Soropositivo.org HIV, AIDS, Sexo Oral, Janela Imunológica, Recém Diagnosticado?

Comam! Restrição calórica pode enfraquecer o sistema imunológico

Você esta em Início ** CD4 - O Ponto Chave Na Saúde Da Pessoa Com HIV ** Comam! Restrição calórica pode enfraquecer o sistema imunológico
?>
Image default
CD4 - O Ponto Chave Na Saúde Da Pessoa Com HIV

fly on a whitePassar fome ajuda animais de laboratório a viverem mais tempo, mas para pessoas como você e eu, vivendo no mundo real, pode ter o efeito oposto, adverte Jacob Aron

Ervas finas: passar fome poderia fazê-lo mais propenso a infecções do que uma dieta com gorduras

A idéia de que reduzir severamente a sua ingestão calórica ajudará a viver mais tempo pode não ser tão simples como relatórios na semana passada sugeriram. Comer uma dieta radicalmente restrita pode enfraquecer o sistema imunológico e realmente encurta a vida.

Enquanto “comer menos” demonstrou, em estudo,  que retarda o processo de envelhecimento em uma variedade de animais, estes testes são normalmente conduzidos em condições artificiais, com pouca ou nenhuma exposição a doenças potencialmente relacionadas à uma dieta com gorduras. Daí a aparente contradição.

O estudo “retardando o processo de envelhecimento através da dieta começou logo em 1934, quando os pesquisadores da Universidade de Cornell descobriram que ratos dados uma dieta restrita podem viver quase dobro do tempo normal. Restrição às calorias como um caminho para uma vida mais longa foi confirmada em moscas de fruta, lombrigas e a maioria dos estudos recentes, feitos com macacos, mas todos estes estudos mantém os animais em ambientes artificialmente limpos.

Cientistas da Universidade de Stanford publicaram, ontem, uma abordagem mais realista para restrição calórica na revista PLoS Biology. O professor associado de Microbiologia e Imunologia David Schneider e a estudante de graduação Janelle Ayres trabalhou com moscas de fruta, desta vez para investigar os efeitos de infecções bacterianas nos organismos com uma dieta restrita.

Eles descobriram que comer menos pode aumentar ou encurtar a vida das moscas infectadas, dependendo da doença. Moscas a que se foi dada a metade sua dieta normal e expostos a uma forma de infecção por salmonella viveram quase duas vezes cdo que seus irmãos de dieta gorda, que duraram apenas oito dias após a infecção. Mas quando infectados com listeria, outro bug de intoxicação, as moscas em dieta “magra” morreram após apenas quatro dias, em comparação com os seis ou sete moscas que se alimentaram normalmente.

Em um estudo, os autores sugerem que este misto de reação a infecções deve levantar uma bandeira de advertência para aqueles que desejam viver mais comendo menos.

Embora os efeitos da restrição calórica em humanos ainda tenha que ser provado, pessoas vêm sentindo-se tentadas a reduzir sua ingestão de alimentos radicalmente com a perspectiva de mais alguns anos de vida. A pesquisa mais recente sugere que isto pode funcionar se você vive em um laboratório estéril e, entretanto, para aqueles de nós que vivem no mundo real, cheio de bactérias, provavelmente devem adquirir o hábito de uma dieta mais saudável.

Jacob Aron

Traduzido do Inglês, no Original Eat up! Calorie restriction may weaken the immune system por Cláudio Souza em 13/06/2015

Anúncios

Artigos Relacionados que você pode gostar de ler

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade.E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us
Precisa Conversar? O Beto Volpe (pesquisem este nome no Google) tem muito a oferecer. Eu, Cláudio, não tenho mais como atender a vocês, numa boa, eu não dou conta de digitar apenas com os indicadores e muitas vezes a conversa toma rumos que, pessoas muitas vezes "só de passagem" poderiam sair daqui se perguntando que espécie de louco sou eu!