Blog Soropositivo. Org

Cloroquina Contra COVID-19 Não É Panaceia Inofensiva!

COVID-19

Cloroquina Contra COVID-19  tem gerado mais do que frisson! Se fosse “apenas frisson”… Querendo ou não, você precisa ler este texto. Veja bem. Por mais atraente que seja, mesmo eu, que já tive minha vida na berlinda em dois passeios por UTI’s e medicamentos, e até mesmo após ter passado um tempinho usado o DDI, eu esta siente dos riscos e a ordem era:

Dor no ventre suspenda a medicação e venha para cá imediatamente. Uma pessoa na UTI, entubada, não é lá muito hábil em comunicação e seu livre-arbítrio está bem limitado…

Cloroquina Não É UMA panaceia inofensiva para COVID-19

Durante uma Em 19 de março, na coletiva de imprensa, o presidente Donald Trump anunciou que a cloroquina, um medicamento usado há muito tempo para tratar a malária, seria disponibilizado para os atingidos pelo COVID-19.

Isso acompanhou as notícias de pesquisas preliminares, incluindo um estudo limitado na Austrália, no qual a cloroquina mostrou-se promissora na erradicação do coronavírus em alguns pacientes. Uma Pesquisa chinesa publicada em fevereiro sugeriu eficácia e segurança da cloroquina no tratamento de pneumonia associada ao COVID-19 – Em Outra ABA

Um estudo chinês subsequente envolvendo o uso da cloroquina e de seu primo molecular, a hidroxicloroquina, determinou que a hidroxicloroquina é a mais potente dessas duas drogas na inibição desse novo coronavírus.

Stephen Hahn, MD, esclareceu rapidamente que ainda são necessários estudos maiores

A controvérsia envolveu o anúncio do presidente, especialmente depois que ele indicou que a cloroquina já foi aprovada para esse uso pelo FDA O comissário da agência, Stephen Hahn, MD, esclareceu rapidamente que ainda são necessários estudos maiores para determinar a segurança e a eficácia da cloroquina no tratamento do COVID-19.

Grande parte da discussão que continuou na mídia ao longo do dia dizia respeito à eficácia do medicamento e, em caso afirmativo, quanto tempo levará até que este medicamento receba a luz verde para uso do paciente.

Confusão Mental

Também houve confusão sobre qual medicamento está sendo considerado, já que alguns relatos o próprio presidente também mencionaram a hidroxicloroquina. A distinção é importante, como será visto em breve.

Enquanto outros estão se concentrando no componente de eficácia do medicamento neste debate, estou mais preocupado com a segurança em relação à cloroquina. O que não vi mencionado é a contra-indicação do uso do medicamento em pessoas com deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase (G6PD).

Pessoas com deficiência de G6PD: Assintomáticas

No entanto, muitas pessoas com deficiência de G6PD são assintomáticas e não sabem que a têm até que algo desencadeie um episódio de anemia hemolítica. Os gatilhos comuns incluem infecções bacterianas ou virais e tratamento com certos medicamentos. Um medicamento comumente associado à anemia hemolítica na deficiência de G6PD é a … cloroquina.

Isso deve ser uma preocupação no presente debate sobre o tratamento de pacientes com COVID-19? Na minha opinião sim. A deficiência de G6PD é bastante comum; de fato, é o segundo defeito enzimático humano mais comum, afetando cerca de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. Ela afeta 1 em cada 10 homens afro-americanos no-lo dos EUA é bastante comum que ele foi escrito em um episódio da série de TV de longa duração M * A * S *H.Nesse episódio, o personagem cabo Klinger, de ascendência mediterrânea, ficou gravemente doente depois de receber uma droga antimalárica. Ele foi encontrado para ter anemia hemolítica e uma associação foi feita com a droga. Os créditos finais incluíram um breve comentário sobre a deficiência de G6PD.

Dados os desafios de saber quem pode ou não ter deficiência de G6PD, parece prudente não usar cloroquina no tratamento de pacientes com COVID-19 que podem estar em risco para essa condição genética. A última coisa de que precisam é ter uma doença respiratória grave composta por anemia hemolítica, resultando em mais perda de oxigenação.

No Entanto, Contanto e entretanto e Já Que…

Jackie Outed The Box! Não é contigo não!!!

A hidroxicloroquina, por outro lado, não induz anemia hemolítica em pessoas com deficiência de G6PD, apesar da semelhança molecular com a cloroquina. Ele demonstrou eficácia na inibição do coronavírus pandêmico durante testes in vitro. Talvez seja essa a droga a que o presidente e Hahn estavam se referindo.

A hidroxicloroquina é onde o FDA deve direcionar seus esforços de teste e rapidamente para determinar se essa pode ser a bala de prata para o tratamento do COVID-19.

Falta consciência sorológica complica vida de pessoas portadoras do HIV

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Pessoas com HIV, ou AIDS, deveriam prestar muita atenção à fala de seus infectologistas e outros profissionais de saúde envolvidos em seus tratamentos.

Mais sobre COVID e HIV

Pessoas com Deficiência. O link leva a um texto importante, mas fora do escopo do conteúdo desta página. Leia-o aqui!

Micobacterium Avium Complex: Saiba Mais Aqui!

Dan J. Vick, MD, DHA, MBA, CPE, patologista e ex-executivo de um hospital, é membro do corpo docente de pós-graduação do Programa de Administração de Mestrado em Saúde da Faculdade de Ciências da Saúde, em Herbert H. & Grace A. Dow College of Health Professions na Universidade Central de Michigan, em Mount Pleasant.

Publicações Relacionadas

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazm tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta polític nste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us
Quer Conversar? Diga olá!
%d blogueiros gostam disto: