HIV e COVID-19: Riscos Incertos e Comorbidades

Image default
AIDS depois Dos 50

HIV e COVID-19! É um tema grave e eu tenho buscado com uma ainda mais rigorosa leitura inicial. Geralmente eu faço uma releitura. Tenho feito três leituras antes de começar a traduzir. E, naturalmente eu releinho quando trago para cá, a minha mesa de edição no WordPress.com

Incerto o Risco do Paciente para HIV e COVID-19 bem como  em algumas especialidades

Além pacientes idosos com comorbidades, há a falta de dados para pacientes de alto risco!

POUCA INFORMAÇÃO SOBRE HIV e COVID-19

Pacientes com condições subjacentes sérias também correm risco de infecção pelo novo Coronavírus, também conhecido como COVID-19, mas isso significa coisas diferentes para diferentes especialidades, disseram especialistas ao MedPage Today.

Embora as condições cardiovasculares e respiratórias tenham sido identificadas como fatores de risco para doenças graves, as orientações para pacientes com “condições subjacentes graves” têm sido amplamente amplas (a redundância é do autor e decidi manter), principalmente devido à falta de dados em populações específicas de pacientes.

A Relação de risco HIV e COVID preocupa de forma angustiante quando a contagem de CD4 cai abaixo de 350, quando há, de fato, supressão imunológica e vulnerabilidade para determinadas doenças, geralmente conhecidas como doenças oportunistasO Que São Doenças Oportunistas Relacionadas à AIDS? (este link abre em outra aba)   Os pacientes imunocomprometidos são considerados uma população de alto risco e podem se espalhar por uma variedade de especialidades. Em um briefing recente da força-tarefa do COVID-19, a Embaixadora Geral Deborah Birx, MD, observou que pacientes mais velhos vivendo com HIV podem estar em maior risco de infecção por COVID-19

HIV e COVID-19 – Informações Insuficientes

Matthew Spinelli, MD, da Universidade da Califórnia em San Francisco, disse que as informações sobre a infecção por COVID-19 são “muito limitadas” para pessoas vivendo com HIV.

“Esses pacientes têm um número maior de comorbidades do que as pessoas da mesma idade na população subjacente. Nossa preocupação é que não se trata apenas de uma população com comorbidades, mas também de uma população envelhecida”, afirmou.

Spinelli acrescentou que as pessoas que vivem com HIV também fumam em uma taxa mais alta do que a população em geral. Isso é uma grande verdade, graças, inclusive, às publicidades, as músicas conectadas a estas propagandas.

Para dizer pouco, o imbecil que vos fala começou a fumar entre 1976 e 1977, quando a propaganda do Hollywood mostrava 8.000 horas de Hollywood, o sucesso  😠, ou um jogador da seleção brasileira, campeã mundial em 1970 quando se dizia pra frente Brasil, salve a seleção – Obrigado Alemanha, acabou-se a mítica – dizia, segurando o maço de cigarros na mão, com a marca exposta, olhando para o maço:

  • “É difícil se dizer porque se gosta de um bom cigarro, certo? Eu gosto de *vila rica* porque ele é gostoso suave e não irrita a garganta* (—)6 gosto de levar vantagem em tudo certo?

 É ver para você ver, ter um espasmo cerebral!!! E eu sou uma das muitas vítimas daquela época.

Há um tratamento eficiente para isso, mas está fora do meu alcance!

“Há muita DPOC [doença pulmonar obstrutiva crônica] entre as pessoas que vivem com HIV, devido a maiores taxas de tabagismo”, observou ele, acrescentando que as doenças pulmonares são mais comuns nessa população, tornando o COVID-19 uma preocupação particular. 

“Há uma alta incidência de infecções virais respiratórias, e é por isso que estamos vigilantes sobre a vacina contra a gripe. Há altas taxas de doença pneumocócica”.

COVID-19 e Imunossupressão Não Relacionada ao HIV

A imunossupressão também é uma preocupação em várias especialidades, como gastroenterologia, onde uma grande variedade de pacientes está sendo tratada com agentes imunossupressores, disse Ryan Ungaro, MD, da Icahn School of Medicine no Mount Sinai, em Nova York, que recentemente co-autoria um artigo em Gastroenterologia Clínica e Hepatologia sobre o que a infecção por COVID-19 significa para gastroenterologistas em termos de atendimento ao paciente.

Além de pacientes com doença inflamatória intestinal, pacientes com hepatite auto-imune ou outras “condições imunomediadas” apresentam maior risco, assim como “pacientes transplantados de fígado ou intestino delgado”.

Especificamente, ele citou uma pesquisa recente da China afirmando que “pacientes com câncer ativo tiveram curso de doença mais grave”.

“Não está claro como a quimioterapia pode estar ou não estar afetando seus riscos durante o curso de uma infecção por COVID-19”, disse Ungaro ao MedPage Today.

Ele disse que, até que se saiba mais sobre como a infecção por COVID-19 afeta pacientes com DII (Doenças Inflamatórias Intestinais – com base no que eu pude apurar), essa população está sendo tratada como “em risco”, semelhante às diretrizes emitidas para os idosos.

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

HIV e COVID-19 mais Envelhecimento

Populações mais velhas com comorbidades existentes correm maiores riscos, como pacientes com doenças renais e do trato urinário, disse ao, Crystal Garden Beku, MD, da Temple University, na Filadélfia MedPage Today.

“Todos os profissionais de saúde estão preocupados com pacientes com sistema imunológico mais fraco, que podem não ser capazes de combater essa infecção tão facilmente quanto a população em geral”, disse ela. 

“Pacientes com doenças renais geralmente têm sistemas imunológicos enfraquecidos, porque tendem a ser pacientes com mais idade e que (presumidamente eu diria) têm vários problemas de saúde, tornando-os mais suscetíveis a outras enfermidades e podem ser tratados com medicamentos que diminuam a eficiência de seus sistemas imunológicos”.

No entanto, quando perguntado que tipo de pacientes podem se enquadrar em um grupo de alto risco, Gadget Baku acrescentou que, por se tratar de um novo vírus, há muito que os médicos não sabem.

“Ainda não conseguimos quantificar riscos em pacientes com vários tipos de doenças renais”, observou ela.

Spinelli concordou que os médicos saberão mais uma vez que as pessoas estão expostas ao vírus, mas em termos da população de maior risco com HIV, ele está sempre mais preocupado com pacientes com baixa contagem de CD4 e pessoas que sofrem de supressão imunológica medicamentosa”

 

COVID-19 & HIV e Homens e Mulheres Públicas eu Vos concito

“Não me surpreenderia se eles estivessem em maior risco de infecção

Esses são os pacientes com os quais devemos nos preocupar, e devemos trabalhar duro para levá-los a tomarem toda sua medicação com aderência e coerência”, disse ele.

Atenção Senhores e senhoras Ministros e Ministras Governadores e Governadoras, Senadores Senadoras, Deputados e Deputadas Federais e Estaduais, Prefeitos e Prefeitas, Vereadores e Vereadoras e, sim, Senhor Presidente:

Sim! Todos nós, inclusive vós, morreremos um dia, é verdade! Que não morramos, nenhum de nós pela falta de medicação, ou tratamento médico adequado e correto, pois cada gota de sangue que assim for derramada eu sei, eu creio e creio com certeza, serão anotadas em um Livro, dentro de um Tribunal onde não se faz acordos!

Embora Spinelli tenha apontado para uma apresentação recente na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas (CROI), que afirmou que pacientes com HIV com carga viral suprimida e maior número de CD4 ainda podem estar em maior risco, ainda não há dados suficientes para saber.

Ele observou que as recomendações apresentadas no CROI incluíam pacientes com HIV que recebiam remédios por 30 dias em todos os momentos, mantendo atualizadas as vacinas contra influenza e pneumocócica e estabelecendo um plano de atendimento clínico se os pacientes estiverem isolados ou em quarentena, o que pode envolver o uso portais on-line de telemedicina ou médico.

Candidíase Recorrente. Também relaciona-se à um possível caso de AIDS

Traduzido por Cláudio Souza do Original em   Patient Risk for COVID-19 Uncertain in Some Specialties    

 

Publicações Relacionadas

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog é melhor contigo!!!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fazm tudo a nosso alcance no que tange à sua privacidade. Você pode saber mais sobre esta polític nste link Eu aceito A Política de Privacidade de Soropositivo.Org Ler Tudo em Política de Privacidade

Whatsapp WhatsApp Us