas. Elas tergiverssam com tudo, prometem qualquer coisa e não se cumpre, a pretexto de tudo, até do mais bisonho, incluindo chantagem emonional: "SOMOS AMIGOS", dizem. Convenientemente amigos. Vamos ver então