28 C
São Paulo
5, dezembro,2019

Acesso à PrEP por Menores De Idade É Limitado E Até Mesmo Impossibilitado!

PREP

 

16 de agosto de 2019

PrEP, uma necessidade absoluta. Eu tive um projeto de criação de uma ONG (e eu não quis ser “ongueiro” (este foi um ótimo momento para que se tivesse sido guardado o direto ao silêncio.

 

E as limitam onde o risco é ainda maior e a prevenção é mais necessária.

 

Em que medida as políticas existentes relativas à idade de consentimento para os serviços de saúde reprodutiva sexual (SSER (SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA)) também afetam o acesso à PrEP?

Eu me recordo e ter argumentado, quase vinte anos atrás, a um dos avaliadores do Painel da Ashoka Empreendedores Socias que gravidez adolescente, direito ao trabalho e AIDS se comunicavam intrinsecamente!

O antigo projeto nunca pode ser realizado, porque eu sou um estúpido, é claro!

Mas, durante a pesada semana em que passei por mais avaliações na vida do que em todo o “restante de minha vida”, eu disse:

Cada gravidez, catastrófica, para não perder a “gag” do dia, eu via pelo menos uma possível exposição ao HIV, uma potencial expulsão de casa e a sonegação das garantias oferecidas em troca da “prova de amor” era um passo dado, lado a lado com o risco de contrair HIV

É fato, e bem sei, pois conheci um casal que passou por isso e houve a necessidade de um “casamento às pressas com “pouso de emergência da Cegonha”!

A verdade é que não é apenas a gravidez e o risco dez vezes mais alto que uma mulher, por conta de “contornos morfológicos”, o “menino”, na verdade mais uma “criança que faz criança” exposta à infecção por HIV

E isso é um fator complicador, eu vou mostrar uma coisa para vocês, dos resultados do analytics.

Sem menores de idade

Conforme o exposto acima, não houve acessos de menores de idade a nosso blog. Aqui, para mim, como editor isso é ruim e bom! Eu não gosto de ser ser vigiado; mas eu não tenho de me preocupar com outros fatores, como o acesso de menores de 12 anos e, em outras análises, eu não tenho, que eu saiba, acessos de menores de 18 anos. E na outra mão, uma tristeza! Se uma pessoa, por esta razão

Ele não é só meu! É seu também, se você vem até aqui mais de uma vez por semana.

Este acesso, sonegado por algoritmos sofisticadíssimos, impede que adolescentes (crianças que podem, biologicamente, fazer outras crianças) à ignorância!

Ilarie não dava pista no vagão plaza né?
É. Hoje, me conhecendo melhor eu vejo que, na verdade, eu arrastava dez caminhões por ela. Naquele tempo, visceralmente inacessível

E que não se venha a mim com esta história que sexo e sexualidade são e devem ser assuntos a serem tratados em casa pois, o bobo aqui, foi aconselhado a passar “merda de galinha” no pênis, bolsa escrotal e virilhas faria com que meus pênis pubianos crescerem mais, melhor e com maior rapidez!

Pois bem! Eu estava ali, com 11 anos, merda de de galinha na mão, prestes ao passo funesto quando o nojo, e mais nada, me impediu! Não faça isso, não funciona! E eu sei que não funciona porque a bola foi passada para mim e para um amigo e, obviamente, não daria certo nunca!!!

Este é um exemplo. Bobagens à parte, eu vim a ter caxumba aos 26 anos e estava trabalhando quando senti uma dor diferente e pedi para Dona Andrea deixar-me ir para casa pois eu não estava bem.

Dona Maria Andréa de G. Tem, ou teve, eu não sei, muitos defeitos, e um deles era acreditar que “ila, ila ilariê pom! Pom! Pom! fazia pista! 

Sexualidade de Nossos Pais Nos Trava Não é?

Mas ela foi, comigo, no carro dela, ao médico dela e ele disse:

CAXUMBA

Ela me levou para casa e,. Perto de casa e eu brinquei com ela:

Vou “dar uma mais cedo hoje”!

Ela nem me deixou sequer descer do carro e disse!

Você é doido mesmo!!!

Dar uma o c*****o ! Se você fizer isso, sua vida, como homem, acaba hoje mesmo.

E me explicou o que ninguém me disse antes!

Este não é o único senão disso. E vejam, quem conhece o problema da caxumba sabe, e muito bem, por onde eu ia entrando!!!

Eu tive de aprender, na marra, e a vista, o que é sífilis e, também, que a mulher, no mais das vezes, nem imagina que tem. Sabe o que é chato?

Chata é a pediculose pubiana, que provavelmente poucos de vocês a conhecem pelo nome.

Basta você olhar para si e para seu irmão(os) ou irmã(ãs) e tentarem falar da vida sexual de seus pais.

Você e ela, ou você e ele, ou você e você vão travar.

Nós todos, em geral, ficamos bolados na hora de falar em sexo, mesmo quando estamos fazendo amor, que no Rio e janeiro se diz “Trepar”, em Sampa se diz “transar e, vocês, por favor, me tragam suas falas típicas, vamos engrossar o caldo.

E veja. Eu estava com uma moça, uma mulher, primeira saída, eu queria algo, não gosto muito que isso falte e a conduzi segundo estes meus interesses e ela me disse, depois da “Trepada” ou “Transa” me contou que pensou, ao ser conduzida para uma, digamos que fosse… não digaos nada, eu também travei 😉:

“OLHA SÓ O QUE ELE QUER QUE EU FAÇA”.

Não era nada demais e ela nem ficou com cor de pitanga e… putz… ela tinha mais horas de cama do que urubu de voo!!!…. Quanto pudicismo em uma garota….!!!!! 😉

Quer saber, me repetindo ou não pudica ou não ela fazia, fazia, fazia muito, e fazia muito bem, bem, bem e com larga, ampla e notável destreza!

Tinha 20 anos! Você pode tentar me julgar, não ouse, pois a “traulitada reversa” vai te mostrar o contexto disso, homem ou mulher, você “ganha algo com a existência destas moças, nesta sofrência e eu também tinha meus vinte e poucos” e o Fábio não tinha, podem apostar o que quiserem nisso, não tinha nada a ver com isso!

Todo este trê-lê-lê é para você entender que educação sexual e PrEP, tem de estar disponíveis para menores também!

O acesso à profilaxia pré-exposição (PrEP) para jovens em risco de HIV permanece limitado devido às leis e políticas de consentimento relacionadas à idade, revela uma revisão global.

Publicado no jornal da sociedade internacional de AIDS (JIAS), os investigadores analisaram as leis e as políticas nacionais existentes relativas ao acesso ao serviço SRH que também podem impactar o acesso à profilaxia pré-exposição para jovens com menos de 25 anos.

Os jovens, e particularmente os jovens que são membros de populações-chave afetadas, como os trabalhadores do sexo, homens que fazem sexo com homens, pessoas que usam drogas, estão entre os grupos mais em risco para a aquisição do HIV globalmente. Este é o resultado de uma convergência de vários fatores psicológicos, sociais e estruturais associados a este tempo em seu desenvolvimento.

A maioria das intervenções de prevenção do HIV para este grupo centra-se na mudança de comportamentos, tais como a promoção do uso do preservativo, ou abordar os condutores estruturais, como nos programas de proteção social.

O Texto continua após a Enquete. Por favor, responda!

[totalpoll id=”150105″]

Obrigado

Saúde Sexual E Reprodutiva E Adolescência: Um Desafio “Daqueles”!

A PReP Então…

PrEP e menores de idade. Inacessível oude dificil acesso
Sabe. Wolverine 3 foi proibido para menores

Estes tiveram o sucesso variado e são desafiados por leis do consentimento para serviços de SSR (Saúde Sexual e Reprodutiva).

A busca do consentimento parental para esses serviços tem sido identificada como uma grande barreira para o alcance desse grupo.

A Organização Mundial de Saúde recomenda a PrEP para todas as populações em risco, sem qualquer limitação da idade. Mas, como muitos países se movem para a aprovação regulamentar da PrEP, a consideração insuficiente foi dada à juventude “menor de idade” e como as políticas existentes podem restringir o seu acesso independente à PrEP.

Os investigadores revisaram uma amostra de 15 países com baixa e alta incidência de HIV. Os países ocidentais foram incluídos para explorar como os países com incidência comparativamente baixa de HIV entre adolescentes, mas infraestrutura de saúde bem-dotada, podem abordar o acesso de PrEP entre adolescentes.

As leis e políticas que eles olharam incluíram a idade de consentimento para a relação sexual, tratamento médico, contraceptivos e testes de HIV. Os países poderiam ser incluídos se tivessem ensaios preparativos ou PrEP disponíveis para distribuição, e se informações sobre as diretrizes da PrEP estivessem disponíveis publicamente.

No final, eles revisaram as políticas da Austrália, Brasil, Etiópia, França, Índia, Indonésia, Quênia, Moçambique, Nigéria, África do Sul, Tanzânia, Tailândia, Uganda Ucrânia e Reino Unido.

Através das geografias, os resultados para a idade do consentimento sexual variaram, mas cerca de metade (47%) proibir o sexo por menos de 18 anos na Indonésia, as leis de consentimento diferiram entre os sexos. Isto destaca um desafio óbvio para os prestadores de cuidados de saúde e jovens que gostariam de discutir PrEP antes de fazer 18 anos.

O Candidato e o Presidente Pensam Igualmente Não se cuidou, problema dele!

PrEP e A França! Toquemos, novamente, a Marselhesa!!!

Além disso, as leis em sete (47%) países não especificou uma idade de consentimento para o tratamento médico, ou não estavam claros sobre a idade. A França é o único país a incluir explicitamente a PrEP como parte do tratamento médico, mas a sua lei exige o consentimento dos pais para tratamento médico em pessoas com menos de 18 anos. Em sua discussão, os autores observam que a PrEP ainda é muitas vezes considerada um tratamento médico, onde agora deve ser considerada como uma intervenção biomédica. Isso daria aos provedores de saúde clareza em como eles podem discutir essa ferramenta com possíveis pacientes.

Apenas seis (40%) países têm leis específicas que abordam o consentimento do adolescente e o acesso à contracepção, apesar de todos os países, incluindo documentação sobre a sua utilização para o planeamento familiar e saúde reprodutiva sexual. Mais uma vez, estes variados, com a Ucrânia exigindo o consentimento de um guardião para esses serviços para aqueles com menos de 18 anos. Na Indonésia, os serviços contraceptivos são fornecidos apenas àqueles que são casados.

Consentimento Parental Para PrEP. Imagine Isso No Brasil!

Embora todos os países tivessem leis ou diretrizes sobre a idade de consentimento para o teste de HIV – os limites de idade variaram de 12 a 18 anos. Dos países com limites de idade, cinco países (42%) exigem que as pessoas tenham 18 anos ou mais de consentimento para o teste de HIV, enquanto quatro países (33%) exigir que aqueles com idade inferior a 18 anos que não são casados, grávidas ou um pai para ter o consentimento dos pais para um teste de HIV.

Dez países (66%) diretrizes nacionais para a PrEP para auxiliar os prestadores de cuidados com o paciente. Destes, seis países (60%) incluir especificações para pessoas com idade inferior a 18 anos. Estas especificações variaram do específico (pode ser fornecido a todos aqueles sobre 14), ao vago (qualquer um em risco). Mas, como os autores observaram em sua discussão, os provedores de saúde ainda podem não se sentir confiantes sugerindo ou fornecendo PrEP para adolescentes.

“O acesso dos adolescentes à PrEP depende de vários fatores externos, incluindo o consentimento e o envolvimento dos pais, a confidencialidade e o acesso aos prestadores de cuidados de saúde que são conhecedores e treinados para prescrever a PrEP”, explicou os autores em sua Discussão.

“Mesmo em países onde os adolescentes podem concordar de forma independente com a PrEP, os prestadores podem estar relutantes em prescrever devido a preocupações sobre a adesão de medicamentos, a capacidade de compreender os riscos e benefícios da PrEP e a compensação de risco.”

Independentemente dos desafios, a PrEP oferece uma oportunidade única para conter novas infecções por HIV neste grupo. Os decisores políticos devem trabalhar com os jovens para abordar adequadamente as barreiras à PrEP e a outros serviços da SRH para melhorar os resultados da saúde.

Traduzido por Cláudio Souza do original em Age-related policies and laws limit PrEP access where it’s needed the most. Escrito por Written by Caitlin Mahon, utilizando´se de referências em JIAS emntre 23 e 25 de agosto de 2019 – Estou cada vez mais lento.

Para Ajudar com R$ 10,00 








 

Para Ajudar com R$ 20,00 








 

Para Ajudar com R$ 50,00 








 

Para Ajudar com R$100.00








Artigos Relacionados que você pode gostar de ler

Oi! Quer fazer alguma consideração a respeito? Não? Ok! Pense em fazer uma resenha deste assunto

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Automattic, o Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, fazemos tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. E estamos sempre aprimorando, melhorando, testando e implementando novas tecnologias de proteção de dados. Seus dados estão protegidos e, eu, Cláudio Souza, trabalho neste blog 18 horas or dia para, dentre tantas outras coisas, garantir a segurança de suas informações, posto que sei das implicações e complicações das publicações aqui passadas e trocadas Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Conhecer Nossa Política de Privacidade