Tenho HIV?

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Tenho HIV? Como posso saber? A pergunta, para quem vive com HIV, tem respostas óbvias. Mas, é fato… a pessoa que é portadora de VIH passou por isso, pela dúvida e sabe que  a questão tornou-se quase que existencial para muitos.

Isso, por conta do desconhecimento de muitos fatos que, inclusive, fazem o pesadelo das pessoas que não conseguem aceitar a janela imunológica e nem mesmo a questão da psicossomática.

Assim, para muitos, a pergunta remanesce eterna: “Tenho HIV”?

Se você está em dúvidas e com medo, e crê que contraiu HIV agora, eu não te digo “relaxe”.

Mas digo, acalme-se e reflita neste texto, logo de cara, aqui, neste destaque:

Não é assim que funciona. Se você contrair VIH hoje, não será amanhã que você terá desenvolvido AIDS. Acalme-se, pacifique-se e viva um dia de cada vez até resolver, ou resolvermos juntos, as coisas.

Enquanto isso, faça suas pesquisas e descubra as coisas, aqui mesmo, neste Blog, o Soropositivo Online.

É a pergunta comum, o medo de muitos, durante décadas, insuperável e, mesmo hoje, em plena pandemia de COVID-19 que, no Brasil, segue célere e desenfreada, graças aos nossos (des)governantes, ainda é mais que recorrente esta fala: Tenho HIV?  Como posso saber se tenho ou não o vírus que pode causar a AIDS.

Bem. pesquisei, li, traduzi, debati com as profissionais experientes que cuidaram de mim, de minha vida e da qualidade dela, por mais de duas décadas e, tenha certeza: Eu confiei minha vida a elas e não tenho dúvidas (estou vivo né?) de suas qualificações.

Portanto e aí está, este FAQ traz o que foi possível encontrar e ver como o que há de melhor neste contexto, respondendo sua pergunta

Tenho VIH? Como Posso Saber Com Certeza – Qual São as Melhores Opções?

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”O que é o antígeno p24?” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg” open=”true”]

O P24 é um antígeno distinto do HIV é uma proteína viral estrutural que compõe a maior parte do núcleo viral do VIH, ou ‘capsídeo’. Na imagem abaixo ele lembra um “triângulo” com a indicações, em inglês, “capsid”. 

Níveis elevados de p24 estão presentes no soro sanguíneo de indivíduos recém-infectados durante o curto período entre a infecção e a soroconversão, tornando os testes do antígeno p24 muito úteis no diagnóstico da infecção primária por HIV.

Tenho VIH? Bem, o Capsídeo (capsid) está aí, bem descrito, como você pode ver!

Os anticorpos para o antígeno p24 são produzidos durante a soroconversão. Ele se torna indetectável após a soroconversão, ao menos na maioria dos casos.

Portanto, os ensaios do antígeno p24 não são confiáveis ​​para diagnosticar a infecção pelo HIV após seus estágios iniciais.

No entanto, a infecção por HIV pode ser diagnosticada com segurança mais cedo com testes combinados de anticorpos/antígenos do que com testes puramente de detecção de anticorpos, e os testes de anticorpos / antígenos de quarta geração são agora o teste de triagem padrão no Reino Unido e alguns outros países.

[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”O que significa ‘não-reagente ao fazer o teste de HIV?” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg” css_animation=”none”]Se você fez o teste de infecção pelo VIH, pode ser informado de que o resultado é ‘não reagente, isso significa que o teste não encontrou nenhuma evidência de infecção pelo HIV.

Você pode ter certeza afirmar tenho HIV. Mas também não pode levar a vida como se tivesse certeza de ser VIH negativo, pois temos de enfrentar, mesmo que juntos, o período de janela imunológica 

Se você precisa de apoio, fale comigo, por favor!

Janela Imunológica para Não Reagente é de 30 Dias ou mais.

E a AIDS não brota em sua vida poucos meses depois de você contrair HIV

 

 

Os testes de diagnóstico de HIV podem não detectar infecções adquiridas no período inferior a trinta (30) dias.[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”O Que Significa Reagente Em Um Teste De HIV?” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg”]

Se você fez o teste de infecção pelo HIV, pode ser que lhe digam que o resultado é ‘reagente’. Embora isso às vezes seja descrito como um ‘resultado positivo, pode ser um falso positivo. O resultado indica que o teste reagiu a algo em seu sangue e isso deve ser investigado mais detalhadamente, com um exame diferente, o Western And Blot.

Não significa necessariamente que você seja VIH positivo. Como podem ocorrer falsos positivos, os médicos nunca usam um único teste para dar um diagnóstico de HIV positivo. Se o resultado for reagente, o resultado é apenas preliminar e deve ser verificado com uma série de testes confirmatórios.

Esses testes de acompanhamento devem ser realizados melhor por um profissional de saúde que tenha acesso às tecnologias de teste de HIV mais precisas.

E, sabemos, a barra pode ser pesada! Quer conversar. Você pode falar com o Beto Volpe, que tem um coração de ouro e mais de 30 anos de experiência, que escreveu um livro belíssimo:

 

[better-ads type=’banner’ banner=’195831′ ]

 

Ou Comigo, que sou eu e só…

[better-ads type=’banner’ banner=’195837′ ]

 

[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”O Que Significa Em Um Teste de HIV?” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg”]

 

Se Você fez o teste de infecção pelo VIH, pode ser que lhe digam que o resultado é ‘indeterminado’, ‘ambíguo’ ou ‘inválido’. Isso significa que o resultado do teste não é claro. Outro teste precisa ser feito.

Um resultado indeterminado significa que o kit de teste mostra uma reação positiva fraca, talvez por causa de uma reação cruzada de anticorpo desconhecida, por causa de contaminação cruzada com a amostra de outra pessoa ou por causa de outro erro técnico. Resultados indeterminados também podem ocorrer em pessoas após a infecção recente pelo HIV, pois sua resposta imunológica ainda está em desenvolvimento.

Se um resultado indeterminado não for reproduzido em outros testes, é quase certo que é simplesmente uma reação falso-positiva. No entanto, se mais de um tipo de teste der um resultado indeterminado, será necessário retestar usando vários tipos de testes.

Se os resultados permanecerem difíceis de interpretar, uma nova amostra deve ser coletada cerca de duas semanas depois. Se a causa dos resultados indeterminados foi uma infecção recente, os testes agora devem dar uma resposta mais definitiva.

[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”O Que Fazer Diante Dos Falso-Negativos Em testes De HIV” style=”round” color=”juicy_pink”]

Pontos A Ponderar: Cuidado.


  • Os resultados falso-negativos ocorrem com mais frequência quando as pessoas testam nas primeiras semanas após a infecção, durante o período de janela’.
  • Depois disso, eles são extremamente raros.
  • Na maioria das configurações, a probabilidade de um resultado negativo ser preciso é de mais de 99,9%.

O teste de triagem de HIV ideal identificaria corretamente todos os indivíduos VIH-positivos e HIV-negativos 100% das vezes. Embora muitos testes de HIV sejam extremamente precisos, eles não alcançam 100% de precisão.

 

Um falso negativo é um resultado de teste que diz que uma pessoa não tem HIV quando, na verdade, tem.

Os resultados falso-negativos ocorrem com mais frequência quando as pessoas fazem o teste nas primeiras semanas após a infecção, durante o ‘período de janela’ de um teste. Neste momento, os marcadores de infecção (antígeno p24 e anticorpos) que os testes procuram podem estar ausentes ou escassos. Os testes não podem detectar com segurança todos os casos de infecção durante o período de janela. Para mais informações, leia nossa página sobre períodos de janela.

As chances de um resultado falso negativo, portanto, dependem da taxa de novas infecções por VIH (incidência) em uma comunidade. Em um cenário de baixa incidência, com muito pouca transmissão contínua do HIV, a maioria das infecções por VIH que os testes precisam detectar serão infecções que as pessoas tiveram por vários meses ou anos. Para essas infecções de longa data, os testes são extremamente precisos e os falsos negativos são, portanto, extremamente raros. 

No entanto, em uma comunidade com maior incidência de HIV e transmissão contínua do VIH, uma proporção maior de infecções por HIV que os testes precisam detectar serão infecções recentes (que as pessoas tiveram apenas por algumas semanas). Para estes, os testes são menos confiáveis ​​e podem ocorrer falsos negativos.

Falsos negativos também foram relatados em pessoas que tomam medicamentos antirretrovirais, seja como tratamento para VIH, profilaxia pré-exposição (PrEP) ou profilaxia pós-exposição (PEP).[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”Como Agir Diante de Falsos Negativos Após O Período De Janela Imunológica?” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg” css_animation=”none”]Após o período de janela, em pessoas que não estão tomando antirretrovirais, resultados falso-negativos são extremamente raros.

A precisão de um único teste de HIV depende em parte das características conhecidas como sensibilidade e especificidade.

A sensibilidade é uma indicação do desempenho do teste ao testar pessoas que têm VIH, enquanto a especificidade reflete o desempenho do teste em relação a pessoas que não têm VIH.

Muitos dispositivos modernos de teste de HIV são extremamente sensíveis (mais de 99%) e extremamente específicos (mais de 99%) sobre a infecção por HIV de longa data.

Até certo ponto, as chances de um resultado falso negativo também dependem de quão comum o HIV é em sua comunidade. Quando muito poucas pessoas entre os testados têm VIH, é ainda mais provável que um resultado negativo do teste de VIH seja exato.

Isso é expresso por algo conhecido pelos profissionais de saúde como ‘valor preditivo negativo’.

Por exemplo, faça um teste com sensibilidade de 99,5% e especificidade de 99,5%. Se este teste for usado em um ambiente onde 0,2% das pessoas têm VIH (por exemplo, entre a população em geral no Reino Unido), a probabilidade de um resultado negativo ser correto é de 99,998%.

Se o mesmo teste for usado em um ambiente com uma prevalência de HIV muito maior de 25% (por exemplo, nas regiões mais afetadas da África Austral), a probabilidade de um resultado negativo ser correto é marginalmente menor, em 99,832%.

Depois de decorrido o período de janela (dois meses após a possível exposição ao HIV), se você testar duas vezes, usando um dispositivo de teste diferente em cada ocasião, e ambos os testes derem um resultado negativo, você pode ter certeza de que o resultado é preciso.[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_toggle title=”Resultados Falso-Positivos Em Seguidos e Seguidos Testes De HIV” style=”round” color=”juicy_pink” size=”lg”]Os testes sempre produzem um pequeno número de resultados falso-positivos.

  • Em locais onde muito poucas pessoas têm VIH, uma proporção maior de resultados reativos serão falsos positivos.
  • Para garantir um diagnóstico preciso, uma sequência de testes de confirmação é usada para verificar todos os resultados reativos.
  • Um diagnóstico de VIH nunca é feito com base em um único resultado de teste.

O teste de triagem de VIH ideal identificaria corretamente todos os indivíduos VIH-positivos e HIV-negativos 100% das vezes. Embora muitos testes de HIV sejam extremamente precisos, eles não alcançam 100% de precisão.

Um falso positivo é um resultado de teste que diz que uma pessoa tem HIV quando, na verdade, ela não tem. 

Por ser perturbador e é deveras perturbador receber um resultado falso-positivo, o positivo preliminar (‘reativo’) deve sempre ser verificado com uma série de testes confirmatórios.

O que causa resultados falso-positivos Se Você tem HIV?

Os testes de HIV são baseados na detecção de anticorpos ao HIV. São proteínas produzidas pelo sistema imunológico em resposta a uma substância estranha, como o HIV. A principal causa de resultados falso-positivos é que o teste detectou anticorpos, mas eles não são anticorpos para o HIV – são anticorpos para outra substância ou infecção. Os testes não se destinam a reagir a outros tipos de anticorpos, mas às vezes acontece.

Existem outras razões pelas quais um teste pode dar um resultado falso-positivo. Dependendo do dispositivo de teste, a leitura do resultado do teste pode depender de uma interpretação subjetiva. Quando o resultado é limítrofe, uma equipe experiente fornece resultados mais consistentemente precisos. 

Um resultado falso-positivo também pode ser o resultado de uma amostra com rótulo incorreto, misturada com a de outra pessoa ou algum outro erro administrativo ou técnico.

Menos comumente, resultados falso-positivos podem ocorrer em pessoas que receberam recentemente uma vacina contra a gripe, estão participando de um estudo de vacina contra o VIH ou têm uma doença autoimune (como lúpus). O Lúpus é só uma dentro de uma miríade de possíveis causas para um falso positivo. Mas não fique batendo a cabeça de site em site, de médico em médico, de CTA em CTA.

Veja, soube de um médico italiano que colocou assim, na porta de seu consultório:

 

Se você recebeu um diagnóstico do Google, por favor, vá buscar uma segunda opinião no Yahoo. Parece que ele não gosta mesmo do Bing…

Vejam. Eu trabalhei toda esta madrugada, traduzindo alguns textos para montar este FAQ.;

Aqui o final, vai um link para outro texto que ainda estou traduzindo, mas acabo para amanhã, dia oito de abril de 2021.

Mas preciso descansar um pouco antes de terminá-lo e, por favor, aguardem até amanha, dia 08 d Abril de 2021 para eu publicar.[/vc_toggle][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column]

[better-ads type=”banner” banner=”196450″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″ lazy-load=””]

[/vc_column][/vc_row]