Anúncios
News Ticker

Vírus Herpes Simplex (herpes oral e genital)

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza

O que é?

Herpes Viruses.

Herpes é um termo geral para duas doenças diferentes: uma que afeta a área ao redor da boca (herpes oral, também conhecida como herpes labial) e outra que afeta a região ao redor dos genitais (herpes genital). Os vírus causam ambas as doenças. O vírus herpes simplex-1 (HSV-1, em inglês) causa o herpes oral; ambos o HSV-1 e o vírus herpes simplex-2 (HSV-2, em inglês) causam herpes genital. Enquanto HSV-1 e HSV-2 são vírus diferentes, eles são muito parecidos e são tratados similarmente.

O herpes não pode ser curado. Uma vez que alguém esteja infectado com um dos dois vírus, ele não pode ser eliminado do corpo humano.

Tanto o HSV-1 quanto o HSV-2 vivem nas células nervosas, geralmente sob a pele. Nenhum dos dois vírus está sempre ativo. Eles geralmente permanecem em silencio ou inativos nessas células, às vezes por muitos anos ou pela vida inteira. Isto é chamado “latência”. Por razões que os pesquisadores ainda desconhecem, os vírus podem se tornar ativos e causar sintomas os quais incluem feridas ao redor da boca ou próximo aos genitais. Isto é chamado de “reativação”. Estes sintomas podem ir e vir no que é conhecido como eclosão.

Durante uma eclosão o vírus se torna ativo e causa uma cadeia de eventos levando a formação de um grupo de pequenos inchaços. Os inchaços podem se romper, curar, e então desaparecer por um período indefinido de tempo.

Qualquer um infectado por qualquer um dos dois vírus, independente de sua condição HIV, pode experimentar uma eclosão do herpes oral ou genital. Aproximadamente 70% de todos os adultos vivendo nos Estados Unidos, estão infectados com um – ou os dois – vírus. O HSV-1 se espalha por contato direto com a área infectada, geralmente durante uma eclosão da doença. Beijar e fazer sexo oral-genital pode espalhar o HSV-1. Atividades sexuais mais sérias incluindo penetração peniano-vaginal ou peniano-anal é a rota mais comum pela qual o HSV-2 se espalha. Os dois tipos de HSV podem se reproduzir ativamente sem causar sintomas, isto é conhecido como “abrigo” viral. Uma pessoa com HSV pode infectar outra pessoa quando eles estiverem abrigados mesmo se ela não tenha nenhuma ferida.

Qualquer pessoa infectada com qualquer um dos dois vírus pode sofrer eclosões. Em pessoas que tem sistemas imunológicos saudáveis, uma eclosão do herpes dura geralmente algumas semanas. Em pessoas com sistema imunológico comprometido, incluindo pessoas com HIV e AIDS, as feridas do herpes podem durar mais do que um mês. Eclosões severas do herpes podem ser incrivelmente dolorosas. Em um número muito pequeno de casos, o herpes pode se espalhar para outros órgãos, incluindo os olhos, a garganta, os pulmões e o cérebro.

Para saber mais sobre herpes

Anúncios

Precisa de algo? Ou quer ajudar?






Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar! Clique na imagem

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Infecção aguda por HIV pode se apresentar de várias maneiras, por vezes como uma doença grave e quase fatal | Soropositivo.Org
  2. Sexo Oral: Qual o Risco? Reagente não é sentença de morte!!!!!Soropositivo. Org - Há Vida com HIV!!!
  3. Sexo Oral: Qual o Risco? - Soropositivo. Org - Há Vida com HIV!!!
%d blogueiros gostam disto: