Blog Soropositivo Online
Há Vida Com HIV

CD4 Saiba o que é E Entenda Porquê Hemograma Não Avalia Imunidade!

O BLOG TEM UM CUSTO E ELE PRECISA DE VOCÊ

VALOR ANUIDADE R$ 996,00 GASTOS OUTROS. - Há outros custos esporádicos
Você pode apoiar com R$ 5,00! 

APOS A RETIRADA DO MEU BENEFÍCIO PELO INSS ME ENCONTRO SE RENDA MINIMA PRA CUSTEIO DO MEU TRABALHO, o BLOG,, e minha vida ficou mais difícil.

CD4 e Células T são um subconjunto de células brancas do sangue. Conhecidas assim graças a um proteína em suas superfícies, desempenham um papel importante no sistema imunológico.

Células T CD4 e por que são importantes

O CD4 é, em contraste, um tipo de proteína encontrada em certas células do sistema imunológico. Entre elas as células T, macrófagos e monócitos.

As células T CD4 são consideradas células “auxiliares” poisnão neutralizam infecções. entretanto, desencadeiam a resposta imunológica às infecções. E as células T CD8 – classificadas como tal devido ao tipo de proteína em sua superfície matam os agressores, produzindo anticorpos que ajudam no combate a invasores.

Papel das células T CD4 na infecção pelo HIV

Portanto, um dos enigmas da infecção pelo HIV é que as próprias células destinadas a iniciar uma defesa imunológica são as mesmas destinadas à infecção pelo HIV.

Como um retrovírus, o HIV precisa infectar certas células “hospedeiras” para fazer cópias de si mesmo. Assim, as células CD4 são os principais alvos para isso durante uma infecção.

Durante a infecção, o HIV se liga a essas células auxiliares, esvaziando seu material genético para que o código genético do hospedeiro possa ser alterado para produzir outros vírions do HIV.

A Deficiência Imunológica

Portanto, ao fazer isso, a célula CD4 hospedeira acaba sendo morta. E a capacidade da pessoa infectada de desencadear uma defesa imunológica é gradualmente reduzida a ponto de deixar seu corpo vulnerável às infecções oportunistas.

A dinâmica do HIV é tal que as células T CD8 “assassinas” ficam cada vez mais cegas no avanço da infecção e eventualmente se tornam incapazes de lidar com a crescente população de HIV, medida pela carga viral.

Se uma infecção por HIV não for tratada, o sistema imunológico, em todos os casos, exceto raros, entrará em colapso completo (ou ficará comprometido).

Tipos de células T CD4

CD4Na maioria das vezes, temos a tendência de pensar nas células T CD4 como um tipo de célula. Na verdade, foi apenas em meados da década de 1980 que os cientistas começaram a identificar vários subconjuntos com funções diferentes. Alguns são importantes na ativação de macrófagos e células dendríticas durante a infecção inicial, enquanto outros dirigem as defesas imunológicas quando confrontados, individualmente, com organismos parasitas, bactérias ou vírus.

Estes incluem subtipos chamados

  • T-helper 1,
  • T-helper 2,
  • T-helper 9,
  • T-helper 17,
  • célula T reguladora e

A célula T folicular auxiliar tem muitas variáveis, e cada uma das quais secreta diferentes tipos de substâncias para ajudar a neutralizar agentes agressores.

Valor diagnóstico das células T CD4

CD4
É por estes caminhos, quase rodovias, que circula tudo. Oxigênio, CD4, hormônios e, também, o HIV. Cuide-se bem e não ponha este cara na estrada

 

Ao determinar quantas células CD4 em funcionamento estão circulando no sangue, o médico pode determinar o estado do sistema imunológico de uma pessoa. Um simples exame de sangue chamado contagem de CD4 estima o número de células CD4 em funcionamento em um milímetro cúbico de sangue. Quanto mais alta a contagem de CD4, mais forte é a função imunológica.2

Em um adulto saudável, uma contagem normal de CD4 pode variar enormemente (por população, grupo de idade, etc), mas é tipicamente cerca de 500 a 1500 células por milímetro cúbico de sangue (ml).

Quando fica abaixo de 200, entretanto, a doença é tecnicamente classificada como AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida).3É durante esse período que as infecções oportunistas mais sérias ocorrem, visto que o sistema imunológico fica efetivamente comprometido pela infecção.

Células CD4 e T CD4 no Monitoramento da TARV
CD4
Esta é uma das duras tarefas no combate ao HIV. Saber quanto dele há no sangue

Antes de 2016, as contagens de CD4 eram usadas como um meio para determinar quando iniciar a TARV. Mas, nos últimos anos, esse papel mudou, pois, as autoridades globais agora endossam o início imediato dado terapia HIV no diagnóstico (em vez de esperar até que a contagem de CD4 caísse abaixo de 500 células / mL, como era a orientação anterior).4

A contagem de CD4 é também utilizado para monitorizar a resposta de um indivíduo a terapia, com início precoce da terapia antirretroviral, em geral, capaz de restaurar a função imune de uma pessoa.

A Dificuldade
O Hemograma não avalia imunidade
É sói um comprimidinho

Por outro lado, as pessoas que começam a terapia com contagens de CD4 muito baixas, abaixo de 100  costumam ter mais dificuldade em reconstituir suas contagens de CD4 para níveis normais, especialmente após um episódio grave de doença.5

É, portanto, importante fazer o teste e procurar atendimento imediato em caso de um diagnóstico HIV-positivo. Se o tratamento for iniciado imediatamente, as pessoas que vivem com HIV agora têm uma chance muito maior de viver uma vida normal e saudável.

Leitura sugerida pelo sistema
 
Conheça algumas doenças oportunistas
Não aceite a banalização da AIDS Papo de louco este!
 
Cuide de sua saúde, da saúde daqueles a quem você ama e nos apoie comprando álcool em gel da Natura em nosso blog
 
Fontes
  1. Luckheeram R. Zhou R, Verma A, et al. Células T CD4 +: diferenciação e funções. Imunologia Clínica e de Desenvolvimento. 2012: 2012: 925135. doi: 10.1155 / 2012/925135
  2. Institute of Medicine (US) Committee on Social Security HIV Disability Criteria. 3, baixa contagem de CD4 como um indicador de deficiência. HIV e deficiência: atualizando as listas de seguridade social. Washington (DC): National Academies Press (EUA); 2010.
  3. Departamento de Assuntos de Veteranos dos EUA. Contagem de CD4 (ou contagem de células T).
  4. National Institutes of Health (NIH). O início precoce da terapia antirretroviral melhora os resultados para indivíduos infectados pelo HIV. Bethesda, Maryland; emitido em 27 de maio de 2015.
  5. Seng R, Goujard C, Krastinova E .; et al. Influência da viremia de HIV cumulativa ao longo da vida na recuperação a longo prazo da contagem de CD4 + e razão CD4 + / CD8 + entre pacientes em terapia antirretroviral combinada. AIDS. 2015; 29 (5): 595-607. DOI: 10.1097 / QAD.0000000000000571.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
Olá! Gostaria de receber sua autorização, por gentileza, para informa-lo, através de notificações, sempre que publicar algo em meu blog. Sim ou não?! Depende de ti querer, ou não! Jamais. Jamais, jamais e jamais eu te invadirei a privacidade. Não saberei seu e-mail, nome, absolutamente nada e veja, você sempre poderá cancelar sua autorização a qualquer momento. Será sempre tua, sempre a decisão. Grato pela atenção
Dismiss
Allow Notifications