Sexo Oral Passa HIV? Sim! Pode passar! Mas…

Inicial / Sexo Oral Qual o Risco? / Sexo Oral Passa HIV? Sim! Pode passar! Mas…
Sexo oral passa HIV, Sexo Oral Passa HIV? Sim! Pode passar! Mas…
Sexo Oral Qual o Risco?
O Processo de decisão, durante a relação, é praticamente anulado! O “tesão” te faz sossobrar!

“As pessoas estão tomando decisões com base na sua avaliação sobre a pessoa e ela precisa de estar muito mais focada no ato”, diz Halkitis, que também considera a educação básica de HIV deve ir para as nuances de transmissão.

Ele se pergunta quem vai ensinar os jovens a não usar Vaselina (lubrificante oleoso quando o ideal é os que não sejam feitos nestas bases) com preservativos, por exemplo, ou não para ducha higiênica antes de sexo (se você deve fazer algumas horas mais cedo), ou se estiver a fotografar a droga, não compartilhar a água e paramentos no uso de drogas injetáveis, que também pode propagar o vírus.

Liz Defrain

Os dados são condenados. Todos os números no mundo não mudam o fato de que as pessoas são temerárias (com o perdão da má palavra, em compasso com seus riscos de contrair HIV. Muitas vezes por um bom motivo.

Sexo oral passa HIV, Sexo Oral Passa HIV? Sim! Pode passar! Mas…
Roeo e Julieta Moderno? Me Contamina!…

Transar sem camisinha pode ser mais arriscado e devastador do que proceder como este “motociclista”. Porque ele, quando muito, pode quebrar o pescoço e ter morte instantânea. DSTs não matam rapidamente.

Se você está lutando para encontrar um emprego, uma refeição ou um lugar para viver, o HIV não está na sua lista de preocupações.

Mesmo se a exposição ao risco seja maior em sua vida diária sua percepção se tolda para a realidade do vírus.

Teve a moça que me disse:

Me contamina! —Sabe lá o que é isso?— É um Romeo e Julieta do Terceiro milénio!

Se você estiver apaixonado ou namorando, você não vê seu parceiro como uma ameaça, como um “vetor” de HIV, apesar do fato de que até dois terços dos soropositivos difundam o HIV, sem saber, através de relacionamentos e isso se distribui de forma exponenciais .

Mesmo em ganchos para cima, as pessoas não estão provavelmente preocupadas com a tabulação de seu risco de contrair HIV. Uma pesquisa perguntou a jovens HSM que entrevistei por sexo on-line para listar suas principais preocupações.

As respostas?

Que a pessoa que encontrou não teria um perfil que deva ser rejeitado pela pessoa ou que ser roubada ou agredida ou violentada.

Continua

Publicações Relacionadas

#soropositivoorg : Un estudio muestra que la IL-7 puede potenciar los recuentos de células-T CD4 y CD8

Cláudio Souza

Indetectável é intransmissível Texto – Para pessoas com HIV

Cláudio Souza

A criminalização do HIV – Um breve relato, numa cidade pequena

Cláudio Souza

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta política neste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade