Últimas

Para que servem exames de CD4 e os Testes de células CD4?

Células CD4 são um tipo de linfócitos (célula branca do sangue). Eles são uma parte importante do  sistema imunológico. Células CD4 são às vezes chamados de células T.

Anúncios
A contagem de CD4 abaixo de 500 é uma condição delicada.... Este é um exame que, de alguma forma, ajuda a visualizar a condição imunológica da pessoa, o teste de CD4. A contagem de CD4 abaixo de 500 é uma condição delicada....
Testes de CD4

Linfócito – Uma Célula Branca Não é necessariamente uma Célula CD4 – isso porque a Célula que é contada, um linfócito, tem uma molécula específica, chamada CD4 (a molécula que se expressa nestas células sõ chamadas de CD4. E não a célula branca em sí. Eu não saberia dizer se toda célula branca que expressa a molécula CD4 é considerada também um linfócito. Eu não sou médico. Mas toda célula que expressa a molécula CD4 é susceptível às agressões do Vírus da Imunodeficiência Humana que, em seu ciclo de vida e reprodução escraviza (…) a célula e a força a produir novos vírus que saem das células “à caça de novas células” com a molécula CD4 expressa em sí.
Micrografia eletrônica de brotamento de HIV-1 de digitalização cultivadas linfócitos (em verde). Esta imagem tem sido colorida para realçar características importantes; Ver PHIL 1197 para modo de exibição original preto e branco da imagem. Múltiplas colisões redondas na superfície celular representam locais de montagem e brotamento de virions.

Contagem de CD4 é um tópico capital para as pessoas que pensam que podem estar contaminadas com HIV, pois algumas delas tentam usar Hemogramas para “autodiagnose”

Eu tenho visto tanto sofrimento na vida de uma pessoa, por conta de frases que profissionais de saúde (Médicos e Médicas são, bem, bem, uma outra coisa, muito acima disso) que melhor seria se eles não tivessem língua, ou trabalhassem amordaçados, talvez com aquela esfera que eu vejo em alguns sites de “SEX’s Shops” porque, calados, seriam poetas.

Eu cito como exemplo uma residente, na clínica de dor de um HospitalImporatnet a quem eu disse, no final de toda a análise, que foi excelente, me deu inforações precisas e sombrias, e outras nem tanto, sobre o futuro, como a “docente” que sugeriu que eu passasse a repensar a casa para as minhas necessidades no futuro e, quando eu pedi a docente que me ajudasse com um botãso, que eu não conseguia fechar e ela, muito solícita, se prestou a grandeza de abotoá-lo e, sem experiência, me disse:

 

-“O seu Cláudio, do jeito que o senhor está não da mesmo para sentir e fechar”

Seu fosse Jânio da Silva Quadros eu diria: 

“Nada  declarar”

A Contagem de CD4 – O que é?

A CD4, que é uma molécula que se expressa na superfície de algumas células T, macrófagos, monócitos e na célula dendrítica. É uma glicoproteína monomérica de 59kDa que contém quatro domínios de tipo imunoglobulinas.(wikipedia – CD4)

Células CD4 são um tipo de linfócitos (célula branca do sangue). Eles são uma parte importante do  sistema imunológico. Células CD4 são às vezes chamados de células T. Existem dois tipos principais de células T.  Células T-4, também chamado de CD4, são “Células auxiliares”. Elas lideraram o ataque contra infecções. T-8 (células CD8) são “células supressoras” da  resposta imune. Células CD8 também podem ser “Killer” (assassinas) que matam células cancerosas e células infectadas com vírus.

Estas células procuram e caracterizam outras células e agentes infecciosos por proteínas específicas na superfície da célula. Uma célula T-4 é uma Célula T com moléculas CD4 em sua superfície. Este tipo de célula T também é chamado de ” Célula positiva”, célula CD4 ou CD4.

Por que razão são as células CD4 IMPORTANTES NA INFECÇÃO POR HIV?

O HIV mais frequentemente infecta as células CD4. O vírus se torna parte das células e, quando se multiplica para combater uma infecção, eles fazem mais cópias do HIV.

Quando alguém está infectado com HIV, mas não tiver iniciado o tratamento, o número de células CD4 vai diminuindo. Este é um sinal de que o  sistema imunológico está sendo enfraquecido. Quanto menor a contagem de células CD4, maior a probabilidade desta pessoa ficar doente.

Existem milhões de famílias diferentes de células CD4. Cada família é projetada para combater um tipo específico de germe. Quando o HIV diminui o número de células CD4, algumas dessas famílias podem ser erradicadas. Você pode perder a capacidade de combater germes para cujas famílias foram projetados. Se isso acontecer, você pode desenvolver uma  infecção oportunista 

O QUE É UM TESTE DE CD4?

Uma pequena amostra de sangue é tomada. O sangue é testado para contagem de vários tipos de células. Células CD4 não são contadas diretamente. Em vez disso, o laboratório faz um cálculo baseado no total de glóbulos brancos e a proporção de células que são CD4.  Por conseguinte, a contagem de CD4 não é exata.

O tratamento atual sugere acompanhamento CD4 atráves de testes a cada 3 a 6 meses quando se iniciar a terapia anti-retroviral (TARV). Uma vez que o tratamento aumenta os níveis de CD4 a altos níveis, o teste deve ser feito a cada 12 meses.

Quais são os fatores que influenciam a contagem de células CD4?

O valor de células CD4 varia em torno de lotes. Hora do dia, fadiga e estresse podem afetar os  resultados do teste. É melhor ter sangue colhido na mesma altura do dia para cada teste de célulaspay-937884 CD4 e a usar o mesmo laboratório.

Infecções podem ter um grande impacto na contagem de células CD4. Quando o seu corpo luta contra uma infecção, o número de glóbulos brancos (linfócitos) sobem. E a contagem de células CD4 e CD8 sobem demasiadamente. A vacinação pode causar os mesmos efeitos. Não verificar sua células CD4 até um par de semanas depois de se recuperar de uma infecção ou ser vacinado.

Como os resultados do teste de CD4 são relatados?

Testes de células CD4 são normalmente relatados como o número de células em um milímetro cúbico de sangue ou mm3. As contagens Normal são geralmente entre 500 e 1600

 

 

 

Melhor Percentual de CD4 do Que Contagem

Porque a contagem de células CD4 são tão variáveis, alguns prestadores de cuidados de saúde preferem olhar a percentagem de células CD4. Se o seu CD de relatórios de teste 4% = 34%, o que significa que 34% de seus linfócitos foram células CD4. Esta percentagem é mais estável do que o número de células CD4. 

Perdas e Danos com Testes de CD4

Uma contagem de CD4 abaixo de 200 indica graves danos ao sistema imunológico. É um sinal de AIDS em pessoas com infecção pelo HIV. Embora o percentual de CD4 pode ser um melhor preditor de progressão da doença por HIV do que a contagem de CD4, a contagem de CD4 é utilizado para decidir quando iniciar o tratamento.

A Médica que deflagrou a situação de pavor que eu tenho acompanhado me faz lembrar de algo que, quem tem mais de 35 anos certamente sabem o que é:

A Médica que deflagrou a situação de pavor que eu tenho acompanhado me faz lembrar de algo que, quem tem mais de 35 anos certamente sabem o que é: 

MONGA

A faixa normal é algo entre 30% e 60%. Diferentes laboratórios utilizam diferentes gamas. Não há diretrizes para tratamento de decisões com base em percentuais de CD4. No entanto, um percentual de CD4 abaixo de 14 é uma definição da AIDS.

 O que os números significam?

A contagem de células CD4 é uma medida fundamental da saúde do  sistema imune. Quanto menor a contagem, maiores os danos causados pelo HIV. Quem tem menos de 200 células CD4 ou uma percentagem inferior a 14%, é considerada como paciente de AIDS de acordo com os Centros de Controle de Doenças do USA e também do Programa Nacional de DST/AIDS e hepatites virais do Ministério da Saúde.

Contagens de CD4 são utilizados em conjunto com a carga viral para estimar por quanto tempo alguém vai permanecer saudável. Consulte Folha de facto 125 para obter mais informações sobre o teste de carga viral.

 Contagens de CD4 também são usados para indicar quando iniciar certos tipos de tratamento medicamentoso:

Quando  iniciar a droga para evitar infecções oportunistas: 

Importante: 

Eu pensei em remover a parte que segue abaixo, por desatualizada. Mas ainda habita na parte que está “riscada” a verdade da relação entre contagem de CD4 e risco de manifestações oportunistas. E é importante que isso permaneça, pois u sei o que ouço no meu WhatsApp e isso é esclarecedor e eu porei alguns pontos neste momento textual:

  •  Se você não se testa, há o risco de você ser portador de HIV e, digamos, ir vivendo e ir espalhando a doença sem saber.
  • Se você não se testa, você perde uma média de células na cotagem de CD4 e eu não direi a média porque, bem sei, tem muita gente sossegada que pode pensar: Ah… Está longe.  😈 😈 😈
  • E se eu souber disso… Você já assistiu o exterminador do futuro? Eu mando um atrás de você….
  • Se você, baseado nisso, de alguma forma obtusa, puder encontrar um meio de vender para si a idéia der que (eu detesto o dequeísmo mas não sei me livrar dele) “tudo está bem”, você pode levar literalmente na cabeça, uma neuro-toxoplasmose e, para que conste em registro, em mais de vinte anos vivendo com HIV, onde alguns deles foram particularmente sombrios, eu só vi uma pessoa ter uma “toxo” (só para os íntimos) e sair dela ilesa. E vjam bm, ela caiu doente e estava belíssima. Passou três meses no hospital e saiu de lá belissima e, desde então, toma a medicação e permanece belíssima!

  

O lance do Hemograma é igual ao olhar no rosto

O “X” da questão está numa publicidade antiga do falecido PN DST/AIDS que dizia: Quem vê cara, não vê AIDS. E eu acrescento.: Nem mesmo se olhando no espelho.

E é por estas e outras razões que você deve se testar para o HIV dentro da JANELA IMUNOLÓGICA sem paranoias e aceitar o resultado, não por que u estou dizendo, mas, sim, porue se você ligar em  0800 16 25 50 verão que eles, assim como eu, informam que a janela imunológica é de 30 dias, pronto, e acabou. Que quando a pessoa fa PEP correta e consistentemente ela não soroconverte e que, para estes casos, e apenas para estes casos, e não me perguntem o porquê, pois eu NÃO O SEI, e o telefone de quem sabe está logo acima, o monitoramento é de 90 dias. E esta PEP não deve ser considerada a pílula do dia seguinte para transa sem camisinha pis há um surto para lá de emergente de gonorreia hiperresistente a quase TODOS os antibióticos (já teve gonorreia? Sabe o que é fazer xixi e sentir que esta urinando areia?), e pode ocorrer algo,um acidente ou um incidente, que te deixe incapaz de fazer PEP por 72 horas, ou mais, e o Diabo mora nos detalhes….

E, mesmo com PrEP, a camisinha deve ser, na minha opinião pessoal, um item rigorosamente necessário em nossas vidas sexuais pis não tem PrEP para Zika Virus só para começar a lista e, sovre o tratamento, hoje, depois do estudo STARD. digite isso na busca do blog, sabe-se que é necessário tratar a pessoa assim que ela é diagnosticada pois, quanto mais cedo começar o trataento melhor

OU SEJA

Teste-se. Teste-se e teste-se! E se der não reagente, depois de 30 dis, apreda a lição e vá e não p***** mais….

A maioria dos prestadores de cuidados de saúde prescreve medicamentos para evitar infecções oportunistas nos seguintes níveis de CD4:

Menos de 200:  pneumonia por Pneumocystis (PCP, consulte Folha de facto 515)
Menos de 100: toxoplasmose (consulte Folha de facto 517) e criptococose (consulte Folha de facto 503)
Menos de 50:  complexo Mycobacterium avium (MAC, consulte Folha de facto 514)-

Monitorização do tratamento o sucesso:

Com o sucesso da TARV, contagens de CD4 ás vezes podem subir rapidamente. Outras vezes eles podem subir lentamente. Se a contagem de CD4 é baixa quando a TARV é iniciado, as contagens de CD4 podem não recuperar para os níveis normais. {Nota do Tradutor, para não mencionar a mim, cito Beatriz Pacheco e Beto Volpe, cujos históricos clínicos, se lidos por um médico desavisado, poderia, em determinado momento dizer que “estas pessoas estão mortas” a verdade é que eles esbanjam, dão, vendem, alugam e esbanjam saúde com o sucesso de seus tratamentos que, na época do seus respectivos inícios, não eram “lá muito promissores”], 

Falência Terapêutica e Testes de |CD4

Além disso, se contagens de CD4 cair enquanto você está em TARV,  pode ser que esteja ocorrendo falência terapêutica e uma das razões disso pode dever-se a impontualidade na aplicação dos medicamentos; mantenha sua adesão ao tratamento de forma espartana. 

Monitoramento contínuo 
A diretriz atual de tratamento (disponível em http://aidsinfo.nih.gov/guidelines) sugere que se um paciente mantém a carga viral indetectável, a contagem de CD4 pode ser feito uma vez por ano ou mesmo com menos frequência.

DA DOENÇA E DA MORTE Não relacionados à AIDS

Agora que as pessoas com AIDS vivem mais, há mais investigação sobre outras causas de doença e morte. Estas são as causas de morte não relacionadas à AIDS, que incluem doença hepática, câncer não relacionado à AIDS, e doenças cardíaca. Globalmente, estas mortes estão a diminuir. No entanto, a investigação mostra uma clara ligação entre a baixa contagem de CD4 e o risco de morte.

Linha Inferior

Porque eles são como um importante indicador da força do sistema imune, uma folha informativa de orientações de tratamento nos EUA sugere que a contagem de CD4 deve ser monitorada a cada seis a doze meses para pessoas cuja TARV tem funcionado de forma a manter um elevado nível de células CD4.

Maiores contagens de CD4 são melhores. No entanto, uma contagem normal de CD4 não garante um sistema imune normal.

                <h3>
                        Creiam, Se Você receber um Resultado Reagente, pense sempre nisso
                        Não se Desespere!!!! Não tema! Teste-se e Trate-se
                </h3>
    <p><i>Moça que sofre, este texto foi trazido à tona, revisado, felizmente eu pude inclusive atualiza-lo não só para ti, ou eu te enviaria um e-mail. É que eu sei que seu sofrimento, pungente, é partilhado por outras pessoas, aqui, ali, lá, acolá, alhures, algures e em muitos nosocômios.</i>

Eu desejo que isso a esclareça, bem como a ouros tantos, que caem nesta bobagem de fazer hemograma ara se auto diagnosticarem. 

Eu fico sem saber se acudo vocês, ou se enforco vocês. Não há vantagem na autodiagnose, e nem vergonha em ser portador de HIV. Não se testar, não começar o tratamento é algo grave, e a pessoa que porta HIV e não sabe que porta HIV é aquela que, como eu, tipicamente, contrai HIV, ignora o problema, vai adoecendo lentamente e espalhando a doença sem saber, e sem querer (ou quae sem querer, sei lá).

Eu tive uma amiga interessante, a Filó, garçonete da SKY Perepepês, uma casa GLS, tempos mais simples, e mais felizes, que no primeiro momento que me viu disse, sem nem me onhecer:

-“Oi gay!”. “Eu sei que ocê não é gay, e este é o grande barato de chamar você de gay. Rsrs. Pois bem.

Filó, olha só, você gritava sempre, “se liga na bolinha” e eu só vim a entender isso muito tempo depois. Teria sido fantástico. 

http://Array

Images similares

Anúncios
Sobre Claudio Souza do Soropositivo.Org (508 artigos)
😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA

5 Trackbacks / Pingbacks

  1. Complexo de Mycobacterium Avium (MAC) · Soropositivo.Org
  2. O Impacto de portar HIV no Envelhecimento · Soropositivo.Org
  3. Somatização de sintomas novos após o aprendizado em meu What'sAPP
  4. AIDS Visão Geral da Síndrome Da Imuno Definicência Adquirida - Há Vida!
  5. HIV e sua saúde - É Um Bom Texto Até Para Quem É Velho de Guerra

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us
%d blogueiros gostam disto: