O Ciclo De Vida do HIV

Você esta em Início => A Busca Pela Cura => O Ciclo De Vida do HIV
Infecção Aguda Pelo HIV! O que é Isso Afinal?

Veja bem, o ciclo de vida do HIV,  em uma pessoa que não está em tratamento é algo que acontece, a depender da carga viral do portador, que vai se avolumando exponencialmente e, exponencialmente o ciclo de vida do HIV se replica e auto exponencia.

Vejam isso,é um recurso de imagem disponível para todos! E mostra a tenacidade e voracidade deste ciclo de vida do HIV através da Wikipedia! Mas…

O que garante o Ciclo de Vida do HIV Célula CD4 contaminada por HIV, é um moto-perpétuo onde,incosnciente, para viver, o HIV acaba por matar o hospedeiro.
Micrografia eletrônica de varredura de VIH-1, em cor verde, saindo de um linfócito cultivado.
Photo Credit: C. Goldsmith Content Providers: CDC/ C. Goldsmith, P. Feorino, E. L. Palmer, W. R. McManus – This media comes from the Centers for Disease Control and Prevention’s Public Health Image Library.With identification number #10000. Note: Not all PHIL images are public domain; be sure to check copyright status and credit authors and content providers.
Scanning electron micrograph of HIV-1 budding (in green) from cultured lymphocyte. This image has been colored to highlight important features; see PHIL 1197 for original black and white view of this image. Multiple round bumps on cell surface represent sites of assembly and budding of virions.
Detalhes da permissão
None – This image is in the public domain and thus free of any copyright restrictions. As a matter of courtesy, we request that the content provider be credited. and notified in any public or private usage of this image.

 

 

 

O texto abaixo foi criado por  Greta Hughson em novembro de 2017 no AIDSMAP. O texto foi traduzido fielmente e, durante a revisão, eu insiro minhas considerações pessoais, de um leigo que, neste blog, está trabalhando há 19 nos e, sim, eu creio que aprendi um pouco e, no entanto, eu não sou médico ou cientista. Apenas uma pessoa vivendo com HIV há quase um quarto de século!

Inicialmente, você Precisa Observar estes pontos:

Pontos principais

  •         O sistema imunológico é o sistema de defesa natural do corpo.
  •         Para sobreviver, o HIV precisa infectar células nas quais novos vírus podem ser criados.
  •         Diferentes drogas anti-HIV têm como alvo diferentes etapas no processo de replicação por células infectadas pelo HIV.

TARV, estabeleçamos aqui, é Terapia Antirretroviral, um tratamento com medicação que se conhece, genericamente falando, como “Coquetel”

Assim sendo, os antirretrovirais (ARV) interferem nestes pontos do ciclo de vida e, só para registro, é muito mais barato tratar as pessoas com HIV do que trata-las quando, final e desastrosamente, a AIDS se estabelece e é necessário tratar estas doenças oportunistas, exceto se, conforme o proposto por um secretário de saúde do Rio Grande do Sul, “não vale a pena tratar a pessoas vivendo com HIV pois elas morrerão mesmo!

O Fato de Estar Doente Não Representa Morte e Morte é Algo Que espera a Todos Nós, em qualquer Esquina

O link para o texto está acima e, o texto em si é obra de um brilhante Jurista,m Sandro Sardá e eu colo este trecho abaixo e em destaque apenas para informar, inicialmente, que discordo do texto em destaque, e poderei escrever sobre isso, caso desejem, há uma enquete para eu saber de vossa vontade em 30 dias! Eu discordo de:

EN­TRETANTO, HO­JE EM DIA AS­SISTE-SE PRO­CESSO DE “CO­OPTAÇÃO” PELO ES­TADO DE AN­TI­GAS LID­ER­ANÇAS E PESS­OAS SOR­O­POS­IT­IVAS QUE PAS­SAM A TRA­BAL­HAR NOS PRO­GRA­MAS MU­NI­CIPAIS DE DST/AIDS, COM VITÓRI­AS IM­PORT­ANTES PARA O MO­VI­MENTO.

Voltando, eu si que extrapolei-me eu linhas, mas esta coisa de escrever grudo, se agarra e não sai, senão com a ajuda de Sete Exorcista😜😪….

O sistema imunológico humano protege o corpo. É feito de muitas células diferentes que estão espalhadas por todo o corpo, cada uma desempenhando papéis diferentes e se movendo ao redor do corpo conforme a necessidade. O fato de serem brancas não significa que a avaliação de leucócitos em um maldito hemograma, como disse uma estúpida com “diploma de médica”.

