O que é infecção aguda pelo HIV?

Eu estou com Infecção primária por HIV! Meu Deus do céu! Quanta loucura, medo e sofrimento sem sentido. A infecção pimária por HIV é algo que não vai além de seis semanas e, no entanto, a falta de informação, ou mesmo informação contraproducente, que espalha ainda mais caos!

Bem, alguns dirão, e eu farei eco e coro com eles. Não sou médico. Mas trenho um trabalho conhecido, reconhecido, laureado, honrado e respeitado! Você pode, se quiser, por gentileza, ver isso, ou a parte disso que eu tive tempo de inserir, neste link. Ele abre em outra aba!!!

Infecção aguda por HIV - Algumas pessoas se vêem assim. Eu só me ferro, só sobra para mim!
Algumas pessoas são assim! Se julgam tão importnates que deus encontraria um modo estranho, além da ciência, além da lógica, para “puní-los”!, “Transgressores que são”. poutz!!! Peguem seus forcados

O que é infecção aguda pelo HIV?

Infecção primária por HIV é um assunto deveras controverso. E eu vejo, aqui no meu What’s App, a grande zorra que está na cabeça das pessoas e, checando algumas páginas, inclusive de alguns “profissionais de saúde” que mais me fazem lembrar máquinas do tipo “caça níqueis” do que com médicos!  Eu não ouso afirmar, mas minha história de vida me ensinou a desconfiar mil e setecentas veze antes de confiar uma. Pois foi confiando que eu fui a Inferno pela primeira vez.

E também pela segunda, terceira, quarta… e assim por diante….

Informação desencontrada e caos emocional

O problema é que a informação desencontrada leva à desconfiança, e como eu entendo isso! Pois bem, eu fiz em dezembro uma pesquisa sobre infecção primaria por HIV e depois de ler e reler, elegi um texto como o melhor e o mais confiável, no que tange à descrição do que, como se parece, e por quanto tempo ele pode durar e a partir de qual tempo ela já não poderá nem poderia existir! 

E quando terminei este parágrafo me lembrei de um certo Episódio (O Lado Mau) em uma Série de Ficção científica, Voyager, em que o “Doutor” recitou um trecho do juramento de Hipócrates, do qual eu colo uma parte neste início de texto.

Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém.

A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.

Conservarei imaculada minha vida e minha arte.

Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

Em toda casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução, sobretudo dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

A Infecção primária deveria ser tratada como mostra este trecho de Juramento

 

Mas há o “Lado Mal” 😢😢😢

Um Bom começo

A Infecção Primária por HIV é quase como um naufrágio
O Impossível Não Existe

Eu contei para minha esposa, quase vinte anos atrás, quando ainda não nos conhecíamos muito bem a seguinte piada sonsa:

-“Sabe o que significam 500 advogados no fundo do mar em um naufrágio”?

Inocente em relação a mim e minhas piadas (eu ainda tinha algum bom humor naqueles dias) ela não sabia e eu disse, às gargalhadas:

-“Um bom começo”! 🙃😇😚😝😂🤣🤣🤣

Eu diria coisa parecida, mas eu sugeriria que os 500.000 médicos em todo o planeta deveriam ser pinçados, um a um, em rigorosa detecção e análise para enchermos alguns navios e pô-los à pique!

Seria bom que estes profissionais de saúde refizessem este juramento todas as manhãs, antes de começarem seus trabalhos, suas atividades. Observem que eu não censuro que ganha a vida exercendo a medicina. Eu deploro que gera desinformação para explorar o medo.

E sei que o Clube dos Abutres sentir-se-ia extremamente ofendido se eu comparasse tais pessoas a eles.; vamos ao trabalho sobre Infecção Primária por HIV:

A infecção Primária por HIV tem data limite para ocorrer e acabar
O tempo, o tempo… Já é hora de você acordar e usar camisinha! O Thanos pode virar um “botãozinho” e refazer as coisas. Eu queria ter isso para consertar os erros que não foram meus… Mas não dá!!!!!

Em quanto tempo pode ocorrer a Infecção Primária Por HIV? E depois, Quando É Que É Impossível Ocorrer a Infecção Primária por HIV?

