Anúncios
News Ticker

Mais intervenções direcionadas para diagnosticar o HIV durante a infecção aguda são necessários, pesquisadores alertam

Pessoal, manter o site nos traz custos, custos estes que estão difíceis para arcarmos sozinhos. Nós queremos continuar trazendo informações e ajudando as pessoas que chegam até aqui, mas para isso também precisamos de ajuda. Qualquer valor é bem vindo e nos ajudará a manter o site de pé, caso contrário não conseguiremos mais ter esse canal de informação e ajuda mútua. Segue a conta para depósito: Banco do Brasil, agência 1521-0, conta corrente 19957-5, em nome de Claudio Souza

174_420-camisinha-300x200Homens que fazem sexo com homens (HSH) diagnosticados  na fase aguda da infecção pelo HIV apresentam um número maior de  parceiros sexuais recentes e mais do que o sexo sem preservativos entre HSH com diagnóstico de  infecção crônica pelo HIV, de acordo com pesquisa publicada na edição online do Jornal de Doenças Infecciosas. O estudo foi realizado em Los Angeles. Homens com infecção pelo VIH aguda possuem o dobro de parceiros sexuais recentes e também foram mais suscetíveis de sexo sem preservativo insertivo, receptivo e sexo anal do que os homens com um tempo mais prolongado de infecção.

“Nossos dados demonstram o aumento de comportamentos de risco entre HSH com infecção aguda, ” comentar os pesquisadores.

A carga viral é, portanto, de potencial poder de infectividade, pois é especialmente elevada na fase aguda da infecção pelo HIV.

Mas um artigo publicado em uma edição anterior da revista concluiu que a infecção aguda e estágios precoces da infecção pelo HIV são de curta duração (três e sete semanas, respectivamente)

Anticorpos específicos e amplamente neutralizantes massacrandoas cópias do HIV expilsas de seus esconderijos

Anticorpos específicos e amplamente neutralizantes massacrando as cópias do HIV expulsas de seus esconderijos. Gosto de pensar nisso! :o)

e não necessitam de intervenções especiais para controlar a epidemia de HIV na maioria das configurações.

Investigadores em Los Angeles foram convencidos por esta afirmação. Por conseguinte, concebido um estudo de análise do comportamento sexual de risco do HSH recentemente diagnosticados com HIV entre 2011 e 2015 no Centro LGBT LA.

Um total de 912 HSH foram recentemente diagnosticados com HIV durante o período de estudo. Destes, 145 (16%) tiveram infecção aguda (definido como um teste para o HIV de amplificação do ácido nucleico – regra NASC – mas um texto de anticorpos HIV negativo). Os outros 767 HSH  não tinham infecção aguda.

Os recém-diagnosticados forneceram informações sobre a sua atividade sexual nos três meses anteriores ao seu diagnóstico, incluindo número total de parceiros sexuais e ocorrência de sexo anal sem preservativo.

Os HSH com infecção aguda tiveram o dobro do número de parceiros sexuais nos últimos trinta dias (média de 4,2 contra uma mediana de 2) e três meses (média de 9,9 e mediana 4) antes de seu diagnóstico, comparado aos homens com infecção crônica (média, 2.4, mediana, 4; três meses = média de 5.3, mediana, 2; p < 0,001).

Além disso, nos três meses antes do diagnóstico, sexo anal receptivo desprotegido foi mais comum entre os homens com  infecção aguda (65%) do que os homens com infecção crônica (56%, p < 0,05). Homens com infecção aguda também tiveram relatados mais casos de sexo anal insertivo sem preservativo neste período de três meses (55 vs 50%).

“Em nossa coorte demonstramos que HSH com infecção aguda  pelo HIV têm quase 2 vezes o número de parceiros sexuais nos últimos trinta dias e 3 meses, quando a viremia é a mais elevada. Além disso, aqueles homens são mais suscetíveis de terem relações sem proteção receptiva e insertiva no coito anal, concluem os investigadores. “Eles argumentam que existe uma necessidade urgente de fomentar ações direcionadas a HSH para diagnosticar infecções agudas, mesmo a um custo maior para chegar a eles, com intervenções e tratamento precoce para frear a subsequente transmissão de HIV.”

 

Michael Carter

Publicado em: 28 de Abril de 2016 no AIDSMAP

Traduzido por


Cláudio Souza
claudio souza do Original em More targeted interventions to diagnose HIV during acute infection are needed, researchers warn

 

 

 
bv

Revisado por Beto Volpe

 

Referência

Davey J et al .  Comportamento Sexual na fase aguda da infecção pelo HIV entre homens que fazem sexo com homens em Los Angeles, Califórnia. J infectar Dis. Edição on-line, 2016

Suthar AB et al . Implicações de aguda e programática cedo a infecção pelo HIV. J infectar Dis, 212: 1351-

Anúncios

Olha só pessoal.

No início do post tem uma imagem com um texto falando sobre o trabalho e os custos que a gente tem. Você que está me lendo agora, pode e tem o direito de não acreditar.

No mês de mais, quando mais de quarenta mil visitas foram registradas, houve três cooperações.

Quando nós pedimos cooperação financeira, qualquer valor é bom.

Sabe, o beija-flor pode carregar uma diminuta gota d’água em seu bico, no afã de apagar o incêndio na floresta….

E nunca será insuficiente 😊

Está conta serve para transferências de qualquer banco ou depósitos na boca do caixa de qualquer agência do Santander

Esta conta não permite, senhores abusadores, que seja feito nada a título de débito nela.

Você não poderá, como já pôde, assinar 65 revistas de uma só editora e, muito menos abrir contas de acesso à Internet 🙂

Precisa conversar

Whats App Soropositivo.Org

Estamos aqui para ajudar a pensar, não para diagnosticar. Não somos médicos ou profisionais de saúde. Buscamos ajudar com palavras amigas, conforto espiritual e, na medida do possível, terminar com a neurose gerada por bloqueiros de meia pataca ou homofóbicos sem caráter que não pensam duas vezes antes de espalhar terros entre pessoas que, quer eles, os homofóbicos, queiram ou não, são seres humanos. Tenha em mente que o numero do WhatsApp esta conectado a um CPF

A PEP é um direito de todos! Saiba onde a achar

A PEP é um direito de Todos

A PEP É um DIREITO DEDOS

[EIKYGMrz]

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico 2013/2014

Top Blog Pessoal Saúde Juri Acadêmico
%d blogueiros gostam disto: