Tempo e paciência… É tudo o que precisa ter uma pessoa que vive com HIV ou AIDS

Em: Histórias Positivas/Pouquíssimo Tempo

Eu me lembro de quem eu peguei HIV.

Eu sei quem foi, lembro-me dela, sei seu nome, sei que ela sabia e sei que fez de propósito e, para o bem da verdade, eu a amava tanto naquela época, e estava tão mal informado sobre o que era e sobre o que é viver com HIV ou AIDS que se ela olhasse para mim e dissesse:

-“Cláudio, eu sou portadora de HIV e quero transar com você sem camisinha”.

Certamente eu concordaria com ela e, numa espécie tragicômica de Romeu e Julieta eu teria contraído HIV “por amor”.

Se você que lê isso pensa, agora, como eu pensava no passado, não faça isso.

Viver com HIV é uma coisa possível, mas o volume de problemas que você terá de confrontar não vale a pena de contraí-lo “por amor”.

O fato é que todos os dias corremos o risco de morrer de alguma coisa, mas não vá se expor a esta forma de morrer, mesmo porque não é morrer. Muito pelo contrário, é viver de outra forma.

Para mim, o HIV foi uma grande porta para uma reforma íntima e eu revi todos os meus conceitos, especialmente os que eu tinha a meu respeito e, hoje, sou uma pessoa melhor do que era antes de contrair HIV. E se você acabou de descobrir que é soropositivo, pense nisso também, numa maneira de alcançar um “eu melhor” e concentre todas as suas fibras nisso, em melhorar e, acima de tudo, a praticar o auto-amor. Sim! Ame-se, porque se você não souber amar a si mesmo, não saberá amar a mais ninguém.

ashoka-401x300O Grande Amor de minha vida está do meu lado, no quarto contíguo a este que usamos como escritório, repousando. Ela mal sabe, mas minha vida seria completamente, ou quase que completamente, sem sentido sem ela. E isso foi o resultado de uma grande busca onde perdi muitas coisas, inclusive meu “Status de fellow da Ashoka Empreendedores Sociais”.

Paciência é o que temos de ter. E tempo.

Tempo e paciência é tudo o que precisamos para converter um vaso de vinagre, entregando gota por gota, em uma vaso de água pura.

Pense nisso e não morra de amor, nem se mate por ter AIDS.

E, fique de olho, porque quem vê cara não vê AIDS e a AIDS pode se esconder em muitos lugares, inclusive no passado de quem você acredita que ama…

Cláudio Santos de Souza

😍😍😍😜💫☮Sim, este da foto sou eu ! Minha sobrinha pediu que eu pusesse esta foto m meu perfil !.... Eu tinha aqui uma descrição a meu respeito que, uma pessoa classificou como “irreverente”. Esta é, realmente, uma forma eufêmica de classificar o que estava aqui. Tudo o que sei é que uma “ONG”, que ocupa um prédio de 10 andares estabeleceu uma parceria comigo, e eu tenho os logs do tempo de parceria, que foi mais um vampirismo pois, para cada 150 pessoas que saiam do meu site, clicando no deles, havia, em média, um que entrava. QUANDO ENTRAVA E SE ENTRAVA

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.