Infecção aguda por HIV o que é?

Inicial / Há Vida / Infecção aguda por HIV o que é?
Há Vida

A infecção aguda pelo HIV, ou infecção primária pelo HIV é o estágio inicial do vírus da imunoldeficiência humana e dura até que o corpo crie anticorpos contra o vírus.

Ela se desenvolve e após um período que pode ser de 2 a 4 semanas depois que alguém contrai o HIV. Também é conhecida como infecção primária por HIV ou síndrome retroviral aguda. Durante esse estágio inicial, o vírus está se multiplicando em uma taxa rápida.

Ao contrário de outros vírus, que o sistema imunológico do corpo normalmente pode combater, o HIV pode ser combatido, no entanto, não existe um modo de o eliminar do organismo; nem pelo sistema imunológico, nem por medicamentos antirretrovirais; a infecção pode ser controlada, mas não completamente eliminada. Melhor continuar a leitura e saber mais sobre…

… Infecção aguda por HIV e saber melhor  o que é

Por um longo tempo, o vírus ataca e destrói as células imunológicas, deixando o sistema imunológico incapaz de lutar contra outras doenças e infecções. Quando isso acontece, pode levar ao HIV em estágio avançado, conhecido como AIDS ou estágio 3 do HIV.

É possível contrair o HIV de uma pessoa com infecção aguda por HIV devido à alta taxa de replicação viral durante esse período.

No entanto, a maioria das pessoas com infecção aguda pelo HIV nem mesmo sabe que contraíram o vírus.

Isso ocorre porque os sintomas iniciais desaparecem por conta própria ou podem ser confundidos com outra doença, como a gripe. Os testes padrão de anticorpos do HIV nem sempre conseguem detectar esse estágio do HIV.

Quais são os sintomas da infecção aguda?

Os sintomas da infecção aguda pelo HIV são semelhantes aos da gripe e de outras doenças virais, então as pessoas podem não suspeitar que contraíram o HIV.

Na verdade, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estima que das 1,2 m (milhão) de pessoas vivendo com HIV nos Estados Unidos, cerca de 14% delas não sabem que têm o vírus. Fazer o teste é a única maneira de saber.

Os sintomas de infecção aguda por HIV podem incluir:

  • erupção cutânea
  • febre
  • calafrios
  • dor de cabeça
  • fadiga
  • garganta inflamada
  • suores noturnos
  • perda de apetite
  • úlceras que aparecem na boca, esôfago ou genitálias
  • inchaço dos gânglios linfáticos
  • dores musculares
  • diarreia

Nem todos os sintomas podem estar presentes, e muitas pessoas com infecção aguda por HIV não apresenta sintomas.

No entanto, se uma pessoa apresentar sintomas, eles podem durar alguns dias ou até 4 semanas e depois desaparecer mesmo sem tratamento.

HIV e linfonodos e Gânglios linfáticos e HIV

O que causa a infecção aguda pelo HIV?

A infecção aguda pelo HIV ocorre 2 a 4 semanas após a exposição inicial ao vírus. O HIV é transmitido por:

  • transfusões de sangue contaminado, principalmente antes de 1985,
  • compartilhamento de seringas ou agulhas com alguém que vive com HIV;
  • contato com sangue, sêmen, fluidos vaginais ou secreções anais contendo HIV,
  • gravidez ou amamentação, se a mãe tiver HIV. O

HIV não é transmitido casualmente contato físico, como abraços, beijos, mãos dadas ou compartilhar utensílios de comida.

A saliva não transmite o HIV.

 

Quem está em risco de se infectar por HIV?

O HIV pode afetar pessoas de qualquer idade, sexo, raça ou orientação sexual. No entanto, fatores comportamentais podem colocar certos grupos em um risco aumentado de HIV.

Como a infecção por HIV é diagnosticada?

Se um profissional de saúde suspeitar que uma pessoa tem HIV, eles farão uma série de testes para verificar o vírus.

Um teste de triagem de HIV padrão não detecta necessariamente a infecção aguda por HIV.

Infecção Por HIV: Medicação Contra o HIV Evita a Infecção Por HIV

Teste de anticorpos.

Muitos testes de triagem de HIV procuram anticorpos para HIV em vez do próprio vírus. Os anticorpos são proteínas que reconhecem e destroem substâncias nocivas, como vírus e bactérias.

A presença de certos anticorpos geralmente indica uma infecção atual. No entanto, pode levar várias semanas após a transmissão inicial para que os anticorpos do HIV apareçam.

Se os resultados do teste de anticorpos de uma pessoa forem negativos, mas seu médico acreditar que ela pode ter HIV.

O profissional de saúde também pode pedir que repitam o teste de anticorpos algumas semanas depois para ver se algum anticorpo se desenvolveu.

Outros testes Contra HIV

Alguns testes que podem detectar sinais de infecção aguda por HIV incluem:

  • Teste de carga viral de “RNA” do HIV teste de
  • sangue do antígeno p24testes de
  • um teste combinado de antígenos anticorpos anti-HIV (também chamados de testes de 4ª geração)

O teste de sangue do antígeno p24 detecta o antígeno p24, uma proteína que só é encontrada em pessoas com HIV. Um antígeno é uma substância estranha que causa uma resposta imunológica no corpo.

O teste de 4ª geração é o teste mais sensível, mas nem sempre detecta infecções nas primeiras 2 semanas.

Pessoas que fazem um exame de 4.ª geração ou a testagem sanguínea conta a presença do antígeno p24 também precisam confirmar seu status de HIV com uma testagem de carga viral.

Qualquer pessoa que tenha sido exposta ao HIV e possa estar sofrendo de infecção aguda por HIV deve fazer o teste imediatamente, independentemente da janela imunológica, pois é necessário determinar se a infecção já existe,

Se um profissional de saúde souber que alguém teve uma possível exposição recente ao HIV, ele usará um dos testes capazes de detectar a infecção aguda pelo HIV.

Janela Imunológica risco de transmissão do HIV e Sexo Oral!

Como a infecção por HIV é tratada?

O tratamento adequado é crucial para pessoas com diagnóstico de HIV+.

Os profissionais de saúde e os cientistas concordam que o tratamento precoce com medicamentos antirretrovirais deve ser usado por todas as pessoas HIV-positivas que estão prontas para começar a tomar uma medicação diária.

O tratamento precoce pode minimizar os efeitos do vírus no sistema imunológico.

Os medicamentos anti-retrovirais mais novos são geralmente muito bem tolerados, mas sempre há a possibilidade de efeitos colaterais.

Se uma pessoa acreditar que está tendo um efeito colateral ou uma reação alérgica ao medicamento, deve entrar em contato imediatamente com seu médico.

Sintomas de Infecção Por HIV São Similares aos de uma virose!

Melhorar Seu Modo De Vida Pode Ajudar

Além do tratamento médico, os profissionais de saúde também podem sugerir certos ajustes no estilo de vida, incluindo:

  • comer uma dieta saudável e balanceada para ajudar a fortalecer o sistema imunológico
  • praticar sexo com preservativos ou outros métodos de barreira para ajudar a diminuir o risco de transmissão do HIV a outras pessoas e contração sexual infecções transmitidas (DSTs)
  • reduzir o estresse, o que também pode enfraquecer o sistema imunológico
  • evitar a exposição a pessoas com infecções e vírus, uma vez que o sistema imunológico de pessoas com HIV pode ter mais dificuldade em responder à doença
  • exercitando-se regularmente para se manter ativo 
  • manter hobbies
  • reduzir ou evitar o consumo de álcool eo drogas injetáveis
  • usando agulhas limpas ao injetar drogas
  • parar de fumar

Quais são as perspectivas para alguém vivendo com HIV?

Não há cura para o HIV, mas o tratamento permite que as pessoas com HIV tenham uma vida longa e saudável. A perspectiva é melhor para pessoas que começam o tratamento antes que o HIV danifique seu sistema imunológico.

O diagnóstico precoce e o tratamento correto ajudam a prevenir a progressão do HIV para AIDS.

O tratamento bem-sucedido melhora a expectativa e a qualidade de vida de alguém que vive com HIV. Geralmente, o HIV é considerado uma condição crônica e pode ser controlado a longo prazo.

O tratamento também pode ajudar alguém que vive com o HIV a atingir uma carga viral indetectável, a partir do qual não conseguirá transmitir o HIV aos parceiros sexuais.

Como a infecção aguda por HIV pode ser prevenida?

Sintomas de Infecção Por HIV São Similares aos de uma virose!

A infecção aguda pelo HIV pode ser prevenida evitando-se a exposição ao sangue, sêmen, secreções anais e fluido vaginal de uma pessoa que vive com o HIV.

Abaixo estão algumas maneiras de reduzir o risco de contrair HIV:

  • Reduza a exposição antes, durante e depois do sexo. Uma variedade de métodos de prevenção estão disponíveis, incluindo preservativos (masculino ou feminino), profilaxia pré-exposição (PrEP), tratamento como prevenção (TasP) e profilaxia pós-exposição (PEP).
  • Evite compartilhar agulhas. Nunca compartilhe ou reutilize agulhas ao injetar drogas, ou fazer uma tatuagem. Muitas cidades têm programas de troca de seringas que fornecem agulhas esterilizadas.
  • Tome precauções ao manusear o sangue. Se estiver manuseando sangue, use luvas de látex e outras barreiras.
  • Faça o teste de HIV e outras DSTs. Fazer o teste é a única maneira de uma pessoa saber se tem HIV ou outra DST. Aqueles com teste positivo podem então buscar tratamento que pode, eventualmente, eliminar o risco de transmissão do HIV a seus parceiros sexuais. Ser testado e receber tratamento para DSTs reduz o risco de transmiti-las a um parceiro sexual. 
  •  pessoas que usam drogas injetáveis não devem compartilhar agulhas, seringas e outros paramentos
  • Pessoas que sem preservativo ou outro método de barreira devem mudar esta forma de ver as coisas

A infecção aguda por HIV dura, em síntese, entre duas e quatro semanas. Mas a infecção por HIV, com os meios que conhecemos, não pode ser curada e vai permanecer em sua vida até que haja cura para ela ou que sua vida termine.

Há, atualmente, uma perspectiva de longa vida com HIV e eu sempre digo: há vida com HIV.

Mas eu, Cláudio, vos asseguro:

 

Viver sem HIV é bem melhor.

Redemsevir Tem Sido Promissor em Testes

Publicações Relacionadas

Tipos de Anticorpos. Sim! Tem mais de um!

Cláudio Souza

O COVID-19 esta no ar! Cuidado Especialistas recomendam cuidado ainda maior

Cláudio Souza

COVID-19 E Nós, Brasileiros, Realmente Temos Amor às Nossas Vidas?

Cláudio Souza

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta política neste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Olá! Sou o Beto Volpe! Quer Conversar? Diga olá! Mas tenha em mente que eu trabalho aqui entre 9:00 da manhã e 20 horas.