, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org

Expectativa de vida com HIV é uma das coisas que eu mais gosto de publicar e este é um trecho do texto que está entre a oitava e a nona sessão deste texto, mas eu a considerei extremamente animadora para não a trazer para o início e dar a você um ânimo a mais para a leitura.

Aproveite bem! O texto e a vida que, como eu digo sempre, é possível com HIV! E se a expectativa de vida com HIV aumenta não é justo você correr riscos estúpidos. Eu, e muitos de nós sabemos como é o caminho. É caminhar a picada acima sem querer ver o fim. Angustiante né?

[su_dropcap style=”flat” size=”5″]E[/su_dropcap] ELE precisa ler isso. Ou pelo menos ouvir 😉

A Expectativa e Vida Das Pessoas com HIV tem aumentado paulatinamente

  • Expectativa de vida com HIV melhorou, mas a vida, por melhor e mais longa que seja, com HIV é algo bem mais difícil!
  • Nos dias de hoje a expectativa de vida com HIV para uma pessoa que se cuida direito é similar a de uma  pessoa HIV negativa – desde que sejam diagnosticadas em tempo hábil, tenham bom acesso a cuidados médicos e possam aderir ao tratamento do HIV ” não é justificativa para correr riscos, por melhor meior que seja a expectativa de vida com HIV, é sábio não criar um inferno pessoal como este
  •  
      • .
  • Com o tratamento e os cuidados certos, as pessoas com HIV podem viver uma vida útil normal.
  • As pessoas que têm uma boa resposta ao tratamento do HIV têm excelentes perspectivas a longo prazo.
  • Você pode aumentar sua expectativa de vida ao não fumar e ter um estilo de vida saudável. Sem sermos, por assim dizer, despesas né?

As pessoas seropositivas vivem vidas cada vez mais longas. Muitas pessoas vivendo com HIV podem esperar viver tanto quanto seus colegas que não têm HIV.

Estudos mostram que uma pessoa vivendo com HIV tem uma expectativa de vida semelhante à de uma pessoa HIV negativa – desde que seja diagnosticada em tempo útil, tenha bom acesso a cuidados médicos e seja capaz de aderir ao seu tratamento.

Se você parar para pensar duas cervejas custam mais que isso [paypal_donation id = 165603]

Multiplicidade de fatores para a boa expectativa de Vida com HIV

, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org
A expectativa de 20 pode ser de 90 anos

Vários fatores podem afetar a expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV. Existem diferenças nos resultados entre pessoas diferentes, dependendo desses e de outros fatores.

  • Acesso a tratamento eficaz do HIV e atendimento médico de alta qualidade.
  • Iniciar o tratamento do HIV o mais rápido possível após a infecção pelo HIV, antes que a contagem de células CD4 caia para um nível baixo. Quanto mais cedo você for diagnosticado e iniciar o tratamento do HIV, melhores serão as perspectivas de longo prazo.
  • Tendo tido doenças graves relacionadas ao HIV no passado. Isso pode ter ocorrido antes do diagnóstico do HIV e / ou antes do início do tratamento. Essas doenças têm um impacto negativo na expectativa de vida.
  • Resultados um ano após o início do tratamento para o HIV. Estudos mostram que a expectativa de vida é melhor para pessoas que respondem bem dentro de um ano após o início do tratamento do que para pessoas que não. Especificamente, pessoas cuja contagem de CD4 atinge pelo menos 350 e têm uma carga viral indetectável após um ano têm boas perspectivas de longo prazo.
  • Ano do diagnóstico – os tratamentos para o HIV e os cuidados médicos melhoraram ao longo dos anos. As pessoas que foram diagnosticadas nos últimos anos devem ter uma expectativa de vida mais longa do que as que foram diagnosticadas há mais tempo.
  • Outras condições de saúde, como doenças cardíacas, hepáticas e câncer. É mais provável que sejam a causa da morte em detrimento às causa relacionadas ao HIV.
  • Uso de drogas injetáveis – a expectativa de vida é menor para pessoas com HIV que injetam drogas, devido a overdoses de drogas e infecções bacterianas.

Também é importante considerar coisas que afetam a expectativa de vida de todos, independentemente de terem ou não HIV

Um maço de cigarros tem preços iguais ou maiores que este:

[paypal_donation id = 165603]

Eu diria que, em tempos de Coronavírus, brincar de “beijo, abraço ou aperto de mão” não é uma das melhores ideias

  • Circunstâncias sociais e econômicas existem diferenças importantes na expectativa de vida de acordo com o seu crescimento, sua renda, educação, classe social e assim por diante. Eu sonhei em realizar um projeto de recolocação de pessoas portadora de HIV no mercado de trabalho. Infelizmente o apoio que eu precisava para realizar isso chegou em um momento que minha saúde mental não estava lá muito bem sintonizada e traí a muitas pessoas e, o pior de tudo:

😫Eu traí a mim 😫

  • Gênero – as mulheres geralmente vivem mais que os homens.
  • Estilo de vida – a expectativa de vida é mais longa para pessoas que têm uma dieta equilibrada, são fisicamente ativas, mantêm um peso saudável, evitam o uso excessivo de álcool ou drogas e permanecem socialmente conectadas. Evitar fumar é particularmente importante para a expectativa de vida.

