A História Da AIDS No Brasil por Dráuzio Varella

Você esta em Início => AIDS => AIDS depois Dos 50 => A História Da AIDS No Brasil por Dráuzio Varella
AIDS

Quando chegou a AIDS no Brasil, Dr Dráuzio varella estava “lá”!

No Hot Spot!

E pode ver os fatos que antecederam esta chegada, a chegada da AIDS no Brasil.

E, desta forma, estamos publicando aqui, em retrospectiva, um dos primeiros vídeos do Dr Drauzio Varella

A História Da AIDS No Brasil

Drauzo Varela
Origem da Imagem, Google https://www.google.com/search?q=drauzio+varela&oq=drauzio+varela&aqs=chrome..69i57.9199j0j4&sourceid=chrome&ie=UTF-8

É importante que você aproveite para, como diz Drº a Varela.

A observação de que aqueles que “tinham sorte” eram diagnosticados “prematuramente”, com um caso de Sarcoma de Kaposi, uma Neoplasia Definidora de AIDS.

E isso se dava mais ou menos pelos anos oitenta, em especial depois de 1982, curiosamente, o mesmo ano em que Fátima me salvou!

Ele, o doutor Drauzio Varela, contou muito neste vídeo, e eu sei, ele é longo. Eu mesmo já o assisti umas 9 vezes!

 

Eu o conheço, de nome e vista na rede há um bom tempo!

O Doutor Drauzio Varella faz um comentá para aqueles outros, que não tiveram a “sorte de ter um Sarkoma de Kaposi” acavam sendo diagnosticado já com uma pneumonia, mas não era uma pneumonia comum e, nunca vezes nunca por causa de uma gripe!

Mas havia, e aida há, apesar de toda a banalização da AIDS, em colocações estúpidas como a que você poderá ler em a banalização da AIDS, onde um paspalho diz que não existe nada de estigmatização, e que ele chega a dizer que “sua saúde, agora que você tem HIV, vai cicar ainda melhor” e que, daqui para a frente, tudo o que você precisará é de tomar “um comprimidinho”, a puta que me pariu, e que a vida continua a mesma, mas que um texto, 30% das pessoas no Brasil dizem que não trabalhariam ao lado de uma pessoa com HIV…..

Se isso não é estigma, diabos, eu não sei dizer o que é ou o que seria.

E, lembrando, há pessoas que abusam da fé de outras pessoas, mas a carga viral indetectável não é cura! É um bom resultado da TARV, a terapia antirretroviral, e, digamos, é “é só isso”. 

E a infecção aguda por HIV é similar a de muitas outras infecções virais, como as manifestações da gripe ou sarampo!

E você, que acabou de receber seu diagnóstico, saiba que os tratamentos e seus resultados estão melhorando sempre! E há gente vivendo com HIV a mais de vinte anos!

E é sempre bom se lembrar da história da destruição parcial da casa da AIDS, onde minha antiga infecto me contou que tínhamos, nos dias de hoje, uma expectativa de vida de 90 anos!














“]


O Item Abaixo Não É Obrigatório. Não O Identifica. Mas Sua Informação me ajuda a prosseguir com o Trabalho




Images similares

Publicações Relacionadas

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este Site usa Cookies e você pode recusra este uso. Mas pode saber bem o que está sendo registrado em, conssonãncia com nossa política de privacidade