Eu aposto que ela recebeu o diploma, fez uma almofada e sentou em cima dele.

Células Sanguíneas

Existem dois tipos principais de células no sangue. Os mais comuns são os glóbulos vermelhos ou eritrócitos, que transportam oxigênio para os tecidos do corpo e levam o dióxido de carbono em retorno aos pulmões, onde, milagrosamente, acontece “a troca” e o dióxido de carbono é devolvido à atmosfera e, com isso, 17, dos 21% de Oxigênio que inspiramos. Guarde este número, se um dia você estiver soterrado, mas vido, o oxigênio certamente diminuirá, mas aos poucos. Mantenha a calma e respire lentamente….

O outro grupo são glóbulos brancos ou leucócitos. Estas são as células do sistema imunológico.

Estima-se que cerca de 10,3 bilhões de nova partículas virais (Vírus, tentar explicar isso é enlouquecer e levar você à loucura sejam produzidos todos os dias em pessoas que não fazem tratamento para o HIV.

 

Algumas células brancas do sangue reconhecem organismos estranhos específicos aos quais o corpo foi exposto no passado. Essas células imunes específicas são chamadas de linfócitos. Outros glóbulos brancos são inespecíficos e podem atacar uma variedade de diferentes organismos estranhos: estes incluem neutrófilos, eosinófilos e células assassinas naturais. (CTHA, por Deus!….)

Linfócitos

Existem dois tipos diferentes de linfócitos.

Os linfócitos B (às vezes chamados apenas de células B) produzem anticorpos. Um anticorpo é uma proteína que pode bloquear em uma parte distinta de um organismo estranho específico.

Por exemplo, há anticorpos amplamente neutralizantes para bloquear a proteína CD4, mas ele só aparece anos, anos e anos depois da Infecção!

E sim, poém infelizmente, muitos estudos foram feitos, no afã de criar uma vacina a partir deles mas, até hoje, 20 de Agosto de 2019, houve muita esperança, muita expectação e frustração.

A Luta continua e a Busca Pela Cura Continua! Mas Use de Sensatez ao Pensar Nisso.

Desta Forma, quando isso acontece, o anticorpo sinaliza para outras células do sistema imunológico para atacar o organismo.

Os linfócitos T (às vezes chamados apenas de células T) são chamados de nomes diferentes, dependendo das moléculas em sua superfície. As células CD4 ,também conhecidas como linfócitos T CD4 ou células auxiliares.

Linfócitos T CD4 – Tipificação diferenciada!!!

“Observe: Linfócitos T CD4!”

É um TIPO de LINFÓCITO e a mensuração dos linfócitos não consegue, como certa imbecil fez, “prenunciar AIDS”) desempenham um papel de coordenação no sistema imunitário.

Eles ajudam os linfócitos B a identificar organismos estranhos (contra os quais produzem anticorpos). Eles também secretam substâncias que permitem que as células CD8 se reproduzam.

As células CD4 também ativam macrófagos (veja abaixo) para matar certos organismos, incluindo muitos dos organismos que dão causa a doenças relacionadas à AIDS. Quando as células CD4 são destruídas pelo HIV, todas essas partes do sistema imunológico são rompidas. As células CD8 (também conhecidas como linfócitos T CD8 ou células T citotóxicas) se ligam a células anormais do corpo, notadamente células que foram infectadas por vírus, e as matam.

Outras células imunitárias 

Este trecho to Texto fala da Magnanimidade de Deus e Do Espetáculo Perpétuo  que é a Criação Associada à Evolução! O Tempo que o Senhor das Esperas Trabalha para que as Coisas, per si e por si, alcancem o “ponto exato do projeto” me mostram quanta paciência Ele para Conosco e, citando Bezerra de Menezes, “o que são trinta anos de enfrentamento diante do Painel da Eternidade!?!!!!!!!!!!!”

As células conhecidas como Natural killer (Assassinas naturais) (ou células NK) atacam as células tumorais e as células infectadas por vírus de uma forma semelhante aos linfócitos.

Mas enquanto cada linfócito só pode reconhecer e atacar as células infectadas por um vírus específico, as células natural killer podem atacar uma faixa mais ampla.

Deus É Fantástico

Os eosinófilos atacam organismos que são grandes demais para serem comidos por um único fagócito, como vermes.

Os fagócitos são células que atacam e destroem células estranhas ao engoli-las. Existem dois tipos principais de fagócitos:

  •         Os macrófagos percorrem o sangue e os tecidos do corpo (ele independe da corrente sanguínea e “navega” através dos tecidos, matando organismos que podem causar doenças relacionadas à AIDS e células infectadas por vírus. Ou Não!!!
  •         Os neutrófilos deixam o sangue para ir aos tecidos onde a infecção ou a inflamação está se desenvolvendo. Eles atacam principalmente bactérias e fungos.

O HIV é um Vírus! O Vírus da Deficiência Humana

HIV é um vírus. Os vírus são germes (de certa forma, eles não são coisas vivas e, insanamente, são especializadíssimos na arte de sobrevier e, entretanto e contudo, não são incapazes de se reproduzir (replicar) sozinhos. Em vez disso, eles precisam encontrar e infectar uma célula que funcionará como um host no qual novos vírus podem ser criados.

Quando o HIV está fora de uma célula, ele é conhecido como virion e é circundado por um envelope protetor. O envelope envolve várias proteínas virais e algum material genético – um “plano” contendo todas as informações necessárias para criar novos vírus.

Os vírus podem ser divididos em duas formas: aqueles cujo material genético é feito de DNA, e aqueles cujo material genético consiste em RNA (como o HIV). Os vírus de RNA são chamados de retrovírus. O HIV é um retrovírus e o processo reprodutivo do HIV e outros retrovírus envolve um passo adicional que não é necessário para os vírus de DNA.

Fusão

Os vírus geralmente têm uma célula específica no hospedeiro humano, animal ou planta que eles particularmente gostam de infectar. As principais células infectadas pelo HIV são aquelas que contêm uma molécula chamada CD4 em sua superfície. O CD4 é encontrado nas células imunitárias, mais particularmente nas células T auxiliares e nos macrófagos.

O HIV entra nessas células por ligação ao receptor CD4 usando uma molécula na superfície do vírus chamada gp120. Uma vez que o HIV se liga ao CD4, ele ativa outras proteínas na superfície da célula humana, conhecidas como CCR5 e CXCR4, a fim de completar sua fusão com a célula.

Transcrição reversa

Uma vez ocorrida a fusão, o interior do vírus (o RNA e algumas enzimas importantes) é absorvido pela célula humana. Uma enzima viral chamada transcriptase reversa realiza o processo necessário para traduzir o material genético do HIV (RNA) para o DNA.

Integração

O DNA viral recém-formado é então integrado ao DNA da célula hospedeira humana usando uma enzima viral chamada integrase. Isso permite que o HIV reprograme a célula humana para produzir mais HIV.

Transcrição

Neste estágio, os dois filamentos de DNA se dividem e formam uma nova cadeia de RNA viral, às vezes chamada de RNA mensageiro.

Tradução

Em seguida, os blocos de construção de proteínas, que irão formar a nova partícula de HIV, são montados dentro da célula humana. Esses blocos são dispostos, por sua vez, através da tradução das informações contidas no RNA mensageiro.

Montagem viral

Os blocos de construção de proteínas são então cortados em pedaços menores por uma enzima viral chamada protease. Essas peças formam a estrutura da nova partícula de HIV, incluindo cada uma das enzimas e proteínas necessárias para repetir o processo reprodutivo. Uma vez que essa montagem tenha ocorrido, a nova partícula viral se desprende da célula humana, flutua na corrente sanguínea e é capaz de infectar outras células. Estima-se que cerca de 10,3 bilhões de novos vírus virais sejam produzidos todos os dias em pessoas que não fazem tratamento para o HIV.

Tratamento do HIV: A Terapia Antirretroviral:

Diferentes tipos de medicamentos anti-HIV visam estes diferentes passos.

 Como funciona o tratamento está em minha “!mesa de edição” e deve estar pronto em uma semana, talvez duas

Esta página deve ser revisada em novembro de 2020.

Anúncios

Publicações Relacionadas

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Sorositivo.Org, fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade.E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Sua Opinião é Muito Importante!

Você gostaria de dar sua opinião sobre o Blog Soropositivo.Org?

Se você desejat, por favor forrneça seu e-mail, assim enviaremos a você uma resposta

Obrigado. Nós recebemos sua opinião e daremo o retorno em breve

Whatsapp WhatsApp Us
Precisa conversar? Há três pessoas aqui prestando serviços voluntários dentro de suas possibilidadades
error: Content is protected !!