Carga Viral! Monitore Sua Carga Viral. É a Base de Seu Tratamento
?>
Você esta em Início ** Carga Viral

Categoria : Carga Viral

Carga Viral. A primeira que eu fiz, quando pude começar, finalmente, meu tratamento, era da ordem de três milhões!

Eu sabia nadaa respeito disso, mas a ideia de ter três milhões destes “pequenos demônios” em um mililitro de sanguê, me desnorteou! Não quero que você passe por isso.

E é por isso que criei esta sessão, uma:

Introdução à categoria Carga Viral

A carga viral sempre foi um aspecto para lá de muito, mas muito importante.

Sim, este é Um ponto Chave de Sua Vida Com HIV. Inclusive A Vida Afetiva e muito mais! Sua qualidade de vida

A carga viral dizia, digamos, como estava a velocidade do trem sem freios descendo a montanha. Vejam, esta expressão não é uma invenção minha! Eu aprendi isso em um texto chamado “conhecendo melhor a doença”.

E, lembro-me, uma pessoa, provavelmente tri-apavorada com sua situação, não suportou minha fraseologia!

Disse, ela, que eu representvava (ponte que caiu) tudo o que ma pessoa com HIV não deve parecer (eu fazia, como ainda faço, análise e, para ela.

A idiota, isso era azo para envergonhar pessoas com HIV

que me lançou tal reproche que nada mais me restou senão dizer a ela que fosse plantar favas e, veja, esta é a maneira educada que eu tenho para dizer para vocês aquilo que eu realmente disse para ela, que não foi plantar favas. Bem, ela criou um blog, publicou um texto e desapareceu.

Assim foi, também, com uma outra pessoa, que, literalmente fazendo “spam”, eu detesto spammers, dentro da comunidade no Facebook que eu, louco, cheguei a investir valores para ter algum público ali.

Quem me conhece abe que, sim, eu passei nele, um belo reproche.

A Carga Viral determina Sua Qualidade De Vida

Pois bem, eu sei as coisas que ele determinou que fossem feitas contra mim e meu site.

Mas ele não contava com o fato de que eu tinha uma rotina de backup semanal automática e pude recuperar meu site.

O Paspalho Pensou que é Igual “Vender Cahorros Quentes”

O que eu me lembro é que ele lançou uma mensagem dizendo que “administrar um blog dava mais trabalho do que ele pensou”.

De fato, dá e, eu percebi que ele ia desistir.

E embora eu não possa e não deva, ofereci a ele o valor equivalente à 5 anuidades do domínio, para que ele o passasse para mim e o cão maldito deixou o blog acabar e todas aquelas pessoas literalmente órfãs.

A Carga Viral Indetectável Pode Fazê-lo Não Transmissor

O fato, e eu fugi disso, é que a carga viral, na minha primeira contagem, ultrapassava os três milhões de cópias de RNA viral por mililitro de sangue.

Eu sai do Centro de Tratamento tão perdido que quando eu me dei conta eu havia colidido com a lateral de um ônibus.

Simplificando, se o ônibus estivesse dez segundos atrasado, ou eu dez segundo adiantado, e nós não estaríamos aqui, nesta conversa.
e esta seção do Blog passará a tratar de carga viral.

A Carga Viral Baixa Permite Que Seu Sistema Imunológico Se Recupere

Meu blog está uma zorra, a zorra que só tem similar em meu espírito, outra zorra.

E eu, por aqui, vou a tentar organizar e trazer todos os textos que tratam de carga viral para esta seção e eu os manterei aqui. Será difícil, lento e solitário, e tudo que vos peço é paciência! Mas não aquela de treze metretors

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, fazem tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade.E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us
Precisa Conversar? O Beto Volpe (pesquisem este nome no Google) tem muito a oferecer. Eu, Cláudio, não tenho mais como atender a vocês, numa boa, eu não dou conta de digitar apenas com os indicadores e muitas vezes a conversa toma rumos que, pessoas muitas vezes "só de passagem" poderiam sair daqui se perguntando que espécie de louco sou eu!