Blog Soropositivo Online
Há Vida Com HIV

Meu Amigo Tem HIV – Como Posso ajudar?

O BLOG TEM UM CUSTO E ELE PRECISA DE VOCÊ

VALOR ANUIDADE R$ 996,00 GASTOS OUTROS. - Há outros custos esporádicos
Você pode apoiar com R$ 5,00! 

APOS A RETIRADA DO MEU BENEFÍCIO PELO INSS ME ENCONTRO SE RENDA MINIMA PRA CUSTEIO DO MEU TRABALHO, o BLOG,, e minha vida ficou mais difícil.

Meu Amigo tem HIV! Como Posso Ajudar? Existe algum risco? É seguro para mim tocar, beijar, abraças ou mesmo fazer amor com uma pessoa vivendo com HIV com HIV?

, Meu Amigo Tem HIV – Como Posso ajudar?, Blog Soropositivo.OrgHá muitas coisas que você pode fazer para ajudar um amigo ou ente querido que foi recentemente diagnosticado com HIV:

  • Converse. Esteja disponível para ter conversas abertas e honestas sobre o vírus da AIDS e compreenda esta expressão. este vírus pode causar a AIDS, mas não será sempre uma fatalidade contrair o vírus e desenvolver AIDS. Siga a liderança da pessoa que é diagnosticada com HIV. Eles nem sempre querem falar sobre isso ou podem não estar prontos. Eles podem querer se conectar com você da mesma maneira que antes de serem diagnosticados.
  • Faça coisas que você fez juntos antes do diagnóstico; fale sobre as coisas sobre as quais você falou antes do diagnóstico.
  • Mostre a eles que você os vê como a mesma pessoa e que eles são mais que um diagnóstico!
  • Todos nós somos pessoas, com características pessoais, com detalhes a mais, aspectos a menos, de configurações emocionais sombrias, detalhes insuspeitos e insuspeitáveis… Pense em si e em todos os segredos de sua juventude. Aqueles bem escabrosos!!! Aqueles que, daqui a mais dez anos serão bobos e sem sentido, saquelares que ninguém mais vai querer saber.

Assim, você tem, neste texto, algumas dicas sobre este tema tão humano que é, me repito, este aqui:

Meu Amigo Tem HIV – Como Posso ajudar?

Talvez você tenha de ajuda-lo a discernir sobre uma certa realidade, esta: A quem, porque e como dizer a outra pessoa que este amigo tem HIV.

Sabe, diante da estonteante realidade da frae meu amigo tem HIV” você precisa fazêlo/la ver o seguinte: Por qual deles ainda te importas? Por qual deles você ainda mataria ou também se mataria ainda hoje? Nenhum de nós é a soma ou subtração de diagnósticos laboratoriais, médico ou clínicos! 

  • Ouça. Ser diagnosticado com HIV é uma notícia que muda a vida de qualquer pessoa. Mas é como a Sílvia diz: O caráter da pessoa não muda, ela continua a ser a mesma!
  • Por mais que pressintamos, a confirmação é um cataclismo de proporções astronômicas! Ouça a sua amada e ofereça seu apoio. Tranquilize-os de que o HIV é uma condição de saúde administrável. Existem medicamentos que podem tratar a infecção por HIV e ajudá-los a permanecer saudáveis.
  • Aprender. Eduque-se sobre o HIV: o que é, como é transmitido, como é tratado e como as pessoas podem se manter saudáveis ​​enquanto vivem com o HIV. Aprenda sobre o que é CD4 e carga viral.
  • Ter uma sólida compreensão do HIV é um grande passo em frente no apoio ao seu ente querido, esta pessoa vivendo com HIV. Este site é um bom lugar para começar a se familiarizar com o HIV. Tenha esses recursos disponíveis para o seu amigo recém-diagnosticado, se ele quiser. O conhecimento é fortalecedor, mas lembre-se de que seu amigo pode não querer as informações imediatamente.
  • Incentive o tratamento. Algumas pessoas que foram diagnosticadas recentemente podem achar difícil dar o primeiro passo para o tratamento do HIV. Seu apoio e assistência podem ser úteis. Ao se vincular aos cuidados médicos com o HIV precocemente, iniciar o tratamento com medicamentos para o HIV (chamado terapia anti-retroviral ou TARV), aderir aos medicamentos e permanecer no cuidado, as pessoas com HIV podem manter o vírus sob controle e impedir que a infecção pelo HIV progrida para a AIDS. 

O Tratamento. Este Amigo que Tem HIV Precisa Mesmo do Tratamento?

Aprenda! O tratamento contra o vírus da imunodeficiência adquirida é recomendado para todas as pessoas com HIV e deve ser iniciado o mais rápido possível após o diagnóstico. Incentive seu amigo, ou familiar, a procurar um médico e iniciar o tratamento para HIV o mais rápido possível. Se eles não têm um médico especializado em HIV, você pode ajudá-los a encontrar um. 

Apoie a adesão à medicação. É importante que as pessoas que vivem com o vírus causador da AIDS tomem seus medicamentos antirretrovirais conforme as prescrições todos os dias, em todos os momentos, exatamente como o médico determinou. Pergunte a esta pessoa se há algo que você pode fazer para apoiá-lo no estabelecimento de uma rotina de tratamento e como cumpri-la. Pergunte também que outras necessidades e como você pode ajudar a manter estas rotinas. Saiba mais sobre a adesão ao tratamento.

  • Obtenha suporte. Cuide-se e obtenha apoio, se precisar. Recorra a outras pessoas para quaisquer perguntas, preocupações ou ansiedades que possa ter, para que a pessoa diagnosticada possa se concentrar em cuidar de sua própria saúde.
  • Você pode o Beto Volpe, +55 13 99723-9499 uma grande referência em ativismo, resiliência, amor à vida, amor ao próximo e coragem. Ou a mim, Cláudio Souza, em +55 11 940 675 078.
  • Se você é o parceiro sexual de alguém que foi diagnosticado com HIV você também deve fazer o teste para conhecer seu próprio status de HIV. Se você for negativo, converse com seu médico sobre PrEP (profilaxia pré-exposição), tomando remédio para o HIV diariamente para prevenir a infecção pelo vírus da imunodeficiência. A PrEP é recomendada para pessoas com alto risco de infecção pelo HIV, incluindo aquelas que mantêm um relacionamento de longo prazo com um parceiro que tem HIV. Se você for positivo, conecte-se ao tratamento e trate o HIV o mais rápido possível.

E se uma pessoa que você ama te disser que ele tem HIV?

Você pode conhecer alguém que tem o vírus. Se o seu amigo, membro da família ou colega de trabalho é HIV positivo há algum tempo e acaba de lhe dizer, aqui está como você pode apoiar:

  • Reconheça. Se alguém lhe revelou seu status de HIV, agradeça por confiar em suas informações particulares de saúde.
  • Peça. Se apropriado, pergunte se há algo que você possa fazer para ajudá-los. Uma das razões pelas quais eles optaram por revelar seu status a você é que eles precisam de um aliado ou advogado, ou podem precisar de ajuda com um problema ou desafio específico. Algumas pessoas são públicas com essa informação; outras pessoas mantêm isso em particular. Pergunte se outras pessoas conhecem essas informações e quão privadas elas são sobre seu status de HIV.
  • Tranquilizar. Informe a pessoa, por meio de suas palavras ou ações, que o status de HIV não altera seu relacionamento e que você manterá essas informações em sigilo, se assim o desejarem.
  • Aprender. Eduque-se sobre o HIV. Hoje, muitas pessoas vivendo com HIV estão em TARV e têm o vírus sob controle. Outros estão em diferentes estágios de tratamento e atendimento. Não faça suposições e procure orientação de seu amigo.
Quanta gente, meu leitor, minha querida leitora, me faltou nesta hora, no frigir dos ovos…

E veja, depois de tudo isso você pode, por favor, indicar este texto, bem específico para quem acabou de ser diagnosticado como pessoa vivendo com HIV e faça o entender que não.

Não é normal ter HIV. Não é normal ter doença nenhuma. Isso se chama estar doente. Mas estar doente é uma coisa, desacreditar de suas possibilidades diante da vida, bem, isso é bem outra coisa, pela qual eu, Cláudio Souza, já passei uma vez, em um tempo em que não havia um só comprimido, um só comprimidinho, como disse um babaca. Mas a vida, leitora, leitor, amigo ou desafeto que vem aqui se incomodar, rsrs, a vida prossegue! Contigo ou ou não, ela prossegue e cedo ou tarde ela te arrasta também.

O melhor é levantar, sacudir a poeira…

https://soropositivo.org/2019/06/13/diagnostico-recente-de-hiv-informacoes-para-voce-aqui/

Mas eu acabei entendo: Há vida com HIV! E vida em plenitude. Pode, eu sei, é verdade, ser uma vida um pouco mais complicada. Mas é vida! Há vida.

Origem do conteúdo: HIV.gov   

Data da última atualização: 15 de maio de 2017

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
Olá! Gostaria de receber sua autorização, por gentileza, para informa-lo, através de notificações, sempre que publicar algo em meu blog. Sim ou não?! Depende de ti querer, ou não! Jamais. Jamais, jamais e jamais eu te invadirei a privacidade. Não saberei seu e-mail, nome, absolutamente nada e veja, você sempre poderá cancelar sua autorização a qualquer momento. Será sempre tua, sempre a decisão. Grato pela atenção
Dismiss
Allow Notifications