Como é calculada a expectativa de vida?

Expectativa de vida é o número médio de anos que uma pessoa pode esperar viver.

Mais precisamente, é o número médio de anos que um indivíduo de uma determinada idade deve viver se as atuais taxas de mortalidade continuam a ser aplicadas. É uma estimativa que é calculada olhando a situação atual de um grupo de pessoas e projetando-a no futuro.

No entanto, o HIV é uma doença relativamente nova e o tratamento é uma área da medicina que muda rapidamente. Portanto, é difícil saber se nossa experiência atual será um guia preciso para o futuro.

, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org

Otimismo? Sim. Cautela? Obviamente Sim! Mas se você não usar camisinha por isso, tenho certeza que é  mais idiota que eu pude supor e até mesmo mais idiota do que eu!

No momento, há um grande número de pessoas vivendo com HIV nos anos vinte, trinta, quarenta, cinquenta e sessenta. As taxas atuais de mortalidade são muito baixas, resultando em números encorajadores para a expectativa de vida futura.

Eu vejo a nós como pessoas absolutamente iguais às outras! temos nossos potenciais, nossa capacidade de realização e a vontade de fazer.

Ter criado este trabalho foi,. para mim, uma coisa maravilhosa! Foi a única maneira que pude encontrar para dar alguma vazão a toda esta energia. Mas, parece-me, o custo foi bem outro em outras áreas. Eu fui, digamos assim, ignorado por algumas pessoas da mídia, que eram tão atenciosas no Twitter que, para minha tristeza, eu preferi me afastar do próprio twitter.

Alimentação: Você é o que você come (Paulo Zulu)

, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org

De certa forma, nos dias de hoje eu confio em Deus, em Mara, e mais quatro ou cinco pessoas.

Sabe, aquela empresa que me considerou “qualificadíssimo” e que “fechou a vaga” quando descobriu aquilo. gente. Eu estive a dois passos do suicídio no Metrô Dom Pedro I!

Voltando ao tema

 Mas temos muito pouca experiência de pessoas vivendo com HIV nos anos setenta ou oitenta, portanto sabemos menos sobre o impacto que o HIV pode ter mais tarde na vida.

Além disso, é provável que a assistência médica a pessoas com HIV melhore no futuro. As pessoas que vivem com HIV se beneficiarão de medicamentos anti-HIV aprimorados, com menos efeitos colaterais, mais fáceis de tomar e mais eficazes na supressão do HIV. 

A compreensão dos médicos sobre a melhor forma de prevenir e tratar doenças cardíacas, diabetes, câncer e outras condições em pessoas com HIV está melhorando. Isso pode significar que as pessoas realmente vivem mais do que sugerem nossas estimativas atuais.

O lance do Diabetes. Quando eu tinha uns oito anos eu ouvia minha mãe falando com uma vizinha sobre “este tal diabetes”, mas, na minha inocência, eu pensava se tratar de alguns diabretes e temi ansiosamente por não ser atacado por eles!

Se você parar para pensar, este é o melhor que eu posso fazer e sua ajuda melhoraria muito as coisas [paypal_donation id = 165603]

Expectativa de Vida longa requer comprometimento.

, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org

Não adianta muito você ler o texto e continuar bebendo até seu fígado te dar golpes de carate em sua barriga. É preciso aprender a viver, a comer, a se alimentar e, com, a viver. Excessos, a bem da verdade, me trouxeram até aqui.

😜Eu falo por mim. O que você pode dizer àquela pessoa em seu espelhho? É contigo, não comigo. Não é pessoal! 😜

Ao ler sobre a expectativa de vida, é importante ter em mente que os pesquisadores nem sempre têm acesso a todas as informações relevantes. Por exemplo, eles geralmente não sabem o quão fisicamente as pessoas eram, se fumavam ou se usavam drogas recreativas.

Embora esses fatores tenham uma grande influência na saúde, os dados não estão disponíveis para produzir estimativas precisas da expectativa de vida de acordo com cada um. Portanto, existem estimativas de acordo com a idade das pessoas no diagnóstico de HIV e na contagem de CD4, mas não temos estimativas que levem em consideração fatores de estilo de vida e sociais.

É importante lembrar que os valores de expectativa de vida são médias. A combinação única de circunstâncias na vida de cada pessoa – incluindo saúde, estilo de vida e condições sociais – influenciará o número real de anos que uma pessoa vive. Pode ser mais ou menos que a média.

Se você parar para pensar duas cervejas custam mais que isso [paypal_donation id = 165603]

Qual a expectativa de vida das pessoas com HIV no Brasil?

Em uma das últimas conversas que tive com Drª Ângela, a última médica de verdade que eu tive, que queria me tratar e não me ajudar, a expectativa de vida, e ela narrou experiência pessoas, pois ela tinha pacientes na faixa dos 90 anos vivendo com  HIV!

Isso me inspirou um texto: AIDS! Agora sim

Os casos citados abaixo não são de lavra da Dra Ângela.

, Expectativa de vida de pessoas vivendo com HIV, Blog Soropositivo.Org

A principal descoberta foi que as pessoas que tiveram uma boa resposta inicial ao tratamento para o HIV tinham uma expectativa de vida melhor do que as da população em geral.

Especificamente, um homem de 35 anos com uma contagem de células CD4 acima de 350 e uma carga viral indetectável (abaixo de 400 cópias / ml) um ano após o início do tratamento para o HIV poderia esperar viver até os 81 anos.

Previa-se que um homem idoso com os mesmos resultados após um ano de tratamento vivesse até os 83 anos de idade. Na população geral da época, esperava-se que os homens nessas faixas etárias vivessem entre 77 e 78 anos.

Uma mulher de 35 anos e uma mulher de 50 anos com os mesmos resultados podem esperar viver entre 83 e 85 anos. Isso se compara a 82 e 83 anos na população em geral.

Se você parar para pensar duas cervejas custam mais que isso [paypal_donation id = 165603]

Expectativa de vida é similar a de uma pessoa HIV negativa

“Uma pessoa vivendo com HIV tem uma expectativa de vida semelhante à de uma pessoa HIV negativa – desde que seja diagnosticada em tempo útil, tenha bom acesso a cuidados médicos e possa aderir ao seu tratamento contra o HIV”.

Para pessoas que tiveram uma contagem de CD4 entre 200 e 350 e uma carga viral indetectável um ano após o início do tratamento, a expectativa de vida foi semelhante à das pessoas na população em geral. Entre os homens, 35 e 50 anos esperavam viver entre 78 e 81 anos, respectivamente. Entre as mulheres, previa-se que 35 e 50 anos vivessem até 81 e 83 anos, respectivamente.

Para pessoas cuja resposta inicial ao tratamento não foi tão boa, a expectativa de vida foi um pouco menor. Os resultados foram amplamente semelhantes em cada um dos seguintes cenários: contagem de CD4 abaixo de 200 e carga viral indetectável, contagem de CD4 entre 200 e 350 e detectável carga viral e contagem de CD4 acima de 350 e detectável carga viral.

Setenta Anos, com HIV! Deram-me seis meses de vida há um quarto de século.

😉 Me esqueci de morrer. Perdoem a minha falha 😉

Um homem de 35 anos com qualquer um desses resultados pode esperar viver de 70 a 72 anos. Prevê-se que um homem de 50 anos tenha entre 75 e 77 anos. Mulheres da mesma idade podem esperar viver cerca de dois anos a mais que os homens.

Algumas pessoas no estudo tiveram uma resposta inicial ruim ao tratamento – um ano depois, sua contagem de CD4 estava abaixo de 200 e sua carga viral foi detectável. Nesse caso, esperava-se que um homem de 35 anos tivesse 61 anos e um homem de 50 anos, 69 anos. Esperava-se que mulheres com as mesmas idades tivessem 64 e 71 anos, respectivamente.

Raramente por um resultado diretamente ligado ao HIV

Atualmente, poucas pessoas morrem como resultado direto do HIV. Quando as mortes ocorrem, geralmente acontecem no primeiro ano após o diagnóstico e envolvem pessoas que foram diagnosticadas com HIV muito tarde, quando já estavam muito doentes por causa do HIV. Em muitos desses casos, a pessoa não compareceu a uma clínica de HIV ou não fez tratamento contra o HIV, ou apenas o fez de forma irregular.

Resumindo

Com o tratamento e os cuidados certos, a maioria das pessoas vivendo com HIV no Reino Unido terá uma vida útil mais ou menos normal. Muito poucas pessoas no Reino Unido adoecem ou morrem como resultado direto do HIV.

De fato, as causas mais importantes de doenças e morte em pessoas vivendo com HIV são agora bastante semelhantes às da população em geral. Eles incluem doenças cardíacas, renais, hepáticas, diabetes, depressão e câncer.

Uma ampla gama de fatores afeta seu risco de desenvolver essas condições. Algumas são coisas que você não pode mudar, como idade, histórico familiar de certas doenças ou HIV.

Outros fatores de risco estão ao seu alcance para mudar. Você pode aumentar sua expectativa de vida não fumando, sendo fisicamente ativo, tendo uma dieta equilibrada, mantendo um peso saudável, evitando o uso abusivo ou excessivo de bebidas alcoólicas ou uso de drogas recreativas e, importantíssimo, permanecer socialmente conectado.

Este é um texto que abrange a mesma temática! Vida longa com HIV

Em Maio de 2021 eu acerto as coisas aqui.

Traduzida por Cláudio Souza do Original em Life expectancy for people living with HIV redigido por Keith Alcorn 

Revisão pendente as 00:53 de 04 de março de 2020

Se você parar para pensar duas cervejas custam mais que isso [paypal_donation id = 165603]

Esta página foi revisada pela última vez em maio de 2018. Ela deve ser revisada em maio de 2021.

Agradecimentos A Dra. Julie Fox, Valerie Delpech, Professora Margaret May e Professora Caroline Sabin por seus conselhos.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.