 

Foi neste ponto do texto que eu causei “espécie” contra mim! Afinal, querendo ou não, eu lido com saúde,muitas vezes é vida ou morte. E há bem pouco tempo eu acompanhei um “caso” (esta não é a melhor palavra, mas não tenho outra) e vi a perda de uma vida! Não importa se a pessoa está em um leito a eu lado ou a 2500KM. Eu sofro junto, pois tenho a triste carga pesada de empatia e este mal é tudo. Mas desta forma, sob o guante de tal responsabilidade eu pedi para aquela que foi a Minha Segunda Médica Infectologista, Drª S. que me auxiliasse com a revisão e, naturalmente, as necessárias e adequadas correções.

A infecção primária por HIV é uma condição que pode se desenvolver entre duas a quatro semanas depois de alguém contrair o HIV e não mais!

Células CD4, os "generais da banda". É grande a importância do exame de contagem de contagem de células CD4!
Imagem representativa da coexistência pacífica entre células brancas e vermelhas.

Não Tem Cura! È Melhor Previnir do que viver esta neurose! Ou, Ainda… (…) ….

Todas as pessoas que me procuram pelo Whats App se apresentam com evidentes somatizações de Infecção aguda por HIV há muito mais tempo além deste, científica e clinicamente comprovado, somatizando sintomas após, em alguns casos, mais de dezoito meses depois do “incidente”.

Entretanto, a infecção aguda pelo HIV, que também é conhecida como infecção primária pelo HIV.

Ou, ainda, síndrome retroviral aguda, é o estágio inicial da Doença por HIV. E este quadro dura até que o corpo tenha criado anticorpos contra o vírus.

Replicação em velocidade Alucinante! Avassaladora! Minha Primeira carga Viral:

Mais de três Milhões! Queria ter isso em Libras Esterlinas

Desta forma, durante esse estágio inicial, o da infecção aguda por HIV, o vírus se multiplica rapidamente.

Ao contrário de outros vírus, que o sistema imunológico do corpo pode, normalmente combater, o HIV não pode ser eliminado pelo sistema imunológico. E, ainda pior, nem mesmo através de alguma terapia.

E assim, a melhor opção é a prevenção, e ela deveria começar pelo diálogo (em outra aba)

Da Infecção Primária por HIV Rumo a AIDS

 

Isso me faz lembrar PET SHOP BOYS! Iconicamente, uma das últimas músicas que toquei, antes do atabalhoado final de minha “meteórica carreira como DJ”!. E você, sonsa, ouviu tudo no meu colo, acreditando que eu achava que você estava bêbada…. Que bom que foi assim. Desta forma você não foi colhida pelo desastre!

Durante muito tempo, o vírus ataca e destrói as células do sistema imunológico, deixando o sistema imunológico incapaz de combater outras doenças.

Bem como uma triste coleção de infecções. Quando isso acontece, pode levar ao estágio tardio do HIV, conhecido como AIDS ou estágio 3 do HIV.

E foi aí que uma pessoa, hoje uma amiga, se deparou com a perda que eu, sem querer, preconizei!

“What a shame!”

Estes seriam "os bandido e, as células CD4, bem, elas não seriam os xerifes. Mas os Marshall
Dois caras maus

Foi uma das mais violentas doenças oportunistas que atingiu aquele menino!

Tanta gente….

È Melhor Prevenir Do Que remediar! Porque Infecção Por HIV e AIDS Têm Tratamento! Mas Não tem Cura!

É Melhor Evitar. E se você não se protege, como eu não me protegi, é pratica e estatísticamente impossível que cvocê não se encontre com ele, o HIV! Se é assim, teste-se.

E tenha em mente que a Infecção Primária Por HIV Pode Não Aparecer!

E, no entanto e entretanto, outras doenças, menos agressivas, como uma infeção por Rotavírus ou a gripe, podem apresentar as mesmas características!

A bem da verdade, esta palavrinha sintomas  tem me causado Ojeriza e mal-estar! Porque me remete a sofrimento humano! Em outro post falarei disso e, é quase certo que serei processado. Será uma valsa deliciosa!

Observe atentamente, que a Infecção Aguda por HIV é a ocasião de maior de maior índice de contagiosidade.

E, no entanto, a maioria das pessoas com infecção aguda pelo HIV nem sabe que contraiu o vírus, pois os sintomas iniciais se resolvem sozinhos.

Ou, também e frequentemente, podem ser confundidos com outras doenças, como as que mencionei acima!!!

Digamos que Vitamina C e cama seja uma boa ideia No Momento da Suposta Infecção Primária Por HIV!

