20.5 C
São Paulo
6, dezembro,2019

HIV AIDS AVC Embolia Pulmonar! O Perigoso Contexto Disso Tudo

Image default
AVC

HIV AIDS AVC Embolia Pulmonar, parecem coisas desconexas, mas não é bem assim. O risco é a média de fatalidade é alta. Algo mais a se pensar pela PrEP e segurança sexual e reprodutiva. A falha da PrEP é possível e esta texto insere algo mais neste contexto! Mesmo porque a população soropositiva está envelhecendo e isso “re-potencializa” o risco destas condições:

HIV AIDS AVC Embolia Pulmonar O Dramático Re-impulsionamento!

Este texto é um atestado de irresponsabilidade minha. Eu sei disso há anos e anos, na verdade há mais de uma década. Além das Doenças Oportunistas, existem outras, em uma associação antes insuspeita, pois “vivíamos pouco” depois do diagnóstico e, agora, ENVELHECEMOS E a Neuropatia Periférica é apenas uma das “colateralidades” dentro de um contexto ainda não completamente observado!

E eu fui uma banana amassada absurda por não tem publicado este artigo já em janeiro de 2006! Foi preciso ver uma amiga passar um perrengue, por ter uma pessoa muito importante para si, e alguns detalhes extras que ela me mostrou, para eu ver que este texto é tão importante quanto o outro, no qual farei algumas atualizações e o republicarei, por agora ele está em link

Eu, Cláudio A. Souza também tenho um histórico familiar de doenças cardiovasculares. meu avô materno era motorista de caminhão sofreu um AVC em plena Serra de Santos e se o AVC não matou a curva que ele não fez certamente matou!

Deu Reagente? Paciência, você se tornou mais um paciente crônico da Infecção por HIV.

As chamadas “doenças oportunistas” não mais se classificam como principais causadoras de morte em portadores de HIV. Um estudo do Laboratório de Pesquisas em Aids, do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), concluiu que, nos últimos anos, doenças normalmente não associadas à Aids causaram mais mortes em soropositivos do que as doenças tipicamente ligadas à doença no Brasil.

A pesquisa revela também que taxas de óbito por doenças cardiovasculares aumentaram muito mais rápido entre soropositivos do que no restante da população. De acordo com Mauro Schechter, professor da Faculdade de Medicina da UFRJ e chefe do laboratório, o que os resultados revelam é uma mudança nas causas de morte em pacientes com HIV, mas ressalta que “houve uma estabilização nas taxas de óbito em pacientes com HIV. Após essa estabilização houve mudanças. As pessoas morriam mais de doenças tradicionalmente relacionadas à Aids. A frequência dessas causas diminuiu e a incidência de outras causas aumentou”.

Os resultados do grupo são claros: de 1999 a 2004 a porcentagem de óbitos por doenças “atípicas” subiu de 16,3% para 24,1%, o que representa quase 15 mil mortes no período. Entre esses, mortes por doenças cardiovasculares somaram 3.746 casos.

Muito Além da AIDS (Clique Aqui)

Em minhas pesquisas, acabei por encontrar um texto muito importante na UFRJ de autoria de 

Os resultados do grupo são claros: de 1999 a 2004 a porcentagem de óbitos por doenças “atípicas” subiu de 16,3% para 24,1%, o que representa quase 15 mil mortes no período. Entre esses, mortes por doenças cardiovasculares somaram 3.746 casos. Em comparação com não portadores da doença, os soropositivos brasileiros tiveram aumento quase dez vezes maior nos casos de morte por doenças cardiovasculares. Para Mauro, isso pode representar problema no processo de tratamento de soropositivos no sistema de saúde brasileiro. “Contrariamente ao que se imagina, essas doenças são relacionadas ao HIV de alguma forma. Além disso, os resultados podem indicar que alguns medicamentos utilizados para o tratamento do HIV podem aumentar o risco de problemas cardiovasculares”, revela o médico. (https://ufrj.br/noticia/2015/10/22/muito-al-m-da-aids)

MICHELLY ROSA – AGENCIA UFRJ DE NOTÎCIAS – CCS Olhar Vital HUCFF

Minha Mãe sofreu muito mas muito mesmo, com essa questão vascular, pois eu me lembro de ver não com varizes, mas, sim, com o que eu definiria como “manilhas em suas pernas”!

Na Última vez que eu vi minha mãe quase 25 anos atrás, talvez isso te choque, mas ela determina as regras do jogo! E eu não faço nada diferente daquilo que ela determinou que eu fizesse, mas eu não vou lavar roupa suja aqui na internet!

Nesta última vez ela já tinha uma grande dificuldade em caminhar e, depois de conversar com minha “meia-irmã”, decidimos não tocar no assunto sorologia reagente para HIV! A pancada seria muito forte segundo as ilações de minha “irmã”; eu sabia que eles vivia

Minha avó Palmira teve três AVC e no terceiro, naturalmente, ela não sobreviveu!

Ocorre Que esse texto está sem atualização desde 2016 talvez 2014, e surgiu um fato novo, que me levou a pensar neste texto cuja tradução é de uma ONG de Portugal, a quem pedir licença para usar o texto, e a bem da verdade, eu estou buscando um bem maior trazendo isso para o “meu público”!

A Primeira Embolia Pulmonar, Ninguém, Esquece!

minha primeira embolia pulmonar aconteceu no ano de 2005, e quase me custou a vida por que o convênio que usava na época o DIX AMICO recusou-se, por mais de 12 horas a minha internar porque o derrame pleural poderia, vejam Só, ser uma resultante, de uma doença pré-existente: a AIDS, síndrome da imunodeficiência adquirida!

 foi necessário uma pressão advocatícia da minha esposa e uma junta com 12 médicos para fazer uma lista de possíveis causas para um derrame pleural não relacionados à AIDS!

O Fato é que eu só vim a saber de tudo isso depois de estar internado, Mara não me contou que tava passando por estas necessidades, e dificuldades para me internar!

E O fato é que desde então eu tomo Clexane injetável como eu peço 95 kg eu só estou efetivamente protegido contra uma embolia pulmonar tomando 100 ml de Clexane injetável! Para esclarecer o ponto, veja:

Enoxaparina sódica

Eu nunca vi uma seringa de 100ml de Clexane!

E, por via das dúvidas eu conversei com um médico vascular da equipe de cirurgia vascular do Hospital São Camilo, Dr Raimundo, e expliquei para ele o que é Doutora Ângela tinha me orientado: Varfarina não funciona com pessoas vivendo com HIV transformando-se, sim em um potencializador de riscos, e se a única medicação que eu deveria tomar seria o clexane! 

 Eu teria uma pequena nota para integrar a esse texto, mas é bem melhor “não dar ideias” falando do Clexane injetável!

Tudo o que eu tenho a dizer para vocês a respeito disso, Na verdade apenas o que eu quero contar, é que essas agulhas são testadas eletronicamente por amostragem em lotes! esse desse lote foram tiradas x unidades, e y unidades não apresentar em defeito todo o lote é aprovado!

E Eu creio que é por isso que às vezes eu sinto que estou me esfaqueando quando eu aplico as injeções! Para finalizar esse meu adendo Doutor Raimundo me sugeriu a colocação de um filtro da veia cava Por que a maior parte desses trombos, trombo são pequenos com água dos que por uma razão ou por outra, desgraçadamente, se desprendem de uma veia, geralmente acontece nos membros inferiores!

HIV, AIDS E AVC! Que Triunvirato Maldito!

E Depois que esse coágulo começa a circular pela corrente sanguínea, é uma questão randômica se ela vai circular em direção ao cérebro ou em direção aos pulmões, temos ainda, a variante de não sabermos, e não Podermos prever o tamanho desse trombo, o coágulo circulante na corrente sanguínea, e fica tudo assim: “alea jacta est” a sorte está lançada!

No Caso que tanja mim graças a Deus eu tive duas embolias a segunda ela foi maciça, prejudicando os dois pulmões e os médicos desenganaram a mim para minha esposa, e eu passei mais um tempinho da minha vida dentro de uma UTI!

O Que eu tenho a dizer de tudo isso é que se você tem um histórico de doença cardiovascular em sua família, eu olho para você como uma pessoa que terá resultado uma embolia pulmonar, que pode ser maciça ou não, que pode ser letal ou não, e que pode não acontecer como AVC, e arrumar, celeremente em direção ao seu cérebro e como eu não sou médico tudo o que eu sei é que um dos hemisférios do cérebro se afetado pelo AVC torna você com paralisia em um lado do corpo (ou não tudo é como Deus deseja!) e do outro lado a resultante é a morte, o óbito, a cessação da vida corpórea e ousaria dizer que isso aconteceu prematuramente!

HIV e AVC, Uma Relação Complexa e Assustadora

No link que coloque lá no alto está a porta de entrada para um outro texto, o que mencionei acima, sobre HIV, AIDS e AVC.

A matéria  trata especificamente de um estudo que concluiu que a simples presença do HIV no organismo já é fator fortemente suficiente para de causar um AVC e eu vi, lembrando que não sou médico deduzi e associei, ligando “lé com cré”,  que este também pode ser um fator causador de embolia pulmonares !

 

Como Eu tenho um segundo diagnóstico relacionado que é o de tromboflebite de repetição o Doutor Raimundo me disse que eu não deveria deixar de tomar o Clexane porque os trombos formados nos braços são tão perigosos quanto aqueles outros formados nas pernas!

 outra linha e você deve pensar: “e Por que então, diabos, fazer uma cirurgia, se ela não resolve o problema em definitivo? 

e eu te digo que 65% dos casos de AVC e embolias pulmonares tem como nascer do ouro e fonte os trombos formados nos membros inferiores!

E Eu que vivo sobre o epigrama “na dúvida não ultrapasse” tenho, ou outro axioma que procura aplicar em minha vida: “seguro morreu de velho!” 

Eu tenho mantido este Blog, quase que sem ajuda, desde o ano 2000! estamos no final de 2019

Ninguém é tão pobre que não possa ajudar ao menos uma vez. A escolha é sua. E Deus é a testemunha de suas opções

Para Ajudar com R$ 10,00  Para Ajudar com R$ 20,00  Para Ajudar com R$ 50,00 Para Ajudar com R$100.00




























O que vem depois da foto não é para você pensar:
“Nossa! Como ele sofreu!.
É para você por em sua cabeça que é possível passar até por bem mais que isso!
Quando escrevo que Há Vida Com HIV é disso e de muito mais que eu falo!!!

Apesar da infecão por HIV, e mesmo que raramente, eu consigo sorrir!

Artigos Relacionados que você pode gostar de ler

Oi! Quer fazer alguma consideração a respeito? Não? Ok! Pense em fazer uma resenha deste assunto

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, fazemos tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade