Dizendo a outros que você é soropositivo para HIV

Quais são os problemas?

Quando você recebe um diagnóstico soropositivo para o HIV, pode ser difícil saber a quem contar sobre isso e para saber como eles, as outras pessoas.

Informar aos outros pode ser bom porque:

  • Você pode obter o amor e o apoio para ajudar você a lidar com a sua saúde.
  • Você pode manter o seus amigos mais próximos e entes queridos informados sobre questões que são importantes para você.
  • Você não tem um porquê para ocultar seu status de HIV.
  • Você pode obter a maioria dos cuidados de saúde adequados.
  • Você pode reduzir as chances de transmitir a doença para outros.
  • Em muitos Países, felizmente não no Brasil, mas convém que você se informe sobre as leis do país ou países, que você deseja viver ou mesmo manter um affair, pois, você pode ser considerado culpado de um crime doloso por não dizer a um parceiro sexual que você é HIV positivo antes de ter contato íntimo.

Bem, este é um site pessoal e está ganhando fumos interativos e, após a leitura do artigo por Beto Volpe, ele me sugeriu e eu acrescento, de forma textual:

  • Parabéns pela postagem, queridão, mas eu incluiria nos aspectos positivos o fato de você poder se certificar de quem é e quem não é, realmente, seu amigo. É nessas horas que os ratos abandonam o navio. rsrsrs Bom dia!

Contar a outras pessoas pode, sim, ser muito ruim porque:

  • Outros podem achar difícil aceitar o seu estado de saúde.
  • Algumas pessoas poderão discriminar você porque conta de sua situação sorológica.
  • Você pode ser rejeitado em situações sociais ou namorar e pode ser muito dolorido sofrer um sentimento de rejeição no campo amoroso.

Você não tem que dizer a todos. Leve o seu tempo para decidir a quem deve dizer e como você irá aproximar se deles. Certifique-se de que você está pronto. Uma vez que você dizer a alguém que não te esqueças que são HIV positivos.

Orientações gerais

Aqui estão algumas coisas para pensar quando você está pensando em dizer a alguém que você HIV positivo:

  • Saber o motivo pelo qual você deseja dizer-lhes. O que você deseja que a partir delas?
  • Antecipar a sua reação. Qual é o melhor que se pode esperar? O pior que se pode ter de lidar com?
  • Preparar-se bem, informar-se sobre a sua condição de pessoa vivendo com HIV, assim, você dará mais segurança a esta pessoa[nota do tradutor: Nada pior nesta hora é a pessoa perguntar alguma coisa sobre a doença e você responder: “Não sei”…’] Isso liquidaria a fatura imediatamente]. Você pode querer deixar artigos e sites com informações a respeito disso ou um número de telefone como o disque aids 0800 16 25 50 para a pessoa que você conte, para que ela possa descobrir, por si própria.
  • Obtenha suporte.Falar mais com alguém que você confia e tenha um plano e evite contatos íntimos até esta sua condição.
  • Aceitea reação. Você não pode controlar como os outros irão lidar com suas notícias e, de todas as formas, talvez ela possa precisar de mais tempo para reconsiderar.

Anúncio

Contactantes de risco

duvidaPessoas que você pode ter exposto ao HIV: pode ser muito difícil para se fazer. Avisar (…)seu status para parceiros sexuais ou pessoas que você compartilhou agulhas. No entanto, é muito importante que eles/elas saibam para que eles possam decidir para se testarem, pois isso é muito importante, ajudando a quebrar a “linha de transmissão” e, se eles forem diagnosticados soropositivos, obtenha a cuidados de saúde de que necessitam. O Departamento de Saúde pode dizer às pessoas que você pode ter exposto sem usar o seu nome.

Os empregadores: Você pode informar ao seu empregador se a doença por HIV ou o tratamento podem interferir com o seu desempenho no trabalho e, LEMBRE-SE: EMPREGADOR NENHUM TEM DIREITO DE TESTAR SUA SOROLOGIA NO ATO DE ADMISSÃO, EXAMES ANUAIS OU DEMISSIONÁRIOS. Obtenha uma carta do seu médico que explica o que você precisa fazer para a sua saúde (a tomada dos medicamentos, períodos de repouso, etc). Falar com o seu chefe ou diretor de pessoal. Diga a eles que pretende continuar a trabalhar e que as mudanças podem ser necessárias em sua agenda ou carga de trabalho. Certifique-se de que eles entendam QUE você deseja manter o seu status de HIV confidenciais.

As pessoas com deficiência são protegidos de discriminação no emprego e no âmbito da  Lei. Enquanto  você pode fazer as funções essenciais do seu trabalho, o seu empregador não pode legalmente discriminar você porque seu status sorológico. Quando você aplica para um novo trabalho, os empregadores não tem permissão para perguntar sobre a sua saúde ou qualquer deficiência. Eles só podem legalmente perguntar se você tem qualquer condição que possa interferir com as funções essenciais do trabalho.

 Membros da família: pode ser difícil decidir se contar para seus pais, crianças ou outros parentes que são HIV positivos. Muitas pessoas receiam que os seus familiares ficarão magoados ou frustrados. Outros acham que não dizer aos pais irão enfraquecer seus relacionamentos e pode necessário mantê-los em suporte psicológico, dar-lhes suporte emocional e amoroso que eles querem. Pode ser muito estressante manter um segredo importante de pessoas tão próximas.

 Os membros da família podem querer saber como você foi exposto (a) ao HIV.

Decidir se ou como você vai responder a algumas perguntas sobre como você foi infectado pode ser uma tarefa bastante difícil e você pode até mesmo não responder a esta pergunta.

Lembre-se, entretanto, que seu silêncio pode dar margem a muitas “verões sobre a forma como você contraiu HIV…

Seus parentes podem apreciar sabendo que você está obtendo bons cuidados de saúde, que você está tendo o cuidado de si mesmo e sobre sua rede de suporte.

 Os prestadores de cuidados de saúde: é a sua decisão sobre a questão de saber se você deve ou não contar para um prestador de cuidados de saúde que você tem HIV. Se seus provedores, incluindo dentistas, sabem que você tem HIV, eles devem ser capazes de dar a você cuidados de saúde mais adequados. Todos os prestadores de serviços devem se proteger de doenças transportadas no sangue dos pacientes. Se os provedores de serviços são susceptíveis de entrarem em contato com o seu sangue, você pode lembra-los para colocar luvas.

Contatos sociais: Encontros podem ser muito assustadores para as pessoas com HIV. O medo de rejeição impede que muitas pessoas falem sobre os seus status sorológico para HIV. Não se esqueça de que cada situação é diferente e você não tem que dizer a toda a gente. Se você não vai estar em uma situação onde o HIV poderia ser transmitido, não há necessidade de dizer. Mais cedo ou mais tarde em um relacionamento, será importante para falar sobre o sobre sua condição sorológica para o HIV. Quanto mais tempo esperar, mais difícil se torna dizer a verdade. (Nota do tradutor. Eu que o diga, lembro-me que fiquei mais de 11 meses sem, ao menos, conseguir um abraço. Isso por diversas razões: Eu “temia transmitir o HIV” se fosse abraçar alguém; por outro lado, falavam dois sentimentos diversos, porém semelhantes: A carência e a querência. Sentia-me carente de afeto e precisava buscar carinho, mas, onde? Por outro lado, falava o desejo. Eu queria voltar a ter relações sexuais e, em ambas as casas de apoio a imensa maioria era composta por gay e, embora eu não tenha nada a ver com o modo como todos exercem sus sexualidades, eu não exerço a minha assim e, por isso, fiquei bem, bem uns três anos em completa abstinência sexual compulsória, e eu sempre fui um homem sexualmente enérgico como homem.

 HIV Escola da Criança: é melhor você ter uma boa comunicação sobre seu status de HIV de uma criança. Atender com o principal e discutir a política da escola (que não pode, sob nenhum pretexto recusar a matrícula da criança) e que atitudes tomar em virtude de alguma manifestação repentina por conta do HIV.  Certifique-se de falar sobre o seu direito legal da criança à confidencialidade.

Traduzido por Cláudio Souza do original em Telling Others You’re HIV Positive.

Revisão: Mara Macedo

Sugestão acrescentada Beto Volpe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.