Infecção primária por HIV é a fase de maior capacidade de transmissão da infecção por HIV, devido a carga viral elevadíssima

É aconselhável tratar-se com repouso e boa alimentação esta possível Infecção primária por HIV e Respeitar a janela Imunológica

Testes contra o HIV nem sempre são capazes de detectar esse estágio do HIV por conta da Janela Imunológica de 30 dias a 45 dias e ponto

Os Sinais!!!!!! 🤨🧐

Como era mesmo a letra?:

Laranja madura, na beira da estrada…. Ou está bichada Zé! Ou tem marimbondo no pé
Brazil Música
Publicado em 23 de ago de 2018

Os créditos e dados sobre a música citada estao no final do artigo. Clicando na imagem você tera acesso ao que, acredito, é a versão original. Aqui, no meu fone, a fraude deliciosa do Mily Vanily “girl you know is true

Quais São Os Sintomas e Sinais da Infecção Aguda Por HIV?

 

É importante frisar:

Neste momento eu estou dialogando com uma pessoa que me procurou pelo Whats App que iniciou a conversação pedindo ajuda e, isso não é uma reclamação, é a exposição de um quadro psicológico/psiquiátrico.

Eu olhei a hora em que ele começou, e foi ontem, as 21:30. Eu quero aproveitar e demarcar isso. Eu começo a trabalhar com o Whats App e no Facebook, na fanpage do blog, que fica em https://www.facebook.com/soroorg, talvez 13:00, quando não tenho compromisso médico.

Eu tive um hoje e ouvi todas as explicações foram todas aquelas que eu temia ouvir. As piores possíveis!

Dificilmente eu olho para o celular antes disso, porque, com AIDS ou não, Há Vida com HIV e eu gosto de viver parte da minha para mim e para a Mara, com a Mara e pelaq Mara! Sound Clear?

Os Malditos Sintomas de Infecção Primária por HIV em Uma Pessoa com mais de Seis Meses de Sofrimento

E estes sintomas, que se descreverão agora podem ser somatizados!

A pessoa, para a qual eu dei um link, que está na minha página, janela imunológica, os fatos, explica CLARAMENTE, um caso “clássico” de somatização e a pessoa não viu isso. Viu, na verdade, que a pessoa tinha uma doença! Ela simplesmente ignorou a parte do texto que narra a verdade.

O lado direito do corpo dela, que é controlado pelo lado esquerdo do cérebro, acabou por paralisar o lado direito do corpo dela, No entanto, o lado direito do cérebro, que ela acreditava ter algum problema, controla o lado esquerdo do corpo. Desta forma, ela, que não sabia disso, acabou, tola e somaticamente, paralisando o lado direito.

E, assim mesmo, a pessoa me disse:

– “Não é possível somatizar uma íngua”! – Eu confesso que tive vontade de jogar o celular na parede do mercadinho! Po bem, veja isso meu amigo psicosomatizador e, vós, psicossomatizadores, olhai:

Gravidez Psicológica Ou Pseudiciese

E mais, eu fui ao pai dos Burros do Século XXI em busca de argumentos e quando comecei a escrever, ganhei este presente:É a terceira busca mais frequente

A somatização de "sintomas" de Infecção primária por HIV é possível e mais frequente do que eu gostaria de saber e presenciar...
O Google tem um algoritmo FANTÁSTICOI e “sabe, assim que você começa a digitar, o que voc~e pode estar precisando, issoé inteligência artificil e não é “básica!. E ele sugeriu gravidez psicológica como terceiro item mais solicitado!

 

Sim, é desta forma, a Infecção Primária Por HIV é UMA CALAMIDADE GALOPANTE!

Mas, voltemos

Os sintomas agudos da infecção pelo HIV são semelhantes aos da gripe e de outras doenças virais, portanto, as pessoas podem não suspeitar que tenham contraído o HIV.

Na verdade, o CDC estima que dos mais de 1,1 milhão de pessoas nos Estados Unidos que vivem com o HIV, cerca de 15% deles não sabem que têm o vírus. Fazer o teste é a única maneira de saber. E, sobretudo, é necessário esperar a janela imunológica de 30 a 45 dias! E, depois disso, simplesmente A-CEI-TAR o Resultado e não pnsar mais nisso! Passou, você não contraíu HIV!

Tudo o que você tem de fazer, daí em diante, é rever seus posicionamentos, seus conceitos (pré-concetos e preconceitos), analizar, sob outro prisma…. Se você receber, em qualquer núcleo de testagem sorológica e aconselhamento pós teste, pode ter certeza, ou eu não diria:

Sim, o resultado é válico e, debalde os “caça-níqueis “humanos” que vicejam e campeiam, o SUS tem sido o alicerce disso tudo.

Não são médicos caros, ou laboratórios gelados que o/a tratarão. E eu já me tatei com médicos particulares, a convite de minha esposa. E a convidei para conhecer onde eu me trato. Querem saber?

Pois é, houve um momento em que não havia um só medicamento que servisse para ela, naqueles dias, lá por 2002/2003.

Mas a Casa da AIDS tinha um protocolo para pacientes assim e ela passou meses, meses, meses, meses, meses e meses tomando “Fuseon”! Esclarecendo, era assim: Como não havia nada a fazer, senão manter o tratamento em funcionamento naqueles dias, assim foi feito, com a adição deste medicamento injetável, aplicado duas vezes ao dia, pois ele, de alguma forma, auxiliava, dentro daquele contexto, talvez o Beto Volpe Possa explicar isso melhor! 🧐🧐🧐

E era difícil, pois a injeção tinha de ser montada, e eu narrarei isso em outro texto, se me lembrar disso.

E que se diga isso: A bem da verdade, ela não estaria aqui, não fora o protocolo do SUS. E o paspanata pago, uma espécie de banana amassada, nem tinha ideia sobre o que viria a ser o ”fuseon”!

E EU JÁ TERIA MORRIDO DE TRISTEZA HÁ ANOS, ANOS E ANOS!

 

Os sintomas da infecção aguda pelo HIV podem incluir:

Estes Muito frequentes:

  • Erupção EPIDÉRMICA. O Maldito Rash;
  • Febre e/ou Calafrios;
  • Dores De Cabeça;
  • Fadiga – Síndrome; de Wasting
  • Dor De Garganta;
  • Sudorese Noturna;
  • Perda De Apetite;
  • Úlceras Que Aparecem Na Boca, Esôfago Ou Genitais;
  • Linfonodos Inchados;
  • Dores Musculares;
  • Diarreia;
Leia abaixo:

No tempo de Vagão Plaza, eu falava com o Chicão, um grande amigo, e falávamos (veja, sabíamos e não estávamos nem aí) sobre AIDS e justamente a diarreia! E ele disse algo que, eu tenho quase certeza, que foi mais ou menos assim:

-“Aí o cara vai na lanchonete aí do lado, ou no Planeta’s, um restaurante no começo da Rua Augusta e diz:

-“Me dá ai, mal educado à bessa, um suco de laranja”!

O balconista, puto da vida, escolhe as piores laranjas e expreme para o suco.

No dia seguinte, continuou o Chicão, o cara levanta, está ouvindo o Bom Dia Brasil, que está, o Diabo saberias os porquês disso, falando sobre AIDS. O cara, que mora sozinho, deixa o WC com a porta aberta, ouve o repórter falar que a diarreia é um dos sintomas e o suco de laranja e ontem à noite provocou uma revolta e, com a revolta, uma inssureição! E a cachoeira se fz presente, ruidosa e estrepitosa!!!

Está estabelecido o pânico! Mesmo porque o sujeito deste conto não se lemra quando foi a última vez que ele usou camisinhas e esta lacuna acaba, de uma vez por todas, estabelecendo o pânico, a angústia, o medo e tudo o mais!

Para fazer uma sessão de maior terror, naueles tempos a janela imunológica era de 90 dias e o resultado demora, no mínimo, um mês, talvez mais. E a impresição era, naqueles tempos, bem poderosa e, se viesse um exame com um resultado “indeterminado”.

Kabum!

É desnecessário dizer ue esta conversa durou pouco mais de três minutos, mas uns outros dez garçons e o “Segundo DJ”, Lico, que, eu me lembro, nunca teve aspirações a se tornar o primeiro. Esperto mesmo era ele…, também estava lá, e caímos, tonos, em imensa gargalhadas.

Eu creio ter visto oito ou dez pessoas do VP no CRT-A, quando ele ainda estava na Antônio Carlos! Pois é, pois é, pois é!…

CONTINUANDO SOBRE OS SINTOMAS:

Nem todos os sintomas podem estar presentes, e muitas pessoas com Infecção aguda por HIV não apresentam, ou apresentariam qualquer sinal ou sintoma!

Assim o foi comigo e, quando finalmente eu entrei em um Hospital no Bairro da Liberdade eu já estava “pela bola sete”!

Pois como bem diz o Doutor Dráuzio varella, os que davam sorte tinham um Sarcoma de Kaposi!

No entanto, se uma pessoa tiver sintomas,observem:

“Eles poderão durar alguns dias ou até quatro semanas e desaparecer sem tratamento. Depois desta fase não há, nunca houve e jamais vira a haver infecção primária por HIV!

Eu e eu REAFIRMO pois, conforme ensinou Bentinho, há conceitos que devem ser incutidos na mente do leitor de qualquer forma, a qualquer preço mesmo que por força da refetição!

E Depois Deste Período De Até 4 Semanas, A Infecção Primária Por Por Hiv Desaparece E Não Surge Mais!

 

A infecção aguda pelo HIV ocorre mais frequentemente entre duas a quatro semanas após a exposição inicial ao vírus. O HIV é transmitido através de:

 

  • Transfusões De Sangue Contaminado, Geralmente Antes De 1992;
  • Compartilhando Seringas Ou Agulhas Com Alguém Vivendo Com HIV;
  • Contato Com Sangue, Sêmen, Fluidos Vaginais Ou Secreções Anais Contendo HIV;
  • Gravidez Ou Amamentação Se A Mãe Tiver HIV;

O HIV Não É Transmitido Através De Casual Contato Físico, Como Abraçar, Beijar, Segurar As Mãos Ou Compartilhar Utensílios De Alimentos.

“A Saliva Não Transmite O HIV”! E entenda, por consequência, o beijo não transmite HIV

E no entanto, Os fluidos genitais (vaginais e o fluido pré-seminal) também contém o vírus, não apenas o sêmen. Eu quero colocar isso de forma mais clara. O fluido vaginal contém o HIV caso a mulher esteja contaminada por HIV! É um mel que pode acabar indigesto…. 😉

Quem está em risco de infecção aguda pelo HIV?

O HIV pode afetar pessoas de quaisquer idades, raças, orientações sexuais, posições sociais, opiniões políticas, profissões.

NINGUÉM ESTÁ FORA DO ALCANCE DAS MALHAS DA EPIDEMIA POR HIV. QUANTO MAIS DISTANTE DELA VOCÊ SE CRÊ, MAIOR É SEU RISCO DE SE ENCONTRAR COM ELA, AÍ DO LADO, NO SEU QUARTEIRÃO MESMO, BASTA VOCÊ NÃO SE CUIDAR!

Como é diagnosticada a infecção aguda pelo HIV?

Um profissional de saúde realizará uma série de testes para verificar se o vírus é suspeito. Um teste padrão do HIV não detecta necessariamente uma infecção aguda pelo HIV por conta da Janela imunológica e os fatos a respeito dela em si.

Muitos testes de detecção do HIV procuram anticorpos contra o HIV e não o próprio vírus. Anticorpos são proteínas que reconhecem e destroem substâncias nocivas, como vírus e bactérias. E o teste de carga viral não é a melhor ideia a respeito de busca por HIV. Veja, abaixo, o porquê:

Este ponto, foi o Santo Graal de minhas empreitadas! Eu preconizei, erroneamente, o teste de carga viral para pessoas em dúvidas obscuras, e buscava o alívio do sofrimento destas pessoas, Isso esta em meu texto, trabalhado em boa parte com os e as profissionais de saúde e controle e cuidados epidemiológicos. Toda a parte técnica deste texto, que aparecerá aqui, neste link que leva para janela imunológica.

Bem, infelizmente eu errei*. E está fora do meu alcance reparar o dano emocional que eu posso ter gerado e, assim, tudo o que me esta e dizer e afirmar que estou dolorosamente constrito e que peço vosso perdão.45

Enfim, mas não finalmente eu mostro o que me foi explicado, via texto, pela Dra S. sobre janela Imunológica

Espere o tempo da janela, faça o teste e se ele, felizmente, vier não reagente, depois de 30 dias, de graças a Deus e aceite este resultado.

Não pense na infecção por HIV como um castigo e nem se julgue, não seja impiedoso/impiedosa para consigo, ou para o membro de sua família que “apareceu assim”, em sua vida!!!

A presença de certos anticorpos geralmente indica uma infecção atual. No entanto, pode demorar várias semanas após uma transmissão inicial para os anticorpos aparecerem.

Como a infecção aguda por HIV é tratada?

O tratamento adequado é crucial para pessoas diagnosticadas com HIV. Os profissionais de saúde e cientistas concordam que o tratamento precoce deve ser usado para todas as pessoas com HIV que estejam prontas para começar a tomar uma medicação diária.

 

 

O tratamento precoce com medicamentos antirretrovirais pode minimizar os efeitos do vírus no sistema imunológico.
No entanto, os medicamentos antirretrovirais podem ter efeitos colaterais graves quando usados em tratamentos de longo prazo. É importante discutir todas as opções de tratamento e potenciais efeitos colaterais com o seu médico para determinar o momento certo para iniciar e continuar o tratamento do HIV.
Melhorar a Vida

Além do tratamento médico, os profissionais de saúde podem sugerir certos ajustes no modo de viver, para uma maneira saudável, incluindo:

Uma dieta saudável e balanceada para ajudar a fortalecer o sistema imunológico, praticando sexo com preservativos para diminuir o risco de transmitir o vírus a outras pessoas e contrair infecções sexualmente transmissíveis (DSTs).

O Consumo de Drogas e os riscos graves de infecção por HIV ou a Dependência de Crack

Se você usa drogas injetáveis, use agulhas nunca usadas. Mas pare e pense: Droga é uma merda! É o fim da picada. E toda droga acaba levando ao consumo de uma droga mais pesada e isso acaba sempre em crack. Eu tenho uma filha lutando contra o crack há quase duas décadas. Isso si, é o inferno!

Use terapias e práticas saudáveis, redutoras do stress, como o Yoga, pois o stress também pode enfraquecer o sistema imunológico.

 

Pratique sexo seguro, evitando a exposição para as pessoas com infecções e vírus, uma vez que as pessoas com HIV pode ter um tempo mais difícil lutar contra doença e manter um tratamento constante em uma base regular, permanecendo ativo e vivendo sem isolamento social e evite o consumo de álcool e drogas recreativas e, se possível, pare de fumar! Difícil, eu sei, pois não consigo! E vejam, o Doutor Dráuzio Varella afirmou que a nicotinha é a unica DROGA que provoca Síndrome de Abstinência após dez minutos! Pior dependência química e a mais escravizante

Qual é a perspectiva para alguém com infecção aguda pelo HIV?

Não há cura para o HIV, mas as pessoas que vivem com o HIV ainda podem viver uma vida longa e saudável com o tratamento. A perspectiva é melhor para as pessoas que iniciam o tratamento antes de o HIV ter danificado o sistema imunológico. O diagnóstico precoce e o tratamento correto reduzem a chance do estágio 3 do HIV. O sucesso do tratamento melhora tanto a expectativa de vida quanto a qualidade desta vida com HIV.

Na maioria dos casos, o HIV pode ser manejável a longo prazo e considerado uma condição crônica.

O tratamento também pode ajudar alguém que vive com o HIV a atingir uma carga viral indetectável, altura em que o tornará, estatisticamente falando, incapaz de transmitir o HIV a um parceiro sexual.

Como a infecção aguda pelo HIV pode ser prevenida?

 

A infecção aguda pelo HIV pode ser evitada evitando a exposição ao HIV do sangue infectado, sêmen, secreções anais e líquido vaginal. As formas de reduzir o risco de contrair o HIV incluem:

Reduzir a exposição antes, durante e depois do sexo. Uma variedade de métodos de prevenção estão disponíveis, incluindo preservativos (masculinos ou femininos), profilaxia pré-exposição (PrEP), tratamento como prevenção e profilaxia pós-exposição (PEP).

  • Evite compartilhar agulhas.
  • Nunca compartilhe ou reutilize agulhas ao injetar drogas ou fazer uma tatuagem.
  • Muitas cidades têm programas de troca de agulhas que fornecem agulhas estéreis.
  • Tome precauções para lidar com sangue. Use luvas de látex e outras barreiras, se manusear sangue.
  • Faça o teste para o HIV e outras DSTs. Fazer o teste é a única maneira pela qual uma pessoa pode saber se tem HIV ou outra IST.
  • As pessoas com resultado “reagente (Positivo)podem então procurar tratamento que possa, eventualmente, eliminar o risco de transmitir o HIV para seus parceiros sexuais.
  • Ser testado e receber tratamento para DSTs reduz o risco de transmiti-los a um parceiro sexual.
  • Os CRT recomendam testes anuais para pessoas que usam drogas ou que são sexualmente ativas.
Onde encontrar apoio Se Você Receber um Resultado Reagente

Obter um diagnóstico de HIV pode parecer emocionalmente devastador, por isso é importante encontrar uma forte rede de apoio para ajudar a lidar com qualquer estresse e ansiedade resultantes.

Existem muitas organizações e indivíduos (eu estou aqui) dedicados a apoiar pessoas vivendo com HIV, assim como muitas comunidades locais e on-line que podem oferecer apoio.

Falar com um conselheiro ou juntar-se a um grupo de apoio permite que as pessoas com HIV discutam suas preocupações com outras pessoas que possam se relacionar com o que estão passando.

Acredita-se que a infecção aguda (sintomática ou não) e os estágios precoces da infecção sejam responsáveis por 38 a 50% das transmissões.

E que nas fases iniciais a transmissibilidade seja 10 a 26% maior.

Os créditos de “Laranja madura” conforme o prometido:

Publicado em 23 de ago de 2018

INSCREVER-SE 139 MIL
Inscreva-se no canal: https://goo.gl/ETquvE Noite Ilustrada interpreta “Laranja Madura” do álbum “Canta Ataulpho Alves” Dísponível em: Spotify – https://goo.gl/4yPPkG iTunes – https://goo.gl/9D4DVp Deezer – https://goo.gl/oQ8QUG Napster – https://goo.gl/Q6z2gZ Google Play – https://goo.gl/CxqP53
Fonte: You Tube
Sobre o Cigarro

 

(Referências:

1 – Powers KA, Ghani AC, Miller WC, Hoffman IF, Pettifor AE, Kamanga G, et al. The role of acute and early HIV infection in the spread of HIV and implications for transmission prevention strategies in Lilongwe, Malawi: a modelling study. Lancet. 2011;378:256–68;

2 – Brenner BG, Roger M, Routy J-P, Moisi D, Ntemgwa M, Matte C, et al. High rates of forward transmission events after acute/early HIV-1 infection. J Infect Dis. 2007;195:951–9;

3 – Pilcher CD, Tien HC, Eron JJ, Vernazza PL, Leu S-Y, Stewart PW, et al. Brief but efficient: acute HIV infection and the sexual transmission of HIV. J Infect Dis. 2007;189:1785–92.;

4 – Wawer MJ, Gray RH, Sewankambo NK, Serwadda D, Li X, Laeyendecker O, et al. Rates of HIV-1 transmission per coital act, by stage of HIV-1 infection, in Rakai, Uganda. J Infect Dis. 2005;191:1403–9.;

5 – Hollingsworth TD, Anderson RM, Fraser C. HIV-1 transmission, by stage of infection. J Infect Dis. 2008;198:687–93.)

 

Você recebeu seu diagnóstico reagente e está com medo? Acha que sua vida acabou? Está tendo pensamentos “do tipo sem noção”?

Você precisa recuperar suas esperanças!

Entenda que a minha resiliência foi construída um dia de cada vez, uma enfermidade após a outra, um SUSTO APÓS O OUTRO!

Resiliência não é algo com que você nasce! Você a CULTIVA! Uma queda após a outra. Pois cada queda segue-se inevitavelmente de um novo reerguer!

Em síntese:

Levante-se

Sacuda a poeira!

E De A Volta Por Cima!

Seu médico, sua médica podem fazer muito por você!

Sua família, se te sobrou alguma, porque a mim não sobrou nenhuma, podem ou não, fazer algo por você.

Deus poderia fazer tudo por você!

Mas está em suas mãos a decisão de ir em frente ou sentar-se à beira da calçada!

Você acha que eu falo demais? Leia, por favor, meu histórico médico desatualizado! 🙂 Pode até demorar um pouquinho!

E quanto à Saúde, ela é um Direito de Todos e Um Dever do Estado

Advertisements

Publicações Relacionadas

Comente e Socialize-Se. A vida é melhor com amigos!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazm tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta polític nste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

%d bloggers like this: