Últimas

AIDS Visão Geral – Síndrome da Imuno Deficiência Adquirida (SIDA)

AIDS Visão Geral

Já foi assim um dia. Precisamos estar atentos para que não volte este tempo. É preciso saber votar

Eu resolvi retrabalhar esta coisa: AIDS a visão geral, porque na experiência de “dar suporte afetivo” às pessoas, percebi que elas confundem, e muito, o que é portar HIV e o que é viver com AIDS. A maior parte deles, estes que “vem a mim”, pensando em janela imunológica, já “manifestam sintomas de AIDS”! É a maldita omissão da mídia institucional (a merda toda) por absoluta falta de interesse. Eu queria que determinados apresentadores esportivos tivessem, em relação à crítica contra jogadores de futebol o mesmo “furor uterino” em relação às políticas de saúde pública e, em especial, à epidemia de AIDS. É bem mais fácil encontrar melhor apoio junto ao Diabo em pessoa

Modo de  Transmissão do Vírus da AIDS

  • sexual: tanto homossexual quanto heterossexual. A transmissão se dá particularmente mais facilmente em relações sexuais em que um dos(as) parceiro/a (os/as) pratica sexo anal receptivo. A transmissão vaginal para ambos os parceiros é um modo comum de transmissão. O sexo oral é um modo de transmissão muito menos eficaz, embora tenha havido casos documentados.
  • Transmissão através de produtos sanguíneos contaminados com HIV.
    • Transmissão ocupacional: Profissional de Saúde e Trabalhador de laboratório infectados por resultantes de acidentes com objetos pérfuro-cortantes;
  • transmissão vertical da mãe para o feto (através do sangue da placenta) ou infantil (através do leite materno).
  • Não há evidência convincente de transmissão através de outros fluidos corporais (por exemplo, saliva).

Senhora: A Doutora Vera Paiva, do NEPAIDS, considera o casamento uma ameaça à vida das mulheres, Eu fiz uma enquete a respeito de algumas dúvidas referentes á AIDS, ao HIV, à janela imunológica e isso me chamou à atenção: “Sou casado…“.

Mais uma Imagem tentando expor a AIDS. Visão geral, bem esplicando.

Percebem? Avaliar “AIDS” ou Sorologia Reagente para HIV em Hemograma é estupídez!Com isso, e outras tantas coisas que tenho pesquisado para ajudar as pessoas que vivem na zona sombria da dúvida a respeito da janela imunológica. Eu espero, com o tempo, ir linkando traduções de um ponto ao outro e esclarecer, e quem sabe convencer, as pessoas que entre ter contraído HIV e começar a ter problemas com doenças oportunistas relacionadas à queda de células T que expressam a proteína CD4 decorre um período de CINCO A DEZ ANOS. Se você está entre as pessoas que vivência este terror. Eu sei que é terror, eu o vivi, que usem CTRL+D e registrem o endereço deste texto e voltem de tempos em tempos. Eu trabalho sozinho e só digito com os indicadores. A Imagem é clicável e pode ser melhor visualizada do que nesta “mídia”! Astrid e a ESPM foram as duas grandes exceções!
A Síndrome de Imunodeficiencia adquirida ocorre como resultado da infecção por HIV não tratada. 
Esta imagem foi recortada, com todo o seu conteúdo ai redor, da página que trata do HIV na Wikipedia. É uma imagem de domínio público e é a foto AUTÊNTICA de um Linfócito que EXPRESSA A PROTEÍNA CD4.O HIV (vírus da imunodeficiencia humana) pertence à família dos retrovírus humanos e à subfamília dos lentivírus.
Existem 2 tipos de HIV que resultam em AIDS em humanos:
HIV-1: comum
HIV-2: África

 

 

[TS_VCSC_Icon_Font icon=”ts-ionicons-quote” size=”40″ color=”#dd3333″ background=”#2d9332″ hoverchanges=”true” hoverbackground=”#eded00″ bordershow=”true” bordertype=”double”] Mecanismo de evolução da doença por HIV para AIDS Visão Geral

Esta é  primeira vez que eu me decido pela ideia de encarar a edição de uma imagem, trazendo-a para o português. Eu fiz isso com uma versão de avaliação do Adobe Photoshop e, se eu tiver sucesso em mais algumas, eu certamente me empenharei em adquirir uma licença para o “programa em si”.

Em síntese, é isso o que acontece. Mas entre a primeira invasão, a instalação e o desenvolvimento da AIDS o tempo mínimo seria de quatro anos, podendo alcançar prazos maiores. Não adianta você achar que, depois de três meses, já desenvolveu imunodeficiência e esta tendo manifestações de doenças oportunistas. NÃO É ASSIM QUE ACONTECE! ENTENDERAM? E mais: Não é o melhor dos mundos, e é bem sábio usar a camisinha em todas as relações pois, caso contrário, infelizmente você candidato ou candidataa receber este diagnóstico…. Mas, veja, eu estou vivendo com HIV, consciente disso, há quase 1/4 de século…. Portanto, vir a  receber um diagnóstico reagente sem direito a reclamação. E se você está assim, reagente, isso não é o fim do mundo

A resultante FINAL da doença por HIV é uma imunodeficiência profunda que resulta principalmente de uma progressiva queda na quantidade de um subgrupo de linfócitos T referido como células T auxiliares ou células T indutoras. Este subconjunto de células T é identificado pela presença de uma molécula CD4 na sua superfície, que também serve como o receptor celular primário para o HIV.

Esta é a coisa que “todos nós tememos”. E por quê. É a grande certeza que temos. Só não podemos ser relapsos e descuidarmos de nós mesmos. Rubem Alves escreveu, e definiu a vida muito bem:
“A vida é uma entidade estética. Morta a nossa capacidade e compreender…

[TS_VCSC_Icon_Font icon=”ts-ionicons-quote” size=”40″ color=”#dd3333″ background=”#2d9332″ hoverchanges=”true” hoverbackground=”#eded00″ bordershow=”true” bordertype=”double”] Quadro clínico das pessoas com AIDS Visão Geral

  • Síndrome retroviral aguda inicial: afeta 50% dos infectados e inicia 3 a 6 semanas após a infecção primária. A síndrome retroviral apresenta febre, linfadenopatia, dor de garganta, erupção cutânea, mialgia / artralgia, diarreia, perda de peso e cefaleia. E uma grande romaria até as páginas da Janela Imunológica.
  • Estágio assintomático
  • Linfonodomegalia generalizada
  • Infecção sintomática:
    • doença constitucional (febre, perda de 10% do peso corporal, diarreia).
    • neurológica
    • infecção secundária
    • neoplasia secundária
    • outra

 Diagnóstico e Testagem

Utilizando o sistema do CDC para o diagnóstico de AIDS, qualquer indivíduo infectado com HIV com uma contagem de células T CD4 + <200 / ml tem AIDS por definição, independentemente da presença de sintomas ou doenças oportunistas [1 ].

Os métodos de testagem atualmente utilizados incluem várias técnicas de ELISA que podem requerer confirmação com Western Blot ou outros testes, os testes rápidos de terceira geração e os de quarta geração com detecção do antígeno p24 .

[TS_VCSC_Icon_Font icon=”ts-ionicons-quote” size=”40″ color=”#dd3333″ background=”#2d9332″ hoverchanges=”true” hoverbackground=”#eded00″ bordershow=”true” bordertype=”double”] Tratamento contra a AIDS Visão Geral

Atualmente não há cura para a AIDS ou vacina contra o HIV. O tratamento consiste na prevenção e tratamento de infecções oportunistas, bem como o uso de terapia antirretroviral altamente ativa (HAART), que retarda a progressão da doença. Nas décadas anteriores, o sucesso desses tratamentos antirretrovirais teve grande sucesso em prolongar e melhorar a qualidade de vida das pessoas com AIDS.

Eu não terminaria de escrever se fosse falar da importância das enfermeiras em minha vida. Mas eu vou falar de uma. Sem nomes. Diagnosticado como portador de HIV eu me senti “desnorteado.”. E eu tinha trinta e nove milhões de perguntas. E ela, nenhuma resposta.Mas ela me deu o mais importante. Seu colo, onde eu coloquei minha cabeça e chorei por horas e horas. Depois disso, nunca mais consegui encontra-la. A vida é assim, certos anjos vêm e vão!

As combinações de HAART atuais ou “coquetéis” consistem em pelo menos três medicamentos pertencentes a pelo menos duas classes de agentes antirretrovirais tais como inibidores da transcriptease reversa análogos de nucleósideos (NRTIs) e inibidores de proteases. Sabe-se que os pacientes em tais tratamentos repetidamente testam “indetectável” para o HIV, mas a interrupção da terapia até agora fez com que todas as cargas virais de tais pacientes aumentassem prontamente. Há também a preocupação com esses regimes de que a resistência às drogas acabará se desenvolvendo.

Nos últimos anos, o termo HAART (terapia anti-retroviral altamente ativa) tem sido comumente trocado por outro:

Terapia Antirretroviral | TARV

 A maioria dos indivíduos infectados do mundo, infelizmente, não tem acesso a medicamentos e tratamentos para HIV e AIDS. E isso é uma merda.

Há pesquisas em andamento no desenvolvimento de uma vacina para o HIV e no desenvolvimento de novos medicamentos anti-retrovirais. Ensaios em humanos estão atualmente em andamento. Pesquisas para melhorar os tratamentos atuais incluem simplificar os regimes atuais de drogas para melhorar a aderência e diminuir os efeitos colaterais.

 

Traduzido por Cláudio Souza do Original em 13 de Outubro de 2018 do original em

Acquired immunodeficiency syndrome overview  que foi atualizado em: 04 de novembro de 2017

Eu tive de fazer “edições de enquadramento”. Isso porque o texto parece estar aquém de *nossa realidade*.

Caso alguém observe algo assim, aquém e nossa realidade que eu não tenha notado, eu peço, encarecidamente que me envie uma mensagem pelo formulário imediatamente abaixo.

Grato.

Revisão pendente – Preciso de revisores e ou revisoras

 

 

 

Referências

  1. Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Testes laboratoriais para o diagnóstico da infecção pelo HIV: recomendações atualizadas. 2014 jun 27; Fornece recomendações atualizadas para testes de HIV por laboratórios nos Estados Unidos, incluindo um algoritmo para detecção de IAH.
Anúncios

Soropositivo.Org - Top Blog saúde 2013 Juri Acadêmico

Gosta De Nosso Trabalho? Ele Te Ajudou De Alguma Maneira? Se Isso For Verdadeiro Eu Já Fico Muito Feliz. Mas Isso Tem Um Custo E É Difícil Manter. Uma Vez. Só Uma Vez Na Vida Eu Peço Que Você Apoie. E Não Deixe Para Outro Fazer. Se Você Soubesse O Quanto É Rara Uma Contribuição!!!!!

Apoio ao Blog Soropositivo.org

Não é Fácil Mander Este Nível. Sua ajuda importa muito😊😉😄

10.00 BRL

Este é Meus Histórico Médico Um Tanto Quanto Desatualizado! Sim! Sim! Houve complicações!!!

[embeddoc url="https://soropositivo.org/wp-content/uploads/2017/09/Laudo.pdf" width="100%" viewer="google"]
Sobre Claudio Souza do Soropositivo.Org (509 artigos)
😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA

1 Trackback / Pingback

  1. Dor Crônica Ligada à Neuropatia Periférica Por HIV- Parte 1 · Soropositivo.Org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Whatsapp WhatsApp Us

We use cookies to give you the best online experience. By agreeing you accept the use of cookies in accordance with our cookie policy.

%d blogueiros gostam disto: