Últimas noticias

A Verdade Sobre Preservativos

É imprescindível parara com a propagação da AIDS. E, para isso, a condição sine qua non é que as pessoas se conscientizem da necessidade absoluta de se usar o preservativo em todas as relações, mesmo nas uniões estáveis, por mais fiéis que seus parceiros possam parecer. Seuto morreu de velho
tudo isso é muito bom! Mas só com camisinha

tudo isso é muito bom! Mas só com camisinha

A título de introdução eu justifico a redundância: De uns tempos para cá, uns dez anos, os casos de infecção por HIV entre jovens, e até mesmo crianças, pois uma pessoa que contrai HIV com treze anos é, em síntese, uma criança violentada. Ninguém, eu me refiro aos “grandões”, faz qualquer coisa para prevenir, evitar ou minimizar o caos que vai se instalando de maneira paulatina e gradativa no seio de “nossa sociedade”, muito eficiente em bater panelas mas completamente inerme no que tange a educar seus filhos e filhas no que tange à sexualidade saudável.

Eu me lembro que, ainda púbere, quando os primeiros “pelinhos começaram a nascer” eu fiquei eufórico e, alguém muito malvado me disse que “passar merda de galinha fazia crescer mais e mais rápido”. Felizmente não havia galinhas em meu quintal… (…) …
O que eu quero desenhar aqui é que se você Pai (com letra capital) e você Mãe (Ipsis Literis), não ensinarem com amor, boa vontade e carinho, as ruas ensinarão à sua maneira. Bem, eu cresci nas ruas, coisas. O resultado é este: Um delinquente sexual sem estribeiras que só foi parado quando, literalmente, bateu de cara com um muro onde esta escrito: “Dead End” (Fim da linha).
É isso que quereis para vossos filhos?

Cada um que fale, aja e responda por si…

Várias pessoas dizem que os preservativos são inseguros e a educação sexual é ineficiente para prevenir doenças e gravidez indesejada. Eles estão errados, e está na hora clarear as coisas diretamente.

É importante saber de onde vem as  afirmações, de forma que você possa verificar e possa julgar a probidade da fonte. Assim, para informação sobre a confiabilidade do preservativo, vejamos o que o CDC (Centro para Controle Prevenção de Doenças  –um departamento do governo de EUA) realmente tem a dizer.

Abaixo as citações de panfletos de CDC:

Houve recentes relatórios de ocorrência de furos no látex dos preservativos e que estes furos seriam grandes o bastante para o HIV atravessar. Por que o CDC recomenda ainda preservativos para prevenir infecção de HIV?

hivOs relatórios sobre furos em látex parecem ter se originado de um artigo em uma Revista Científica sobre luvas de látex, não preservativos. Buracos tão grande quanto 5 mícrons de diâmetro foram identificados evidentemente em látex usado em luvas. Porém, as luvas só são imergidas uma vez no  látex quando elas são feitas, enquanto os preservativos são imergidos duas vezes no látex. É aceitável que as luvas de látex falhem em testes de vazamento de água a uma taxa de 40 por mil, enquanto são permitidos apenas 4 fracassos no teste de vazamento de água por mil preservativos  antes que o grupo inteiro seja rejeitado. Enquanto foram encontrados furos e que permitem a passagem do HIV em preservativos de membrana naturais, os preservativos de látex não permitem ao HIV a passagem, a menos que o preservativo esteja estragado ou rasgado. Usado corretamente, preservativos de látex são efetivos na redução do risco de infecção por HIV.

(CDC Boletim, 1 de julho de 1992.)

1.Pode o  HIV “escoar” por furos microscópicos em preservativos de látex?

O FDA publicou um estudo feito entre  julho e agosto 1992 sobre  DSTs determinou que o HIV podeira passar pelos furos do preservativo em condições laboratoriais, de intenso stress. Estas condições incluíram concentrações mais altas do ” vírus ” (carga viral) do que normalmente se encontra no sêmen humano,  e forças que simularam 10 minutos de pressão DEPOIS DA ejaculação. A maioria dos preservativos de látex não permitiram o vazamento de absolutamente nada. O pior preservativo achado ainda reduziria o risco de exposição cerca de 10,000 vezes, só 1 vírus  HIV poderia escoar em 1 de todos os 90 preservativos. Em outros testes executados debaixo de ” condições normais “, o HIV não atravessa um preservativo de látex que não esteja rasgado ou quebrado.

2.Quão freqüentemente preservativos estouram?

Os estudos não concordam em uma taxa exata de estouro. Muitos estudos sobre a efetividade do preservativo contaram com que freqüência mulheres cujos os parceiros usaram preservativos para controle de natalidade e engravidaram. Esta ” taxa ” de falha inclui casos onde o casal não usou um preservativo toda vez que eles tiveram relações ou tenham usado os preservativos incorretamente. Alguns estudos incluíram as vezes em que o preservativo era acidentalmente rasgado pelas pessoas que os usaram. Estudos em outros países, sobre estouro causado por defeitos no próprio preservativo mostram uma taxa de estouro que varia de 0% a 7%. Nos Estados Unidos, mostram a maioria dos estudos que a taxa de estouro é de menos de 2 para cada 100 preservativos, provavelmente menos que 1 para 100.

(CDC Boletim, 28 de janeiro de 1993.)

Estudos mostraram que preservativos são 98% efetivos quando usados corretamente. (J. Trussel;  Fracasso  anticoncepcional nos Estados Unidos: Uma Atualização,  Estudo de controle de natalidade, 21(1), 1990.) (Outros estudos mostram efetividade até melhor) Assim se você está tendo relações sexuais, use camisinha, e aprenda a usa – la corretamente.

FESTINHA E CAMISINHAAgora, sobre educação sexual: nenhum estudo científico comprovou a efetividade da abstinência sexual. Na realidade, três estudos mostraram que aquela abstinência fundamentada na educação não está surtindo nenhum efeito; os adolescentes continuam mantendo relações sexuais. (S. Christopher e M. Roosa, ” Uma Avaliação de um Programa de Prevenção de Gravidez Adolescente,: E ‘ Só Diga Bastante  para No’? Relações Familiares, 39 (1990): 68-72; M. Roosa e S. Christopher, ” Avaliação de um Programa de Prevenção de Gravidez Adolescente Abstinência-único,: Um Replication, Relações ” Familiares, 39 (1990); 363-367; e S. R. Jorgensen, V. Potts, e B. Acampamento,  Seguimento de seis meses de um Programa de Prevenção de Gravidez para Adolescentes , Relações ” Familiares, 42 (1993): 401-06.)

Por outro lado, há evidência convincente que ” educação inclusiva ” ou ” baseada em realidade ” (o tipo que nós defendemos ) é efetiva. Países como a Inglaterra, Gales, França, e o Países Baixos que se adaptaram à educação sexual baseada na realidade dos fatos tiveram as taxas de gravidez adolescente reduzidas de duas a sete vezes embora as taxas de atividade sexual continuem aproximadamente as mesmas (50-60%), ! (E. F. o Jones al de et., gravidez ” Adolescente em países desenvolvidos: fatores determinantes e implicações ” de política. PERSPECTIVAS de controle de natalidade, 17(2), 1985, 53-63.)

Assim por que as pessoas  estão reivindicando que o oposto exato é verdade? É duro dizer; mas eu sei que há um grupo muito conservador e fanaticamente religioso que estão espalhando mentiras sobre sexo seguro e educação sexual num esforço para impor seu sistema moral em todo o mundo sem consideração para as conseqüências catastróficas para as nossas ” vidas, liberdade, e a perseguição de felicidade “. Lute atrás com os fatos.

Você pode adquirir mais informações sobre estes tópicos em sua biblioteca ou na rede. Aqui são alguns lugares bons para olhar:

Anúncios

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
Sobre Claudio Santos (509 artigos)
Depois de passar quatro décadas tentando estabelecer pelo menos um armistício com meu pai e ver as falhas ocorrerem sistematicamente, tentativa após tentativa, eu desisti do sobrenome “de Souza”. Estava me preparando espiritualmente para isso quando uma amiga locupletou a façanha de descobrir onde está minha mãe... Cláudio Santos. Quem preferir, aluda-se a mim como o Cláudio do Site,ou Cláudio do Soropositivo.Org, ou ainda aquele da promessa não cumprida: Cláudio, o trouxa do livro que acreditou em "palavra emprenhada". Eu mostro meu rosto, embora alguns me censurem, porque, no meu modesto ponto de vista, ser portador de HIV não é crime e, portanto, não há do que me envergonhar. Eu contraí HIV pela via sexual. Eu fui um DJ e, durante cinco anos fui DJ no vagão Plaza e durante uns outros dois fui DJ do Le Masque. Lá, um filho da puta me pediu para fazer minhas férias e puxou meu tapete. Aí fui parar na "Segredos", uma casa gay e, de quebra, morei lá por um tempo. Rua da Amargura, onde R.A. Gomes me colocou. Mas dei a volta por cima e fu trabalhar na SKY. Depois, na Pink Panther, em Santos e, enfim, na XEQUE Mate e, terminei minha carreira, aquele que fora três vezes considerado o Melhor DJ de São Paulo, como um apagado DJ do La Concorde e do Clube de Paris, onde conheci uma das mais belas mulheres com quem convivi e a perdi. Conheci alguém novo, uma mulher, "do dia", que me apresentou esta Entidade, o computador e, por muito tempo vivi de consertá-los. Sei, hoje, que ainda há muita gente que me odeia. Quer saber? Get them the hell and fuck off porque eu não dou a mínima. Simplesmente faço meu trabalho e me reporto a Deus... E pra quem não acredita em resiliência, eis meu histórico médico De acordo com o que preceitua o Código de Ética Médica, nos termos da legislação vigente e de conformidade com o pedido formulado pelo interessado, declaro que o Sr Cláudio Santos de Souza, matrícula no serviço sob registro RG3256664J, está em acompanhamento regular com seguintes diagnósticos/CID-10 até o presente momento: #HIV/Aids diagnóstico em 11/1996 (B24) #Candidíase oral 1996 (B20.4) #lnfecção latente tuberculosa tratada com Isoniazida em 1997 (Z20.1) #Arritmia cardíaca: bloqueio parcial ramo D/bradicardia sinusal por antidepressivos tricíclicos em 2006 (I49.9/R00.1) #Depressão (F32) Dislipidemia (E78.5) Diabetes (E14.) Obesidade (E66.) #PO tardio de gastroplastia redutora (técnica Capella 10/2011) #Embolia Pulmonar (126.) em 2011 + hipertensão pulmonar #HAS (110) controlada após cirurgia bariátrica Catarata (H26.9) #Sífilis (A51.0) gonorréia (A54.0), herpes genital (A60) Litíase vesicular (K80.5) #Trombose venosa profunda/tromboflebite MMII de repetição (182.9): 2008, 2009 e 2010 #lntervenção cirúrgica em 21/01/2013: de herniorrafia incisional abdominal, apendicectomia, colecistectomia #Herpes zoster ramo oftálmico 04/2015 (B02) 2 # Neuropatia periférica em membros superiores e inferiores (G62.9), acarretando fraqueza muscular, parestesias e dor, medicado e em seguimento pela equipe de dor #Angioma cavernoso cerebelar - em seguimento com neurologia Tratamento: TDF+3TC+ATVr, ezetimibe, alopurinol, AAS, atorvastatina, enoxaparina, clomipramina, risperidona, zolpidem, clorpromazina, flunitrazepam, gabapentina, amitriptilina, metadona Últimos exames: CD4=1070 (28%)/CD8=1597 rel=0,67 (08/03/2015) e Carga viral- HIV(PCR)

1 Trackback / Pingback

  1. Desmistificando a camisinha feminina Teste-se para o HIV!Soropositivo. Org - Há Vida com HIV!!!

Seu retorno é importante. Nós atendemos às solicitações de textos, desde que ligados ao tema central de alguma forma. Faça seu comentário, de sua opnião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: